Jump to content

Salgado Filho deixa de ter áreas de estacionamento público a partir de outubro


jambock

Recommended Posts

Meus prezados
Salgado Filho deixa de ter áreas de estacionamento público a partir de outubro
Novas vagas públicas para deficientes e idosos serão criadas, além de um espaço para a chegada de vans e ônibus de turismo, com tempo delimitado
As áreas de estacionamento público disponíveis hoje no Aeroporto Internacional Salgado Filho deixarão de existir. A partir de 1º de outubro, os condutores serão multados caso deixem o carro fora dos estacionamentos privados dos terminais 1 e 2. Hoje, o Salgado Filho comporta 4,4 mil veículos nos estacionamentos particulares. Os valores vão de R$5,00 (15 minutos) a R$30,00 (mais de duas horas, até fechar uma diária).
Desde a semana passada, a Fraport Brasil, multinacional que administra o terminal, vem realizando obras de sinalização no complexo. Os trabalhos ocorrem com apoio da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC). O objetivo é concluir, até o fim de setembro, a colocação das novas placas de trânsito, além da chamada sinalização horizontal, que abrange pintura de cordões da calçada e delimitações de vagas públicas de idosos e deficientes. Depois, agentes da EPTC vão intensificar as ações na região.
Conforme a Fraport Brasil, a intenção é remodelar a trafegabilidade do terminal puxada pela expansão do aeroporto. Com isso, novas vagas públicas para deficientes e idosos serão criadas, além de um espaço para a chegada de vans e ônibus de turismo, também sem cobrança, mas com tempo delimitado. O prazo máximo de permanência ainda não está definido.
Sobre a possibilidade de destinar áreas reservadas para carros de aplicativos, assim como ocorre nos terminais de São Paulo e Rio de Janeiro, a Fraport pretende se manifestar futuramente. Além da empresa, a EPTC também vai emitir comunicado nos próximos dias detalhando os novos regramentos no Salgado Filho.
Fonte: Lucas Rivas para portoimagem.wordpress.com 23 ago 2018
Manifestação de André Borges Fortes
“Trabalho a mais de 15 anos no aeroporto. Antigamente quando a ganância não era tão grande a Infraero concedia aos funcionários valores acessíveis para vagas privadas estacionamento pago com desconto para assim viabilizar para o aeroviario mas com o passar do tempo eles foram removendo... claro, estacionamento ganha na rotatividade e não importa a eles aonde teremos que deixar nossos veículos. Porque quando teve a copa do mundo no Brasil ligeiramente os administradores, na ocasião Infraero, rapidamente arrumou um lugar destinado a nós provisoriamente e passando a copa tudo voltou como era. Os aeroviários pescando de um lado para outro, tendo seus carros arranhados, batidos, guinchados, furtados, roubados e até mortos. Tudo por falta de segurança e organização dos órgãos que deveriam estar ao nosso lado .Ehhh infelizmente é assim que funciona em nosso País, quem tem maiores condições financeiras é que dita as regras, sendo Infraero ou Fraport
Basta nós aeroviários aceitar?????
Diz que em outros aeroportos assim o fizeram, mas com certeza primeira coisa q eles fizeram foi destinar uma área aos aeroviários, lembrando que somos de uma classe que trabalha 24 horas. Porque, podem perguntar, não vêm em transporte público ??Aí nos perguntamos teria como assim o fazer????
Só nos basta colocar o nariz vermelho e aguardar estas palhaçadas finalizarem.
Sendo que o maior palhaço deveria estar ao nosso lado, EPTC, mas como já sabemos vivemos em um País onde o que importa são os valores econômicos independentemente do que é certo ou errado.
Enfim vamos aguardar, sempre com a esperança de um País melhor, mas tá difícil........”

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade