Jump to content
Sign in to follow this  
A345_Leadership

Avianca Brasil entra com pedido de recuperação judicial [PARTE 1]

Recommended Posts

 

Creio que sim, pois aconteceu com o PR-OBQ que virou recentemente PR-YYA. Fez AMA-BVB-CNF para nacionalizar novamente.

 

O que talvez poderia ser feito, seria continuar com a mesma matrícula e apenas mudar a pintura, como aconteceu com os B738 que eram da GOL e foram para a WH. Mas enfim, ambas eram a mesma empresa teoricamente, então não sei se seria possível no caso atual.

 

Trocar de matricula não precisa exportar, vide casos no passado de aviões que trocaram de empresa dentro do Brasil, o ultimo caso que lembro de cabeça um E120 da Air Minas que virou PR-STI na SETE, trocou de prefixo sem sair do país. Só se sai do país quando o dono é gringo.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Entusiastas manjam mais que pilotos isso é bem claro rsrs

 

Então pergunto: pq cargas dágua o avião é de uma lessor e o motor... sei lá de quem !?

Share this post


Link to post
Share on other sites

Imagina a situação dos donos desses A320neo: o mundo inteiro implorando por essas máquinas, a Azul com a imagem que tem no mercado querendo alugá-los já e a AVB com um bocado deles usando sem pagar há meses... Pergunta: se um ex-AVB é devolvido, sai do país e volta para a Azul, há todo aquele processo de nacionalização novamente?

Sim porque as aeronaves na verdade são ativos estrangeiros alugados. então quando um contrato é encerrado, o bem é exportado. Como foi novamente arrendado aqui, foi novamente importado. Na verdade é uma burocracia, poderia ser feito apenas no papel.... as vezes se aproveita e faz algum serviço nesse meio tempo, como pintura, revisão...

 

 

E essa é a razão pelo qual mesmo muitos de nós, entusiastas acima de tudo, temos que pensar a respeito desse processo (e qualquer outro) de RJ em aviação - usam-se ativos valiosos que também são de uma empresa.

 

Imagina se o dono da aeronave precisa do recurso para pagar seu financiamento ao banco ou a fabricante do avião ?

 

Imagina se ele tem fluxo de caixa justo e precisa pagar seus funcionários ?

 

E seus fornecedores de produtos e serviços ?

 

A economia é uma cadeia de processos, produtos e serviços, e quando alguém cria um abalo, não prejudica a si só.

Eu nem entro no mérito do interesse de outras cias - eu já cito o fato de que a empresa de leasing precisa alugar o avião para pagá-lo.

Mas ai faz parte do risco do negócio do lessor. Pode haver uma recessão mundial, por exemplo, e ficar com os aviões parados.... cabe avaliar o risco de cada empresa e o valor que paga de leasing

 

 

Creio que sim, pois aconteceu com o PR-OBQ que virou recentemente PR-YYA. Fez AMA-BVB-CNF para nacionalizar novamente.

 

O que talvez poderia ser feito, seria continuar com a mesma matrícula e apenas mudar a pintura, como aconteceu com os B738 que eram da GOL e foram para a WH. Mas enfim, ambas eram a mesma empresa teoricamente, então não sei se seria possível no caso atual.

Nesse caso da Gol/WH, não houve mudança de contrato de leasing. O avião era alugado pela Gol voando com pintura WH

 

Concordo 100%

 

Porém só achei estranho uma agencia Reguladora tentar influenciar o processo

Os Donos dos Aviões e Motores que tem todo direito de pressionar os Inadimplentes Arrendatários com todos os meios possíveis

A Azul ou qualquer outra empresa que esteja torcendo para a quebra de um concorrente e querendo aviões Tb tem direito de não ajudar, e usar sua influência para acelerar esse processo

Agora a Anac, tem que se preocupar com a Segurança dos Voos e se o direito dos passageiros estão sendo respeitados dentro da regulação vigente.

O resto, o mercado fará a seleção natural

Ficou muito estranho essa ação da Anac no meio de uma negociação com data marcada para ententendimento das partes

Ação Legal por parte da Anac, mas totalmente fora de contexto e Tb fora do seu Objetivo principal.

A ANAC, nesse caso, só cumpriu com sua obrigação de orgão regulador, seguindo a legislação. Haviam 10 aviões que iriam sair da malha por força da inadimplencia/legislação. O que ela fez, corretamente, foi avisar que o consumidor seria prejudicado e que procurasse a empresa. Errado, a meu ver, seria a ANAC cancelar 10 matrículas e não dar publicidade ao fato, sabendo da situação do Avianca.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Sim porque as aeronaves na verdade são ativos estrangeiros alugados. então quando um contrato é encerrado, o bem é exportado. Como foi novamente arrendado aqui, foi novamente importado. Na verdade é uma burocracia, poderia ser feito apenas no papel.... as vezes se aproveita e faz algum serviço nesse meio tempo, como pintura, revisão...

 

Mas ai faz parte do risco do negócio do lessor. Pode haver uma recessão mundial, por exemplo, e ficar com os aviões parados.... cabe avaliar o risco de cada empresa e o valor que paga de leasing

 

Nesse caso da Gol/WH, não houve mudança de contrato de leasing. O avião era alugado pela Gol voando com pintura WH

 

A ANAC, nesse caso, só cumpriu com sua obrigação de orgão regulador, seguindo a legislação. Haviam 10 aviões que iriam sair da malha por força da inadimplencia/legislação. O que ela fez, corretamente, foi avisar que o consumidor seria prejudicado e que procurasse a empresa. Errado, a meu ver, seria a ANAC cancelar 10 matrículas e não dar publicidade ao fato, sabendo da situação do Avianca.

Discordo 100%

 

A ANAC se antecipou aos fatos, fatos esses que estão em plena negociação pelas partes, tudo sob intermediação da Justiça e com acesso público

 

Contribuindo, negativamente para a já combalida imagem da empresa, com seus clientes.

Tanto é verdade, que pra não tomar uma Canetada histórica, o Juízo, habilmente, encenou um novo acordo entre as partes, acordo esse que sempre esteve em andamento até o dia primeiro de fevereiro.

E por causa desse novo acordo entre as parte a Anac deixou de cancelar as referidas matrículas

Resumindo, ficou apenas, mais um desgaste na pouca credibilidade de uma empresa em Recuperação Judicial

Sem ganhos concretos para as partes envolvidas

 

A ANAC regulou o que nesse caso??

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

Desculpas aos moderadores se minha questão seja fora de tópico.

 

Mas qual as chances de termos uma resposta em definitivo em curto prazo? Estou de olho em umas passagens da AVIANCA para depois do meio do ano que estão bem baratas.

Quais as chances de eu comprar e me arrepender depois??

Share this post


Link to post
Share on other sites

Fontes que estavam na audiência que impediu o cancelamento das matrículas das aeronaves garantem que teve diretor da ANAC que foi ameaçado de receber voz de prisão caso a conduta fosse repetida.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Entusiastas manjam mais que pilotos isso é bem claro rsrs

 

Então pergunto: pq cargas dágua o avião é de uma lessor e o motor... sei lá de quem !?

 

Interesse financeiro, as vezes pode ser a mesma entidade com "CNPJ" diferente. Assim como tem gigante de leasing que cria uma empresa só pra 1 avião, que é facilmente identificado quando vemos uma "Aircraft 1234 ou MSN 1234 LLC" da vida. Juram pessoas do meio que um gringo que manjava portugues, representante de um lessor, batizou o "CNPJ" de Massaranduba Leasing por causa do quadro no Casseta & Planeta, essa empresa tinha uns A330 da TAM, assim como um grupo com o Santander ao alugar 3 ATR72 para TRIP criou a "Aviacion de Noronha".

Share this post


Link to post
Share on other sites

Governo não vê risco de suspensão das operações da Avianca, diz secretário

 

Vinícius Casagrande 21/01/2019 13h34

 

O secretário nacional de Aviação Civil, Ronei Glanzmann, afirmou nesta segunda-feira (21) que o governo federal monitora a situação da Avianca Brasil, que está em processo de recuperação judicial, mas que não vê riscos de a empresa suspender totalmente suas operações. "A gente monitora a situação, mas não há preocupação e alarde para a suspensão das operações. A empresa continua operando, tem seu plano de recuperação judicial e trabalha pelos meios legais para aprová-lo. Não há nenhum motivo para alardes, mas é claro que estamos todos atentos",... - ... -

 

Veja mais em https://todosabordo.blogosfera.uol.com.br/2019/01/21/governo-federal-risco-avianca/?cmpid=copiaecola

 

Entusiastas manjam mais que pilotos isso é bem claro rsrs

Então pergunto: pq cargas dágua o avião é de uma lessor e o motor... sei lá de quem !?

A grosso modo, as fabricantes vendem o avião "pelado" e a empresa aérea negocia com os complementares (interiores e motores) os valores.

 

No caso dos motores, a negociação é mais complexa, pois envolve a compra de sobressalentes, de ferramental adequado e apoio pós-venda. No 787 é comum fechar a compra de aeronaves e ter uma nota "não foi definido qual será a motorização".

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Avianca Brasil em Recuperação Judicial – o que se sabe até agora

 

https://ponteaerea.net/2019/01/21/avianca-brasil-em-recuperacao-judicial-o-que-se-sabe-ate-agora/

 

 

Um excelente artigo, o que mais me admira é como fazer um contrato dessa maneira, do tipo, pagar em 50 aviões o que a gol paga em 119.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Fontes que estavam na audiência que impediu o cancelamento das matrículas das aeronaves garantem que teve diretor da ANAC que foi ameaçado de receber voz de prisão caso a conduta fosse repetida.

Não duvido. Aquela diretoria da Anac não me parece confiável.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Entusiastas manjam mais que pilotos isso é bem claro rsrs

 

Então pergunto: pq cargas dágua o avião é de uma lessor e o motor... sei lá de quem !?

Motores são uma mercadoria cara, batem sem fácil em 1/3 da aeronave.

Logo vc compra um casco (avião) + motor (Que será montado), sendo necessário muitas vezes contratos com o fabricante do motor para fornecimento de peças sobressalentes e até motor extra pra deixar parado mesmo. Motor é um ativo caro e que é necessário manter em estoque.

 

A Airbus não vai lhe fornecer peças dos motores. Logo vc terá que ter contrato com outro fabricante. Deu pra entender ?

 

Só pra completar, um motor RR Trent do A35 custa 35 milhões de dólares cada.

Edited by José Castro
  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Entendo

Agradeço aos colegas

 

Realmente são caríssimos

De pensar que tem muito Cmte que abusa deles. Tipo voar mct pra subir mais um pouco... ou dar um toga pra alcançar o próximo nível

Share this post


Link to post
Share on other sites

Avianca Brasil em Recuperação Judicial – o que se sabe até agora

 

https://ponteaerea.net/2019/01/21/avianca-brasil-em-recuperacao-judicial-o-que-se-sabe-ate-agora/

 

 

Bom recapitulativo, mas precisa de uma correção de português pesada, assombrosa a redação do texto.

Edited by Delmo

Share this post


Link to post
Share on other sites

Desculpas aos moderadores se minha questão seja fora de tópico.

 

Mas qual as chances de termos uma resposta em definitivo em curto prazo? Estou de olho em umas passagens da AVIANCA para depois do meio do ano que estão bem baratas.

 

Quais as chances de eu comprar e me arrepender depois??

Viajo muito e nem estou olhando o site da avianca mais

Muito difícil precisar se vão continuar operando sendo que acabaram de entrar em rj e nem plano de recuperação tem direito

Eu prefiro não arriscar

Tenho mais 3 passagens pela avianca em fevereiro que comprei ano passado antes da rj e por enquanto fico com elas apenas

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Entendo

Agradeço aos colegas

 

Realmente são caríssimos

De pensar que tem muito Cmte que abusa deles. Tipo voar mct pra subir mais um pouco... ou dar um toga pra alcançar o próximo nível

 

 

:jawdrop: :jawdrop: :jawdrop:

Share this post


Link to post
Share on other sites

Fontes que estavam na audiência que impediu o cancelamento das matrículas das aeronaves garantem que teve diretor da ANAC que foi ameaçado de receber voz de prisão caso a conduta fosse repetida.

Por estarem seguindo uma convenção internacional? Isso traz uma certa insegurança jurídica e possivelmente impactaria qualquer novo contrato futuro para as cias aéreas brasileiras.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

??????

 

Entendo

Agradeço aos colegas

 

Realmente são caríssimos

De pensar que tem muito Cmte que abusa deles. Tipo voar mct pra subir mais um pouco... ou dar um toga pra alcançar o próximo nível

Share this post


Link to post
Share on other sites

Entendo

Agradeço aos colegas

 

Realmente são caríssimos

De pensar que tem muito Cmte que abusa deles. Tipo voar mct pra subir mais um pouco... ou dar um toga pra alcançar o próximo nível

FOQA não pega essas pérolas, não?

 

Flex temp, single engine taxi, bônus e metas pra fuel conservation e nego me da dessas...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Comentário desnecessário. Principalmente por nao haver apenas técnicos participando do debate

Share this post


Link to post
Share on other sites

Entendo

Agradeço aos colegas

 

Realmente são caríssimos

De pensar que tem muito Cmte que abusa deles. Tipo voar mct pra subir mais um pouco... ou dar um toga pra alcançar o próximo nível

Esse era da azul não?o desprezível GordoL....

Share this post


Link to post
Share on other sites

Comentário desnecessário. Principalmente por nao haver apenas técnicos participando do debate

Nao acho...

 

So espero que o FDM da empresa que o individuo mencionado atue, faca seu trabalho e, apos todo o rito, ele seja devidamente convidado a se retirar.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Já foi.....

Share this post


Link to post
Share on other sites

Nos últimos dias teve uma “invasão” de “master” da ONE no grupo dos expatriados numa rede social, inclusive alguns que estão entre os 10 mais antigos da empresa!

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Afas de whats comentam demissao de 140 técnicos ao total

Share this post


Link to post
Share on other sites
Guest
This topic is now closed to further replies.
Sign in to follow this  

×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade