Jump to content

Anac homologa RNAV do Aeroporto Marinho Franco (ROO)


Firenzi

Recommended Posts

Finalmente: Anac homologa RNAV do Aeroporto Marinho Franco

 

Fonte: https://www.atribunamt.com.br/2018/10/18/finalmente-anac-homologa-rnav-do-aeroporto-marinho-franco/

 

O equipamento RNAV, sigla em inglês que quer dizer navegação por área, equipamento essencial para garantir a segurança de pousos e decolagens em condições de pouca ou nenhuma visibilidade e que já estava há tempos instalado no Aeroporto Municipal Marinho Franco, finalmente recebeu a homologação da Agência Nacional da Aviação Civil (Anac). A homologação do equipamento foi publicada no Diário Oficial da União de ontem (17) e faltam apenas alguns detalhes para que o mesmo possa ser utilizado com segurança pelos aviões que pousam e decolam no aeroporto.

 

Instalado no início do ano de 2016, o RNAV já estava operacional, mas dependia da homologação do órgão responsável pela aviação civil no país para de fato começar a ser usado por pilotos, principalmente de voos comerciais, já que apesar de fornecer as informações sobre a localização da pista de pouso mesmo em condições de baixa visibilidade, as informações não podiam ainda ser utilizadas devido a questões legais. Ou seja: as informações estavam ali, mas como o RNAV não tinha a certificação do órgão responsável, os pilotos não se arriscavam a usá-las, o que fez com que muitos voos fossem cancelados ou que as aeronaves sobrevoassem a cidade por algum tempo antes de voltar para seus destinos de origem ou prosseguirem viagem, sem no entanto pousarem na cidade.

 

De acordo com a superintendente do aeroporto, Bianca Araldi, após a publicação da homologação do equipamento no Diário Oficial, a Anac já teria decretado que o mesmo está 100% operacional, faltando apenas que o Departamento de Controle do Espaço Aéreo (Decea) promova pequenos ajustes para que isso de fato ocorra, o que deve acontecer nos próximos dias. Da parte do aeroporto não tem mais nada pendente. O aeroporto hoje é 100% operacional perante a agência reguladora da aviação civil, que é a Anac. Isso é importante, pois traz mais segurança para os pilotos, mas principalmente para as companhias aéreas, por que traz confiabilidade. Eles saberão que mesmo com o clima não tão bom, eles vão poder decolar e pousar. Não é uma garantia de 100%, por que até os melhores e maiores aeroportos do mundo fecham em determinadas situações, pois não é um equipamento de precisão, mas ele pode garantir uma maior segurança no pouso, declarou.

 

Ainda de acordo com ela, o equipamento não garante que todas as aeronaves possam pousar e decolar, devido às condições climáticas, mas a maioria dos voos estará garantida a partir de agora. Nem todos serão cancelados por questões ligadas à meteorologia, mas em condições extremas, alguns ainda serão cancelados. Mas isso ocorre em todos os aeroportos, não só no nosso. No entanto, com certeza, vai diminuir bastante o índice de cancelamento de voos, completou.

 

Com a homologação do RNAV, abre-se a possibilidade de o Marinho Franco atrair mais voos e empresas aéreas, já que o equipamento garante melhores condições para que as aeronaves de fato possam pousar e decolar ali. Isso abre a possibilidade de uma gama de empresas se interessar em ter voos regulares para cá, mas não há nada garantido ainda, pois isso demanda questões de logística e outras. Mas isso é algo a mais que o aeroporto passa a oferecer para essas empresas. Não há nada garantido, mas tanto eu quanto o secretário (de Transporte e Trânsito) Rodrigo Metelo estamos mantendo contato com algumas empresas e há a possibilidade de termos novas linhas e voos. Nós estamos fazendo a nossa parte, porém depende deles, concluiu. [...]

Link to comment
Share on other sites

Como andam as obras de ampliação da pista de ROO? Ou não andam?

 

Rondonópolis precisa de um voo direto para São Paulo. Aposto que é a cidade com mais demanda reprimida do interior do Centro-Oeste.

 

A Azul já operou voos diretos do interior do MT para VCP, mas os voos não acabaram por falta de demanda. Ela não vai deixar de priorizar o hub CGB. Foi um movimento semelhante ao que ela fez com algumas capitais nordestinas que hoje só contam com voos para o hub REC. Precisa ser outra empresa a olhar para esses centros regionais emergentes. E precisa também, antes de tudo, de infraestrutura.

Link to comment
Share on other sites

Como andam as obras de ampliação da pista de ROO? Ou não andam?

 

Rondonópolis precisa de um voo direto para São Paulo. Aposto que é a cidade com mais demanda reprimida do interior do Centro-Oeste.

 

A Azul já operou voos diretos do interior do MT para VCP, mas os voos não acabaram por falta de demanda. Ela não vai deixar de priorizar o hub CGB. Foi um movimento semelhante ao que ela fez com algumas capitais nordestinas que hoje só contam com voos para o hub REC. Precisa ser outra empresa a olhar para esses centros regionais emergentes. E precisa também, antes de tudo, de infraestrutura.

 

As obras não andam! Estão paradas desde 2016, para variar um pouco, suspeita de desvio de verbas. E, agora com a possível privatização não vão terminar mesmo.

 

Até 2016 tinha um voo direto pra VCP mesmo e, lembro dele sempre cheio. Mas, segundo alegam, a Azul cansou de alternar voo pra Cuiabá e pagar ônibus para os passageiros terminarem de chegar. A Passaredo também opera aqui com 1 voo pra SJP que também vive sendo alternado ou cancelado.

 

Agora com o RNAV estamos mais esperançosos que pelo menos esse voo para VCP volte. Veremos.

 

Equipamento RNAV instalado?

 

RNAV foi instalado em 2016, junto com o PAPI. Entretanto, tanto a Prefeitura (Administradora do Aeroporto) como a Anac enrolaram um absurdo e só agora saiu a homologação. Dois anos com o equipamento instalado, voos sendo alternados quase toda semana e, não saia a homologação por pura buRROcracia...

Link to comment
Share on other sites

 

As obras não andam! Estão paradas desde 2016, para variar um pouco, suspeita de desvio de verbas. E, agora com a possível privatização não vão terminar mesmo.

 

Até 2016 tinha um voo direto pra VCP mesmo e, lembro dele sempre cheio. Mas, segundo alegam, a Azul cansou de alternar voo pra Cuiabá e pagar ônibus para os passageiros terminarem de chegar. A Passaredo também opera aqui com 1 voo pra SJP que também vive sendo alternado ou cancelado.

 

Agora com o RNAV estamos mais esperançosos que pelo menos esse voo para VCP volte. Veremos.

 

 

RNAV foi instalado em 2016, junto com o PAPI. Entretanto, tanto a Prefeitura (Administradora do Aeroporto) como a Anac enrolaram um absurdo e só agora saiu a homologação. Dois anos com o equipamento instalado, voos sendo alternados quase toda semana e, não saia a homologação por pura buRROcracia...

Nao se instala um RNAV... Apenas o publica...
Link to comment
Share on other sites

O procedimento RNAV estava pronto desde 2015, com cartas e tudo, mas segundo a imprensa local, no meio do caminho a Anarc resolveu mudar as regras de como transformar um aeroporto para IFR, e o processo teve que começar do zero. Coisas de Brasil: Criar dificuldades para vender facilidades.

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade