Jump to content
Sign in to follow this  
TheJoker

[MALHA EMIRATES] Reduções temporárias GIG e GRU

Recommended Posts

Estão de fato reduzindo GRU-SCL para 4vps em grandes períodos. E os LF mostram isso.

 

E eu achei que a crise estivesse no Brasil, não só no Rio.

 

No Rio ela tem sido bem mais perceptiva, basta olhar as notícias. O grande trunfo do Rio é o turismo (já há 85% de reservas pro reveillon), mas este ainda é bem sazonal e ainda tem a questão da segurança, que acredito que tenha uma melhora com o novo governo.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Discordo. O Chile é um país com negócios e turismo numa espiral crescente, e portanto SCL tinha espaço para EK ou QR (que também tem interesse em operar lá). EK entrou agora justamente para barrar a entrada da QR, mas ainda assim vislumbro um DOH-GIG-SCL nos próximos 2/3 anos caso a situação no Brasil tenha uma melhora efetiva.

Não é o que as estatísticas mostram. O tráfego internacional do Chile, como um todo, só cresceu 3,5% em 10M18. Nos 10M17 foram 16,4% e nos 10M16 11,3%.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Não é o que as estatísticas mostram. O tráfego internacional do Chile, como um todo, só cresceu 3,5% em 10M18. Nos 10M17 foram 16,4% e nos 10M16 11,3%.

 

Este ano cresceu menos, mas ainda assim cresceu expressivos 3.5%, depois de 2 anos crescendo a dois digitos. Isto corrobora o que disse. Basta ver o numero de novas operacoes/cias aereas em SCL nos ultimos tempos. Ja no Brasil, agora que alguns aeroportos estao recuperando o movimento pre-crise, outros ainda estao longe, como voce mesmo postou recentemente.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Emb+deseb 10M17 10M18

Brasil-Chile 1.434.173 1.721.249 +20,0%

LTM 1.168.967 1.242.002 +6,2%

O6 57.235 215.036 +275,7%

G3 207.971 208.837 +0,4%

EK 0 40.500 inclui o transito para DXB

H2 0 14.874

 

Argentina 2.087.046 -6,6%

Peru 1.390.240 +12,3%

EUA 985.346 -0,6%

Colômbia 534.076 +9,2%

Panamá 397.760 -5,9%

Espanha 393.392 +0,4%

México 264.515 -3,5%

Austrália 248.519 +24,8%

Share this post


Link to post
Share on other sites

fiquei surpreso com esses números do Peru, números bem mais próximos do Chile do que eu poderia imaginar, considerando a disparidade entre voos diretos para LIM e SCL.

 

sobre a EK, passou a faca com mais força em GRU do que em SCL.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Discordo. O Chile é um país com negócios e turismo numa espiral crescente, e portanto SCL tinha espaço para EK ou QR (que também tem interesse em operar lá). EK entrou agora justamente para barrar a entrada da QR, mas ainda assim vislumbro um DOH-GIG-SCL nos próximos 2/3 anos caso a situação no Brasil tenha uma melhora efetiva.

Mas isso não quer dizer que seja um grande mercado para a EK.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Será que a EK resolveu o problema dela com a falta de tripulação de cabine? Lembro deles citarem que queriam um acordo com a Etihad para sanar esse problema. Numa dessas além da redução da demanda e obras na pista tem a questão de voos com escassez de tripulantes.

Share this post


Link to post
Share on other sites

O mercado CL-BR pode ter crescido dois dígitos, mas a que custo? Hoje tem LA/JJ, O6, G3, H2 e EK, com a Avianca Brasil com três diários (se não cortaram um), conquistar os passageiros fizeram desmoronar os yields.

 

Não é como o GIG-EZE, onde só há presença da AR/AU, G3, JJ e EK, com uma oferta que vem se mantendo estável,

Share this post


Link to post
Share on other sites

fiquei surpreso com esses números do Peru, números bem mais próximos do Chile do que eu poderia imaginar, considerando a disparidade entre voos diretos para LIM e SCL.

 

sobre a EK, passou a faca com mais força em GRU do que em SCL.

 

Isso pelo que entendi são numeros do mercado Chile-Peru, Hugo.

Impossivel Peru-Brasil ser maior que EUA-Brasil.

 

Depende da época do ano. Acho interessante reduzir em períodos específicos de menor procura. A estratégia da EK foi inteligente: deixará GIG, EZE e SCL neste período com 5 freq de 773 por semana.

 

So acho que, se SCL estivesse tão aquém do esperado, poderiam reduzir os DXB-GRU-SCL já que GRU ja possui um 380 diário. Sabemos que a crise no momento não está em SCL, mas em EZE e no GIG, nao?

 

Boulos, SCL em alguns momentos vai ficar só 3x semanal.

 

O problema não é que a economia do Chile esteja ruim, é que a dinâmica do Chile é diferente para a Emirates. Primeiro que existem ligações históricas com a Oceania e de lá fica mais fácil chegar a Asia (China, Hong Kong, Japão). Segundo, Chile é território firme da OneWorld (Latam e Qantas) no tocante a Asia, e em terceiro, trata-se de pais com fraca imigração da India, Malasia ou Oriente Médio.

 

GIG tem se recuperado no internacional - cheguei hoje cedo no JFK-GIG com voo lotado, o que me surpreendeu. Voltei a ver mais Brasileiros a bordo, mas visualmente a maioria ainda foi de Americanos e Canadenses.

 

 

A EK cobra tarifas altíssimas, mesmo em Y.

 

E ainda tem horário ruim na SCL-GRU !

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

Boulos, SCL em alguns momentos vai ficar só 3x semanal.

 

O problema não é que a economia do Chile esteja ruim, é que a dinâmica do Chile é diferente para a Emirates. Primeiro que existem ligações históricas com a Oceania e de lá fica mais fácil chegar a Asia (China, Hong Kong, Japão). Segundo, Chile é território firme da OneWorld (Latam e Qantas) no tocante a Asia, e em terceiro, trata-se de pais com fraca imigração da India, Malasia ou Oriente Médio.

 

GIG tem se recuperado no internacional - cheguei hoje cedo no JFK-GIG com voo lotado, o que me surpreendeu. Voltei a ver mais Brasileiros a bordo, mas visualmente a maioria ainda foi de Americanos e Canadenses.

 

 

Lipe, concordo com voce nos pontos levantados, por isto tem que se dar tempo para que a EK se consolide. Acredito que o movimento de se inicar esta rota agora foi para barrar a Qatar que demonstrou interesse em voar para SCL antes da EK. A vantagem da EK é que, como já tem um 380 diario em GRU, pode aumentar ou diminuir a segunda freq de acordo com a demanda. Mas estar em SCL é uma decisao estrategica importante por parte da EK, cada vez mais presente nos principais nercados do globo.

 

Quase todos os Brasileros que residimos fora do pais estamos voltando agora para as festas de fim de ano. Estes que vc viu sao os Brasileiros que estao lotando os voos nestes dias. Comeca tambem a alta temporada de verao no Brasil e assim mais e mais estrangeiros vao fugir do frio no nosso belo pais. Com este cambio volatil e na expectativa do novo governo, muitos Brasileiros estao trocando viagens intercontinentais por outras pelo Brasil/Am do Sul.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Outro mês fraco.

 

ANAC novembro

 

SCL-DXB 1.321

GRU-DXB 10.973

Total 12.294 pagos 47 voos 20.584 assentos LF 59,7%

 

DXB-GRU 13.945

DXB-SCL 2.116

total 16.061 48 20.886 76,9%

 

EZE-DXB 3.500

GIG-DXB 3.125

total 6.625 31 10.974 60,4%

 

DXB-GIG 3.134

DXB-EZE 3.490

total 6.624 28? 9.912 66,8%

 

 

Média total incluindo os trechos curtos LF 66,3%

Share this post


Link to post
Share on other sites

Exatamente como esperava. GIG sempre se manteve na faixa dos 3k; 3,5k pax na EK enquanto EZE costumava superar os 5k. O gás que EZE dava acabou e SCL não está mesmo dando resultado.

 

Por outro lado a EK reajustou suas tarifas no GIG-EZE, antes costumavam ser bem baratas e hoje são das mais caras dentre a AR, LA e G3.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Outro mês fraco.

 

ANAC novembro

 

SCL-DXB 1.321

GRU-DXB 10.973

Total 12.294 pagos 47 voos 20.584 assentos LF 59,7%

 

DXB-GRU 13.945

DXB-SCL 2.116

total 16.061 48 20.886 76,9%

 

EZE-DXB 3.500

GIG-DXB 3.125

total 6.625 31 10.974 60,4%

 

DXB-GIG 3.134

DXB-EZE 3.490

total 6.624 28? 9.912 66,8%

 

 

Média total incluindo os trechos curtos LF 66,3%

O tag GIG-EZE muito mais antigo e consolidado dando o mesmo load do novato GRU-SCL, uma rota com tanta oferta (e em horários até melhores), como todos sabemos.

 

Já o GRU-DXB, mesmo com todo aumento de oferta da própria EK, como as concorrentes QR, TK, ET, todas diárias, além das Europeias, Americanas, AM, AC e obviamente a Latam, em um mês com 2 feriados (um de 6 dias) e ainda dando 77% de load, não está nada mal!

Este mês a segunda freq está rodando a 4 vps e agora em diante, na alta, deve voltar a 5 vps.

 

Muito bom TheJoker!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Na verdade esse é o movimento do GRU-DXB somando o movimento de SCL e não o tag.

 

GRU-SCL teve 83% e SCL-GRU teve 49%

GIG-EZE teve 73% e EZE-GIG 66%

 

Lembrando que GIG-EZE tem oferta maior e a tarifação aumentou nos últimos meses.

Edited by VictorHugoBrando

Share this post


Link to post
Share on other sites

Novembro parece que foi mais fraco do que outubro, pra todas as empresas. Até LX que teve 91,4% de LF médio nos 10M18, caiu pra 84% em novembro. BA fez 36 voos GRU-LHR com LF de 62,1%, na volta foram 37 voos com 70% :jawdrop:

Share this post


Link to post
Share on other sites

Novembro parece que foi mais fraco do que outubro, pra todas as empresas. Até LX que teve 91,4% de LF médio nos 10M18, caiu pra 84% em novembro. BA fez 36 voos GRU-LHR com LF de 62,1%, na volta foram 37 voos com 70% :jawdrop:

Olhando outros números, vê-se mesmo que novembro foi fraco. Dezembro começa a alta temporada e os números devem melhorar novamente. 84% para a LX é um excelente resultado, lembrando do grande aumento da capacidade substituindo o 340 pelo 773. A BA já tinha começado os voos extras com os 789 em novembro? Destes 62/70%, seria interessante ver as ocupações nas classes C e P dos 773 e 789 que servem GRU. Encher Y com promoções na baixa estação é bem mais fácil e menos lucrativo.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Tem um cenário se desenhando por aí, que não vi ninguém falando.

A aproximação do novo governo com Tel Aviv deve diminuir consideravelmente os negócios entre BR e países árabes.

O que pode causar uma queda de Pax principalmente para a QR e a EK.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Tem um cenário se desenhando por aí, que não vi ninguém falando.

A aproximação do novo governo com Tel Aviv deve diminuir consideravelmente os negócios entre BR e países árabes.

O que pode causar uma queda de Pax principalmente para a QR e a EK.

 

Só haverá atrito se transferirem a capital pra Jerusalém, o que é consenso geral ser uma atitude que não gera ganho nenhum pro Brasil, puramente ideológica.

Se o novo presidente for coerente, não fará a transferência, pois critica sempre que as relações exteriores têm seguido viés ideológico.

 

Pois bem, Emirados e Catar são extremamente abertos a ter relações com Israel. O xeque de Dubai já declarou em entrevista que deseja estabelecer relações com o Estado judeu, desde que cheguem a um senso comum.

Até o governo saudita já sinalizou neste sentido.

 

Então se aproximar de Israel não é mais problema pra relações diplomáticas. Discordo de vc.

 

Quanto à Emirates (e aí se encaixa a QR), elas vivem de conexão, apenas 20% têm DXB / DOH como destino. Então mesmo se abalasse o comércio, não abalaria estas duas.

  • Like 4

Share this post


Link to post
Share on other sites

Tem um cenário se desenhando por aí, que não vi ninguém falando.

A aproximação do novo governo com Tel Aviv deve diminuir consideravelmente os negócios entre BR e países árabes.

O que pode causar uma queda de Pax principalmente para a QR e a EK.

Se alguém tiver os dados pra ilustrar

Mas acho que a maior parte dos passgeiros provenientes do brasil sao conexões para Índia,sudoeste asiático e extremo Oriente e não para os países arabes

Share this post


Link to post
Share on other sites
Guest
This topic is now closed to further replies.
Sign in to follow this  

×
×
  • Create New...