Jump to content

Os 10 aeroportos que mais crescem nos EUA e seus porquês


jambock

Recommended Posts

Meus prezados
Os 10 aeroportos que mais crescem nos EUA e seus porquês
default.jpg
Divulgação/Visit Dallas
Dallas Love Field, no Texas, foi o aeroporto que mais cresceu nos últimos 10 anos
Uma pesquisa elaborada pela Upgraded Points analisou a variação do número de passageiros nos aeroportos dos Estados Unidos entre 2007 e 2017 e chegou a uma lista com os dez que mais cresceram no período. O estudo levou em consideração apenas terminais que já recebiam mais de três milhões de viajantes no primeiro ano da análise.

1 – Dallas Love Field (DAL), Texas = + 47,48%
Com o fim da Emenda Wright, que vigorou de 1980 a outubro de 2014, o aeroporto ficou livre para ampliar suas operações, e foi exatamente isso que aconteceu. Localizado perto do centro de Dallas e impulsionado pela Southwest Airlines, o terminal registrou o maior crescimento em volume de passageiros nos últimos dez anos.

2 – Austin-Bergstrom International (AUS), Texas = +38,62%
Apesar de ainda ser dominado pelas rotas domésticas, o aeroporto teve um aumento de 22% em suas operações internacionais ano a ano. Atualmente, British Airways, Condor Airlines e Scandinavian Airlines oferecem voos diretos para Londres, Frankfurt e Estocolmo, respectivamente.

3 – Louis Armstrong New Orleans International (MSY), Luisiana = + 37,40%
Além da recuperação da cidade pós-furacão Katrina, o aeroporto também funciona como hub para a Southwest Airlines e exerce papel importante nas operações da Spirit Airlines, o que explica seu forte crescimento na última década. Um novo terminal está programado para 2019.

4 – San Francisco International (SFO), Califórnia = + 35,76%
Mais de 55 milhões de pessoas passaram pelo aeroporto apenas em 2017, ano que registrou o 14º aumento consecutivo do terminal. Apesar de ter 36% mais passageiros que em 2007, o número de voos subiu apenas 14%, o que evidencia a operação de aeronaves maiores nos últimos tempos.

5 – Houston William P. Hobby (HOU), Texas = + 35,17%
Mais uma vez a Southwest aparece como fator decisivo para o resultado positivo. A companhia aérea fez seu primeiro voo internacional do aeroporto em 2015 e desde então o crescimento foi vertiginoso, saltando de 76 mil passageiros anuais para 404 mil em 2016.

6 – Seattle-Tacoma International (SEA), Washington = + 31,89%
Novas rotas diretas para Londres, Cidade do México e Dublin pela Virgin Atlantic, Aeromexico e Aer Lingus, respectivamente, impulsionaram o crescimento internacional do aeroporto, enquanto as operações da Delta e da Alaska Airlines foram responsáveis pelos maiores ganhos domésticos. Até 2022, US$ 3,2 bilhões serão investidos na modernização do terminal.

7 – Fort Lauderdale/Hollywood International (FLL), Flórida = + 29,95%
Com custos de operação menores que o Miami International, o aeroporto de Fort Lauderdale recebeu de braços abertos voos das low costs Southwest, Spirit e Jetblue nos últimos anos. Em 2019, reformas deixarão o terminal fechado entre junho e outubro.

8 – Nashville International (BNA), Tennessee = + 29,19%
A cidade vive um boom imobiliário e sua população está em franca progressão, assim como seu apelo turístico, muito baseado em aspectos culturais norte-americanos. A música está diretamente relacionada com o sucesso de Nashville.

9 – Los Angeles International (LAX), Califórnia = + 26,97%
Quinto aeroporto mais movimentado do mundo e o segundo dos Estados Unidos, o LAX segue crescendo tanto no segmento corporativo quanto no de lazer. É o terminal com o maior número de rotas diretas internacionais da costa oeste.

10 – Boston Logan International (BOS), Massachusetts = + 26,53%
Hub da Delta e estratégico para as operações da Jetblue, o aeroporto cresceu tanto de maneira doméstica como internacional. Em 2006, 26 rotas seguiam para fora do país. Hoje, são 54, incluindo voos diretos para o Brasil e a Colômbia.
Fonte: Marcel Buono para site PANROTAS 11 out 2018

Link to comment
Share on other sites

O que será feito com os voos da Azul, durante o fechamento de FLL? Serão suspensos temporariamente ou alternados para MIA?

Link to comment
Share on other sites

O que será feito com os voos da Azul, durante o fechamento de FLL? Serão suspensos temporariamente ou alternados para MIA?

A pista sul permanecerá aberta enquanto a norte ficará fechada por 5 meses.

Link to comment
Share on other sites

O sucesso está mais ligado à grande expansão das Low cost em utilizar aeroportos secundários transformando estes em Hubs ou focus cities, do que necessariamente a demanda.

 

Já para os aeroportos da região metropolitana de NY, devem ter tido algum tipo de crescimento, porém por terem pulverizado essa demanda nos 3 aeroportos, dificilmente estarão no top 10, algo que LAX e SFO por exemplo não sofrem.

Link to comment
Share on other sites

Interessante notar que não há JFK / EWR / LGA.

Esses aeroportos estão tão saturados que já não têm condições de crescer a taxas elevadas.
Link to comment
Share on other sites

O sucesso está mais ligado à grande expansão das Low cost em utilizar aeroportos secundários transformando estes em Hubs ou focus cities, do que necessariamente a demanda.

 

Já para os aeroportos da região metropolitana de NY, devem ter tido algum tipo de crescimento, porém por terem pulverizado essa demanda nos 3 aeroportos, dificilmente estarão no top 10, algo que LAX e SFO por exemplo não sofrem.

 

SFO não tem demanda para frequências diretas do Brasil? Pelo menos 3vps... Hoje a opção mais rápida para SFO é via LAX pela AA... Faço essa rota no mínimo 3 vezes por ano e sempre vejo muitos brasileiros com destino final SFO.

Link to comment
Share on other sites

 

SFO não tem demanda para frequências diretas do Brasil? Pelo menos 3vps... Hoje a opção mais rápida para SFO é via LAX pela AA... Faço essa rota no mínimo 3 vezes por ano e sempre vejo muitos brasileiros com destino final SFO.

Demanda fica diluída entre os outros hubs americanos (ATL. IAH e até mesmo MIA com AA e JJ) além de Panamá com conexões diretas para varias cidades brasileiras.

Link to comment
Share on other sites

New York continua ganhando voos internacionais. Esse ano a cidade ganhou linhas sem escalas para Abidjan (Costa do Marfim) 3x por semana (Etiophian Airlines) e para Budapeste (Hungria), 4x por semana, com a LOT Polish Airlines.

Link to comment
Share on other sites

Pelo que eu me lembro o Love Field e o Wiiliam Hobby ficaram mais ou menos abandonados após a inauguração do Dallas-Fort Worth e do Houston Intercontinental, respectivamente. Até que a Southwest descobriu o potencial deles e passou a tê-los como base. São aeroportos localizados perto do centro das duas cidades e com grande apelo para os passageiros.

Link to comment
Share on other sites

Vale lembrar que muitos aeroportos são municipais ou estaduais, então há uma briga entre eles para atrair voos.

 

Da mesma forma que estes aeroportos crescem, outros estão estagnados, crescimento baixo ou retraídos: Cleveland (antigo hub da COA) e Kansas City são dois exemplos.

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade