Jump to content

RJ tem prejuízo de R$ 320 milhões por criminalidade


LipeGIG

Recommended Posts

RJ tem prejuízo de R$320 milhões por criminalidade
default.jpgAo todo, o Rio de Janeiro já perdeu R$ 788,5 milhões das receitas, em comparação com 2016
PUBLICIDADE

Os cofres do Turismo do Rio de Janeiro foram as novas “vítimas” da violência no Estado. Dados do Estudo da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) mostram que a criminalidade nos últimos meses contribuiu decisivamente para uma queda de R$ 320 milhões nas receitas fluminenses, número que equivale a 42% do total da perda de faturamento do setor (R$ 788,5 mi) entre janeiro e abril deste ano, em comparação com 2016.

A análise do estudo também leva em consideração outros fatores que levaram o setor a perder 7,9% de seu faturamento bruto. Desemprego, aumento dos gastos dos com viagens ao Exterior, escassez de crédito e alta base comparativa com a geração de receitas provocadas pelos Jogos Olímpicos de 2016 também afetaram as finanças.

Segundo estimativa da CNC, para cada aumento de 10% na criminalidade, a receita bruta das empresas que compõem a atividade turística do Estado recua, em média, 1,8%.

O estudo identifica que a sensibilidade ao aumento da violência no Rio de Janeiro é maior nos segmentos mais dependentes do turismo, tais como hospedagem (1,9%) e transporte (2,0%). Já nos segmentos de alimentação e serviços culturais e de lazer, mais ligados à prestação de serviços a residentes, o aumento de 10% na criminalidade no estado reduz suas receitas em 1,7% e 1,5%, respectivamente.

IMPACTO
A CNC avalia que, embora o turista não seja frequentemente vítima direta da maior parte dos crimes registrados, o avanço da criminalidade nos últimos meses e a consequente queda na percepção de segurança contribuíram decisivamente para a queda no nível de atividade do setor no estado do Rio de Janeiro.

A perda de R$ 320 milhões, atribuída à violência em 2017, impactou de forma significativa o segmento de bares e restaurantes (R$ 167,2 milhões), seguido pelas atividades de transportes, agências de viagens e locadoras de veículos (R$ 105,5 milhões), hotéis, pousadas e similares (R$ 47,8 milhões) e por atividades culturais e de lazer (R$ 7,2 milhões).

Para o presidente do Conselho Empresarial de Turismo e Hospitalidade da CNC, Alexandre Sampaio, os dados vão ao encontro da realidade vivenciada pelos hoteleiros do estado. “A violência afeta o turismo porque dilapida a imagem do Rio de Janeiro, o próprio brasileiro não quer mais visitar o Rio. Essa é uma realidade perversa, ampliada pela crise econômica do País e do estado. E o impacto no turismo e em segmentos como hotelaria e alimentação reflete em mais de 50 segmentos da economia”, afirma o hoteleiro carioca.

MAIS VIAGENS AO EXTERIOR
Outro aspecto negativo para o Turismo interno, a queda de aproximadamente 10% na taxa de câmbio, voltou a estimular gastos de brasileiros no exterior. De acordo com o Banco Central, nos cinco primeiros meses deste ano, quando comparadas ao mesmo período de 2016, houve uma retração de 2,6% nos gastos com o turismo doméstico e um crescimento de 41,4% nas despesas com viagens para fora do País.

Link to comment
Share on other sites

Não tenho dúvidas de que se o Rio fosse mais seguro, haveriam mais voos internacionais, mais turistas domésticos e a cidade seria um dos destinos mais desejados na América Latina.

 

Infelizmente, a visáo dominante dos governos é de fingir que dá pra deixar a coisa de ajustar sozinha.

E não só dos governos. Tem muita gente que acha que proteger turista é utopia e criticam qualquer tipo de priorização de segurança pública.

Link to comment
Share on other sites

Com essa violência toda no RIO, fica complicado a tarefa da RIOGALEAO de sonhar com 80 milhões de paxs no final da sua

concessão em 2039.Eu acredito que a operadora deva alcançar no máximo a metade desse contigente projetado para 2039.

Sem segurança no RIO e ausencia de investimento em divulgação do destino RIO nos principais emissores mundiais,o RIO

tender a ficar engessado nesse fluxo de 1,5 milhão de turistas internacionais. :cry: :cry:

Link to comment
Share on other sites

É uma pena!

Tem potencialidade, e agora tem capacidade de receber mais, e joga isso no lixo!!!!!!

 

Cada quarteirão que eu ando em Nova York, e imagino que 30 anos atrás isso tudo era lixo, ninguém queria visitar, e hoje você esbarra com milhares de turistas todos os dias, gastando centenas de milhões em lojas, em restaurantes, em bares... sendo responsáveis por mais de 100 mil quartos de hotel, por milhares de empregos... e com segurança e tranquilidade.

 

Só em impostos estaduais e municipais (considerem o ICMS de 8,875%) o turismo gera em torno de US$ 10 bilhões anuais para NY

O impacto econômico anual bate na casa dos US$ 50 bilhões.

Link to comment
Share on other sites

É desgraça atrás de desgraça e não muda nada: bala perdida, roubo de carga, política com vários presos, salários de servidores atrasados, bens públicos caindo aos pedaços, aulas diariamente interrompidas por tiroteios nos mais diversos bairros de pobres até de classe média...

 

Desde a Eco 92 só piora, vieram as Olimpíadas e não houve legado algum aos moradores da cidade.

 

Vão esperar um tiroteio entre organizações criminosas ou entre elas e a polícia que derrubam um jato e matem umas 400 pessoas???

Link to comment
Share on other sites

Infelizmente a situação do Rio é muito ruim.

 

Moro fora da cidade há mais de 2 anos e não penso em voltar. Ainda visito 1x por mês para ver meus pais e a cada visita aumenta a convicção de que fiz a escolha certa em ter saído de lá. E vejo a mesma coisa acontecendo com amigos próximos: muitos já saíram, muitos pretendem sair e muitos só não o fazem por serem muito apegados a família.

 

A cidade está muito violenta, não há qualquer bairro em que se possa andar com tranquilidade, os serviços são péssimos, os políticos piores ainda e o custo de vida é elevado.

 

É triste demais olhar para a cidade em que nasci e vivi boa parte da minha vida e ver esse estado de caos. Tinha tudo para ser um dos top 5 destinos turísticos do mundo. Torcendo por dias melhores...

Link to comment
Share on other sites

Infelizmente o Rio é um espelho (talvez um pouco aumentado) do resto do pais.

Por aqui temos muito potencial, mas o poder publico nunca viu o turismo como prioridade.

Vejam o caso de Portugal que esta se apoiando no turismo para ajudar a por a economia no eixos.

Sera algo tao dificil de se implantar por aqui?

Link to comment
Share on other sites

Infelizmente o Rio é um espelho (talvez um pouco aumentado) do resto do pais.

Por aqui temos muito potencial, mas o poder publico nunca viu o turismo como prioridade.

Vejam o caso de Portugal que esta se apoiando no turismo para ajudar a por a economia no eixos.

Sera algo tao dificil de se implantar por aqui?

 

O poder público, apesar do nome, é um grupo de pessoas cujo interesse pessoal está acima de tudo! Então jamais daremos certo.

Link to comment
Share on other sites

Infelizmente o Rio é um espelho (talvez um pouco aumentado) do resto do pais.

Por aqui temos muito potencial, mas o poder publico nunca viu o turismo como prioridade.

Vejam o caso de Portugal que esta se apoiando no turismo para ajudar a por a economia no eixos.

Sera algo tao dificil de se implantar por aqui?

 

Nova York, Barcelona, Estados Unidos (lembram do Obama em Orlando chamando os Brasileiros), Espanha, e agora Portugal... a lista é grande dos locais que investiram no turismo para ajudar a colocar a economia nos eixos.

 

O Brasil, me perdoem, o Brasil.... NUNCA olhou para o turismo como deveria olhar.

Link to comment
Share on other sites

É desgraça atrás de desgraça e não muda nada: bala perdida, roubo de carga, política com vários presos, salários de servidores atrasados, bens públicos caindo aos pedaços, aulas diariamente interrompidas por tiroteios nos mais diversos bairros de pobres até de classe média...

Desde a Eco 92 só piora, vieram as Olimpíadas e não houve legado algum aos moradores da cidade.

Vão esperar um tiroteio entre organizações criminosas ou entre elas e a polícia que derrubam um jato e matem umas 400 pessoas???

Já teve o B767 da Latam que levou tiro no procedimento de descida , imagine se tivesse acertado um piloto......

Link to comment
Share on other sites

Já teve o B767 da Latam que levou tiro no procedimento de descida , imagine se tivesse acertado um piloto......

 

Nem a Latam sabe se foi no Rio e você afirma isso.. realmente esse fórum o pessoal tem informações privilegiadas mesmo..rs

Link to comment
Share on other sites

As Olimpíadas me dão saudade porque mostraram o que o Rio de Janeiro poderia ser e não é.

Eu ja vejo as olimpiadas como parte do problema!

Antes de pensar em copa e olimpiadas, o brasil precisa pensar em ser uma nação, em vez de um bando cada um pensando em si!

Link to comment
Share on other sites

Nem a Latam sabe se foi no Rio e você afirma isso.. realmente esse fórum o pessoal tem informações privilegiadas mesmo..rs

Para saber onde foi o disparo, é mais fácil acertar as próximas 777 megasenas sozinho do que ter essa resposta.

 

Supõe que foi no RJ pois no resto do Brasil usa-se fuzil só para roubar carro-forte e banco, no RJ, infelizmente até para roubar farmácia de bairro estão usando, fora tiroteio diário, usando fuzil.

 

Mas só tiro em fuselagem não mudará nada, precisa de uma tragédia para que a "porteira" seja fechada.

 

Se o avião da Chape tivesse pousado normalmente em MDE, mesmo com todas as irregularidades, estaria voando até hoje ou até cair, como o 11/9 que se não tivesse acontecido, tudo seria como antes: Só se muda após uma tragédia imensa!!!

Link to comment
Share on other sites

Um dia ouvi de um guru a seguinte frase... "Não que os militares sejam a solução mas tem algo que eles fazem que é super necessário no Brasil... planos de 5 e 10 anos...onde QUEREMOS chegar "

 

Planejar é preciso.

 

O problema é que sai Paes entra Crivela e muda tudo, e o mesmo rola no Brasil todo... prefeitos e governadores não querem dizer que o legado foi de A ou de B. Cada um quer deixar sua marca em projetos de 6 a 12 meses... que não nos leva a lugar nenhum.

Link to comment
Share on other sites

Um dia ouvi de um guru a seguinte frase... "Não que os militares sejam a solução mas tem algo que eles fazem que é super necessário no Brasil... planos de 5 e 10 anos...onde QUEREMOS chegar "

Para comparar nossa eficiencia militar com as demais!

Veja o pais que o governo militar entregou no chile e veja o governo militar entregou no brasil.

E para comparar como eles administram a economia! Veja o que a nossa FFAA faz com seu orçamento e veja o que a FFAA da Australia faz com um orçamento similar e uma area equivalente.

Link to comment
Share on other sites

Para saber onde foi o disparo, é mais fácil acertar as próximas 777 megasenas sozinho do que ter essa resposta.

 

Supõe que foi no RJ pois no resto do Brasil usa-se fuzil só para roubar carro-forte e banco, no RJ, infelizmente até para roubar farmácia de bairro estão usando, fora tiroteio diário, usando fuzil.

 

Mas só tiro em fuselagem não mudará nada, precisa de uma tragédia para que a "porteira" seja fechada.

 

Se o avião da Chape tivesse pousado normalmente em MDE, mesmo com todas as irregularidades, estaria voando até hoje ou até cair, como o 11/9 que se não tivesse acontecido, tudo seria como antes: Só se muda após uma tragédia imensa!!!

 

Olha... com todo respeito. Coloque no Google "Assalto com Fuzil a carro forte" sem colocar local.... vai se surpreender... na primeira página vem Minas Gerais, São Paulo, Paraná, Espirito Santo, Nordeste, Goias.

 

O que mais me chama a atenção nisso tudo é que nós sabemos quem vende fuzis na América do Sul (Paraguai principalmente e Bolivia) mas nossa classe (?) política é incompetente em pressionar os ditos países para que não importem fuzis para revenda. Na boa.. .pelo tamanho e força do Brasil, uma negociação de bastidores seria fácil !

Ah , se os bastidores não funcionarem, põe o Exército (falo de centenas de homens e blindados) na ponte da Amizade para cuidar da "fronteira" para dar suporte a Policia Federal e Receita Federal em um pente fino.... rapidinho eles vão ceder.

A melhor forma de combater o crime organizado no Brasil é banir no continente a venda de armas pesadas. Obvio que depois tem muito o que fazer no campo da justiça, da policia.... educação....

Link to comment
Share on other sites

Planejar é preciso.

 

O problema é que sai Paes entra Crivela e muda tudo, e o mesmo rola no Brasil todo... prefeitos e governadores não querem dizer que o legado foi de A ou de B. Cada um quer deixar sua marca em projetos de 6 a 12 meses... que não nos leva a lugar nenhum.

Justiça seja feita: o Doria está mantendo tudo aquilo que ele e grande parte dos Brasileiros q residem em SP acham que o Haddad fez de bom como a maioria das ciclovias, a Paulista aberta aos domingos, etc.... Apesar dos defeitos, SP tem um prefeito que vem melhorando a cidade facilitando a vida dos que querem fazer negócios aqui e atraindo investimentos dos 4 cantos do mundo além do projeto Cidade Linda, aumentado a nossa auto-estima e ganhando elogios dos que aqui visitam. Desculpe o off-topic mas era preciso esclarecer isto.

Link to comment
Share on other sites

Infelizmente é como falaram acima, o RJ é o reflexo de todo pais.

La esta bem pior, mais a violência aumentou demais em varias lugares, de cidades pequenas a metrópoles, sinceramente eu não me sinto seguro em nenhum lugar desse pais, qualquer cidade que vamos, tem que andar com um olho na frente e outro olhando em volta, esta complicado.

Link to comment
Share on other sites

Pois é Cassio, o numero é sobre o Rio mas a reflexão sobre todo o Brasil também vale.

Não é só o Rio que joga no lixo isso.

 

É que lá sem duvida, o buraco fica bem maior pois o potencial turistico é incomensurável.

Link to comment
Share on other sites

Os últimos anos de governo deixaram o país sem, entre tantas coisas, sem uma força policial, nem vou dizer preparada, vou dizer sem nada ! tocaram um fds na população.

O judiciário mais do que antigo e corrompido, manda no país soltando bandidos a torto e direito.

Estamos, se não a beira do precipício já nele.

Link to comment
Share on other sites

 

O poder público, apesar do nome, é um grupo de pessoas cujo interesse pessoal está acima de tudo! Então jamais daremos certo.

 

Sua redefinição é quase perfeita.

Só daremos certo quando o "público" resolver tomar de volta para si este "poder" exigindo direitos e assumindo suas responsabilidades.

Vivemos em um ciclo vicioso em que culpamos os outros por aquilo que não fazemos.

 

Justiça seja feita: o Doria está mantendo tudo aquilo que ele e grande parte dos Brasileiros q residem em SP acham que o Haddad fez de bom como a maioria das ciclovias, a Paulista aberta aos domingos, etc.... Apesar dos defeitos, SP tem um prefeito que vem melhorando a cidade facilitando a vida dos que querem fazer negócios aqui e atraindo investimentos dos 4 cantos do mundo além do projeto Cidade Linda, aumentado a nossa auto-estima e ganhando elogios dos que aqui visitam. Desculpe o off-topic mas era preciso esclarecer isto.

 

Infelizmente vejo muito Marketing e pouco resultado ainda.....mas como você bem lembrou, pelo menos não é um "desgoverno"

 

É uma pena!

 

Tem potencialidade, e agora tem capacidade de receber mais, e joga isso no lixo!!!!!!

 

Cada quarteirão que eu ando em Nova York, e imagino que 30 anos atrás isso tudo era lixo, ninguém queria visitar, e hoje você esbarra com milhares de turistas todos os dias, gastando centenas de milhões em lojas, em restaurantes, em bares... sendo responsáveis por mais de 100 mil quartos de hotel, por milhares de empregos... e com segurança e tranquilidade.

 

Só em impostos estaduais e municipais (considerem o ICMS de 8,875%) o turismo gera em torno de US$ 10 bilhões anuais para NY

O impacto econômico anual bate na casa dos US$ 50 bilhões.

 

Aonde eu assino seu comentário Lipe?

 

 

Abraços

Link to comment
Share on other sites

Os últimos anos de governo deixaram o país sem, entre tantas coisas, sem uma força policial, nem vou dizer preparada, vou dizer sem nada ! tocaram um fds na população.

O judiciário mais do que antigo e corrompido, manda no país soltando bandidos a torto e direito.

Estamos, se não a beira do precipício já nele.

 

Bonotto, minha visão para corrigir o problema

 

1) Policial novo, recém contratado, passa a receber um apartamento em comodato com um aluguel mensal subsidiado. Ao final da carreira, se ele não tiver NADA EM DESABONO, o estado passa a escritura para o Policial. Que seja um imovel de valor em torno de uns R$ 250 a 400 mil, de uns 70 metros, 2 quartos e bem localizado. Custo mensal ao Policial, algo em torno de R$ 500,00 + Custo do Condominio.

Em cidades menores, que seja uma casa de R$ 150 mil e cerca de 150 m2 com piscina e churrasqueira.

 

(de novo..... 25 anos de bom serviço, sem apontamentos negativos significativos - corrupção, acusação de homicidio, etc... O bem passa ao Policial)

 

2) Plano de saude digno por conta do Governo Federal

 

3) Desconto de ICMS e IPI para compra de automóvel a cada 5 anos como Bônus por Bom desempenho.

4) Transferência prêmio de 15 dias por ano para Areas de Interesse Turistico para Policiais que sejam homenageados com Ações Extraordinarias em favor do Publico e hospedagem em hotel para toda a familia

 

Enfim... o conceito é que o bom policial seja valorizado, e que se for para privilegiar um bom recurso, o custo seria muito menor do que se gasta com o Minha Casa Minha Vida. O subsidio da casa seria caro em um primeiro momento, mas considerando que o Brasil deve ter algo próximo a 800 mil policiais, seria necessario construir em torno de 32 mil moradias anualmente. Ao custo de R$ 150 mil, seria um custo anual de R$ 5 bilhões (quase que compensado por um pagamento de subsidio de R$ 500,00 por cada policial que atingiria no futuro 4,8 bilhões). No fim, nos custaria uns R$ 30 bilhões mas não tenho duvidas que a qualidade dos policiais e de seu serviço aumentaria de forma exponencial.

 

No futuro isso poderia ser criado também para professores.

 

Pra mim isso é pensamento social inteligente, sem entregar benefícios a quem não faz nada por merecer.

Policiais & Professores são o alicerce de um futuro melhor e seguro.

 

(Não estou menosprezando a saude... é que minha visão é de que o governo não deveria ter uma estrutura de saude.... )

 

Talvez assim, aos poucos RJ e todo o Brasil pelo menos teriam polícia.

Link to comment
Share on other sites

O governo Crivella completou seis meses e é um verdadeiro deserto de ações. É inacreditável que um sujeito despreparado como esse tenha sido eleito prefeito do Rio de Janeiro. O RIO não merecia um sujeito tão apático quanto esse.

Link to comment
Share on other sites

 

Bonotto, minha visão para corrigir o problema

 

 

A situação chegou num ponto que o policial no Brasil é tão desvalorizado e ganha tão pouco, que ainda que fosse possível e aceita a sua sugestão, a grande maioria não teria como pagar os R$ 500,00 + condomínio mês, considerando o salário inicial médio de pouco mais de R$ 3.500,00.

O primeiro passo seria melhorar os salários, mas sem dúvida nenhuma a valorização do policial passaria por incentivos como o que você citou, para que o policial seja integrado e cobrado pela sociedade aonde convive.

Apenas a título de exemplo, aonde tenho casa nos EUA, os policiais, não pagam a taxa do condomínio, isso foi decidido pela própria associação dos moradores.

Apesar de terem uma série de benefícios oficiais, como aposentadoria precoce, veículo fornecido pela polícia, "bicos oficiais", descontos de impostos, etc e tal....a própria comunidade aonde eles vivem entendem que é importante retribuir os policiais que ali residem, pois em momentos de crise eles acabam sendo chamados.

No Brasil o policial é segregado, discriminado e desvalorizado....e não raramente, devolve na mesma moeda para a sociedade.

 

Abraços

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade