Jump to content

Latam anuncia nova rota São Paulo-Buenos Aires-Bogotá


leelatim

Recommended Posts

Latam anuncia nova rota São Paulo-Buenos Aires-Bogotá

 

29/08/2016 16:33:00 - Aviação

Rafael FaustinoRafael Faustino

 

Divulgação

 

A Latam Airlines anunciou hoje a criação de uma nova rota ligando São Paulo, Buenos Aires e Bogotá. Serão cinco frequências semanais a partir de 15 de dezembro, com a novidade de uma ligação direta entre a capital argentina e a colombiana, hoje inexistente na companhia.

 

O voo JJ 8012 partirá de São Paulo (Guarulhos) com destino a Buenos Aires (Ezeiza) às 7h25 e chegará às 9h20. Depois, partirá da capital argentina às 13h10 para aterrissar em Bogotá às 17h35. Todos os horários citados são locais dos países de chegada e saída.

 

No trajeto inverso, o voo JJ 8013 sai da cidade colombiana às 18h55 e chega a Buenos Aires 3h15. A saída para São Paulo será às 5h e a chegada, 8h50.

 

Será utilizado um Boeing 767-300 para a rota, transportando 191 passageiros na classe econômica e 30 na Premium Business, com assentos reclináveis em até 180 graus. Segundo a Latam, a intenção é aumentar o fluxo na rota de cinco frequências semanais para um voo diário a partir do segundo trimestre de 2017.

 

Com esse voo, melhoramos significativamente nossa conectividade a partir da Colômbia até o sul do continente, fortalecendo ainda mais a liderança na região", destacou o diretor executivo da Latam Airlines na Colômbia, Fernando Poitevin.

 

Fonte: Panrotas

 

LEIA TAMBÉM

Veja onde estarão as primeiras lojas da Latam Travel

Latam reduz tarifa para Joanesburgo; confira a classe

Aviação em 2015: menos passageiros, maior pontualidade

Link to comment
Share on other sites

 

 

Sobrando aviao ou nao e uma Boa sacada Utiliza o aviao - tripulacao e brasileira e conecta 3 mercados.

 

Sim, excelente! Faz mais ou menos o esquema da PZ no GIG/EZE/ASU.

 

Vi que essa rota não é diária nem pela Avianca e nem pela Aerolineas. A primeira opera 6x e a local 5x. Todos os voos vão ficar meio sobrepostos com o da Latam Brasil:

 

AR1360 EZE 12:50 BOG 17:15 - A343

AR1361 BOG 19:00 EZE 03:35 - A343

 

AV88 EZE 08:17 BOG 12:38 - B788

AV89 BOG 22:06 EZE 06:18 - B788

Link to comment
Share on other sites

Sera que a tripulação vai ser Brasileira?

Sim. O voo vai ser JJ, Latam Brasil, aeronave PR, tripulação brasileira.

Precisa ver se o pessoal da Latam Argentina não vai ficar #####, assim como nós ficamos quando a LA assumiu o GRU/MXP com aeronave e tripulação chilenas.

Link to comment
Share on other sites

Sim. O voo vai ser JJ, Latam Brasil, aeronave PR, tripulação brasileira.

Precisa ver se o pessoal da Latam Argentina não vai ficar #####, assim como nós ficamos quando a LA assumiu o GRU/MXP com aeronave e tripulação chilenas.

Ótimo! E GRU-EZE ainda ganha uma aeronave melhor :)

Link to comment
Share on other sites

Sim. O voo vai ser JJ, Latam Brasil, aeronave PR, tripulação brasileira.

Precisa ver se o pessoal da Latam Argentina não vai ficar #####, assim como nós ficamos quando a LA assumiu o GRU/MXP com aeronave e tripulação chilenas.

Este é o ponto!

Link to comment
Share on other sites

três horas de voo até Ezeiza e depois mais seis horas de lá até Bogotá, fora o tempo de solo. dá pra fazer isso com uma única tripulação?

 

 

fora que o uso de aeronave com matrícula brasileira não garante nada, em se falando de uso de trip. brasileira.

 

se a legislação argentina permitir, dá pra usar sim uma tripulação portenha na aeronave brasileira na segunda perna. isso se o trecho EZE-BOG não for pedido pela Latam Colômbia, já que a legislação colombiana é bem diferente e mais permissiva quanto ao uso de aeronaves com matrículas estrangeiras.

 

a LATAM vai sempre buscar esse tipo de "sinergia", então a tripulação que vai voar vai ser a mais barata, respeitadas as legislações dos países. não necessariamente será a brasileira.

Link to comment
Share on other sites

Mas que eu saiba a Argentina não permite, tanto que a 4M só utiliza aeronaves LV. E de qualquer forma se fosse feito EZE-BOG com aeronave da JJ e tripulação 4M ou 4C não cabe reclamação do lado brasileiro.

Link to comment
Share on other sites

Quando me referi a atender a LATAM Argentina, foi em relação a oferta do voo. Ninguém vai comprar GRU-BOG via EZE com 4h de conexão! Se bobear sequer haverá disponibilidade de venda para o trecho.

Link to comment
Share on other sites

três horas de voo até Ezeiza e depois mais seis horas de lá até Bogotá, fora o tempo de solo. dá pra fazer isso com uma única tripulação?

 

 

fora que o uso de aeronave com matrícula brasileira não garante nada, em se falando de uso de trip. brasileira.

 

se a legislação argentina permitir, dá pra usar sim uma tripulação portenha na aeronave brasileira na segunda perna. isso se o trecho EZE-BOG não for pedido pela Latam Colômbia, já que a legislação colombiana é bem diferente e mais permissiva quanto ao uso de aeronaves com matrículas estrangeiras.

 

a LATAM vai sempre buscar esse tipo de "sinergia", então a tripulação que vai voar vai ser a mais barata, respeitadas as legislações dos países. não necessariamente será a brasileira.

Claro que dá! Se nao fosse possivel, nao se chegaria na Europa!

Por isso o voo será feito de WB, com tripulacao de revezamento.

 

O fato da matricula da aeronave ser brasileira, de fato, nao garante nada. Entretanto, a referida aeronave é propriedade de uma empresa aerea regular brasileira (RBAC 121).

 

Esse sim, determina claramente que apenas tripulantes brasileiros poderao operar voos regulares de empresas brasileiras.

 

(Claro que existem algumas brechas temporarias para estrangeiros, mas nao é o caso).

Link to comment
Share on other sites

Quando me referi a atender a LATAM Argentina, foi em relação a oferta do voo. Ninguém vai comprar GRU-BOG via EZE com 4h de conexão! Se bobear sequer haverá disponibilidade de venda para o trecho.

 

Tem uns loucos por avião ai que compra!

 

hahahahahahaha

 

:lala: :lala: :lala: :lala:

Link to comment
Share on other sites

Sim. O voo vai ser JJ, Latam Brasil, aeronave PR, tripulação brasileira.

Precisa ver se o pessoal da Latam Argentina não vai ficar #####, assim como nós ficamos quando a LA assumiu o GRU/MXP com aeronave e tripulação chilenas.

Na verdade a situação tem em comum somente o fato de ser um vôo de uma outra filial Latam com escala em outro país, no caso a Argentina.....quando os chilenos assumiram o voo para Milão tiraram um dos melhores voos da Tam para colocar tripulantes chilenos na rota...já o caso argentino, esse voo não tira nenhum voo dos argentinos, cria-se uma rota apenas porque o bilateral não permite e usarão a 5.liberdade com uma filial que poderá fazer a rota....eles não perdem, nem ganham ou deixam de ganhar nada com isso, sem contar que será um voo curto e não uma grande e lucrativa rota(em termos de salários) que está em questão , vide MXP foi

Link to comment
Share on other sites

  • 2 months later...

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade