Jump to content

Azul, Avianca, Gol e LATAM voltarão à Pampulha


Nicholas773

Recommended Posts

 

AZUL, AVIANCA, GOL E LATAM VOLTARÃO A PAMPULHA

 

COM A PRIVATIZAÇÃO DO AEROPORTO DE CONFINS, A ESTATAL BUSCA SOLUÇÕES PARA REVERTER UMA CRISE INTERNA

O aeroporto regional da Pampulha, de posição privilegiada em Belo Horizonte, capital mineira, deverá receber novamente operações das maiores companhias aéreas brasileiras.

Nesta quinta-feira, André Magalhães, diretor de Aeroportos da Infraero, esteve na cidade, onde se reuniu com representantes do aeroporto a fim de acertar os últimos detalhes antes do inicio das operações da GOL, a primeira que retornará a operar no local. Representantes da Azul, Avianca e LATAM também já se reuniram com a Infraero para discutir a respeito.

Inicialmente, o aeroporto receberá até quatro voos com jatos por hora devido a limitada capacidade do seu terminal. Para essa nova etapa, a estatal já adquiriu dois novos caminhões de bombeiros, além de iniciar pequenas reformas nos banheiros e na área de Check-In.

Na próxima quarta-feira, as equipes voltarão a se reunir para definir quantos voos cada companhia terá direito. Atualmente, somente a Flyways e a Passaredo operam no local, ofertando voos para as cidades de Ribeirão Preto e Uberaba.

A reativação da Pampulha para as operações das maiores companhias aéreas do país ocorre como uma saída para a Infraero, que em meio de uma crise, busca soluções para equilibar suas contas.

http://jornaldoar.com/2016/10/azul-avianca-gol-latam-voltarao-pampulha/

A info procede?? Sei que a GOL abriu processo seletivo para a base "Belo Horizonte" (não Confins), pode haver mesmo retorno das grandes à Pampulha?

 

 

 

Link to comment
Share on other sites

O empresário sabia do risco e, se fez o valuation correto, precificou esse risco para que seu lance no leilão o refletisse adequadamente.

Link to comment
Share on other sites

Gente, a realidade de hj e diferente do que existia 15-20 anos atras.

Mesmo se vc colocar 4-6 voos hora, não da conta do que tem hj em CNF nem poderia servir como um hub para ninguém...

Se alguém sair de CNF a única coisa que vai fazer e deixar um aeroporto melhor para os outros.....

Link to comment
Share on other sites

De novo esse papo. Aí passam meses e nada acontece, só fica lá o ATR depressivo da Passaredo que dá um oizinho 6 da manhã pra falar alguma coisa.

 

É muito sonho de spotter de 12 anos que a mãe não deixa ir pra Confins, querer voos de 737 pra Brasília na Pampulha, A320...já teve no passado, mas tem que passar o tempo, tem que girar a roda, não adianta essa conversa de besteirol. Confins tem que ser fortalecido e exibido como o aeroporto central de Belo Horizonte, não deixar esse pólo aquático entupir de passageiros sem uma lanchonete.

Link to comment
Share on other sites

De novo esse papo. Aí passam meses e nada acontece, só fica lá o ATR depressivo da Passaredo que dá um oizinho 6 da manhã pra falar alguma coisa.

 

É muito sonho de spotter de 12 anos que a mãe não deixa ir pra Confins, querer voos de 737 pra Brasília na Pampulha, A320...já teve no passado, mas tem que passar o tempo, tem que girar a roda, não adianta essa conversa de besteirol. Confins tem que ser fortalecido e exibido como o aeroporto central de Belo Horizonte, não deixar esse pólo aquático entupir de passageiros sem uma lanchonete.

Confins tem um problema sério com distância até o centro de BH. Minha esposa trabalha com telecomunicações e precisa estar constantemente na cidade e essa é uma das suas maiores queixas.

 

Outros amigos de fora da aviação que trabalham em BH também possuem a mesma reivindicação: perde-se muito tempo atoa.

 

Acho que sua visão de que o desejo de retorno das grandes empresas à Pampulha é coisa de criança de 12 anos é totalmente superficial e claramente parcial.

Link to comment
Share on other sites

O problema de Confins já é claro no próprio nome do aeroporto.

O sistema do Expresso Aeroporto é muuuuito fraquinho.

 

Se houvesse algo realmente expresso, aí sim.

Link to comment
Share on other sites

De novo esse papo. Aí passam meses e nada acontece, só fica lá o ATR depressivo da Passaredo que dá um oizinho 6 da manhã pra falar alguma coisa.

 

 

Interessante, isso é verdade.

De vez em quando surgem essas matérias dizendo que os voos vão voltar, a gente volta a discutir as mesmas coisas, o tempo passa, e, usando suas próprias palavras, nada acontece.

 

Não duvido que voltem os voos, nem digo que a matéria não é verdade. Mas é fato que já li isso pelo menos umas 3 vezes nos últimos 12 meses, e nada aconteceu.

 

Interessante também que a reportagem faz referência a outro site, chamado "Tudoviagem", que também noticia que a Gol já estaria contratando funcionários para trabalharem na operação da Pampulha (http://www.tudodeviagem.com/2016/10/extra-gol-contrata-funcionarios-para-iniciar-voos-na-pampulha/). Vi nesta última reportagem menções à infraero e às companhias aéreas, mas nenhuma menção à ANAC. Ela não teria que autorizar os voos?

 

Fiz uma busca rápida ao portal UAI (www.uai.com.br), do jornal Estado de Minas, que acredito ser um importante portal de notícias de MG, e não encontrei nenhuma menção a esse retorno dos voos e às reuniões que são noticiadas nas reportagens aqui postadas. As últimas reportagens do portal sobre o aeroporto da Pampulha são sobre o projeto de integração regional do governo do estado. Também busquei no jornal Hoje em Dia (http://hojeemdia.com.br/), que inclusive já noticiou uma possível volta dos voos na Pampulha em 2015 se não me engano, e nós já comentamos aqui, num tópico exclusivo. Também não encontrei nada de relevante lá.

 

Repito que não duvido das informações aqui postadas, divulgadas pelo "Tudoviagem" e pelo "Jornal do Ar", apenas digo que já li isso outras vezes anteriormente e nada aconteceu...

Link to comment
Share on other sites

nao sei o q tem em BH de achar q Confins é longe... ja fui varias vezes e nao achei essa distancia toda. GRU tb nao é perto, NAT tb nao é, tem quem ache SSA longe, tb...

 

CNF ta la, amplo, reformando, operando IFR decente. quero ver qd PLU ficar lotado, alagado e fechado por meteorologia, ai vao ter saudade de CNF.

Link to comment
Share on other sites

Prezados,

 

Parte do que foi citado na matéria de fato está ocorrendo. Os Banheiros no terminal estão fechados e em reforma, aparentemente é uma expansão. Eu mesmo acompanho diariamente a obra, e posso afirmar que está avançando. Além disso, circula a mesma AFA do retorno dos voos junto aos funcionários do local. Resta esperar se isso se concretiza ou não.

 

Abs!

Link to comment
Share on other sites

O problema de Confins já é claro no próprio nome do aeroporto.

AHAHAHAHHAHAHAHAHAHAH ri demais com essa... gostei! É distante, mas sinceramente, tirando os dias de azar da "boca" da linha verde estar engarrafada, não vejo tanto drama assim, é 10, 15 min a mais via Cristiano Machado pra chegar no centro.

Link to comment
Share on other sites

Estão querendo operar GOL TAM AVIANCA AZUL naquele terminal de SBBH? Boa sorte aos PAX!

Se houver o limite de 4-6 operações por hora, o terminal comportaria sem muita dificuldade, o principal problema de PLU é quando chove, mas ai são outros 500...

 

nao sei o q tem em BH de achar q Confins é longe... ja fui varias vezes e nao achei essa distancia toda. GRU tb nao é perto, NAT tb nao é, tem quem ache SSA longe, tb...

 

CNF ta la, amplo, reformando, operando IFR decente. quero ver qd PLU ficar lotado, alagado e fechado por meteorologia, ai vao ter saudade de CNF

 

A tendencia global dos grandes aeroportos é serem mais afastados do centro das cidades, GRU, GIG, HKG, NRT, CDG... o grande problema de Confins não é a distância de BH, mas sim o acesso.

As únicas opções é carro, ônibus ou taxi. Os preços de Taxi são muito altos (no mínimo 75 reais) independentemente do ponto de BH, o conexão aeroporto é bem mais acessível financeiramente, porém é restrito a poucos locais de embarque na Regiao Metropolitana (Aeroporto da Pampulha, Rodoviaria, Centro, Betim, Contagem e Nova Lima, se nao me engano). Mas o principal é: em qualquer uma dessas alternativas, você estará completamente refém do trânsito de Belo Horizonte. Mesmo quem mora na Zona Norte, a mais próxima do aeroporto pode ficar preso em trânsito dependendo do horário, sem falar na falta de uma rodovia que contorna a cidade e conecta com a Linha Verde, o que obriga literalmente TODOS aqueles que se dirigem para Confins a cruzar a área urbana de BH e suas principais avenidas, o que aumenta muito o tempo de viagem. Arrisco dizer que aqueles que saem da Zona Sul de BH podem gastar até duas horas no trajeto para Confins.

Link to comment
Share on other sites

Se houver o limite de 4-6 operações por hora, o terminal comportaria sem muita dificuldade, o principal problema de PLU é quando chove, mas ai são outros 500...

 

 

A tendencia global dos grandes aeroportos é serem mais afastados do centro das cidades, GRU, GIG, HKG, NRT, CDG... o grande problema de Confins não é a distância de BH, mas sim o acesso.

As únicas opções é carro, ônibus ou taxi. Os preços de Taxi são muito altos (no mínimo 75 reais) independentemente do ponto de BH, o conexão aeroporto é bem mais acessível financeiramente, porém é restrito a poucos locais de embarque na Regiao Metropolitana (Aeroporto da Pampulha, Rodoviaria, Centro, Betim, Contagem e Nova Lima, se nao me engano). Mas o principal é: em qualquer uma dessas alternativas, você estará completamente refém do trânsito de Belo Horizonte. Mesmo quem mora na Zona Norte, a mais próxima do aeroporto pode ficar preso em trânsito dependendo do horário, sem falar na falta de uma rodovia que contorna a cidade e conecta com a Linha Verde, o que obriga literalmente TODOS aqueles que se dirigem para Confins a cruzar a área urbana de BH e suas principais avenidas, o que aumenta muito o tempo de viagem. Arrisco dizer que aqueles que saem da Zona Sul de BH podem gastar até duas horas no trajeto para Confins.

 

Imagina... segundo alguns aqui são só 30 minutinhos.... :coolface: ... Já expus várias vezes minha opinião a cerca disso então dessa vez vou ficar só assistindo...

Link to comment
Share on other sites

Anac nega pedido da Gol para jatos na Pampulha; prejuízo chega a R$ 18 milhões

 

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) indeferiu pedido da Gol para retomar voos de jatos e aviões de grande porte no Aeroporto Carlos Drummond de Andrade, na Pampulha, em Belo Horizonte. A intenção da companhia aérea era operar no terminal o boeing 737-700, que tem capacidade para transportar até 144 passageiros. Com a negativa do órgão regulador, apenas as empresas Passaredo e Flyway estão autorizadas a utilizar o espaço. Juntas, elas realizam 16 pousos e decolagens diariamente durante a semana, sendo que o número cai para seis aos sábados e domingos.

Praticamente um terminal fantasma, o Aeroporto da Pampulha amarga prejuízo de R$ 17,9 milhões apenas nos nove primeiros meses deste ano, segundo a Infraero, que administra o espaço. Sem passageiros, vários estabelecimentos comerciais que atendiam aos passageiros fecharam as portas.

Ao vetar a operação da Gol, a Anac alegou que o "aeroporto possui restrições para receber aeronaves maiores", sendo necessário "investir na ampliação ou correção da infraestrutura existente". Ainda segundo o órgão, o espaço está compatível para realizar somente voos com aeronaves AT72, AT45 e E145. No entanto, o entendimento da Infraero é que o terminal está apto para atender à demanda de aeronaves maiores, até código C - Embraer 190, Airbus 318, Boeing 737-700. "Contudo, até o momento, não há autorização por parte da Anac para qualquer operação com esses equipamentos ou para a oferta de novos voos com aeronaves menores no caso de voos regulares", informou a Infraero, por meio de nota. Enquanto os órgãos do governo federal não chegam a um consenso, o aeroporto prossegue com um "elefante branco" na capital mineira.

Subutilização

Com capacidade para atender até 2,2 milhões de passageiros por ano, Pampulha opera hoje com um terço da capacidade. As duas pistas receberam 32.354 voos até setembro de 2016, índice bem inferior ao movimento de 107.250 da capacidade anual. Além dos executivos, voos com destino a Ipatinga e Uberaba (MG), Rio de Janeiro (RJ), Porto Seguro (BA) e Ribeirão Preto (SP) partem do terminal.

Na avaliação do Sindicato Nacional dos Aeroportuários (SINA), não há impedimento legal para a liberação de boeings no Aeroporto da Pampulha. "Para a cidade, é importante ter os dois espaços. O sindicato entende que o Aeroporto da Pampulha pode ter outro perfil, mais executivo, não concorrendo com o de Confins", defendeu o diretor de Base do Sindicato, Leandro Pinheiro.

'Inoperante'

A situação do Aeroporto da Pampulha se agravou em 2007, quando foi fechado para jatos e aviões de grande porte. O retorno das operações de maior porte é um pedido antigo do Sindicato Nacional dos Aeroportuários (SINA), mas causa temor aos moradores da região, que reclamam do barulho das aeronaves. Procurada pela reportagem, a Azul e a Latam informaram que estão atentas às necessidades dos clientes, mas que, por enquanto, "não estão previstos voos para a Pampulha".

Aeroporto da Pampulha volta a ser alvo de polêmica com possibilidade de mais voos

Crise econômica faz aeroporto da Pampulha virar espaço fantasma

Relatório financeiro do aeroporto:

image.JPG

Fonte: http://hojeemdia.com.br/primeiro-plano/anac-nega-pedido-da-gol-para-jatos-na-pampulha-preju%C3%ADzo-chega-a-r-18-milh%C3%B5es-1.422551

Link to comment
Share on other sites

E mais uma vez, algo que já era certo - tão certo que já começava a provocar discussões acaloradas - se prova o contrário.

 

Faltava a aprovação da ANAC, que nenhuma das duas "reportagens" que iniciaram o tópico abordou.

 

Devido a falta de estrutura, a ANAC negou o pedido da Gol, que já estava até contratando gente para a "futura operação".

 

Mas uma estrutura que, segundo muitos, existe para atender a um número limitado de voos.

 

Mas o quê teria feito a ANAC negar o pedido então? Já que todos sabem que a estrutura existe para um determinado número de voos?

 

Será que o pedido da Gol era alguma coisa além da parca estrutura existente no aeroporto? Alguém duvida?

 

Alguém teria como nos mostrar esse pedido da Gol que foi negado?

Link to comment
Share on other sites

NENHUM problema em se construir um aeroporto "distante". TODOS os problemas em não se construir sistemas de acesso (vias expressas, metrô, trem etc) para se chegar até ele.

 

Mas como aqui é Brasil...

Link to comment
Share on other sites

 

Alguém teria como nos mostrar esse pedido da Gol que foi negado?

 

GLO1816 Diários B737 (138 PAX) SBRJ 1730 SBBH 1830

GLO1818 Domingo a Sexta B737 (138 PAX) SBRJ 2030 SBBH 2130

GLO1819 Diários B737 (138 PAX) SBBH 1600 SBRJ 1700

GLO1825 Domingo a Sexta B737 (138 PAX) SBBH 1900 SBRJ 2000

GLO2116 Segunda a Sabado B737 (138 PAX) SBRJ 0755 SBBH 0855

GLO2117 Diarios B737 (138 PAX) SBBH 0925 SBRJ 1025

GLO2118 Diarios B737 (138 PAX) SBRJ 1055 SBBH 1155

GLO2175 Segunda a Sabado B737 (138 PAX) SBBH 0625 SBRJ 0725

GLO1585 Domingo a Sexta B737 (138 PAX) SBSV 20:15 SBBH 22:00

GLO1586 Domingo a Sexta B737 (138 PAX) SBBH 18:00 SBSV 19:45

GLO2128 Diários B738 (138 PAX) SBBH 08:30 SBSV 10:15

GLO2129 Diários B738 (138 PAX) SBSV 11:45 SBBH 13:30

 

Esses foram os dois últimos pedidos da GOL dos qais tenho noticia, que seriam para 25/02/2016

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade