Jump to content

Leilão de aeroportos vai prever carência para pagamento de outorga


Diego Airways

Recommended Posts


LEILÃO DE AEROPORTOS VAI PREVER CARÊNCIA PARA PAGAMENTO DE OUTORGA





Governo decide mudar regras para tornar mais atraente investimento no setor






2015-798194701-2015031160963.jpg_2015031




Na próxima rodada de concessão de aeroportos (Fortaleza, Salvador, Porto Alegre e Florianópolis), os investidores terão mais facilidades para pagar as outorgas. O ministro dos Transportes, Maurício Quintella, antecipou ao GLOBO que os operadores ficarão liberados do pagamento à União, na fase dos investimentos. No ato da disputa, os vencedores vão desembolsar 25%, depois, haverá uma carência de cinco anos. Vencido este prazo, o valor da outorga se torna crescente e, a partir do 11º ano, fica linear.


Segundo Quintela, o governo do presidente interino, Michel Temer, decidiu mudar as regras porque o resultado da concessão dos aeroportos nas duas primeiras rodadas (Guarulhos, Brasília, Viracopos, Galeão e Confins) tem se mostrado insustentável financeiramente. Tanto que os operadores pediram para adiar o pagamento das outorgas.


— Isso (mudanças na outorga na nova rodada) vai acontecer, porque se verificou nos primeiros lotes do leilão que realmente era muito pesado pagar a outorga na ponte, fazer todos os investimentos e ter um pagamento linear sem carência. O que está se buscando na verdade é um modelo mais atrativo — destacou o ministro.


É com base nessas regras para os próximos leilões que os atuais concessionários estão pedindo alteração nos desembolsos relativos à outorga. O governo se dispõe a estudar, levando-se em conta que a sistemática dos pagamentos está prevista em contratos já assinados.


Os quatro aeroportos são a principal aposta do Programa de Parcerias e Investimentos (PPI) a ser lançado no início de agosto, que será mais modesto do que se previa inicialmente, sem novas concessões de rodovias: apenas duas renovações antecipadas de concessões atuais (Via Dutra e BR-040), dois terminais portuários de passageiros (em Recife e Fortaleza) e a concessão da ferrovia Norte-Sul.


A expectativa é que o leilão dos aeroportos ocorra no fim deste ano e gere investimento total de R$ 4,2 bilhões e 1.700 empregos. Os editais colocados em consulta pública pelo governo afastado passarão por outras mudanças, sobretudo no que diz respeito a investimentos obrigatórios. No caso de Salvador, por exemplo, o novo modelo não fixará data para a construção da segunda pista, em região de dunas. Mas sim gatilho de demanda para que o empreendimento seja realizado.




-----------------------------------------------------------------------

Link to comment
Share on other sites

Não posso falar dos demais, mas a concessão de Salvador, promete demais!!! Eu to empolgadíssimo Diego. Não vejo a hora disso acontecer e do novo operador assumir. Como falamos... Espero muito que a CCR e os Europeus vençam! Será sensacional sair da crise com retorno de investimentos no país e não sei nem mais o que falar porque to vibrando... kkkkk...


Abraço velho!!

Link to comment
Share on other sites

Espero muito que a CCR e os Europeus vençam! Será sensacional sair da crise com retorno de investimentos no país e não sei nem mais o que falar porque to vibrando... kkkkk...

 

E se ela ganhar, que faça uma combinação para um acesso integrado fo*ástico com a Linha 2 do metrô. Aí vai ser show.

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade