Jump to content

Mulher diz que foi retirada de avião pela polícia por dar cobertor da classe executiva ao filho


Penteado

Recommended Posts

Será mesmo? Não estou defendendo a Cia, mas me parece um pouco radical o discurso da passageira...dificil de acreditar que a tripulação faria algo assim, principalmente nos dias de hoje que existe celular para tudo que é lado....

 

 

http://www.infomoney.com.br/minhas-financas/turismo/noticia/6845259/mulher-diz-que-foi-retirada-aviao-pela-policia-por-dar

 

 

OBS: Cia Copa

Link to comment
Share on other sites

Toda história tem seu lado A, B e o verdadeiro.

 

MAs deixe-me acrescentar um fato acontecido com um casal de médicos e seu bebê na mesma cia.. A criança de colo estava voando com seus pais na classe econômica e ao servirem a refeição foi negada a alimentação à criança pois segundo os comissários a criança era colo, não pagava passagem e portanto só teria direito à alimentação caso sobrasse alguma refeição. E assim foi. Os pais ficaram indignados mas por sorte eram precavidos e tinham chocolates e tal. É assim agora a regra para colos?

Link to comment
Share on other sites

Toda história tem seu lado A, B e o verdadeiro.

 

MAs deixe-me acrescentar um fato acontecido com um casal de médicos e seu bebê na mesma cia.. A criança de colo estava voando com seus pais na classe econômica e ao servirem a refeição foi negada a alimentação à criança pois segundo os comissários a criança era colo, não pagava passagem e portanto só teria direito à alimentação caso sobrasse alguma refeição. E assim foi. Os pais ficaram indignados mas por sorte eram precavidos e tinham chocolates e tal. É assim agora a regra para colos?

 

Caraca!! Que história bizarra essa, um verdadeiro descaso e falta até de humanidade com o próximo! Não conhecia!

Link to comment
Share on other sites

Presenciei algo parecido semana passada. Estava voltando de Congonhas para Curitiba e tinha uma senhora com um gato no colo.

 

Ao embarcar a comissária chefe solicitou que a passageira guardasse o gato na mala de transporte, e ela se negou dizendo que não era necessário.

 

A comissária insistiu e a senhora teve a coragem de dizer "Voces estão me constrangendo, é algo contra mim?" A comissária insistiu que não tinha nada disso e que é procedimento da empresa para animais.

 

O animal continuou no colo da senhora.

 

No minimo, bizarro.

Link to comment
Share on other sites

 

Caraca!! Que história bizarra essa, um verdadeiro descaso e falta até de humanidade com o próximo! Não conhecia!

 

Pois é. Eles trabalham comigo e ficaram muito chateados. Fizeram queixa na ANAC e nas redes sociais da vida. Na época que meus filhos eram colo em pagava 15% da passagem e eles tinham direito a alimentação especial e até à milhagem do voo, que não era proporcional ao valor pago. Ainda estão estudando se vão ao tribunal de pequenas causas.

Link to comment
Share on other sites

Presenciei algo parecido semana passada. Estava voltando de Congonhas para Curitiba e tinha uma senhora com um gato no colo.

 

Ao embarcar a comissária chefe solicitou que a passageira guardasse o gato na mala de transporte, e ela se negou dizendo que não era necessário.

 

A comissária insistiu e a senhora teve a coragem de dizer "Voces estão me constrangendo, é algo contra mim?" A comissária insistiu que não tinha nada disso e que é procedimento da empresa para animais.

 

O animal continuou no colo da senhora.

 

No minimo, bizarro.

 

Erro da tripulação permitir que o animal seguisse no colo da pax.

A regra é bem clara quanto ao transporte de animais em voo ser obrigatório dentro da caixa de transporte até mesmo por questão de segurança.

Isso é informado e a pax assina o formulário de embarque de PETC contendo todas as infos no check-in.

Link to comment
Share on other sites

Toda história tem seu lado A, B e o verdadeiro.

 

MAs deixe-me acrescentar um fato acontecido com um casal de médicos e seu bebê na mesma cia.. A criança de colo estava voando com seus pais na classe econômica e ao servirem a refeição foi negada a alimentação à criança pois segundo os comissários a criança era colo, não pagava passagem e portanto só teria direito à alimentação caso sobrasse alguma refeição. E assim foi. Os pais ficaram indignados mas por sorte eram precavidos e tinham chocolates e tal. É assim agora a regra para colos?

 

Não sei como funciona nas outras, mas na o6 não há embarque de refeição pra INFANT não. A taxa de embarque do bebê é de R$10 e a refeição a bordo é contada somer aos pax adultos e CHD (criança com assento).

Link to comment
Share on other sites

Na Tam também, o serviço embarca (embarcava, pois agora será somente a venda a bordo) contado para os assentos ocupados.

Mas eu, particularmente entregava caso os pais solicitassem, contando que algum passageiro iria declinar, quase sempre tem alguém que recusa.

Já aconteceu sim de faltar para um pax por causa de eu ter entregue a um bebê. Mas eu prefiro falar para um adulto que por algum problema logístico faltou um lanche pra ele, do que ser tirado como o malvadão que negou alimento para um pobre bebê. Não que eu concorde, mas só para evitar problemas mesmo, principalmente para a imagem da empresa.

Link to comment
Share on other sites

Sobre a copa, não duvido que ela tenha pedido mais um cobertor e tenha o repassado a seu filho. Questionável!

 

Esse lance da refeição pro bebe é totalmente compreensível. Agora se alguém prometeu durante o processo ai é diferente. Como carrinho na porta do avião é uma cortesia prometida que 90% das vezes não é cumprida.

 

Aproveitando o ensejo contarei minha historia, peço desculpas adiantadas pelo tamanho.

 

Fui pra orlando, em junho, com uma bebe de 11 meses sem assento. Compramos a passagem e fizemos a escolha dos assentos no 767 da tam na fileira do meio (obrigatório pra quem viaja com bebe) eu em um corredor e minha esposa em outro, ficando dessa forma o assento do meio vazio. Na ida véspera de feriado o avião lotado mas a "tática" deu certo, ngm questionou, vida que segue.

 

Na volta meus amigos, me senti incomodado com a atendente, brasileira, falando e por vezes ameaçando que a família iria separada. Explico melhor: Chegando pra fazer o check in ela viu as escolhas do assento e disse que não poderia blockear o assento do meio. Eu falei que não precisava se preocupar com isso pois o risco já tinha sido calculado, inclusive na ida. Ela disse ta bom a família vai separada. ok. Passado mais alguns minutos ela repetiu a mesma coisa. Eu falei to com o app tal aberto e até pouco tempo atras ngm estava na poltrona do meio e se por acaso o voo for com 100% de ocupação, o que é mtooo dificil, já a bordo vou pedir pra pessoa que está no incomodo assento do meio trocar de lugar comigo. A pessoa não só vai aceitar como vai me agradecer. Mais um tempinho se passou e veio a terceira tentativa. Senhor o voo vai lotado, sua família vai separada etc etc etc e tal. Eu falei senhora deixa do jeito que está, não vamos brigar por isso nem o voo de vinda véspera de feriado veio 100% não vai ser o de volta numa quarta feira que vai chegar nessa ocupação. Nesse momento a supervisora já estava do lado ouvindo. A atendente olhou pra ela e ela disse, eles vão separados. Como se nos condenasse a morte. rsrsrsrs... O olha entre elas dizia o primeiro passageiro que aparecer sem lugar reservado joga no meio deles.

 

Check in feito vamos pro embarque.

 

As pessoas vão entrando, entrando, entrando.. Umas das ultimas a embarcar um homem da nossa idade pedindo licença pra sentar no meio. Bah estava na cara que isso iria acontecer, expliquei a situação e ele se sentou no corredor. Ok, viajaremos a noite toda com nossa bebe no colo, faz parte. Uma luz caiu na cabeça desse cara e ele teve a ideia de pedir pra comissaria ver se ele poderia trocar de lugar com alguém la na frente, pois filha e esposa estavam voando lá. Até ai eu pensei, pra mim não muda nada, vai ele e vem um. hahahahaha

 

Mas a comissaria foi de uma gentileza espetacular, e se esse relato servisse pra defesa da empresa em casos judiciais eu autorizaria o uso, ela não só arrumou um lugar pro rapaz la na frente perto da família dele, como não trouxe ngm pro lugar que ele estava. Fazendo com que a poltrona no nosso meio ficasse vazia pra bebe dormir a viagem inteira. Agradeci demais a comissaria e ela respondeu com o profissionalismo que a função exige.

 

"O nosso papel é garantir um voo tranquilo e confortável pra todos."

 

Eu que falo tanto mal da Tam, perdi um precioso tempo pra defende-la aqui. Pq quando tá certo temos que falar e quando ta errado tbm. Sem torcida, sem parcialidade.

 

Abs.

Link to comment
Share on other sites

 

Mas a comissaria foi de uma gentileza espetacular, e se esse relato servisse pra defesa da empresa em casos judiciais eu autorizaria o uso, ela não só arrumou um lugar pro rapaz la na frente perto da família dele, como não trouxe ngm pro lugar que ele estava. Fazendo com que a poltrona no nosso meio ficasse vazia pra bebe dormir a viagem inteira. Agradeci demais a comissaria e ela respondeu com o profissionalismo que a função exige.

 

"O nosso papel é garantir um voo tranquilo e confortável pra todos."

 

Eu que falo tanto mal da Tam, perdi um precioso tempo pra defende-la aqui. Pq quando tá certo temos que falar e quando ta errado tbm. Sem torcida, sem parcialidade.

____________________________________________________________________________________________________________________________________________

 

Eu sempre faço diversas gentilezas a bordo, quando vejo três caras sentados juntos e que não estão viajando juntos, durante o embarque já vou olhando os lugares vazios pra separá-los, ou vou até o chefe de cabine e olho no tablet o mapa de assentos, e antes mesmo de acabar o embarque já vou lá e separo eles, mesma coisa com obeso e casais com crianças de colo, 80% das vezes consigo deixar todos confortáveis, mas isso vai muito do feeling do comissário

 

Sobre a refeição, sempre conto e vejo quantas tem, mesmo que eu não esteja na posição de galley, pra casos como este de criança de colo.

 

O Feeling do comissário facilita tanto a vida a bordo, (fazer silêncio, oferecer uma água a alguém que trouxe algo de fora pra comer e esta sem bebida, perguntar se quer eu acenda a luz de leitura antes de apagar a luz da cabine, acelerar o serviço de bordo na madrugada pra apagar a luz o quanto antes, reduzir o tom de voz entre as 22:00 e 08:00 etc..)

 

Link to comment
Share on other sites

 

 

Mas a comissaria foi de uma gentileza espetacular, e se esse relato servisse pra defesa da empresa em casos judiciais eu autorizaria o uso, ela não só arrumou um lugar pro rapaz la na frente perto da família dele, como não trouxe ngm pro lugar que ele estava. Fazendo com que a poltrona no nosso meio ficasse vazia pra bebe dormir a viagem inteira. Agradeci demais a comissaria e ela respondeu com o profissionalismo que a função exige.

 

"O nosso papel é garantir um voo tranquilo e confortável pra todos."

 

Eu que falo tanto mal da Tam, perdi um precioso tempo pra defende-la aqui. Pq quando tá certo temos que falar e quando ta errado tbm. Sem torcida, sem parcialidade.

____________________________________________________________________________________________________________________________________________

 

Eu sempre faço diversas gentilezas a bordo, quando vejo três caras sentados juntos e que não estão viajando juntos, durante o embarque já vou olhando os lugares vazios pra separá-los, ou vou até o chefe de cabine e olho no tablet o mapa de assentos, e antes mesmo de acabar o embarque já vou lá e separo eles, mesma coisa com obeso e casais com crianças de colo, 80% das vezes consigo deixar todos confortáveis, mas isso vai muito do feeling do comissário

 

Sobre a refeição, sempre conto e vejo quantas tem, mesmo que eu não esteja na posição de galley, pra casos como este de criança de colo.

 

O Feeling do comissário facilita tanto a vida a bordo, (fazer silêncio, oferecer uma água a alguém que trouxe algo de fora pra comer e esta sem bebida, perguntar se quer eu acenda a luz de leitura antes de apagar a luz da cabine, acelerar o serviço de bordo na madrugada pra apagar a luz o quanto antes, reduzir o tom de voz entre as 22:00 e 08:00 etc..)

 

 

 

:rev: :rev: :rev: :rev: :rev: :rev: :rev: :rev:

Link to comment
Share on other sites

A Copa é loteria. Tem tripulação legal e tem cada coisa que fico com medo de descrever. Sou Presidential Platinum por falta de opção desde POA... mas já passei cada uma... acredito em tudo!

Link to comment
Share on other sites

Dia 26 , tô agarrado no POA-PTY-ORD-LGA com eles e na última perna com a UAL em C. Vamos ver o que dá. Também já tive uma excelente experiência com eles no passado mas sei de vários que não tiveram a mesma sorte.

Link to comment
Share on other sites

Isso que comentaram é verdade. Já tive experiências excelentes na C da Copa e experiências terríveis (de chegar ao nível de não ter serviço de bordo diferenciado, pois não conseguiram embarcar o mesmo em PTY).

 

De qualquer forma, saudades de quando era Gold e ganhava upgrades na faixa...

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade