Jump to content
Sign in to follow this  
alexbez

Senado aprova proibição de cobrança para marcação de assento em avião

Recommended Posts

O resto do Brasil esta bem, o Senado não tem assuntos importantes para resolver; então o negócio é interferir onde eles nem deveriam ter autoridade.

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

E como sempre o Brasil vai na contramão de tudo com mais e mais interferência estatal onde não deve.

Share this post


Link to post
Share on other sites

O mercado deve ser livre, mas convenhamos, marcar pelo assento é um verdadeiro abuso.

Uma coisa é cobrar pela bagagem em voo nacional, alimentos...

Agora o assento, chega a ser surreal, tanto no Brasil quanto no exterior!

  • Like 11

Share this post


Link to post
Share on other sites

O mercado deve ser livre, mas convenhamos, marcar pelo assento é um verdadeiro abuso.

 

Uma coisa é cobrar pela bagagem em voo nacional, alimentos...

 

Agora o assento, chega a ser surreal, tanto no Brasil quanto no exterior!

 

Tão surreal que na Europa e nos EUA já é assim a tempos, ninguém morreu por isso.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Brasileiros querem preço de Ryanair para receber serviço de Emirates. E isso não vai acontecer.

 

A receita auxiliar da marcação antecipada dos assentos vai entrar de qualquer maneira, sendo diluída na tarifa base de forma que todos paguem o preço mais caro, quem marcar e quem não marcar assento. Vai ser assim sempre, à menos que as cias aéreas brasileiras se tornem instituições filantrópicas e que operem aviões sem se preocupar em gerar receita (deixando de existir alguns meses depois).

Share this post


Link to post
Share on other sites

Já disse aqui várias vezes, mas não custa nada repetir: não engordem, não pesem mais do que 70 kg porque terão que pagar por excesso de peso. Porque eu, com 59 kg, tenho que pagar por uma mala de 23 kg, enquanto meu companheiro de viagem, sentado ao meu lado, pesando 83 kg, não paga nenhum valor adicional? Afinal para balancear o peso do avião na decolagem, tanto faz 23 kg de roupas e afins, como 23 kg de ossos, músculos e umas gordurinhas a mais. Afinal de contas, as companhias aéreas brasileiras não são entidades filantrópicas que têm de financiar viagens de gordinhos!!! Isso é responsabilidades dos spas!!!

  • Like 6

Share this post


Link to post
Share on other sites

Brasileiros querem preço de Ryanair para receber serviço de Emirates. E isso não vai acontecer.

 

A receita auxiliar da marcação antecipada dos assentos vai entrar de qualquer maneira, sendo diluída na tarifa base de forma que todos paguem o preço mais caro, quem marcar e quem não marcar assento. Vai ser assim sempre, à menos que as cias aéreas brasileiras se tornem instituições filantrópicas e que operem aviões sem se preocupar em gerar receita (deixando de existir alguns meses depois).

 

O problema é que as empresas brasileiras tem oferecido serviço de Ryanair a preço de Emirates... e isso gera essa celeuma, onde os políticos, claro, mais sujos que pau de galinheiro, aproveitam a beira de uma eleição para bancarem de bonzinhos preocupados com o povo.

 

Eu não me incomodo de pagar marcação de assento (desde que eu chegue no avião e a zorra da cadeira esteja lá vazia e não conflito de marcação), pelo refri, pelo pitch maior, até pelo bom dia da aeromoça, desde que a tarifa não se inicie em 500 reais também, pq aí é dureza, 500 de passagem + 20 disso, 30 daquilo + 60 de uma mala (mais fácil despachar pelo correios rsrs via PAC)... resumindo, o que seria correto era termos uma WEBJET de novo, onde vc ia entubado e prensado em um pitch bem sacana, mas pagava 200 em passagem comprada em cima da hora!

  • Like 16

Share this post


Link to post
Share on other sites

Separar as famílias, casais e amigos que querem se sentar juntos por "n" motivos, simplesmente porque não pagaram antecipadamente para isso é, no mínimo, antipático. Nesse caso não é um custo anteriormente embutido na passagem que está sendo diluído entre os reais usuários do serviço, como é o caso das bagagens e dos lanches comprados a bordo. Cada comprador tem um assento garantido de qualquer maneira....

 

 

Edit: só não ficou claro pra mim se a medida aprovada pelo Senado atinge também a venda de "assento-conforto"...

Edited by F-GSPN
  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Separar as famílias, casais e amigos que querem se sentar juntos por "n" motivos, simplesmente porque não pagaram antecipadamente para isso é, no mínimo, antipático. Nesse caso não é um custo anteriormente embutido na passagem que está sendo diluído entre os reais usuários do serviço, como é o caso das bagagens e dos lanches comprados a bordo. Cada comprador tem um assento garantido de qualquer maneira....

 

 

Edit: só não ficou claro pra mim se a medida aprovada pelo Senado atinge também a venda de "assento-conforto"...

 

Pelo que entendi eles assumiram que viram várias coisas surgirem e não tomaram ação, entre elas o assento-conforto, então a marcação de assento foi a gota d´água e concordo com o que você disse, é algo que não causa custo. Já o assento-conforto em si, penso eu que é uma vantagem para o cliente, então pagar pela vantagem de estar mais a frente do avião (consegue cair fora primeiro, recebe o lanche primeiro, mais silencioso, mais perto do banheiro rsrs e além disso um espaço maior para as pernas) não é ofensivo e sim uma comodidade de fato e direito, então cobrar diferenciado como a Azul fazia antigamente de 25 reais é plausível, agora cobrar a marcação de um assento que eu já tenho direito aí é mais uma sacanagem, e se torna sacanagem pelo fato do valor da passagem já ser bem alto!

  • Like 10

Share this post


Link to post
Share on other sites

Pois é, as empresas não são instituições filantrópicas mas, pelo visto, os clientes têm cara de banco! O problema não é pagar separadamente por cada serviço, como disse o colega acima... A questão é que a tarifa inicial já não está nada ''favorável''...

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Infelizmente o mercado está nivelando por baixo: "todos cobram por franquia de bagagem, marcação, comida, web-check-in, ar, etc..."

 

Falta uma companhia estufar o peito e dizer "Na XPTO Linhas Aéreas, a marcação de assentos e a bagagem são grátis", sem nenhum custo adicional. Pronto, aí o mercado vai se regulando em termos de serviço e preço.

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites

Infelizmente o mercado está nivelando por baixo: "todos cobram por franquia de bagagem, marcação, comida, web-check-in, ar, etc..."

 

Falta uma companhia estufar o peito e dizer "Na XPTO Linhas Aéreas, a marcação de assentos e a bagagem são grátis", sem nenhum custo adicional. Pronto, aí o mercado vai se regulando em termos de serviço e preço.

É mais fácil a XPTO Airlines inovar nas formas de cobrança (cobrando pelo check-in no aeroporto, pagamento via cartão de crédito, etc) do que oferecer algo "de grátis" aos passageiros.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

É muita cara de pau das cias aéreas quererem COBRAR para VOCÊ marcar o lugar onde irá se sentar no avião. Já tornaram o serviço de bordo PAGO, conseguiram implementar a taxa de despacho de bagagem e agora... querem cobrar a marcação do assento !!


"Ah, mas na Europa e EUA funciona assim..." Bem, PRO-BLE-MA deles! Aqui as tarifas só sobem, as "taxinhas" que as cias. aéreas inventaram para o despacho de bagagem sobem sem vergonha e controle algum e o passageiro fica com nariz de palhaço.



No dia que conseguirem cobrar o mesmo que europeus e norte-americanos pagam pela passagem, aí você pode pensar em cobrar pela bagagem e talvez pelo assento (que é um absurdo por si só, diga-se de passagem)


  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites

Não querendo bancar o advogado do diabo das empresas, mas todos criticam as cias por venderem passagens caras e cobrar pra marcar assento, comprar comida etc. Mas também esquecem que a grande maioria delas está amargando prejuízos enormes mesmo assim. Ou seja, as empresas não fazem isso (no brasil) pq são malvadonas, fazem pra tentar sobreviver mesmo. Esses políticos deviam se empenhar para reduzir o Custo Brasil antes de exigir isso e aquilo do setor privado.

Edited by vfman
  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Já disse aqui várias vezes, mas não custa nada repetir: não engordem, não pesem mais do que 70 kg porque terão que pagar por excesso de peso. Porque eu, com 59 kg, tenho que pagar por uma mala de 23 kg, enquanto meu companheiro de viagem, sentado ao meu lado, pesando 83 kg, não paga nenhum valor adicional? Afinal para balancear o peso do avião na decolagem, tanto faz 23 kg de roupas e afins, como 23 kg de ossos, músculos e umas gordurinhas a mais. Afinal de contas, as companhias aéreas brasileiras não são entidades filantrópicas que têm de financiar viagens de gordinhos!!! Isso é responsabilidades dos spas!!!

Não entendi o sentido da sua argumentação.

 

Segundo seu pensamento, você que tem 59kg e outra pessoa de 83kg vão em uma loja comprar uma mesma camiseta. Você vai comprar uma tamanho P e pagar X. O cara de 83kg vai ter que comprar uma tamanho G e pagar o mesmo valor X. Como a sua usou menos tecido, você acha que teria direito a levar uma mochila de brinde.

 

A companhia não cobra o peso da sua bagagem, assim como a loja não cobra pelo tecido da sua camiseta. A companhia aérea cobra pela sua necessidade de despachar uma mala no porão. Tanto que para efeito de cálculo, cada passageiro adulto sempre pesa 80kg (70kg da pessoa + 10kg de bagagem de mão).

 

Por favor, me diga que você estava sendo irônico.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

É muita cara de pau das cias aéreas quererem COBRAR para VOCÊ marcar o lugar onde irá se sentar no avião. Já tornaram o serviço de bordo PAGO, conseguiram implementar a taxa de despacho de bagagem e agora... querem cobrar a marcação do assento !!

"Ah, mas na Europa e EUA funciona assim..." Bem, PRO-BLE-MA deles! Aqui as tarifas só sobem, as "taxinhas" que as cias. aéreas inventaram para o despacho de bagagem sobem sem vergonha e controle algum e o passageiro fica com nariz de palhaço.

No dia que conseguirem cobrar o mesmo que europeus e norte-americanos pagam pela passagem, aí você pode pensar em cobrar pela bagagem e talvez pelo assento (que é um absurdo por si só, diga-se de passagem)

Estão fazendo um tumulto por pouca coisa.

Vamos ser claros, está sendo cobrada a marcação antecipada. Mas vc não fazendo, 2 dias antes do vôo poderá fazer de graça.

Só isso.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Estão fazendo um tumulto por pouca coisa.

Vamos ser claros, está sendo cobrada a marcação antecipada. Mas vc não fazendo, 2 dias antes do vôo poderá fazer de graça.

Só isso.

Na TAMLANLATAM não poderá(ia).

Share this post


Link to post
Share on other sites

Faz as 5 primeiras fileiras de premium economy com uma cortininha, ali marca assento para os top tiers e tarifas mais altas

Dali pra tras, classe pure economy com assentos livres. Pronto.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Só acho bizarro é um Senado se meter neste mérito.

Concordo.

Assisti hoje na TV Senado o (des)ocupados senadores discutindo essa proibição e a ladainha que aviação é uma prestação de serviços à população que a passagem é cara e por aí vai.

E quem investiu e mantém precisa ter lucro.

E os impostos altos , falam ???

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Estão jogando pra torcida.

 

Pouco depois do início da cobrança de bagagem eles também aprovaram um projeto proibindo. A Câmara não deu prosseguimento. Vai acontecer a mesma coisa agora.

 

Assento no avião tem valor maior para uns do que para outros. Tem quem compre a passagem e já desespera para marcar o assento. Tem quem nem se preocupa com isso e viaja em qualquer lugar.

Se existe uma comodidade, existe gente disposta a pagar por ela e gente querendo lucrar com isso.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Não querendo bancar o advogado do diabo das empresas, mas todos criticam as cias por venderem passagens caras e cobrar pra marcar assento, comprar comida etc. Mas também esquecem que a grande maioria delas está amargando prejuízos enormes mesmo assim. Ou seja, as empresas não fazem isso (no brasil) pq são malvadonas, fazem pra tentar sobreviver mesmo. Esses políticos deviam se empenhar para reduzir o Custo Brasil antes de exigir isso e aquilo do setor privado.

 

Você tem razão quando o custo é alto, porém ai serei advogado do diabo do diabo, sabendo que no Brasil impera a Lei de Gerson (gosto de levar vantagem em tudo, leve vantagem você também!), é menos ofensivo, menos agressivo uma empresa oferecer "tudo grátis" e cobrar logo 700 reais, do que falar que é 500 + 60 + 40 + 30 + 30 + 40... fica impressão aos olhos do consumidor, principalmente o comum, que ele tá pagando MUITO MAIS, se você mete logo 700, ou o velho 699 (que não é 700 rs), você arrecada mais e agride menos. Dá na mesma? Dá! Vai desembolsar 700 do mesmo jeito, mas na cabeça do Brazuca ele tá comendo grátis, levando bagagem grátis e marcou assento grátis! Se bobear, vira até torcedor de CNPJ!

 

As empresas aéreas tão parecendo uma lanchonete aqui perto, onde o Pastel é 2 reais, o Caldo de Cana é 2 reais também... mas os dois juntos sai na PROMO por 5 reais!!! Pena que não tirei foto.

  • Like 4

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
Sign in to follow this  

×
×
  • Create New...

Important Information