Jump to content

Voos internacionais em Fortaleza dobraram em 1 ano; o que está acontecendo?...


Recommended Posts

Na verdade as duas vão ficar, por conta do incentivo.

 

A diferença é que a G3 deve contar com melhor taxa de ocupação e possibilidade de crescimento por conta das conexões, coisa que a Latam não aproveita em FOR.

 

Não sei, tenho minhas dúvidas se a LATAM vai conseguir manter os vôos, pois se a ocupação já estava em 55-60% antes da Gol iniciar os vôos, imagina agora...

 

Daqui a pouco o prejuízo de manter esses vôos com 767 não compensa o desconto no ICMS...e o problema é que o incentivo pede no mínimo 5 vôos semanais com aeronave de corredor duplo certo?

 

Talvez a AA pudesse ajudar a trazer mais passageiros americanos, não sei...

 

Ou talvez a LATAM devesse mudar os destinos, pois não acho que vai ter público pra ela e pra Gol em MIA e MCO...talvez JFK? Vôos pra Europa? Com a entrada da Air Europa complicou...

  • Like 1
Link to post
Share on other sites

  • Replies 252
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

Top Posters In This Topic

Popular Posts

Adoro esse ufanismo...rs

O Ceará é um estado pobre, mas limpinho. Não é lá que houve roubo de merenda ou queda na qualidade do ensino. Isso foi noutro estado bem mais rico.

Prezado, o único governo que paga diretamente a uma cia área por parte de sua operação, além do ICMS, é o do estado do Ceará. E serão pelo menos R$60 milhões em 5 anos para o grupo AF/KLM, com autoriz

Matéria sobre o crescimento da AZ no Brasil. https://www.panrotas.com.br/aviacao/investimentos/2018/11/alitalia-registra-bons-resultados-apos-frequencias-no-brasil_160522.html

 

Ao ser perguntado pelo Portal PANROTAS, o vice-presidente internacional de Vendas de Lazer da Alitalia, Nicola Bonacchi, declarou que Porto Alegre esteve nos planos nos últimos anos. Segundo ele, a situação econômica brasileira travou o andamento das negociações.

A ideia de decolar em Fortaleza, a “cidade sensação” do momento com os hubs da Air France-KLM e Gol, é descartada pois, ao que indica, já está bem preenchida por esse conglomerado de parceiras.

“Estamos sempre atentos a novas movimentações, mas o nosso foco no momento é o aumento da capacidade nesse mercado [brasil] e atender essa demanda”, destacou, sugerindo que o próximo ano vem carregado de novidades.

Link to post
Share on other sites

Matéria sobre o crescimento da AZ no Brasil. https://www.panrotas.com.br/aviacao/investimentos/2018/11/alitalia-registra-bons-resultados-apos-frequencias-no-brasil_160522.html

 

Ao ser perguntado pelo Portal PANROTAS, o vice-presidente internacional de Vendas de Lazer da Alitalia, Nicola Bonacchi, declarou que Porto Alegre esteve nos planos nos últimos anos. Segundo ele, a situação econômica brasileira travou o andamento das negociações.

 

A ideia de decolar em Fortaleza, a “cidade sensação” do momento com os hubs da Air France-KLM e Gol, é descartada pois, ao que indica, já está bem preenchida por esse conglomerado de parceiras.

 

“Estamos sempre atentos a novas movimentações, mas o nosso foco no momento é o aumento da capacidade nesse mercado [brasil] e atender essa demanda”, destacou, sugerindo que o próximo ano vem carregado de novidades.

 

Alitalia se lançar um terceiro destino no Brasil não será no Nordeste, será Porto Alegre ou Belo Horizonte, mas na situação que tanto a Alitalia quanto os dois estados se encontram, acho muito difícil essa ser a "novidade" de 2019 na malha da AZ no Brasil.

Link to post
Share on other sites

 

Alitalia se lançar um terceiro destino no Brasil não será no Nordeste, será Porto Alegre ou Belo Horizonte, mas na situação que tanto a Alitalia quanto os dois estados se encontram, acho muito difícil essa ser a "novidade" de 2019 na malha da AZ no Brasil.

 

Não deve lançar um 3º destino em 2019. Primeiro tem que consolidar GIG, e o 2º GRU diário (60-61 voos mês).

GIG-FCO GRU-FCO

jan18 ? 12.997 44 93,1%

fev 6.155 pagos 28 voos LF 84,5% 10.414 40 81,4%

mar 6.365 31 80,6% 11.275 43 87,0%

abr 7.710 30 96,4% 12.458 45 94,5%

mai 7.560 30 94,5% 13.005 48 92,5%

jun 7.418 30 92,2% 12.871 47 93,5%

jul 6.383 31 77,8% 12.130 48 82,1%

ago 7.074 31 82,0% 12.678 47 87,9%

set 7.268 30 88,0% 13.354 49 88,2%

out 6.072 31 72,1% 12.570 50 81,8%

 

média 76,9% 88,2%

 

AZ, UX, AF/KL, TP, JJ precisam de pelo menos 85% year-round pra dar lucro.

Link to post
Share on other sites

Matéria sobre o crescimento da AZ no Brasil. https://www.panrotas.com.br/aviacao/investimentos/2018/11/alitalia-registra-bons-resultados-apos-frequencias-no-brasil_160522.html

 

Ao ser perguntado pelo Portal PANROTAS, o vice-presidente internacional de Vendas de Lazer da Alitalia, Nicola Bonacchi, declarou que Porto Alegre esteve nos planos nos últimos anos. Segundo ele, a situação econômica brasileira travou o andamento das negociações.

 

A ideia de decolar em Fortaleza, a “cidade sensação” do momento com os hubs da Air France-KLM e Gol, é descartada pois, ao que indica, já está bem preenchida por esse conglomerado de parceiras.

 

“Estamos sempre atentos a novas movimentações, mas o nosso foco no momento é o aumento da capacidade nesse mercado [brasil] e atender essa demanda”, destacou, sugerindo que o próximo ano vem carregado de novidades.

Alitalia não desce do salto. Se a TAP, com a LIS na ponta da Europa e com apoio da Azul, não consegue rodar POA diário, quem dirá ela.

Link to post
Share on other sites
Fortaleza e Brasília têm aumento de voos inter em novembro
27/11/2018 17:50 | Marcos Martins

Wikicommons / Portal da Copa
default.pngAeroporto Pinto Martins, de Fortaleza, é destaque no mercado
Os aeroportos de Fortaleza e Brasília registram alta de 85% e 15%, respectivamente, em voos internacionais no mês de novembro, segundo levantamento realizado pela Embratur. Neste mês, desembarcam no aeroporto Pinto Martins 111 voos internacionais, 51 a mais que no mesmo período do ano passado.

Os voos ao destino cearense partem de Buenos Aires, na Argentina, Bogotá, na Colômbia, Caiena, na Guiana Francesa, Paris, na França, Frankfurt, na Alemanha, e Lisboa, em Portugal. Outras rotas importantes são Orlando, nos Estados Unidos, e Cidade do Panamá. Vale lembrar que o aeroporto de Fortaleza passa por reformas e já concluiu 37% das obras.

A região Nordeste é destaque no setor de aviação com o aumento de 10% o número de voos internacionais, em comparação a novembro de 2017, tendo como destaques também os aeroportos de Natal, com aumento de 61%, e Porto Seguro (BA), com 18 voos internacionais.

“Captar novos voos para o Brasil é uma das formas que temos de gerar empregos, ampliar a comercialização e injetar receitas para o nosso País através do turismo”, afirma a presidente da Embratur, Teté Bezerra.

DISTRITO FEDERAL
No aeroporto Juscelino Kubitschek são 163 voos internacionais, 22 a mais que no mesmo período do ano passado. Em Brasília, há voos de Orlando e Miami, nos Estados Unidos, Cidade do Panamá, no Panamá, Punta Cana, na República Dominicana, e Lisboa, em Portugal.
  • Like 1
Link to post
Share on other sites
  • 3 weeks later...
Aeroporto Internacional de Fortaleza movimenta quase 589 mil passageiros em novembro, alta de 24,5%
10:52 / 13 de Dezembro de 2018
Segundo a Fraport AG, no acumulado do ano, o Fortaleza Airport registrou movimento de 5,8 milhões de pessoas, crescimento de 9,6%
A previsão da companhia alemã é que o Aeroporto de Fortaleza feche 2018 com crescimento de 14%

O Aeroporto Pinto Martins, em Fortaleza, registrou no mês de novembro o movimento de quase 589 mil passageiros. O número representa alta de 24,5% na comparação com igual período de 2017. Os dados foram divulgados nesta quinta-feira (13) pela Fraport AG. No acumulado do ano, o Fortaleza Airport obteve elevação de 9,6%, com movimentação de 5,8 milhões de viajantes.

Ainda de acordo com a Fraport AG, o volume de cargas também cresceu. No mês passado, foram quase 4,8 mil toneladas, uma alta de 22% ante novembro de 2017. No ano, o crescimento foi de 22,5%, com o transporte de 41,8 mil toneladas.

A previsão da companhia alemã é que o Aeroporto de Fortaleza feche 2018 com crescimento de 14% em relação a 2017. Uma das explicações é a ampliação das malhas aéreas doméstica e internacional, lideradas pela Gol, que possui um hub em parceria com a Air France-KLM, e pela Latam.

Já o Aeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre, também administrado pela Fraport, movimentou em novembro quase 732 mil passageiros, alta de 1,8% em relação ao mesmo período do ano passado. De janeiro a novembro, o terminal gaúcho registrou crescimento de 3,6%, totalizando 7,5 milhões de passageiros.

Fonte: Diário do Nordeste

 

 

Link to post
Share on other sites
  • 1 month later...
Tráfego internacional no Aeroporto cresce 60% em 2018
negocios@diariodonordeste.com.br 22:43 / 01 de Fevereiro de 2019 ATUALIZADO ÀS 22:43
Foram transportados 151,9 mil passageiros a mais que em 2017
image.jpg
Número de voos para o exterior a partir de Fortaleza avançou 46,75% ante 2017FOTO: THIAGO GADELHA

Após a inauguração de várias rotas ao exterior, o número de passageiros a bordo de voos internacionais na Capital deu um salto de 60% no ano passado em comparação a 2017, conforme dados divulgados ontem pelo Fortaleza Airport. Em 2018, 402 mil viajantes internacionais passaram pelo terminal, 151,9 mil a mais que no ano anterior, que registrou a movimentação de 250,3 mil passageiros, segundo a antiga operadora, Infraero.

O resultado reflete o crescimento de voos internacionais a partir do terminal, que aumentaram 46,75% ante 2017, principalmente devido ao início da operação do hub do grupo Air France-KLM e Gol Linhas Aéreas. De acordo com o secretário do Turismo, Arialdo Pinho, o crescimento foi "além das expectativas". "É um belo crescimento para um ano de crise e nós vamos continuar crescendo. Nós vamos ser líderes no Nordeste".

Na avaliação do professor Alessandro Oliveira, pesquisador do Núcleo de Economia do Transporte Aéreo do Instituto Tecnológico da Aeronáutica (Nectar-ITA), os números reforçam a tendência de que aeroportos privatizados tendem a captar mais demanda. "É importante que a administração aproveite isso bastante, porque, mais adiante, muitos aeroportos serão privatizados. Tem que reforçar essas vantagens iniciais", aponta.

Já o engenheiro aeronáutico Igor Pires aponta que o crescimento da movimentação internacional em Fortaleza é sem precedentes. "Uma nova era", ressalta. "Hoje, temos empresas de fortíssima presença global. Nós devemos passar de 500 mil passageiros internacionais em 2019".

Movimentação de passageiros internacionais do Aeroporto no ano passado foi recorde em 2018, em reflexo do aumento de voos para o exterior a partir do hub do grupo Air France-KLM

 

 

  • Like 1
Link to post
Share on other sites
Aeroporto: Transporte internacional de cargas cresce 36,2% em Fortaleza em 2018
08:00 / 02 de Fevereiro de 2019
No ano passado, foram movimentadas 7,4 mil t de mercadorias, frente a 5,4 mil t em 2017
image.jpg
O mercado doméstico também apresentou um avanço significativo de 20,1%, mas já foi maiorFoto: Natinho Rodrigues

Com a maior oferta de voos para o exterior a partir do Aeroporto de Fortaleza, a movimentação de cargas aéreas em operações internacionais avançou 36,2% no ano passado, segundo dados do Fortaleza Airport. No melhor resultado da história recente do terminal, foram transportadas 7,4 mil toneladas (t) de mercadorias frente às 5,4 mil toneladas movimentadas no ano anterior.

O mercado doméstico também apresentou um avanço significativo de 20,1%, chegando a 33,1 mil t ante 27,6 mil t em 2017, mas ainda há espaço para crescer mais. O volume de carga transportado de e para outros destinos dentro do Brasil em Fortaleza já foi mais alto entre os anos de 2008 e 2015, sendo o recorde em 2011, quando foram transportadas 50,8 mil t de carga, de acordo com dados do Ministério da Infraestrutura.

Ao todo, a movimentação de cargas pelo Aeroporto de Fortaleza avançou 22,7% no ano, com o transporte de 40,6 mil t frente às 33 mil t em 2017. Na avaliação do professor Cláudio Jorge Alves, do Departamento de Transporte Aéreo do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), o aumento do fluxo de cargas está associado a maior oferta de porão das aeronaves, consequência da ampliação de voos no terminal.

O transporte de passageiros a bordo de voos internacionais e domésticos bateram recorde em 2018, primeiro ano da administração da Fraport e do início da operação do hub das companhias Air France-KLM e Gol Linhas Aéreas. Alves avalia que os números revelam um crescimento bem acima da média brasileira. “Foi a mistura de uma maior oferta de voos e uma melhor divulgação do turismo local”, comenta.

 

 

Link to post
Share on other sites
Ceará negocia com companhias aéreas para turbinar stopover | AVIAÇÃO | Hoje, o Governo do Ceará recebe a Air France-KLM e a TAP para parcerias que possibilitem ao turista que faz conexão em Fortaleza estender a estada com benefícios
07/02/2019 00:32:41
1__mgm3897_1-1847535.jpgA FOTO marca o batismo de aeronaves da Air France na inauguração do hub em Fortaleza

Conhecer duas cidades ou mais sem pagar passagem aérea extra por isso. A lógica por trás dos programas de stopover das companhias aéreas para os voos com conexão, comuns no Exterior, ganha força no Brasil como estratégia dos estados para dinamizar o turismo. Hoje, o secretário do Turismo do Ceará, Arialdo Pinho, recebe, em Fortaleza, a direção da Air France-KLM e da TAP para impulsionar estes programas no Estado.

Desde junho do ano passado, o hub da Air France-KLM já possibilita aos turistas que vêm de Belém, Manaus, Natal, Recife e Salvador, com destino à França ou Amsterdã, que possam, em cada trecho da viagem, ida ou volta, selecionar gratuitamente o stopover em Fortaleza. Não há limite de dias no destino de parada, desde que respeitada a estada máxima permitida no tempo total da viagem, com base nas condições tarifárias.

Porém, a ideia de Arialdo é que este programa seja mais atrativo. "Vamos apresentar uma proposta de parada de cinco dias, além de um modelo de aplicativo em que o turista possa desfrutar de descontos em táxi, transporte, hotelaria, hotéis e restaurantes", afirmou.

Procurado, o grupo Air France-KLM informou que não abre dados locais sobre quantitativo de usuários que já desfrutam do stopover na Cidade. Mas diz em nota que o objetivo da reunião é "seguir discutindo melhorias para o aprimoramento contínuo da operação".

Já a TAP, que tem no programa de stopover em Lisboa, Portugal, uma rede com mais 150 parceiros, ainda não tem ações similares no Brasil. Mas está conversando com cidades brasileiras, incluindo Fortaleza. Da agenda com Arialdo, devem participar o diretor geral da TAP no Brasil, Mário Carvalho, e o diretor de Marketing, Francisco Guarisa.

O modelo proposto pelo Ceará, aliás, segue a linha do stopover da TAP em Portugal. Mas não é o único estado que está de olho. São Paulo, por exemplo, ao anunciar anteontem a redução de 25% para 12% a alíquota do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) que incide sobre o combustível de aviação, lei similar à implantada no ano passado no Ceará, informou que pretende apresentar seu programa de stopover em 30 dias.

O projeto prevê fundo de R$ 40 milhões, formado pelas companhias, para custear um plano de marketing para fomento à ampliação da permanência de visitantes em São Paulo por um ou dois dias a mais que o previsto. A Bahia também está em contato com a TAP para atrair um programa que garanta parada voluntária superior a 24 horas, antes do embarque, para o destino final.

Fonte: www.opovo.com.br

  • Like 1
Link to post
Share on other sites
Aeroporto de Fortaleza registra movimentação de 734,7 mil passageiros em janeiro; alta de 19,7%
17:49 / 13 de Fevereiro de 2019 ATUALIZADO ÀS 17:52
Segundo especialista, crescimento sinaliza que terminal deve chegar perto dos movimentos de Salvador e Recife nos próximos meses
image.jpg
Mais de 734 mil passageiros passaram pelo Aeroporto de Fortaleza em janeiro deste anoFoto: Thiago Gadelha

O Aeroporto Internacional de Fortaleza registou movimentação de 734.764 passageiros em janeiro deste ano. O resultado é 19,7% maior em relação a janeiro do ano passado, quando passaram pelo terminal 613.831 pessoas. Os dados foram divulgados nesta quarta-feira (13) pela operadora alemã Fraport AG, concessionária do Pinto Martins.

De acordo com o engenheiro aeronáutico Igor Pires, os resultados surpreendem porque o Aeroporto da Capital superou os números de Porto Alegre, aeroporto também administrado pela Fraport.

"Nós já tínhamos previsto que em janeiro de 2019 poderíamos estar no nível de Salvador. Esse resultado é localizado e em fevereiro a gente deve voltar para um valor abaixo, mas é uma boa sinalização. E estamos na alta estação acima de Porto Alegre".

O aeroporto da capital gaúcha movimentou 726,7 mil passageiros no mês passado, com crescimento de apenas 2,6% em relação a janeiro de 2018. No Nordeste, o Aeroporto de Fortaleza fica atrás de Recife e Salvador. "Mas a minha aposta é que agora em janeiro estamos mais próximos de Salvador. Não estamos tão próximos de Recife porque lá já deve estar em 800 mil passageiros por mês. Se nós crescermos cerca de 9% em janeiro do próximo ano devemos alcançar este mesmo patamar".

Segundo ele, a faixa de 800 mil pessoas movimentadas é um bom sinal para o Aeroporto de Fortaleza. "Se isso ocorrer nós estaremos movimentando o que praticamente Confins, em Belo Horizonte, movimenta mensalmente. São resultados muito bons e isso é muito promissor".

Pires reitera que com a finalização das obras do novo terminal o Aeroporto deverá alcançar resultados ainda melhores. "Daqui a pouco quando tivermos as 15 pontes de embarque não vai mais existir nenhum motivo para não ter voos em determinados horários porque vai ter espaço, posições de check-in, portões para aeronaves, entre outros pontos de melhoria", completa.

Fonte: Diário do Nordeste

 

 

Link to post
Share on other sites
Air France-KLM comemora Matcher um ano após chegada no Ceará
19/02/2019 13:58 | Marcel Buono
Programado para os dias 28 e 29 de maio na capital do Ceará, o Matcher terá o patrocínio da Air France-KLM, que no mesmo mês completará um ano de operações no Aeroporto Internacional Pinto Martins, em Fortaleza. Durante esse período, a companhia aérea se consolidou no hub nordestino, com taxas de ocupação por volta de 90% para voos para Paris, na França, e Amsterdã, na Holanda.

Divulgação Air France
default.jpgJean-Marc Pouchol, diretor geral Air France-KLM para América do Sul
“O Matcher ocorrerá em um mês muito importante para o grupo Air France-KLM, pois comemoraremos o primeiro aniversário da operação de Fortaleza para Amsterdã e Paris. Nossa presença como patrocinador é estratégica, uma vez que o evento agrega conhecimento e abre portas para fornecedores e compradores estarem em um mesmo ambiente, buscando as melhores alternativas de negócios”, declarou o diretor geral Air France-KLM para América do Sul, Jean-Marc Pouchol.

Baseado em uma plataforma que conecta os interesses de compradores internacionais aos produtos brasileiros mais adequados, o Matcher busca inovar na promoção do Brasil no Exterior, fomentando a chegada de visitantes estrangeiros em todo o País. Sua primeira edição será realizada no Centro de Eventos do Ceará, na capital do Estado.

“Estamos otimistas com o potencial de negociações que podem ser concluídas entre fornecedores e compradores durante o evento, e o que isso pode representar em novos passageiros viajando, seja a lazer ou a negócios, entre os países. Juntamente com a organização do Matcher, estamos selecionando os principais buyers europeus para serem convidados e estarem conosco e demais players em Fortaleza”, comentou Pouchol.

“Buscamos compradores que já possuem uma relação com o Brasil e estão sempre de olho em novas oportunidades, mas também traremos novos buyers com potencial para alavancar o Turismo brasileiro. Estamos em conversas avançadas com representantes da Holanda, França, Alemanha, Suíça, Itália, Espanha e Ucrânia, entre outros”, completou o executivo.

CONEXÃO BRASIL-EUROPA
Com 44 voos semanais desde outubro do ano passado, o grupo Air France-KLM alcançou a maior operação de sua história em território brasileiro ao longo de 2018, incluindo seis voos semanais para Fortaleza, 17 para o Rio de Janeiro e 21 para São Paulo. A partir de abril, a capital cearense passará a ter frequência diária com o Velho Continente.

“Aumentamos as frequências em um ritmo alto, mas sem deixar para trás o cuidado com a ocupação, que segue excelente para uma rota tão nova. Assim como os brasileiros, os europeus já usufruem do potencial de lazer de nossas operações em Fortaleza, conectando-se a outras capitais do Nordeste e do Norte”, disse Pouchol.

Divulgação
default.jpgGrupo Air France-KLM começou a operar em Fortaleza no dia 3 de maio de 2018

“A força de divulgação e o potencial dos destinos foram de grande contribuição para o desempenho da operação, pois observamos um aumento na demanda dos mercados internacionais pelos voos da capital cearense. Além dos franceses e holandeses, os alemães e os italianos também têm se destacado”, concluiu.

Durante os dois dias do Matcher, operadores internacionais terão entrevistas de negócios com suppliers brasileiros de acordo com os interesses e perfis das empresas envolvidas. Até o momento, incluindo os mercados europeu e sul-americano, já são mais de 70 compradores confirmados.

 

Fonte: www.panrotas.com.br

Link to post
Share on other sites

 

 

CEARÁ APRESENTOU RESULTADO HISTÓRICO NO TURISMO

 

 

1_crescimento_do_setor_no_estado-1941624

O início da alta estação fez o setor de turismo do Ceará ter os melhores números do Brasil no mês de dezembro, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Com 13,5% de crescimento em comparação a igual mês do ano passado, o Estado ficou à frente de São Paulo e Rio de Janeiro. No acumulado do ano, apenas o Espírito Santo teve desempenho superior, 7%. A alta cearense de 6,6% ficou em mais de duas vezes a média nacional, em pontos percentuais.

A série histórica da Pesquisa Mensal de Serviços revela que o resultado do Ceará em dezembro foi o mais positivo. De quatro anos da lista, dois deles foram de decréscimos, seguida de leve alta de 0,9% em 2017.

O resultado pode ser explicado pela melhoria dos serviços oferecidos pelo Aeroporto Internacional Pinto Martins, que passou a ser administrado pela Fraport, e, principalmente, pela instalação do hub aéreo da Air France-KLM/Gol há pouco menos de um ano. O aumento da oferta de voos com destino à Capital com preços menores fez aumentar o interesse do turista em vir ao Estado.

“O resultado é a resposta ao trabalho que vem sendo realizado de divulgação, promoções de destinos, busca de turistas com o hub aparecendo. Mostra que estamos no caminho certo”, afirma o secretário do Turismo do Ceará, Arialdo Pinho.

A participação do centro de conexão de voos no resultado se explica pela taxa de ocupação média nas aeronaves da Air France-KLM, que se manteve acima dos 90%. Também operadora de voos internacionais no Estado, a TAP anunciou que o percentual de ocupação nas suas aeronaves é de 85%.

O momento é também de consolidação de destinos. O destaque maior fica por conta de Jericoacoara, que desde o ano passado foi inserida na categoria A no Mapa do Turismo Brasileiro, do Ministério do Turismo, graças aos empregos gerados no setor de hospedagem e aumento de fluxo turístico.

Economista e sócio da Conceito Investimentos, Gilberto Barbosa acredita que a infraestrutura de no Ceará está sendo bem desenvolvida. “Exemplo (do aumento) foi a festa de Réveillon de Jericoacoara, considerada uma das principais do Brasil. O impacto indireto desse crescimento de receitas do turismo é importante para toda a região. Todo gasto com turismo puxa junto outros setores, em especial serviços e comércio”.

Para o futuro, o foco é o período de alta estação no meio do ano. O secretário diz que trabalho de divulgação é realizado. A medida é vista como positiva por Gilberto, que avalia que “o Ceará tem pontos turísticos de qualidade, que são procurados por turistas de todo mundo”.

O IBGE realiza a pesquisa em doze capitais e verificou que o Brasil teve médias positivas no setor de turismo no ano passado. A alta é a primeira em pelo menos quatro anos. No ano passado, oito dos 12 locais investigados registraram taxas positivas.

Fonte: opovo.com.br

 

 

  • Like 2
Link to post
Share on other sites
Kakinoff destaca benefícios do novo hub da Gol em Fortaleza
25/02/2019 13:49 | Karina Cedeño

Filip Calixto
default.jpg

O presidente da Gol, Paulo Kakinoff (foto), destacou hoje durante o Lacte os benefícios que o novo hub da aliança Gol-Air France-KLM em Fortaleza traz aos passageiros, ao conectá-los com a Europa por meio dos voos para Paris e Amsterdã. A companhia aérea, aliás, é a líder de faturamento no doméstico com as agências corporativas associadas à Abracorp, em ranking divulgado hoje.

“Os clientes que estão em regiões acima de Minas Gerais conseguem economizar de duas a oito horas no tempo que levam para chegar à Europa, já que o hub evita a necessidade de tais passageiros deslocarem-se até São Paulo ou Rio de Janeiro para fazerem a conexão”, comenta Kakinoff.

Ele também ressalta que, até o final de março deste ano, todas as aeronaves da Gol estarão equipadas com internet de alta velocidade.

Fonte: www.panrotas.com.br

  • Like 1
Link to post
Share on other sites
  • 4 weeks later...


EM JANEIRO

Consumo de combustível para aviões foi o maior da história no Ceará

Foram 27,2 mil m³ de querosene de aviação consumidos no Estado, no período. A demanda crescente é por causa do hub aéreo no Aeroporto de Fortaleza
21/03/2019 02:38:39

4380




credito__mateus_dantas___legenda__voo_daVoo da KLM pelo Grupo franco-holandês de Fortaleza direto para Amsterdã, na Holanda (Foto: MATEUS DANTAS)






O processo de consolidação do hub aéreo no Aeroporto de Fortaleza impactou na demanda por querosene de aviação. O consumo do combustível para abastecimento das aeronaves foi o maior já registrado na história do Ceará. Segundo dados da Agência Nacional de Petróleo, Gás e biocombustíveis (ANP), 27,2 mil m³ foram utilizados somente em janeiro.


Na comparação com igual mês de 2018, momento em que a demanda era menor, pois o hub ainda não havia sido instalado, o consumo foi 36,5% maior. De acordo com o consultor na área de Petróleo e Gás, Bruno Iughetti, o resultado de janeiro é expressivo, mas fevereiro deve ser ainda mais positivo, de acordo com dados preliminares.


Professor do Departamento de Engenharia Aeronáutica da Escola de Engenharia de São Carlos da Universidade de São Paulo (EESC-USP), James Rojas Waterhouse avalia que o Ceará começa a ser impactado de forma mais sensível com os efeitos positivos do hub, mas, por ainda estar no início de operação, vai continuar crescendo. Somente no ano passado, a oferta de voos aumentou em 75% na Capital.


"O hub é uma contribuição, mas acho que ele terá uma importância ainda maior que esses 36,5% numa etapa posterior. E diria que o uso dos aeroportos no Interior, como Jericoacoara, vão puxar mais ainda os resultados porque o Ceará tem atrativos turísticos fantásticos, o que ainda falta é maior investimento em infraestrutura aérea", avalia.


Os contínuos investimentos no setor, explica Waterhouse, servirão para atender a demanda de turistas europeus e estadunidenses, que devem ser atraídos porque Fortaleza é o destino mais próximo e barato. O incremento da infraestrutura vai contribuir com a eliminação de gargalos. "Acredito que com a infraestrutura adequada o movimento do aeroporto vai aumentar bastante e o consumo de combustível também".


Especialista em Transporte Aéreo, Adalberto Febeliano avalia que o processo de interiorização da aviação no Estado é outra questão positiva que contribui para o aumento do consumo de combustível. "Se existem mais voos, tem mais consumo de querosene de aviação. O que esperamos é que ocorram seguidos aumentos no médio e longo prazo".


Waterhouse acrescenta que com o aumento dos voos, além da demanda por combustíveis, outras áreas são impactadas positivamente. Ele espera que além de turistas, muitos investidores venham ao Ceará. "As empresas do mercado imobiliário devem passar a ter clientes de fora do Estado e até mesmo do Brasil, principalmente em busca de imóveis nas cidades litorâneas".


O professor da EESC-USP ainda cita o aproveitamento do espaço de carga dos porões das aeronaves para transporte da produção do Estado, gerando custo menor do que de um avião cargueiro. "Com isso, se cria um canal de escoamento para diversos produtos locais, desde artesanato até perecíveis. Flores, ervas frescas, frutas, por exemplo. Podem até induzir iniciativas na área de fruticultura e outras culturas na região. Será um canal de escoamento importante para produtos mais perecíveis", diz


www.opovo.com.br





Link to post
Share on other sites


Fortaleza terá voos diários para a Europa operados pela Air France/KLM a partir de 2 de abril


Conforme adiantou O POVO em novembro de 2018, serão quatro voos para Amsterdã e três para Paris


16:12 | 20/03/2019


Fortaleza passará a ter voos diários ligando a Capital cearense com a Europa a partir do dia 2 de abril. Conforme adiantou O POVO em novembro de 2018, serão quatro voos para Amsterdã e três para Paris operados pela Air France/KLM.


Seis frequências já estavam sendo operadas, sendo a última delas implantada em novembro do ano passado. A partir de abril, a KLM começa a operar mais um voo para Amsterdã. A companhia terá um aumento de 4,9% em sua capacidade de assentos partindo de Paris e Amsterdã para Fortaleza, São Paulo e Rio de Janeiro.


Para Seth van Straten, diretor comercial do Grupo Air France-KLM para a América do Sul, o lançamento de mais um voo semanal em Fortaleza é prova do rápido crescimento que a empresa tem registrado no País. "Fortaleza é o grande destaque da companhia se olharmos nossas operações no Brasil, com planos de ligar o País de Norte a Sul. Queremos ampliar a presença no País e o sucesso do hub em Fortaleza é prova de que isso é possível", afirmou ao definir o Brasil como um dos "focus market" da companhia.


Após se reunir em Paris com a presidente mundial do Conselho Administrativo da Air France-KLM, Anne-Marie Courdec, o governador Camilo Santana sinalizou que o aumento da frequência seria de impacto econômico positivo para o Estado.


"Será um voo diário, sete por semana, da Air France e da KLM. Isso significa mais emprego qualificado. Isso significa movimentar a economia, são mais taxistas, mais pessoas trabalhando no aeroporto, mais frequência nos hotéis, nos restaurantes", afirmou o governador, em novembro passado.


Link to post
Share on other sites

Definitivamente não sei mais o que vem a ser um HUB. Se Fortaleza é um hub, o que seria o Amsterdam Schiphol? Quando leio que Fortaleza é um hub da AF/KL, fico imaginando uns 10 WB e outros 20 NB movimentando a cada hora, 24 horas por dia. Umas 30 pontes de embarque ocupadas e alguns aviões na remota, pois são muitos voos, é muita gente! Tem voo pra Nice, Utrecht, Maastricht, Lyon, Toulouse e Marselha! Hein? Os voos sequer são diários por ambas as empresas? Hub? Hum... Sei.

  • Like 2
Link to post
Share on other sites

Definitivamente não sei mais o que vem a ser um HUB. Se Fortaleza é um hub, o que seria o Amsterdam Schiphol? Quando leio que Fortaleza é um hub da AF/KL, fico imaginando uns 10 WB e outros 20 NB movimentando a cada hora, 24 horas por dia. Umas 30 pontes de embarque ocupadas e alguns aviões na remota, pois são muitos voos, é muita gente! Tem voo pra Nice, Utrecht, Maastricht, Lyon, Toulouse e Marselha! Hein? Os voos sequer são diários por ambas as empresas? Hub? Hum... Sei.

O HUB existe, e é da GOL, que dá suporte a AF/KL. A imprensa local fala da AF/Kl porque o HUB foi montado para elas, num primeiro momento e talvez é claro, porque podem achar que falar de uma companhia estrangeira se destaca mais do uma nacional. Mesma coisa se falassem do HUB da TAP em Recife, ao invés do da AZUL. Ou seja, mera retórica jornalística. Não é a primeira vez que a desinformação grassa na nossa imprensa e provavelmente, não será a última.

  • Like 1
Link to post
Share on other sites

O HUB existe, e é da GOL, que dá suporte a AF/KL. A imprensa local fala da AF/Kl porque o HUB foi montado para elas, num primeiro momento e talvez é claro, porque podem achar que falar de uma companhia estrangeira se destaca mais do uma nacional. Mesma coisa se falassem do HUB da TAP em Recife, ao invés do da AZUL. Ou seja, mera retórica jornalística. Não é a primeira vez que a desinformação grassa na nossa imprensa e provavelmente, não será a última.

Gente! A Gol oferece menos que 15 destinos desde FOR. Jura que é Hub dela mesmo? Até pra 'focus city' tem que relativizar e dar uma forçada porque é Brasil.

  • Like 3
Link to post
Share on other sites

Sem 737 Max, Gol suspende voos diretos de Fortaleza para os EUA

 

Por Redação,

14:24 / 21 de Março de 2019

 

Enquanto os aviões 737 MAX 8 não retornem a operação, companhia confirma que os antigos voos diretos para Orlando e Miami terão conexão em Brasília e parada técnica em Punta Cana

 

Desde os acidentes com o Boeing 737 Max 8, os voos diretos operados pela Gol: Fortaleza para Flórida seguem suspensos. De acordo com a companhia aérea, é uma ação temporária devido aos ajustes de aeronaves nesse trecho.

"Os clientes estão sendo comunicados e reacomodados nos voos da empresa para Miami e Orlando, com rápida conexão em Brasília. Essas operações estão sendo realizadas com as aeronaves Boeing 737 Next Generation, e os voos diretos serão normalizados assim que os aviões 737 MAX 8 retornem a operação", afirma ao Diário do Nordeste.

Com a nova rota, o voo oferecido para Orlando parte da capital cearense às 6h05 para Brasília, com chegada prevista para 8h45. Após conexão de 1h05, a viagem segue para Punta Cana, na República Dominicana para uma parada técnica da aeronave.

No local, não há desembarque, sendo apenas para abastecimento, com duração prevista de 45 minutos. Em seguida, os passageiros vão para Orlando, com aterrissagem programada para 18h45 do mesmo dia de viagem.

A volta também tem passagem por Punta Cana e Brasília, antes de retornar a Fortaleza. Com saída de Orlando às 21h50 e chegada às 12h25 do dia seguinte, com 1h20 de conexão em Brasília para os trâmites de imigração e alfândega.

> Atualização de software teria sido a causa de acidentes com Boeing 737 Max 8 e da suspensão do voo direto para Orlando pela Gol?

> Voos da GOL partindo dos EUA com destino a Fortaleza são cancelados

Para Miami, os horários são os mesmo de Orlando no trecho para Brasília, tanto ida como na volta para Fortaleza, sendo no mesmo voo G3 1707 (ida) e G3 1708 (volta). Para Punta Cana os passageiros são separados. Quem vai para Miami, embarca 10h de Brasília para República Dominicana para uma parada técnica de 45min e chega ao destino às 18h35. No retorno, a saída de Miami é 22h10 para Punta Cana, com conexão em Brasília às 8h20.

Abaixo confira a entrevista na íntegra com a Gol sobre a repercussão da suspensão dos voos diretos e dessa nova situação da empresa em Fortaleza.

1 - Qual o motivo o voo saindo de Fortaleza passando por Punta Cana na ida e na volta foi cancelado pela GOL levando os passageiros que saem por Fortaleza a peregrinar em Brasília e Punta Cana?

A GOL informa que precisou realizar adequações em sua malha entre Fortaleza e a Flórida, de forma temporária, devido aos ajustes de aeronave realizados neste trecho. Com isso, os Clientes estão sendo comunicados e reacomodados nos voos da empresa para Miami e Orlando, com rápida conexão em Brasília. Essas operações estão sendo realizadas com as aeronaves Boeing 737 Next Generation, e os voos diretos serão normalizados assim que os aviões 737 MAX 8 retornem a operação companhia. Vale ressaltar, ainda, que Punta Cana será apenas uma parada técnica da aeronave, para abastecimento, sem que haja a necessidade de desembarque dos clientes.

2 - Por qual motivo eles precisam passar até 12 horas em Brasília esperando uma conexão?

Os Clientes de Fortaleza estão sendo acomodados prioritariamente em voos via Brasília que oferecem rápida conexão conforme abaixo:

IDA FORTALEZA - ORLANDO
G3 1707 Fortaleza 6:05 Brasília 8:45
G3 7602 Brasília 9:50 Punta Cana 14:55
Punta Cana 15:40 Orlando 18:45

VOLTA ORLANDO - FORTALEZA
G3 7601 Orlando 21:50 Punta Cana 0:25
Punta Cana 1:15 Brasília 8:20
G3 1708 Brasília 9:40 Fortaleza 12:25

IDA FORTALEZA - MIAMI
G3 1707 Fortaleza 6:05 Brasília 8:45
G3 7748 Brasília 10:00 Punta Cana 15:05
Punta Cana 15:50 Miami 18:35

VOLTA MIAMI - FORTALEZA
G3 7749 Miami 22:10 Punta Cana 0:30
Punta Cana 1:15 Brasília 8:20
G3 1708 Brasília 9:40 Fortaleza 12:25

3 - Por que a GOL manteve o voo com parada em Punta Cana e retirou somente o de Fortaleza?

A GOL informa que precisou realizar adequações em sua malha entre Fortaleza e a Flórida, de forma temporária, devido aos ajustes de aeronave realizados neste trecho. Com isso, os Clientes estão sendo comunicados e reacomodados nos voos da empresa para Miami e Orlando, com rápida conexão em Brasília. Essas operações estão sendo realizadas com as aeronaves Boeing 737 Next Generation, e os voos diretos serão normalizados assim que os aviões 737 MAX 8 retornem a operação companhia. Vale ressaltar, ainda, que Punta Cana será apenas uma parada técnica da aeronave, para abastecimento, sem que haja a necessidade de desembarque dos clientes.

4 - Se a SEFAZ não tirou o incentivo no combustível, por qual motivo vocês estão prejudicando os passageiros que partem de Fortaleza?

A redução do ICMS do querosene de aviação é um passo importante para o setor. Não há alteração no incentivo fiscal uma vez que a GOL mantém uma malha forte doméstica, que foi ampliada em 35%, com a criação do HUB de conexões em parceira com Airfrance KLM.

5 - Quando a Boeing soltará a atualização para o Max 8 e quando a GOL irá liberar as aeronaves para voar?

A GOL está acompanhando de forma intensiva todos os fatos, que permitam o retorno das aeronaves às operações regulares da companhia no menor espaço de tempo possível.

6 - Se os pilotos da GOL estavam retreinados, segundo a ANAC, para o uso das aeronaves MAX 8 por qual motivo não manter os voos?

A GOL Linhas Aéreas Inteligentes informa que desde o início das operações com o avião Boeing 737 Max 8, em junho de 2018, já realizou 2.933 voos, totalizando mais de 12.700 horas, com total segurança e eficiência. Atualmente a frota da companhia é composta por 121 aeronaves Boeing, das quais sete modelos 737 Max 8.

Sendo Segurança o valor número um da GOL, que direciona absolutamente todas as iniciativas da empresa, a companhia informa que por liberalidade, no dia 11 de março, suspendeu temporariamente as operações comerciais das suas aeronaves 737 Max 8.

A GOL reitera a confiança na segurança de suas operações e na Boeing, parceira exclusiva desde o início da companhia em 2001, e esclarece que está acompanhando de forma intensiva todos os fatos, que permitam o retorno das aeronaves às operações regulares da companhia no menor espaço de tempo possível.

Essa decisão foi previamente comunicada à Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), que estabelece as regras para a Aviação Civil no Brasil.

A GOL pede desculpas pelos transtornos causados e conta com a compreensão de todos os seus Clientes.

7 - O HUB está ameaçado com o fim do voo direto?

Desde o início da operação do novo hub, em maio do ano passado, Fortaleza tornou-se um polo estratégico para a GOL, uma vez que a companhia ampliou sua oferta de voos no local em 35%, totalizando cerca de 50 voos diários para 14 destinos, com mais de 10 mil assentos disponibilizados por dia a partir da capital cearense, incluindo Buenos Aires. O que também possibilitou a praticamente todas as capitais do Nordeste terem uma ligação direta com cidades da Argentina, algo que historicamente nunca aconteceu na aviação comercial brasileira. O hub de Fortaleza concretizou uma etapa bem-sucedida da parceria estratégica da GOL com a Air France-KLM. Ele permite que Clientes do norte e nordeste do país contem com as melhores opções de voos para viajar para qualquer um dos destinos da GOL ou chegar à Europa com as nossas parceiras.

8 - A GOL não teme uma enxurrada de processos de passageiros pelo tratamento prestado a eles? Especialmente os que compraram voo direto saindo de Fortaleza?

A GOL reiteira que precisou realizar adequações em sua malha entre Fortaleza e a Flórida, de forma temporária, devido aos ajustes de aeronave realizados neste trecho. Os voos diretos serão normalizados assim que os aviões 737 MAX 8 retornem a operação companhia. A central de relacionamento também permanece à disposição pelo telefone 0800 704 0465. A GOL pede desculpas pelos transtornos causados e conta com a compreensão de todos os seus Clientes cientes que essa medida é temporária

https://diariodonordeste.verdesmares.com.br/editorias/negocios/online/sem-737-max-gol-suspende-voos-diretos-de-fortaleza-para-os-eua-1.2077763

Edited by TheJoker
Link to post
Share on other sites

"Gente! A Gol oferece menos que 15 destinos desde FOR. Jura que é Hub dela mesmo? Até pra 'focus city' tem que relativizar e dar uma forçada porque é Brasil."

 

O termo HUB não é definido por quantidade de voos ou quantidade de destinos, o centro de conexões é definido por cada CIA para redistribuir seus passageiros até o destino final, e isso a GOL faz SIM em Fortaleza, direcionando clientes das principais cidades do NE e NO para EUA e EUROPA através da Air France/KLM. Os destinos ligados a Fortaleza ainda são poucos pq se vc não sabe, o aeroporto não suporta mais voos em muitos horários, o que será suprimido após conclusão de sua ampliação que está em curso. Portanto, embora a quantidade de voos n seja ainda grande como vários outros aeroportos brasileiros ou do mundo, a própria GOL classifica sua base em Fortaleza como um de seus HUBS, pois hoje ela mantém dois bancos de conexões que redistribuem os passageiros dela para outros destinos, processo esse que só existe em São Paulo, Brasília e Rio de Janeiro por meio da própria GOL.

  • Like 2
Link to post
Share on other sites

Considerando voos dentro do Nordeste, a GOL tem conectividade muito ruim de FOR para boa parte da região. Não sei se o 737 é "muito avião" para trechos como FOR-JPA, FOR-MCZ, FOR-AJU.

 

Pelo que vi em algumas pesquisas, até FOR-SLZ, ou FOR-THE apesar de diretos não são diários.

  • Like 2
Link to post
Share on other sites

"Gente! A Gol oferece menos que 15 destinos desde FOR. Jura que é Hub dela mesmo? Até pra 'focus city' tem que relativizar e dar uma forçada porque é Brasil."

 

O termo HUB não é definido por quantidade de voos ou quantidade de destinos, o centro de conexões é definido por cada CIA para redistribuir seus passageiros até o destino final, e isso a GOL faz SIM em Fortaleza, direcionando clientes das principais cidades do NE e NO para EUA e EUROPA através da Air France/KLM. Os destinos ligados a Fortaleza ainda são poucos pq se vc não sabe, o aeroporto não suporta mais voos em muitos horários, o que será suprimido após conclusão de sua ampliação que está em curso. Portanto, embora a quantidade de voos n seja ainda grande como vários outros aeroportos brasileiros ou do mundo, a própria GOL classifica sua base em Fortaleza como um de seus HUBS, pois hoje ela mantém dois bancos de conexões que redistribuem os passageiros dela para outros destinos, processo esse que só existe em São Paulo, Brasília e Rio de Janeiro por meio da própria GOL.

È isso aí, muito bem explicado.

Link to post
Share on other sites

Se só tivessem 3 voos, por exemplo REC-FOR, SSA-FOR e BEL-FOR operando em horários próximos, já seria um scissor hub.

Link to post
Share on other sites
Guest
This topic is now closed to further replies.



×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade