Jump to content

Guarujá deve começar a operar aeroporto em 2019


Recommended Posts

Conversando com uns amigos da região, eles comentaram que a localização do aeroporto é bem ruim, no meio de um bairro perigosíssimo e de péssimo acesso no Guarujá... Vamos ver o que vai mudar com a utilização dele para voos comerciais.

Link to post
Share on other sites
  • 5 weeks later...

  • Replies 66
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

Top Posters In This Topic

Popular Posts

Tá chegando a hora!!!! Até o ano passado o aeroporto começa a funcionar...

Já estão discutindo quem fará o primeiro pouso do novo aeroporto, Rekkof da Laguna ou Tupolev da Clean Air.

2018 tem eleições e há político prometendo aeroporto para 2019? Sei...

Infraero realiza intervenções estruturais no Aeródromo Civil Metropolitano de Guarujá

(não dá para copiar a noticia).

https://www.atribuna.com.br/cidades/guaruja/infraero-realiza-intervenções-estruturais-no-aeródromo-civil-metropolitano-de-guarujá-1.107358

 

Foram concluídas a manutenção do farol rotativo e biruta, bem como corte de mato em torno de pistas e pátio.

Lembro-me de na minha juventude, ao me alistar, todos na região da Baixada Santista se alistavam para a Força aérea, sendo prontamente, na tentaviva,

redirecionados para o exército. Todos tinham o sonho de pilotar os Bell H-47, que estavam lotados na base aérea para a formação de pilotos.

Os poucos que serviam descobriam que seriam "piloto de foicecóptero", cortando o altíssimo mato que crescia por todo lado na base, com a foice na mão...

 

 

 

  • Haha 1
Link to post
Share on other sites

 

9 minutes ago, alferreira said:

Infraero realiza intervenções estruturais no Aeródromo Civil Metropolitano de Guarujá

(não dá para copiar a noticia).

https://www.atribuna.com.br/cidades/guaruja/infraero-realiza-intervenções-estruturais-no-aeródromo-civil-metropolitano-de-guarujá-1.107358

Infraero realiza intervenções estruturais no Aeródromo Civil Metropolitano de Guarujá

A Infraero deu início, nesta semana, as obras para a melhoria da estrutura do Aeródromo Civil Metropolitano de Guarujá. Os trabalhos são fruto um contrato firmado entre o órgão a a prefeitura, e visam colocar o espaço em pleno funcionamento.

Na última segunda-feira (29), foram concluídas as manutenções do farol rotativo e da biruta. A concessionária já havia feito o serviço de roçada na lateral da pista principal, de taxiamento e no pátio de aeronaves.

O próximo passo será a manutenção da alimentação do balizamento luminoso e suas bases, visando o funcionamento do aeródromo também no período da noite. Em seguida, será necessário colocar em testes o sistema de geradores de energia, que deve garantir o restabelecimento da comunicação e mantendo a operação normal, mesmo diante de uma queda de energia elétrica.

Em conjunto, também está sendo providenciado o registro do aeródromo junto à Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e estão sendo feitas as consultas prévias para licenciamento ambiental por meio da Companhia de Meio Ambiente do Estado de São Paulo (Cetesb).

Acordo

O aeródromo fica sob controle do município e com a gestão e operação aos cuidados da Infraero, que será uma prestadora de serviços pelos próximos 12 meses. As tratativas entre Prefeitura e a empresa pública nacional começaram no início deste ano. A Infraero administra, atualmente, 55 aeroportos em todo o Brasil.

O acordo prevê três etapas para colocar o aeródromo em funcionamento. A primeira, que está em andamento, consiste em registrar o espaço junto à Anac e as obras de recuperação da pista, para colocá-la em condições de receber os primeiros voos. Na segunda fase, será viável a operação de jatos particulares e voos executivos. Nesse período, também será solicitada uma licença para operação de aeronaves de médio porte, como os aviões modelo ATR.

Já na terceira etapa, a Prefeitura e a Infraero buscarão recursos do Fundo Nacional de Aviação Civil (FNAC) para concretizar a operação comercial no local, com a construção de um terminal de passageiros, novos hangares e demais estruturas físicas, possibilitando a implantação de voos comerciais com grandes aeronaves como Airbus 319 e Boeing 737, para os principais destinos do Brasil

  • Like 1
Link to post
Share on other sites

Aproximação pela 17 dos morros deve ser com emoção!

Em outra época, imaginaria a Azul voando rapidamente com ATR. Nesta crise, talvez em 2022.

  • Like 1
Link to post
Share on other sites
On 03/06/2020 at 16:15, VictorHugoBrando said:

Conversando com uns amigos da região, eles comentaram que a localização do aeroporto é bem ruim, no meio de um bairro perigosíssimo e de péssimo acesso no Guarujá... Vamos ver o que vai mudar com a utilização dele para voos comerciais.

Sim, é a região Vicente de Carvalho. Não sei se é perigosíssimo, mas digamos que não agradável.

E isto influenciará muito. De Campinas para Santos de carro leva 2h20 pelo Rodoanel e sistema Anchieta-Imigrantes, de ATR levaria uns 20 minutos? Porém para sair do aeroporto para Santos ou passa por Vicente de Carvalho e pega balsa ou faz via Piaçaguera, que dá uma volta imensa, mas ambos levam entre 50-60 minutos. Precisa chegar em Viracopos, mais x minutos, e fazer todos os procedimentos. No final fica a mesma coisa que d carro. E quem for de avião terá que pagar estacionamento, táxi ou uber nas duas pontas. Fora o custo.

Portanto, a questão de sair do aeroporto é importante, se não houver uma proposta de lanchas ligando com Santos a capacidade de atrair pessoas é limitada.

Agora, quem está fora da RMC e RMSP o voo fica atrativo, como RAO/PPB-VCP-SSZ, SDU-SSZ-CWB.

 

Link to post
Share on other sites
On 04/07/2020 at 11:01, Blue Tail said:

Aproximação pela 17 dos morros deve ser com emoção!

Em outra época, imaginaria a Azul voando rapidamente com ATR. Nesta crise, talvez em 2022.

Nesse caso específico, como funciona?

Aproxima pela 35, circula visual pela esquerda e pousa pela 17? É isso?

Fico imensamente grato se puder esclarecer.

https://drive.google.com/file/d/1nxfQLy6qkbACIKgeP3hpK8mvTkomedVP/view?usp=sharing 

Link to post
Share on other sites
  • 1 month later...
On 10/07/2020 at 18:40, Leandrinho said:

Nesse caso específico, como funciona?

Aproxima pela 35, circula visual pela esquerda e pousa pela 17? É isso?

Fico imensamente grato se puder esclarecer.

https://drive.google.com/file/d/1nxfQLy6qkbACIKgeP3hpK8mvTkomedVP/view?usp=sharing 

Pelo que ja vi na prática em outros aeroportos, o procedimento é exatamente esse.

  • Thanks 1
Link to post
Share on other sites
  • 3 weeks later...

Antes de tacarem pedra na Infraero, aprendam a ler o contexto...

O aerodromo em questao nao possui nem ao menos registro.... O processo de adequacao dessa estrutura é realmente complicado e a Infraero é uma das poucas empresas no Brasil que pode realiza-lo de forma célere.

Link to post
Share on other sites

Essa aversão enorme que todo mundo tem para com qualquer tipo de estatal é plenamente justificável pelo histórico de décadas de roubalheiras descaradas e desenfreadas que estamos acostumados a ver em absolutamente tudo que é público.

Mas apesar disso, uma estatal bem administrada pode ser tão ou mais eficiente do que uma empresa privada, desde que com uma boa fiscalização contra corrupção. Basta olhar o número de estatais que eram deficitárias em 2015 e hoje já dão lucros excelentes no Brasil.

A Infraero em si ainda ta longe da perfeição, mas melhorou muito nos últimos 3 ou 4 anos.

Edited by diasfly
  • Like 1
  • Thanks 1
Link to post
Share on other sites
  • 3 months later...

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.




×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade