Jump to content

Congresso dos EUA tenta impedir espaço cada vez menor para os passageiros


jambock

Recommended Posts

  • Replies 69
  • Created
  • Last Reply

Eu continuo sendo contra. Não é papel do estado determinar pitch em aeronave. É papel do estado confirmar que com esse pitch a aeronave atenda a todas as regras de segurança. Não afetando a segurança que seja liberado.

 

Saúde, conforto? A gente tem que pagar mais pra ter essas coisas, não tem jeito.

Na sua casa aposto que você não compra um colchão porcaria baratinho, mas sim um bom e confortável que custa mais caro. E assim é com um monte de coisa no nosso dia a dia.

 

No avião é a mesma coisa, quer viajar com espaço e mais conforto? Vá na empresa que oferece esse serviço pagando o preço oferecido por ela. Temos opções para todos os gostos.

 

 

Quanto à trombose, independente do pitch é recomendado que passageiros que sofrem com isso caminhem no avião periodicamente em voos longos (acima de 3h).

Link to post
Share on other sites

Mesmo caminhando um assento muito apertado pode gerar problemas de saúde. Eu tenho o máximo cuidado, tomo aspirina antes, uso meia e caminho. Mas muitos não sabem disto e a trombose mata mais do que os acidentes aéreos segundo o British journal of medicine. Então acho que deve haver alguma regulamentação nos voos mais longos, pois será que poderíamos admitir uma empresa mais barata , mas que não fizesse os cheks progrados para a manutenção das aeronaves?

Link to post
Share on other sites

Então acho que deve haver alguma regulamentação nos voos mais longos, pois será que poderíamos admitir uma empresa mais barata , mas que não fizesse os cheks progrados para a manutenção das aeronaves?

 

Nesse caso se trata de segurança de voo e a aviação é provavelmente o setor mais regulamentado do mundo nesse quesito, não à toa é tão seguro.

 

Agora, pitch de assentos só interfere na segurança de voo se ele impedir a evacuação da aeronave dentro do tempo mínimo determinado pelas autoridades aeronáuticas. O resto é simplesmente padrão de conforto e não cabe interferência governamental nisso.

Link to post
Share on other sites

Pelas razões já mencionadas, e veja que a trombose em vôos mata mais do que a soma dos acidentes, apenas não são noticiados pois são casos isolados, e não uma aeronave que cai e mata 100 pessoas, eu respeitosamente, tenho uma opinião divergente da sua e de outros colegas

Link to post
Share on other sites

Eu acho que as companhias tem que fazer o que for necessário para para manter seus modelos de negócio viável. Quanto menos o estado metendo o bedelho melhor. A única exceção é a segurança. Enquanto a segurança da operação estiver em níveis aceitáveis, tudo é válido. Quem vive o dia a dia das aéreas sabe que essa é uma linha tênue. Com relação a trombose, existe uma atitude simples que pode ajudar a evitar esse problema, seja em assento com pitch maior ou menor, tomar uma aspirina antes da viagem.

Link to post
Share on other sites

O risco de trombose existe, seja no pitch lata de sardinha seja na first. Todos devem se precaver, caminhando alguns minutos pela aeronave; quem já tem histórico, usando meias de compressão, ou tomando medicamento apropriado.

 

Repito, nos setores em que há regulamentação estatal da forma como o serviço deve ser prestado há aumento de preços e queda na qualidade da prestação.

 

Na aviação, a regulamentação deve ser restrita a questões de segurança. Por exemplo, alguns A319 da Sky contam com 2 janelas sobre as asas, enquanto a maioria das aeronaves do mesmo modelo contam com apenas 1, pois a configuração interna é altamente densa. Permite-se número maior de passageiros com pitch restrito, mas capaz de evacuar no tempo máximo exigido.

Link to post
Share on other sites

O risco de trombose existe, seja no pitch lata de sardinha seja na first. Todos devem se precaver, caminhando alguns minutos pela aeronave; quem já tem histórico, usando meias de compressão, ou tomando medicamento apropriado.

 

Repito, nos setores em que há regulamentação estatal da forma como o serviço deve ser prestado há aumento de preços e queda na qualidade da prestação.

 

Na aviação, a regulamentação deve ser restrita a questões de segurança. Por exemplo, alguns A319 da Sky contam com 2 janelas sobre as asas, enquanto a maioria das aeronaves do mesmo modelo contam com apenas 1, pois a configuração interna é altamente densa. Permite-se número maior de passageiros com pitch restrito, mas capaz de evacuar no tempo máximo exigido.

Infelizmente o risco de trombose e muito maior num assento apertado, pois ele diminui a circulação. Tomar aspirina ajuda, assim como usar meias de compressão, mas a questão da saúde deve ser bem analisada. Algum médico que possa falar um pouco mais sobre este assunto, pois eu fui apenas um paciente, por sorte sem consequências graves
Link to post
Share on other sites
President Trump signs five-year FAA spending bill


05 OCTOBER, 2018 SOURCE: FLIGHT DASHBOARD BY: JON HEMMERDINGER BOSTON

US president Donald Trump has signed into law a bill that regulates aircraft seat size while providing five years of guaranteed funding to the Federal Aviation Administration.


The five-years of funding brings some long-term stability to an agency that has long operated under temporary funding measures.


"Thanks to this law, the nation's aviation programmes will have the longest period of stability since 1982," says Bill Shuster, chair of the House Transportation and Infrastructure Committee, in a release.


"The five-year bill authorises the reliable, predictable funding the FAA needs to invest in these critical priorities," the agency says in a statement.


The law requires the FAA set minimum seat dimensions – pitch, width, length – as "necessary for the safety of passengers", the text says. It also requires the agency to review how changes in seat configuration have affected aircraft evacuation requirements.


The law prohibits airlines from involuntarily bumping passengers who already boarded aircraft and prohibits passengers from speaking on mobile phones inflight.


In addition, the law requires airlines to proactively pay compensation to passengers who are denied boarding, rather than waiting until passengers request compensation, the text says.



Link to post
Share on other sites
  • 6 months later...

Está cada vez mais chegando as viagens em pé!!! Quem quiser viajar sentado que pague mais!!!

Prezado riclima

Veja isto:

The below "standing seat" is an innovation by Avio Interiors from Italy. These seats are not certified to fly yet, it is still a conceptual seat.

AIX_19_11.jpg

AIX_19_10.jpg

AIX_19_13.jpg

Fonte:blog Sam Chui aviation&travel 8 abr 2019

Repararam na palavra yet? Daqui a pouco um gênio vai homologar estes “assentos” para voos de, no máximo, duas horas.

Essa idéia de jerico já era realidade em 2010

http://www.cavok.com.br/blog/empresa-italiana-mostra-assento-para-viajar-em-pe/

Ou, então, apresentam aeronave que permite um aumento de 1 CM! no pitch, como uma grande coisa! http://site.sina.org.br/?p=3112

 

 

 

Link to post
Share on other sites

Prezado riclima

Veja isto:

The below "standing seat" is an innovation by Avio Interiors from Italy. These seats are not certified to fly yet, it is still a conceptual seat.

AIX_19_11.jpg

AIX_19_10.jpg

AIX_19_13.jpg

Fonte:blog Sam Chui aviation&travel 8 abr 2019

Repararam na palavra yet? Daqui a pouco um gênio vai homologar estes “assentos” para voos de, no máximo, duas horas.

Essa idéia de jerico já era realidade em 2010

http://www.cavok.com.br/blog/empresa-italiana-mostra-assento-para-viajar-em-pe/

Ou, então, apresentam aeronave que permite um aumento de 1 CM! no pitch, como uma grande coisa! http://site.sina.org.br/?p=3112

 

 

 

Só faltava uma coisa dessas, logo,logo uma ryanair da vida se entusiasma com uma idéia louca deste tipo. Vade retro!

Link to post
Share on other sites

Prezado riclima

Veja isto:

The below "standing seat" is an innovation by Avio Interiors from Italy. These seats are not certified to fly yet, it is still a conceptual seat.

AIX_19_11.jpg

AIX_19_10.jpg

AIX_19_13.jpg

Fonte:blog Sam Chui aviation&travel 8 abr 2019

Repararam na palavra yet? Daqui a pouco um gênio vai homologar estes assentos para voos de, no máximo, duas horas.

Essa idéia de jerico já era realidade em 2010

http://www.cavok.com.br/blog/empresa-italiana-mostra-assento-para-viajar-em-pe/

Ou, então, apresentam aeronave que permite um aumento de 1 CM! no pitch, como uma grande coisa! http://site.sina.org.br/?p=3112

 

 

 

Vendo uma indecência dessa, convenhamos os órgãos reguladores (estado) não pode deixar, é não pode falar que é intervenção. Senão daqui 30-40 anos vc vai viajar em pé, pagar de acordo com o seu peso, e ao invés de cinto vai ser um plugue de "encaixe". Por outro lado o estado já deixa correr solto, alguém aqui já andou de bus ou metrô nas grandes capitais... Já pensou que legal viajar de avião segurando em alças.
Link to post
Share on other sites

O problema é saber se haverá opção....

 

Porque aqui mesmo a única empresa que oferecia um pouco mais de espaço para todos foi para o saco

Link to post
Share on other sites

O problema é saber se haverá opção....

 

Porque aqui mesmo a única empresa que oferecia um pouco mais de espaço para todos foi para o saco

Quem define isso é o cliente. Eu não viajo em ULCC! Se um dia não tiver outra opção, paciência, as pessoas preferiram isso.

Link to post
Share on other sites

O problema é saber se haverá opção....

 

Porque aqui mesmo a única empresa que oferecia um pouco mais de espaço para todos foi para o saco

E outra, a O6 não está falindo por oferecer mais conforto... A equação é muito mais complexa.

Link to post
Share on other sites

Sinal que a maioria do publico pagante não estava interessada em mais conforto.

Ela não faliu por falta de clientes...mas isso é papo pro outro tópico...

Link to post
Share on other sites

Basta não viajar com as empresas que utilizarem esse assento. Porque mais Estado ?

Muito bem observado, se a empresa vender 100 assentos a 70-80 reais para ficar de pé e tiver clientes,sorte dela, quem optar por pagar 300/400 reais sentado,pode viajar ou nós próprios assentos 💺 ( se a empresa oferecer) ou então na concorrência)

Link to post
Share on other sites

Basta ver que quando o voo não está 100% cheio, geralmente os assentos Espaço Mais estão vazios, ou ocupados por clientes que podem usá-los pelo status no Fidelidade.

 

Poucas vezes a gente vê o "$" no mapa de Assentos (sinalizando que o pax em questão pagou pelo espaco mais).

 

Geral mesmo quer o menor preço e não está disposto a pagar por espaço.

Link to post
Share on other sites

Sinal que a maioria do publico pagante não estava interessada em mais conforto.

Verdade, povo quer chegar do ponto A para o ponto B pagando o menor preço possível, claro que estamos falando de voos de curta duração.

Lembro dos anos 70/80 onde haviam ônibus inter-estaduais com serviços de bordo.

Link to post
Share on other sites

Basta não viajar ?? E se todas as empresas copiarem as outras (como já ocorre) ?? Faz o que ? Não viaja ?

 

É muito cômodo dizer "basta não viajar".

Link to post
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.




×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade