Jump to content

Conviasa suspende operações


ErickCF

Recommended Posts

Mais um logro da 'robolución' chavista. Ou como os próprios venezuelanos dizem: Nasceu junto com a revolução e vai morrer junto com ela.

 

Conviasa suspende operaciones

 

En medio de las tensiones vividas en los últimos días en Venezuela, que enfrenta cada día más represión del dictador Nicolás Maduro, supuestamente, el Instituto Nacional de Aeronáutica Civil suspendió con efecto inmediato todas las operaciones de la aerolínea estatal Conviasa debido a la falta de pago de seguro de sus aeronaves.

 

En este jueves 4 de mayo, la aerolínea Wamos Air ya había emitido un comunicado interno a sus empleados anunciando la suspensión del acuerdo de arrendamiento con tripulación de un Boeing 747-400 para Conviasa. Con esta suspensión, pasajeros quedaron varados en Buenos Aires y Madrid.

 

A través de redes sociales, pasajeros afectados en todo el país se suman a los varados en Argentina y España quejándose de la falta de información y asistencia por parte da aerolínea, que hasta el momento, no hizo ninguna declaración.

 

Fundada en 2004 por el entonces Presidente de Venezuela, Hugo Chávez, con el objetivo de ser la aerolínea más grande del país, Conviasa actualmente dispone de una flota de dieciséis Embraer 190. Sin embargo, en marzo pasado, al menos siete estaban en tierra por falta de repuestos, mantenimiento y tripulantes.

 

Fonte: Transponder1200.com

Link to comment
Share on other sites

Será que esses E190 foram pagos?

 

Rapaz, essa é minha dúvida até hoje. É curioso que: Eram vinte unidades, mas as entregas foram suspensas. Somente 16 foram entregues.

Link to comment
Share on other sites

Acredito que a Embraer recebeu o dinheiro da venda. Quem deve não ter recebido foi o BNDES.

Exatamente! nós pagamos por eles assim como por boa parte das "revoluções" financiadas pelo PT mundo afora!

Link to comment
Share on other sites

Será que o amigo da Dilma e do Lula vai fazer igual o dinheiro de empresas estrangeiras e não deixar os aviões dessa empresa saírem da Venezuela, repassando para outra cia?

Link to comment
Share on other sites

Até onde eu sei, as linhas de financiamento abertas pelo BNDES não são pagas da maneira que todo mundo imagina. Ex. Tu pede R$500,00, daqui dois meses tu me devolve R$550,00 em dinheiro. Não é bem assim. Geralmente se devolve com um produto que tenha valor agregado bem mais interessante, logo a União quando recebe e incorpora por alguma empresa estatal, remete o valor agregado á aquele produto, por sua venda, ao BNDES.
Sendo mais prático, a Venezuela tem Petróleo refinado, dos melhores do mundo. Eles pedem uma linha de crédito, via BNDES para compra de aviões da Embraer. Pagam não com dinheiro, mas com uma commodity, no caso petróleo.
Essa é uma pratica que as potencias praticam, criando mercados consumidores ao redor do mundo. China faz isso na Africa, Eua faz isso com váriosss países, enfim, o Brasil criava seu mercado consumidor externo aqui na Am. Latina e Caribe + África, infelizmente a nova política comercial do Brasil descontinuou a criação desses mercados.
Essa semana em uma discussão aqui em Boston, entre professores e ouvintes, de Harvard, um tópico de discussão bateu em cima disso, a saber o porque de os brasileiros declinaram dessa política (de certa forma imperialista, de liderança regional), que estava tendo um efeito bastante positivo, do ponto de vista econômico e social. Na verdade abriu espaço aos EUA para entrarem nesse vácuo deixado.

Link to comment
Share on other sites

Até onde eu sei, as linhas de financiamento abertas pelo BNDES não são pagas da maneira que todo mundo imagina. Ex. Tu pede R$500,00, daqui dois meses tu me devolve R$550,00 em dinheiro. Não é bem assim. Geralmente se devolve com um produto que tenha valor agregado bem mais interessante, logo a União quando recebe e incorpora por alguma empresa estatal, remete o valor agregado á aquele produto, por sua venda, ao BNDES.

Sendo mais prático, a Venezuela tem Petróleo refinado, dos melhores do mundo. Eles pedem uma linha de crédito, via BNDES para compra de aviões da Embraer. Pagam não com dinheiro, mas com uma commodity, no caso petróleo.

Essa é uma pratica que as potencias praticam, criando mercados consumidores ao redor do mundo. China faz isso na Africa, Eua faz isso com váriosss países, enfim, o Brasil criava seu mercado consumidor externo aqui na Am. Latina e Caribe + África, infelizmente a nova política comercial do Brasil descontinuou a criação desses mercados.

Essa semana em uma discussão aqui em Boston, entre professores e ouvintes, de Harvard, um tópico de discussão bateu em cima disso, a saber o porque de os brasileiros declinaram dessa política (de certa forma imperialista, de liderança regional), que estava tendo um efeito bastante positivo, do ponto de vista econômico e social. Na verdade abriu espaço aos EUA para entrarem nesse vácuo deixado.

 

Ou seja PAGAMOS mais caro, pois venderam como gasolina, misturando 27,5% de etanol pelo preço promocional de 4,00 no Nordeste ou 3,75 em média cá embaixo...

Link to comment
Share on other sites

Até onde eu sei, as linhas de financiamento abertas pelo BNDES não são pagas da maneira que todo mundo imagina. Ex. Tu pede R$500,00, daqui dois meses tu me devolve R$550,00 em dinheiro. Não é bem assim. Geralmente se devolve com um produto que tenha valor agregado bem mais interessante, logo a União quando recebe e incorpora por alguma empresa estatal, remete o valor agregado á aquele produto, por sua venda, ao BNDES.

Sendo mais prático, a Venezuela tem Petróleo refinado, dos melhores do mundo. Eles pedem uma linha de crédito, via BNDES para compra de aviões da Embraer. Pagam não com dinheiro, mas com uma commodity, no caso petróleo.

Essa é uma pratica que as potencias praticam, criando mercados consumidores ao redor do mundo. China faz isso na Africa, Eua faz isso com váriosss países, enfim, o Brasil criava seu mercado consumidor externo aqui na Am. Latina e Caribe + África, infelizmente a nova política comercial do Brasil descontinuou a criação desses mercados.

Essa semana em uma discussão aqui em Boston, entre professores e ouvintes, de Harvard, um tópico de discussão bateu em cima disso, a saber o porque de os brasileiros declinaram dessa política (de certa forma imperialista, de liderança regional), que estava tendo um efeito bastante positivo, do ponto de vista econômico e social. Na verdade abriu espaço aos EUA para entrarem nesse vácuo deixado.

 

Existem muitas maneiras de se implementar uma política internacional de comércio e a iniciativa por si não que dizer muita coisa pois pode ser muito positiva ou bastante prejudicial ao país. Uma política pragmática com foco na conquista de mercado pautada pela capacidade de produzir e exportar bens de qualidade a preços competitivos pode funcionar bem para o país (típica política norte americana) porém a política adotada pelo PT estava pautada pelo pior tipo de capitalismo que existe (e agora está público para quem quiser conhecer - capitalismo de compadres) e se apoiava em dinheiro público + campões nacionais (BNDES + empresas da lava jato). Esse movimento, que é socialista na alma, não traz benefício nenhum para o país a não ser para um pequeno grupo de grandes empresas, políticos e empresários de caráter duvidoso.

 

O programa foi suspenso pois ele estava podre na origem. Não adianta tentar bancar uma de EUA sendo a URSS pois a conta quando chegar não será paga. Professores de Harvard questionando o porque da interrupção desse programa não me assusta, dado que as universidades, sejam as daqui ou dos EUA, estão tomados pela esquerda.

 

Já sobre o petróleo venezuelano, ele é de baixa qualidade e de custo alto para refino (petróleo pesado cheio de enxofre), muito parecido com o petróleo produzido no Brasil (não estou falando do petróleo do pré-sal). Esse tipo de óleo é negociado com deságio no mercado internacional dado que existe petróleo fino (mais leve) disponível em grandes volumes na Russia, Arábia Saudita entre outros.

 

Voltando ao tópico, será que não dá para trazermos de volta esses aviões antes que não sirvam nem para fazer panelas ?

Link to comment
Share on other sites

Os aviões teoricamente foram pagos... a Embraer já levou a grana dela... quanto ao BNDES, levará mais esse cano, caso não tenha recebido em barris...

Link to comment
Share on other sites

Os aviões teoricamente foram pagos... a Embraer já levou a grana dela... quanto ao BNDES, levará mais esse cano, caso não tenha recebido em barris...

 

Melhor seria trazer esses aviões do que receber esse petróleo pesado. Apesar das nossas refinarias refinarem esse tipo de óleo (nossas refinarias foram construídas para refinar um blend de óleo pesado e óleo leve), o Brasil é mais que auto suficiente em petróleo pesado. O Brasil exporta esse tipo de óleo, portanto não sendo um bem que traz algum benefício para o país. O melhor seria não ter vendido nada para a Venezuela.

Link to comment
Share on other sites

Analisando quem encabeçou a transação (Lula×Chaves), provavelmente, mas muito provável, aí tem maracutaia.

Link to comment
Share on other sites

Os aviões teoricamente foram pagos... a Embraer já levou a grana dela... quanto ao BNDES, levará mais esse cano, caso não tenha recebido em barris...

Ou como o colega citou, o BNDES foi pago por commodities, que no caso da Venezuela é petróleo!

Como o petróleo "é nosso" nos pagamos por um combustível carrísimo e de baixa qualidade!

Ou seja, quem tomou um cano, DE NOVO, foi o povo!

Link to comment
Share on other sites

Srs...

95% das exportações da Venezuela são petróleo, hoje eles não produzem e não agregam valor a mais nada.

 

Sendo assim importam tudo. E do tudo que importam, somos o 3° maior exportador atrás dos EUA e da China.

 

Enquanto os srs.(e aparentemente este governo de republiqueta de quinta que governa o BR) ficam apegados a ideologia de buteco, os EUA e China se apegam ao dinheiro e fazem negócios com eles.

 

Deixem o BNDES abrir a torneira. E quando notar que a Venezuela está quase quebrando que receba em petróleo! Como faz a China!

 

 

FONTE: The Atlas of Economy Compmexity, Harvard

Link to comment
Share on other sites

Tenho um amigo que é copiloto na Conviasa. Estão recebendo 35 dólares de salário, mais o que seria equivalente a cesta básica. Ele foi aprovado em uma seleção na China, mas a INAC não emite os documentos relativos a suas habilitações, de forma que ele não consegue assim dar sequência na carreira. Está "preso" na Venezuela. Diz ele que existem ordens para que as cias privadas não contratem pessoal da Conviasa.

Link to comment
Share on other sites

Vale muito exportar bens e serviços de alto valor agregado que gerem tecnologia e emprego qualificado no Brasil, mesmo recebendo em pagamento itens que já tem (os EUA sempre compraram petróleo do mundo e preservavam o seu como "reserva estratégica").

Se é que a operação é assim (lastreada em petróleo) e se o petróleo é pesado, tem preço de petróleo pesado e não de petróleo light (petróleo pesado também tem preço internacional diferente do light). Ou seja, não tem prejuízo em preço.
No caso da Venezuela, há ainda o mecanismo de pagamentos entre os BCs, o CCR, no qual as exportações são compensadas com importações do Brasil e dos demais países da América Latina.

Claro, a situação da Venezuela é grave e, mesmo com esses mecanismos mitigadores, o risco é grande.

Mas há também a falência da Alitalia com vários E-jets a pagar e sem conta petróleo ou CCR...

Srs...
95% das exportações da Venezuela são petróleo, hoje eles não produzem e não agregam valor a mais nada.

Sendo assim importam tudo. E do tudo que importam, somos o 3° maior exportador atrás dos EUA e da China.

Enquanto os srs.(e aparentemente este governo de republiqueta de quinta que governa o BR) ficam apegados a ideologia de buteco, os EUA e China se apegam ao dinheiro e fazem negócios com eles.

Deixem o BNDES abrir a torneira. E quando notar que a Venezuela está quase quebrando que receba em petróleo! Como faz a China!


FONTE: The Atlas of Economy Compmexity, Harvard

Link to comment
Share on other sites

Fiquei pensando aqui

 

Como o governo kirscHner pagou os emb190 da austral??

Eles tmb foram financiados pelo bnds

Link to comment
Share on other sites

Essa eu sei! As operações cursaram pelo CCR!

- O CCR é um mecanismo de pagamentos entre os BCs, no qual as exportações são compensadas/pagas com importações do Brasil e dos demais países da América Latina para aquele país.

 

Todas pagas, sem nenhum atraso!

 

Menos arriscado que vender para a Alitália!

 

Fiquei pensando aqui

Como o governo kirscHner pagou os emb190 da austral??
Eles tmb foram financiados pelo bnds

Link to comment
Share on other sites

Srs...

95% das exportações da Venezuela são petróleo, hoje eles não produzem e não agregam valor a mais nada.

 

Sendo assim importam tudo. E do tudo que importam, somos o 3° maior exportador atrás dos EUA e da China.

 

Enquanto os srs.(e aparentemente este governo de republiqueta de quinta que governa o BR) ficam apegados a ideologia de buteco, os EUA e China se apegam ao dinheiro e fazem negócios com eles.

 

Deixem o BNDES abrir a torneira. E quando notar que a Venezuela está quase quebrando que receba em petróleo! Como faz a China!

 

 

FONTE: The Atlas of Economy Compmexity, Harvard

Em suma, voltamos a ser o quintal americano. Fizemos o jantar, eles vão comer. ;)

Link to comment
Share on other sites

Conviasa: tragédia anunciada.

BNDES: política foi mal aplicada. Petrobras continuou comprando caro e vendendo barato. Gasolina continuou sendo cara e "batizada".

Link to comment
Share on other sites

É difícil, mas vamos torcer para que não tenha nada de estranho na venda para Conviasa. Há uns meses atrás EMBRAER foi condenada por pagar propina para vender avioes em países não muito éticos e não seria legal ver vendas da empresa em casos de corrupção envolvendo Governo Brasileiro, BNDES e governo chavista.

Link to comment
Share on other sites

Caracas-Damasco-Teerã era o voo mais legal de todos... pena q durou só 3 anos.

só países 'gente boa'

Link to comment
Share on other sites

Caracas-Damasco-Teerã era o voo mais legal de todos... pena q durou só 3 anos.

só países 'gente boa'

 

Deveria ter uma super ocupação.

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade