Jump to content

LATIN AMERICAN WINGS (LAW) TO LAUNCH SANTIAGO-CARACAS-MIAMI FLIGHTS


FCRO

Recommended Posts

MIAMI Chilean carrier Latin American Wings (LAW) reached an agreement with Icelandair to incorporate at least one Boeing 757 aircraft to launch services to the United States and the Dominican Republic via Caracas, Venezuela.

 

In the midst of the Venezuelan crisis that has forced numerous carriers to withdraw flights to the troubled country, LAW will take advantage of the situation and begin flying to Miami (MIA), La Romana (LRM), and eventually New York (JFK), with a stop in Caracas (CCS). The airline is still waiting for US DOT approval for the US-bound flights.

 

LAWs CEO, Andrés Dulcinelli, said in a statement that, These new aircraft will not only increase our fleet capacity, but will also allow us to fly to new destinations.

 

Currently, LAW has a fleet of five Boeing 737-300s, with which theyre operating from its hub in Santiago to Concepcion (CCP) and Puerto Montt (PMC) in Chile, and Lima (LIM), Mendoza (MDZ), and Caracas (CCS).

As informed by the carrier, the first aircraft LAW will receive from Icelandair is a Boeing 757-200, fitted with 22 seats in Business Class seats, and 161 in Economy. The airline will continue with their regular operations while they finish legal proceedings with the FAA.

 

The airline plans to begin flying to La Romana in January 2018.

 

As Venezuela is progressively being abandoned by most international carriers, LAW sees a unique opportunity to serve the large Venezuelan diaspora in Santiago by linking it with non-stop flights to CCS. Currently, the Boeing 737-300 is capable of reaching CCS with a stop in LIM.

 

LAW has entered into a partnership with Venezuelan airline Estelar, which provides ground and commercial services in the country. The five-time-a-week flight will increase to seven, once the 757 is incorporated in the fleet.

 

Fonte airways magazine

Link to comment
Share on other sites

A LAW esteve envolvida numa suspeita de tráfico de pessoas no voo que ela opera para o Haiti.

 

Espero que esse voo para a Venezuela seja uma grande visão de mercado, e não tenha nada envolvido com operações escusas.

Link to comment
Share on other sites

A LAW esteve envolvida numa suspeita de tráfico de pessoas no voo que ela opera para o Haiti.

 

Espero que esse voo para a Venezuela seja uma grande visão de mercado, e não tenha nada envolvido com operações escusas.

 

Na verdade ela foi envolvida indiretamente pq é a única que voava regular sem conexões entre o Chile e o Haiti, mas nada foi provado, inclusive a LAW processou os meios de comunicação que a acusaram e ganharam.

 

Chile tem acordo de refúgio e asilo para os haitianos, sei pq tem familias de haitianos aqui no Brasil, que eu conheço, que vão primeiro pro Chile pra depois entrar aqui como "chilenos residentes".

 

Pelo visto o mercado pra trazer gente pro Chile é rentável, se simularem voos de Port-au-Prince a Santiago, as tarifas são bem altas. O Caracas deve ser na mesma linha, e vende por site chileno, sem travar recursos. Como tem bastante gente querendo sair daquele inferno, um voo por semana direto pode ser um bom negócio.

 

Em tempos, estão pra trazer dois 767-300.

Link to comment
Share on other sites

Mudando um pouco de tema

Não acho que o Chile comporte 4 aérea (lan Sky law e jetsmart) 1 ou 2 ai não devem durar muito

Link to comment
Share on other sites

Acho e a LAW é mais focada em "rotas exóticas" e charter. A Jetsmart chega com uma proposta LCLF pra roubar mercado da LAN e SKY. Creio que dê para viver "harmoniosamente"

Link to comment
Share on other sites

A LAW não está no mesmo mercado. LAN apresenta o full service atual aliado a uma malha gigantesca, Sky é a contrapartida low cost com um certo porte no mercado local, e essa JetSmart pelo que entendi vem inaugurar o conceito de ultra low cost por lá. Pelo tamanho das empresas, quem está em situação "indefesa" é a JetSmart.

Link to comment
Share on other sites

A LAW nada mais é do que a sequencia de PAL, Star Chile e outras charteiras loucas... tal como aqui no Brasil tivemos as tentativas do mesmo pessoal: Aparte, Atlantico, Fly, Mais, Flyways... ou seja tem prazo de validade, já a jetSmart é uma que creio que irá se firmar rapidamente e roubará espaço de LAN/SKY, ai fragilizará a Sky...

Link to comment
Share on other sites

  • 1 month later...

Tá rápida as coisas por lá hein, estão recebendo o primeiro B767-300 e faz pouco tempo que anunciaram isso

Boeing 767 -336 24339 298 N796JM Latin American Wings posn 24-25sep17 GSO-MIA-PAP-SCL on wet-lease ex VH-ZXC
Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade