Jump to content

Índia proíbe que pilotos tirem fotos durante o trabalho


Pifpaf

Recommended Posts

Air Safety Regulator Bans Pilots From Clicking Photos While On Duty 2016-09-26

https://aviationvoice.com/air-safety-regulator-bans-pilots-from-clicking-photos-while-on-duty-201609260952/?utm_source=newsletter&utm_medium=email&utm_campaign=see_what_happened_in_the_aviation_world&utm_term=2016-09-27

Air-Safety-Regulator-Bans-Pilots-From-Cl

Photo: pinimg.com

 

India’s air safety regulator has banned pilots from taking photographs when they are on duty.

The move comes five months after Hindustan Times (HT) reported a first-of-its-kind complaint against six pilots working with a private airline, for taking selfies on board.

HT had reported on April 28 that at least six pilots were investigated for taking selfies with family members and colleagues inside cockpits. The Directorate General of Civil Aviation (DGCA) asked the airline management to explain why it permitted the pilots to take photographs in the restricted zone. The pilots seen in family selfies shot in-flight were under fire for allowing their family inside aircraft cockpits.

Though the pictures posted on a social networking website showed that they were taken when the aircraft was on the ground, officials from the DGCA air safety department said the issue raised concerns over ‘poor safety decorum’ “Taking photographs during flights is source of distraction, which may lead to errors and resultant reduction in safety,” read the order put on the Directorate General of Civil Aviation (DGCA) website on Saturday

The order added that while pilots were banned from taking photographs on airborne planes since 1997, now it was prohibited even when the aircraft are on the ground. It also applies on fliers during boarding and after touchdown. “Some pilots got away because the previous rule did not spell out the prohibition at all stages of the flight. This order was issued to plug that gap,” said a senior DGCA official.

The Saturday order added that in some cases of cockpit photography, both pilots were away from the aircraft controls when the pictures were being taken. “In a recent case, one of the pilots was engaged in photography during a training flight, which eventually resulted in an accident,” added the note issued by joint director-general Lalit Gupta.

Source: stuff.co.nz

Link to comment
Share on other sites

:anta: :lol: :yeah:Otima Leirbeg. Verdade.

 

Como ja vimos : #Ainda me pagam pra isso# hahahahaha

E o pior que geralmente são os mais fracos e q estão "passeando de avião".

Deixando para o colega do lado ter q voar por ele, principalmente dando os imputs para ele tomar uma iniciativa.

 

#issoelenaoconta

Link to comment
Share on other sites

Olha,

Nao conheco os manuais das outras, mas pelo menos na laranja, o FSM deixa claro que é proibido o uso de aparelhos eletronicos durante o horario de trabalho.

 

Pena que a chefia deixa isso passar...

Link to comment
Share on other sites

Sou bastante flexível em voo e, dentro das normas da empresa, não fico limitando em nada a atuação do colega. Contudo, com câmeras e fotos em fases críticas, deixo bastante claro no briefing que estão terminantemente proibidos por todos.

 

Infelizmente existem colegas publicando fotos na internet em momentos onde as câmeras e celulares deveriam estar no bolso, na brifcase ou em qualquer outro lugar fora de acesso. Tive a infelicidade de ver fotos de um colega da empresa em aproximação final no SDU onde o nível de consciência situacional deveria ser máximo. E o que é pior: esse tipo de foto dá 700, 800 curtidas em Instagram, Facebook e congêneres.

 

Outro tipo de situação que me incomoda bastante é a "gourmetização" da profissão. Tudo é motivo para estrelismo: já vi pilotos com fã clube, página no Facebook. fazendo encontrinho com "fãs", dando autógrafos, sendo completamente endeusados por crianças... Fora aqueles que divulgam publicamente os hotéis onde estão hospedados para os "fãs" visitarem. Depois sobra pra quem?

 

Prá que essa papagaiada? Custa sentar a bunda no pelinho de carneiro, trabalhar direito e ser discreto, sem dar trabalho para a empresa e para a tripulação? Custa segurar a onda e deixar de lado essa síndrome de auto afirmação e fazer as coisas direito? Incontáveis vezes o fluxo do voo foi atrapalhado por causa de um "Zé estrela" que desembestou a fotografar e filmar tudo...

 

Como foi bem dito acima: os estrelas geralmente são os que mais dão trabalho. Agora com o tal do Snapchat o cockpit acaba virando um estúdio do Big Brother.

 

Fotos e vídeos em voo eu não flexibilizo: não deixo MESMO. Em fase de cruzeiro não há problema algum, mas durante fases críticas extrapola qualquer nível de bom senso.

Link to comment
Share on other sites

E é o ponto onde se pergunta qual é a real motivação de alguém assim estar na profissão.

 

Xará mais velho: é um deslumbramento bobo. Se você visse o nível de encantamento com coisas banais você ficaria boquiaberto.

 

Já presenciei casos do colega disparar a tirar foto do radar meteorológico só por causa das formações em vermelho. Já vi outro que filmou turbulência...

 

Eu acredito que esse amadurecimento só chega com o tempo. O problema é que proficiência, consciência situacional e proatividade são necessárias AGORA, e não daqui 5 anos.

 

Na minha época eu ficava deslumbrado quando passei a voar os 737NG após os 737-300 e as packs dos NGs gelavam o avião enquanto os -300 eram fornos voadores... rsrsrs

Link to comment
Share on other sites

Entendo que toda proibição nasce de uma motivação. E olha que esse assunto já rendeu desde série em quadrinhos até os mais diversos "cafés" com a chefia.

Se a Índia proibiu, algum dado alarmante motivou a proibição. Infelizmente não é todo mundo que tem bom senso.


Filmar o vôo (Câmera de "aventura" no mount, fora da visão periférica, e sem impedir qualquer centímetro quadrado da visão lá fora) é interessante para observar tendências, vícios, e te dá a oportunidade de assistir sua própria operação "no jump". E sempre falei isso: não tem NADA melhor que um vídeo pra isso, desde a primeira hora de vôo. Já defendi aqui no fórum que as escolas e aeroclubes usassem vídeos pra debriefing.

O grande problema é que a turma já chega pra primeira hora de vôo querendo pendurar dez camêras em cada asa e ainda diz que vai voar com um capacete 360º... Pra aprender? Não, pra se mostrar.

E assim vai, até que esses caras chegam na linha aérea por acidente e começam a sortear manual, checklist e demais publicações da cia.

Aí não, não é mesmo, meus padawans?!

737-8,

Existe uma razão que eu e você sabemos pela qual as empresas deixam tudo isso acontecer. Se a câmera permitir um incidente menor, valeu a pena a logomarca e o #voeempresaaérea para trocentos mil seguidores!

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade