Jump to content
Sign in to follow this  
A345_Leadership

Avianca Brasil entra com pedido de recuperação judicial [PARTE 1]

Recommended Posts

Basicamente a Avianca leu uma daquelas faixas "cansado de pagar juros abusivos? consultue nossos advogados", tentou renegociar parcela de um avião desejado que é o A320neo e se queimou no seleto clube dos lessores e pior, com a GECAS, que é mundialmente conhecida por não ter piedade de nada...

  • Like 7

Share this post


Link to post
Share on other sites

Essa questão do tratado do Cabo é muito seria

E sua quebra traz insegurança jurídica e prejuízos futuros para o próprio setor

 

Prevejo contratos de leasing bem mais caros depois dessa!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Isso - posso estar errado - está com cara de nota plantada. Podem estar querendo fazer alguém crer que existem interessados em injetar grana.

 

 

Avianca Brasil negocia injeção de dinheiro com fundo de Nova York, dizem fontes

 

 

https://oglobo.globo.com/economia/avianca-brasil-negocia-injecao-de-dinheiro-com-fundo-de-nova-york-dizem-fontes-23384990

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

Prevejo contratos de leasing bem mais caros depois dessa!

 

Olha que já são mais caros que o usual !

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Pessoal, esse pra frente e pra tras de infos sobre matriculas suspensas, arrestos, aeronaves devolvidas. Os pax leigos, continuam sendo sensiveis a preços mais baixos que o mercado, ou a partir desse ponto o pessoal já começa a evitar a empresa com medo de ficar com um bilhete na mão, mas no chão?!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Pessoal, esse pra frente e pra tras de infos sobre matriculas suspensas, arrestos, aeronaves devolvidas. Os pax leigos, continuam sendo sensiveis a preços mais baixos que o mercado, ou a partir desse ponto o pessoal já começa a evitar a empresa com medo de ficar com um bilhete na mão, mas no chão?!

 

Eu te diria que tem passageiro dos dois tipos.

 

Tem gente mais avessa a riscos e que vai evitar - e tem aqueles que não enxergam problemas e aproveitam as oportunidades de preço.

 

Todavia não tenho dúvidas em afirmar que a venda de tickets com grande antecedência é quem mais sofre perante as vendas a clientes finais. Já no corporativo, penso que as viagens de última hora sofrem menos do que as planejadas com certa antecedência.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Na verdade não existe um bom diálogo entre empresa e credores numa RJ. Avianca tem via aeronaves que o mercado quer, e os credores querem ou pgto normal, ou devolução.

Empresas americanas saem fortalecidas de uma RJ pq sua frota em parte tem uma certa idade, a AVB tem muitos 320 desejados pelo mercado, então....

Só haverá um acordo, pra ficar tem que pagar.

 

Nem sempre SOUZA, já vi algumas RJ em que existia um bom diálogo entre credores e a empresa. Aliais, a fórceps, nenhum Plano de Recuperação é aprovado, pois quem faz é a empresa Recuperanda, mas quem aprova são os credores, por isso sua apresentação e votação em assembléia é precedida de muita negociação, sendo essencial estar aberto ao diálogo.

Mesmo uma empresa de lessor com aviões desejados pelo mercado, têm algo a perder e portanto, margem para negociação. Na RJ da Passaredo por exemplo, houve negociação.

O custos da operação de retomada, o bem pode sofrer depreciação, o tempo dos aviões parados até serem retomados e repassados a um novo arrendador, o novo leasing pode ter uma valor menor do que paga hj a Avianca por uma série de fatores, enfim,,,,a retomada é sempre um prejuízo para o lessor.

Óbvio, que se não pagar, não vai ficar com o avião, mas existiria sim uma margem de negociação, que no caso da AVB parece ter sido abortada desde logo.

 

 

 

Basicamente a Avianca leu uma daquelas faixas "cansado de pagar juros abusivos? consultue nossos advogados", tentou renegociar parcela de um avião desejado que é o A320neo e se queimou no seleto clube dos lessores e pior, com a GECAS, que é mundialmente conhecida por não ter piedade de nada...

 

A RJ esta desmentindo esta visão quase folclórica, que seria uma estratégia da AVB para renegociar dívidas, como se ela tivesse dinheiro para pagar mas não quisesse.

O pedido de recuperação foi feito as pressas para tentar evitar a falência.

Basicamente a AVB gasta mais do que recebe, por isso não paga todos os credores.

Quanto a GECAS, neste história não há "bonzinhos", nem lugar para "piedade", ela somente cobra de quem deve.

 

Abraços

Na verdade não existe um bom diálogo entre empresa e credores numa RJ. Avianca tem via aeronaves que o mercado quer, e os credores querem ou pgto normal, ou devolução.

Empresas americanas saem fortalecidas de uma RJ pq sua frota em parte tem uma certa idade, a AVB tem muitos 320 desejados pelo mercado, então....

Só haverá um acordo, pra ficar tem que pagar.

 

Nem sempre SOUZA, já vi algumas RJ em que existia um bom diálogo entre credores e a empresa. Aliais, a fórceps, nenhum Plano de Recuperação é aprovado, pois quem faz é a empresa Recuperanda, mas quem aprova são os credores, por isso sua apresentação e votação em assembléia é precedida de muita negociação, sendo essencial estar aberto ao diálogo.

Mesmo uma empresa de lessor com aviões desejados pelo mercado, têm algo a perder e portanto, margem para negociação. Na RJ da Passaredo por exemplo, houve negociação.

O custos da operação de retomada, o bem pode sofrer depreciação, o tempo dos aviões parados até serem retomados e repassados a um novo arrendador, o novo leasing pode ter uma valor menor do que paga hj a Avianca por uma série de fatores, enfim,,,,a retomada é sempre um prejuízo para o lessor.

Óbvio, que se não pagar, não vai ficar com o avião, mas existiria sim uma margem de negociação, que no caso da AVB parece ter sido abortada desde logo.

 

 

 

Basicamente a Avianca leu uma daquelas faixas "cansado de pagar juros abusivos? consultue nossos advogados", tentou renegociar parcela de um avião desejado que é o A320neo e se queimou no seleto clube dos lessores e pior, com a GECAS, que é mundialmente conhecida por não ter piedade de nada...

 

A RJ esta desmentindo esta visão quase folclórica, que seria uma estratégia da AVB para renegociar dívidas, como se ela tivesse dinheiro para pagar mas não quisesse.

O pedido de recuperação foi feito as pressas para tentar evitar a falência.

Basicamente a AVB gasta mais do que recebe, por isso não paga todos os credores.

Quanto a GECAS, neste história não há "bonzinhos", nem lugar para "piedade", ela somente cobra de quem deve.

 

Abraços

Share this post


Link to post
Share on other sites

Nesta história toda, como está o A330-200F PR-ONV, da Avianca Cargo?

 

Parece que o trilho é GRU-MAO-BOG-MIA-MAO-GRU, o trecho BOG-MIA com a Tampa.

Share this post


Link to post
Share on other sites

PT-WRT, foi a propria Avianca que declarou que "os maldosos lessors" não queria renegociar o valor do leasing.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Pois é... a culpa é da Anac porque cumpriu um tratado internacional.... ou então dos lessores que não deixam a Avianca voar sem pagar.... é cada uma que escuto dos coleguinhas da Avb.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Pelo jeito está rolando um lobby forte da Azul com os lessors.

Ela se beneficia em dois meios. Fica com as aeronaves e tira um player do mercado.

 

Devido à rápida disponibilidade das aeronaves, vai ser a empresa que mais vai abocanhar a participação de mercado da Avianca.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Pois é... a culpa é da Anac porque cumpriu um tratado internacional.... ou então dos lessores que não deixam a Avianca voar sem pagar.... é cada uma que escuto dos coleguinhas da Avb.

Pois é... todos estão errados... os certos são os irmãos metralha... que absurdo o mundo não se curvar a esses irmãos...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Uma curiosidade: onde pernoitam os A318 e 319 da Avianca?

Share this post


Link to post
Share on other sites

PT-WRT, foi a propria Avianca que declarou que "os maldosos lessors" não queria renegociar o valor do leasing.

Sim...mas como disse e como algo folclórico...acredita quem quer....

Share this post


Link to post
Share on other sites

Uma curiosidade: onde pernoitam os A318 e 319 da Avianca?

Geralmente CGH e SDU.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Geralmente CGH e SDU.

TB tem SSA até pq existe o SSA BOG SSA na madrugada

Share this post


Link to post
Share on other sites

TB tem SSA até pq existe o SSA BOG SSA na madrugada

 

Creio que neste caso, não. SSA-BOG decola 18:00h e pousa no início da manhã de volta.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

O que muda até 01/02? A empresa apresentará um plano consistente com redução de malha e pessoal? Será adquirida/incorporada? A gestão muda? Qual foco ou nicho a ser aproveitado?

 

A Gol hoje tem um bom produto para passageiro frequente, é minha opção de escolha a partir do Rio. Azul tem capilaridade, frequência e dois hubs fortes, e também um bom produto, considero como segunda opção geralmente. Latam para quem é do Rio e público frenquente é opção no long haul, mas tem forte estrutura, capilaridade, frequência, etc. e Avianca? Serviço de bordo e PTV? Compete só por preço, sem ser baixo custo? Enfim, qual o plano?

Share this post


Link to post
Share on other sites

O que muda até 01/02? A empresa apresentará um plano consistente com redução de malha e pessoal? Será adquirida/incorporada? A gestão muda? Qual foco ou nicho a ser aproveitado?

 

A Gol hoje tem um bom produto para passageiro frequente, é minha opção de escolha a partir do Rio. Azul tem capilaridade, frequência e dois hubs fortes, e também um bom produto, considero como segunda opção geralmente. Latam para quem é do Rio e público frenquente é opção no long haul, mas tem forte estrutura, capilaridade, frequência, etc. e Avianca? Serviço de bordo e PTV? Compete só por preço, sem ser baixo custo? Enfim, qual o plano?

Nas análises que vejo vcs esquecem de algo que Avianca tem,público para seu principal mercado que e o nordeste. Enquanto a Gol tinha apenas 1 voo em JDO, Avianca entrou e hoje tem 5 e Azul 2, aí pergunto, onde estava todo esse público que a Gol desdenhou para entrada de 2 azul e 5 Avianca? Não vou nem falar de PNZ. Várias cidades do nordeste tem um potencial enorme, porém as cias preferem acredita ALGUMAS capitais e algumas cidades de interior porém na região sul/ sudeste.

Avianca se tirar o serviço de bordo, e manter seu atendimento terá um público fiel no nordeste.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Fidelidade não salvou a VASP que também tinha seu publico. É começar a cancelar, atrasar e aumentar o preço; somado ao interesse das outras em ocupar o lugar que esse publico muda rapidinho.

O Brasil ainda é motivado pelo preço.

Edited by -ZAP-
  • Like 6

Share this post


Link to post
Share on other sites

Avianca que se cuide! Não se confia em consumidor. Na média, não há PTV ou sanduíche que segure o povão! Michael O'Leary da Ryanair e o Ben Baldanza da Spirit Airlines são os caras com razão: tratam o povão como gado, cobram tudo pelos adicionais, criam dificuldade pra reembolsos, não dão descontos para militares ativos (nos EUA isso é quase antipatriótico), não se ocupam com planos de fidelidade, apertam a cadeira ao limiar da trombose... Porém saem e chegam no horário e cobram o menor preço-base na tarifa. Pronto!

 

Pessoal que sempre reclama e comenta nos fóruns sobre suas experiências ruins e que dizem que nunca mais voltarão por estas companhias.... voltam com o rabo entre as pernas logo logo quando vêem uma passagem mais barata... e com as caras mais lavadas do mundo!

Edited by Thiago Lenzi
  • Like 17

Share this post


Link to post
Share on other sites

Passageiro e cliente não é for o a ninguém, exceto ao seu bolso.

99,9% pode confiar nessa regra que dará certo.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Guest
This topic is now closed to further replies.
Sign in to follow this  

×
×
  • Create New...