Jump to content

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

Silva

Latam aumenta preço inicial do despacho de bagagens de R$ 30 para R$ 40

Recommended Posts

Latam aumenta preço inicial do despacho de bagagens de R$ 30 para R$ 40.

 

Azul também elevou o valor da cobrança; já Gol e Avianca informaram que os preços iniciais do serviço seguem os mesmos.

 

Despachar bagagens em viagens aéreas vai ficar mais caro para passageiros da Latam. A companhia aérea reajustou os preços que, agora, partem de R$ 40. Antes, os clientes pagavam a partir de R$ 30 pelo serviço. A mudança vale para passagens aéreas compradas a partir do dia 29 de janeiro. Para trechos nacionais, o valor de R$ 40 é cobrado para o despacho de uma mala, seja em cobrança antecipada ou no momento da compra da passagem.

Antes, havia diferença de valores de acordo com o momento da contratação do serviço de despacho. Até o dia 28, os preços eram R$ 30 para quem o fizesse durante a compra da passagem e R$ 50 para quem optasse pela modalidade antecipada. Para os passageiros que deixarem para contratar no aeroporto, o mesmo serviço continua custando R$ 80. Todos os valores se referem ao despacho de apenas uma mala. A cobrança extra pelo despacho de bagagem pelas companhias aéreas começou a valer no ano passado. A Latam foi a primeira a divulgar o valor que cobraria pelo serviço, e informou, em março, que o preço a partir de R$ 50 por mala despachada em voo nacional. Depois, no entanto, a companhia voltou atrás e divulgou um novo preço inicial, de R$ 30. A mudança foi feita após as concorrentes informarem que cobrariam e a partir de R$ 30 pelo mesmo serviço.

 

A Latam não foi a única a aumentar o preço inicial do despacho de bagagem. Na Azul, o passageiro que precisar contratar o serviço de despacho de bagagem paga a partir de R$ 50, considerando compra antecipada. No aeroporto, o valor sobe para R$ 60. O preço inicial é maior que o anunciado pela companhia no ano passado, quando as novas regras foram anunciadas. À época, os passageiros pagavam a partir de R$ 30 para despachar bagagens em trechos nacionais. Já a Gol informou que não houve alteração no preço de despacho de bagagem. O preço inicial segue no valor de R$ 30, também considerando apenas uma mala e viagem nacional. O valor inicial para o despacho de malas pela Avianca também segue o de R$ 30 para compras com antecedência superior a 6 horas, informou a companhia. Já para compras com antecedência menor ou feitas via agências de viagem, o valor sobe para R$ 60.

 

Fonte: https://g1.globo.com/economia/noticia/latam-aumenta-preco-inicial-do-despacho-de-bagagens-de-r-30-para-r-40.ghtml

Share this post


Link to post
Share on other sites

Já encontrei preços de passagens bastante interessantes na Latam, mas 40 reais por uma bagagem já é demais... E 80 reais no aeroporto então, nem se fala. Usufrui recentemente do serviço da Gol e você compra a 30 reais até no totem do aeroporto, espero que não mudem isso.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Qual a justificativa para o aumento no preço do despacho das bagagens ?

Share this post


Link to post
Share on other sites

Qual a justificativa para o aumento no preço do despacho das bagagens ?

 

Unificaram os preços, na compra da passagem era 30, após a compra, mas antecipada, era 50, agora qualquer das duas opções é 40.

No checkin continuará sendo 80.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Extra! Extra! 40 pessoas enganadas.

Tava na cara, a gente vai aumentando o preço aos poucos que eles nem vão perceber, igual quando diminui a quantidade de um chocolate ou bolacha.

Mas vamos falar disso só depois, porque agora é carnaval.

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

Unificaram os preços, na compra da passagem era 30, após a compra, mas antecipada, era 50, agora qualquer das duas opções é 40.

No checkin continuará sendo 80.

Ou seja, fizeram a média.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Qual a justificativa para o aumento no preço do despacho das bagagens ?

 

Lei da oferta e procura.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Conseguir espaço nos compartimentos superiores para acomodar uma mala (mesmo bem) pequena vai ficando cada vez mais difícil!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Guardem o que estou escrevendo: dentro de mais algum tempo vão cobrar pelos volumes levados nos bins!!!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Nos bins eu não sei mas já está para começar a implantação de pesagem e cobrança na sala de embarque. Acima de 10kg será taxada.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Vejo um certo transtorno atualmente com essa bagagem de mão. Os compartimentos não tem espaço para acomodar tanta bagagem, já que agora um grande número de passageiros viajam apenas com bagagem de mão. Mesmo que vc esteja com uma mala pequena, dentro das dimensões permitidas, corre o risco de não ter espaço para acomodá-la. E na sala de embarque fica aquela pressão: "Senhores passageiros pedimos mais uma vez que despachem suas bagagens de mão voluntariamente, sem nenhum custo, pois pode não haver espaço para acomodá-la nos compartimentos..."

Share this post


Link to post
Share on other sites

Preferem o dinheiro do que a organização. Capitalismo, fazer o que?

 

Pensa vc viajando com criança chegando atrasado no portão, pela correira normal que pode acontecer com qualquer um, e a pessoa no embarque diz que não tem mais lugar no bin e vc vai ter que despachar as bagagens. Com brinquedo, leite, comida, frutas, fralda, pomada, lenço...

 

e nesse caso não teve choro nem vela.. me arrumaram uma sacola de mercado enfiei tudo o que deu com nego me enchendo o saco ainda pq o voo ia atrasar.

 

falta de senso. os próprios funcionários da empresa entrando em contradição, uns querendo deixar, outros não... olha um terror, pastelão mesmo. incrível!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Nos bins eu não sei mas já está para começar a implantação de pesagem e cobrança na sala de embarque. Acima de 10kg será taxada.

 

Acho ótimo! Só assim acaba com os espertinhos que sobem direto com bagagem fora do padrão pq fizeram web checkin/totem.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Coisa mais irritante: gente com assento marcado do meio para trás da aeronave, deixando as bagagens nos primeiros bins logo que embarcam. Supostamente conseguem desembarcar mais rápido, na cabeça deles. Mas só transtornam a vida de quem senta no começo. Ao menos a Gol sinaliza a exclusividade dos bins das fileiras Gol+.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Guardem o que estou escrevendo: dentro de mais algum tempo vão cobrar pelos volumes levados nos bins!!!

A American faz isso em alguns voos nos EUA...

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

Acho ótimo! Só assim acaba com os espertinhos que sobem direto com bagagem fora do padrão pq fizeram web checkin/totem.

 

 

A hora que começarem a cobrar essa Lei de Gerson vai estar com os dias contados... mas o problema é como fiscalizar isso.

 

Pessoal na sala de embarque com uma bagagem gigante que não cabe no bin, quando entram no avião parecem uns bichos procurando espaço, baixaria generalizada... esses voos me lembram os da finada BRA que tinha de tudo dentro do avião (só faltava galinha) :omg: :omg: .. pelo menos ainda tem assento marcado :lol: :lol:

Share this post


Link to post
Share on other sites

Vai precisar ter algum controle a mais... pessoal embarca com uma mala pequena, mais uma mochila volumosa, mais sacolas, mais uma bolsa... mas é importante destacar, que mesmo que se respeite as dimensões permitidas para a mala pequena e não se leve volumes extras, aqueles compartimentos não tem espaço!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Meus prezados
Latam sobe preço para enviar mala pela 2ª vez em 7 meses

A Latam aumentou nesta quarta-feira (18) os preços para o despacho de bagagem em voos nacionais. Essa é a segunda vez que a empresa eleva os valores desde o início da cobrança, em junho do ano passado. O primeiro aumento foi anunciado em janeiro. O valor já subiu 63% para quem paga para despachar uma mala e 98%, para duas malas. A inflação acumulada do período é de 4,15%.
O novo aumento acontece um dia após a Latam divulgar que passará a cobrar caso o passageiro queira escolher seu assento.
Inicialmente, a Latam cobrava a partir de R$ 30 por mala despachada para pagamentos no momento da compra da passagem. Em janeiro, o preço subiu para R$ 40 (33% de aumento). Agora, o passageiro terá de pagar a partir de R$ 49 (alta de 22,5%) para transportar uma mala de até 23 kg.
Se o passageiro precisar levar uma segunda mala de até 23 kg, o aumento é ainda maior. No início da cobrança, em junho do ano passado, o valor era a partir de R$ 50 para o transporte da segunda mala. Em janeiro, o preço subiu para R$ 60 e chega agora a R$ 99. Desde o início da cobrança, o aumento total já chega a 98%.
As tarifas Promo e Light da Latam, as mais baratas da companhia, não incluem o transporte de nenhuma bagagem. Na tarifa Plus, está inclusa uma mala de até 23 kg. Na tarifa Top, a mais cara da empresa, o passageiro pode levar até duas malas de 23 kg sem custo adicional. Em todos os casos, no entanto, o passageiro pode levar uma bagagem de mão de até 10 kg.
Latam diz que cobrança é transparente
“A política de bagagens da Latam está em linha com as práticas dos mercados mais avançados da aviação mundial e atende as regulamentações previstas pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Ao contrário do que ocorria no passado, o custo do despacho da bagagem não está mais embutido no preço de todas as passagens aéreas”, afirma a empresa em comunicado.
Segundo a Latam, com a cobrança, o passageiro sabe melhor os custos que está pagando na viagem. “Agora, a companhia oferece opções mais transparentes para todos os tipos de viajantes – tanto para o passageiro que se programa com antecedência, quanto para aquele que precisa viajar de última hora –, discriminando quais serviços estão ou não embutidos na tarifa”, diz o comunicado.
Veja os novos preços da Latam para despacho de bagagem
1ª mala de até 23 kg:
Pagamento antecipado: R$ 49 (era R$ 30 em junho de 2017 e subiu para R$ 40 em janeiro)
Pagamento no momento do check-in no aeroporto: R$ 110 (era R$ 80 desde o início da cobrança)
2ª mala de até 23 kg:
Pagamento antecipado: R$ 99 (era R$ 50 em junho de 2017 e subiu para R$ 60 em janeiro)
Pagamento no momento do check-in no aeroporto: R$ 140 (era R$ 110 desde o início da cobrança)
A partir da 3ª mala de até 23 kg:
Pagamento antecipado: R$ 139 (era R$ 80 desde o início da cobrança)
Pagamento no momento do check-in no aeroporto: R$ 220 (era R$ 200 desde o início da cobrança)
Fonte: Blog Todos A Bordo via CECOMSAER 19 JUL 2018

Share this post


Link to post
Share on other sites

×
×
  • Create New...

Important Information