Jump to content
Sign in to follow this  
A345_Leadership

Avianca Brasil entra com pedido de recuperação judicial [PARTE 1]

Recommended Posts

A Avianca informou nesta terça-feira (12/02) o número de adesões ao programa de Licença Não Remunerada (LNR). Segundo a empresa, foram 27 pedidos de comandantes, 31 de copilotos e 135 de comissários.
Todos os aeronautas foram atendidos, e a companhia se comprometeu a comunicar em breve as datas de início. Conforme acordado, tem-se as datas de 14 de fevereiro, 1º e 14 de março para início das licenças, ressalvado o prazo máximo de 2 de abril.
O Programa de Demissão Voluntária (PDV) ainda está em fase de manifestação do interesse em aderir e o prazo se encerra nesta quinta-feira (13/02).

 

 

Fonte: https://www.aeroflap.com.br/avianca-divulga-numero-de-adesoes-ao-programa-de-licenca-nao-remunerada/

Share this post


Link to post
Share on other sites

Comprei bilhetes para esses destinos. Como devo proceder?

R: Entraremos em contato com os clientes para resolver cada caso individualmente. Você terá duas opções:

- reembolso integral;

- reacomodação em um voo de uma companhia aérea parceira.

 

Isso aí é verdade para apenas quem comprou no dinheiro, creio eu. Tive um voo cancelado e a opção era simples: ou aceitava mudar a data num voo O6 ou pedia reembolso dos meus pontos amigo, que viraram bolívares... fiquei com a primeira opção.

Edited by Thiago Lenzi

Share this post


Link to post
Share on other sites

Isso aí é verdade para apenas quem comprou no dinheiro, creio eu. Tive um voo cancelado e a opção era simples: ou aceitava mudar a data num voo O6 ou pedia reembolso dos meus pontos amigo, que viraram bolívares... fiquei com a primeira opção.

Independente da forma de pagamento.

 

Você possuía opções para ir de A para B com Avianca Brasil. Por isso não te deram a possibilidade em ir em outra companhia.

 

Neste caso em questão não haverá mais voo O6. Logo tem a opção de ir numa companhia parceira (United, Air Canada, Avianca Colombia).

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

Isso aí é verdade para apenas quem comprou no dinheiro, creio eu. Tive um voo cancelado e a opção era simples: ou aceitava mudar a data num voo O6 ou pedia reembolso dos meus pontos amigo, que viraram bolívares... fiquei com a primeira opção.

 

 

Não te ofereceram acomodação nas parceiras, sendo o seu emitido com milhas?

Share this post


Link to post
Share on other sites

Comunicação Interna

 

05 de fevereiro de 2019

 

Conhece alguém que comprou bilhetes para NY, Miami ou Santiago para voar a partir de abril? Saiba como orientá-lo!

 

Caro colaborador,

 

Os voos diretos que partem de Guarulhos com destino a Santiago do Chile, Miami e Nova York serão descontinuados a partir de 01 de abril de 2019. Ou seja, dia 31 de março realizaremos os últimos voos para esses destinos.

 

Caso você conheça algum passageiro que tenha comprado bilhetes para esses destinos após a data indicada, veja como orientá-lo:

 

Por que a Avianca Brasil descontinuou os voos internacionais?

R: Desde o final do ano passado, estamos revisando nossa malha, para ajustá-la à nossa atual demanda de passageiros. E, para consolidar essa otimização, algumas rotas foram descontinuadas. Estamos trabalhando para garantir a sustentabilidade do negócio e manter a excelência do atendimento, que está em nosso DNA.

 

Comprei bilhetes para esses destinos. Como devo proceder?

R: Entraremos em contato com os clientes para resolver cada caso individualmente. Você terá duas opções:

- reembolso integral;

- reacomodação em um voo de uma companhia aérea parceira.

 

Ainda não fui procurado por vocês. Quando vocês irão entrar em contato?

R: Fique tranquilo, pois entraremos em contato com todos os passageiros impactados. Os passageiros serão contatados em ordem cronológica. Ou seja, aqueles que tiverem voos marcados para datas mais próximas serão contatados antes. Temos um time dedicado trabalhando incansavelmente para garantir sua viagem e minimizar ao máximo o impacto em sua programação. Caso queira solicitar reembolso antes mesmo de ser contatado pela Avianca Brasil, basta acessar: https://www.avianca.com.br/reembolso. No formulário, selecione o motivo "Cancelamento de voo gerado pela Avianca"

 

Caso eu opte pelo reembolso integral, qual é o prazo para receber meu dinheiro?

R: O estorno será realizado em até 07 (sete) dias:

- para bilhetes pagos com cartão de crédito, o estorno deve vir em sua próxima fatura;

- para bilhetes pagos com boleto bancário, o dinheiro será depositado na conta corrente indicada.

 

E os voos domésticos? Algum deles deve ser descontinuado?

R: TODOS os demais 26 destinos estão preservados e continuamos operando normalmente, com mais de 240 voos diários. Portanto, se você tem bilhetes para viajar com a Avianca Brasil para destinos nacionais, fique tranquilo! Cancelamentos pontuais e atrasos não programados fazem parte da operação de qualquer companhia aérea. Por isso, sempre recomendamos que cheque o status do seu voo pelo link: https://www.avianca.com.br/avianca-status-de-voo.

 

vou falar a real, não ta tendo tanto apoio da cia aérea para os pax desses voos pos 31/03. Mas não ta tendo meeesmo.

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

vou falar a real, não ta tendo tanto apoio da cia aérea para os pax desses voos pos 31/03. Mas não ta tendo meeesmo.

Só de ter de esperar um contato da companhia já é uma falta de respeito. Preciso me planejar, não posso ficar esperando a boa vontade deles. E nunca me contataram.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Só de ter de esperar um contato da companhia já é uma falta de respeito. Preciso me planejar, não posso ficar esperando a boa vontade deles. E nunca me contataram.

Se você já sabe que seu voo está cancelado, porque não liga para a companhia?

Share this post


Link to post
Share on other sites

Se você já sabe que seu voo está cancelado, porque não liga para a companhia?

Não adianta ligar, mandar mensagem, e-mail, telegrama... Nada. É sempre a mesma enrolação com quem tem voo emitido.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Se você já sabe que seu voo está cancelado, porque não liga para a companhia?

 

Em qq contato a informação que a tratativa é por ordem cronológica de voos... e que cada caso sera tratado isoladamente.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

Anac consegue na Justiça direito de descredenciar aviões da Avianca

Empresas de leasing estão liberadas para retomar aeronaves alugadas à quarta maior companhia aérea do país

SÃO PAULO – A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) conseguiu, nesta segunda-feira, retomar o direito de descredenciar aeronaves caso seja procurada por uma empresa de leasing de aviões.

Esta é uma tarefa da agência prevista na Convenção da Cidade do Cabo, tratado internacional sobre direitos da aviação civil ao qual o Brasil é signatário desde 2013.

A possibilidade, contudo, vinha sendo desrespeitado desde dezembro do ano passado, quando a Avianca Brasil pediu recuperação judicial, deixou de pagar o aluguel de 46 dos seus 50 aviões, e conseguiu sucessivas decisões judiciais favoráveis à manutenção da frota.

Na prática, a medida desta segunda-feira permite à Anac receber pedidos dos donos de aeronaves alugadas à Avianca – e proceder o processo de descredenciamento da frota da quarta maior companhia aérea do país.

A decisão foi tomada pelo desembargador Ricardo José Negrão Nogueira, da segunda câmara reservada de direito empresarial do Tribunal de Justiça de São Paulo.

Na prática, a Anac só poderá tomar a medida caso seja procurada por alguma empresa de leasing com aviões alugados à Avianca. Em pedido de resposta à reportagem, a assessoria agência disse que “o processo de retirada de aeronaves é feito pela Anac mediante solicitação do lessor (empresa de leasing de aeronaves). Até o momento, não houve solicitação de lessor requerendo aeronaves operadas pela Avianca”.

Em outro despacho, também nesta segunda-feira, o desembargador Ricardo José Negrão Nogueira anunciou uma audiência no dia 11 de março para analisar o pedido da empresa de leasing irlandesa Constitution Aircraft Leasing de retomar 11 aeronaves hoje alugadas à Avianca.

Caso a Justiça considere válido o pleito da Constitution Aircraft, a Avianca pode perder 11 das 50 aeronaves que compõem a frota atual da companhia aérea.

https://oglobo.globo.com/economia/anac-consegue-na-justica-direito-de-descredenciar-avioes-da-avianca-23462055

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Anac consegue na Justiça direito de descredenciar aviões da Avianca

 

Empresas de leasing estão liberadas para retomar aeronaves alugadas à quarta maior companhia aérea do país

SÃO PAULO A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) conseguiu, nesta segunda-feira, retomar o direito de descredenciar aeronaves caso seja procurada por uma empresa de leasing de aviões.

Esta é uma tarefa da agência prevista na Convenção da Cidade do Cabo, tratado internacional sobre direitos da aviação civil ao qual o Brasil é signatário desde 2013.

A possibilidade, contudo, vinha sendo desrespeitado desde dezembro do ano passado, quando a Avianca Brasil pediu recuperação judicial, deixou de pagar o aluguel de 46 dos seus 50 aviões, e conseguiu sucessivas decisões judiciais favoráveis à manutenção da frota.

Na prática, a medida desta segunda-feira permite à Anac receber pedidos dos donos de aeronaves alugadas à Avianca e proceder o processo de descredenciamento da frota da quarta maior companhia aérea do país.

A decisão foi tomada pelo desembargador Ricardo José Negrão Nogueira, da segunda câmara reservada de direito empresarial do Tribunal de Justiça de São Paulo.

Na prática, a Anac só poderá tomar a medida caso seja procurada por alguma empresa de leasing com aviões alugados à Avianca. Em pedido de resposta à reportagem, a assessoria agência disse que o processo de retirada de aeronaves é feito pela Anac mediante solicitação do lessor (empresa de leasing de aeronaves). Até o momento, não houve solicitação de lessor requerendo aeronaves operadas pela Avianca.

Em outro despacho, também nesta segunda-feira, o desembargador Ricardo José Negrão Nogueira anunciou uma audiência no dia 11 de março para analisar o pedido da empresa de leasing irlandesa Constitution Aircraft Leasing de retomar 11 aeronaves hoje alugadas à Avianca.

Caso a Justiça considere válido o pleito da Constitution Aircraft, a Avianca pode perder 11 das 50 aeronaves que compõem a frota atual da companhia aérea.

https://oglobo.globo.com/economia/anac-consegue-na-justica-direito-de-descredenciar-avioes-da-avianca-23462055

 

De que lado a ANAC joga?

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

De que lado a ANAC joga?

Do interesse da população que não é...

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

De que lado a ANAC joga?

É Ae que tá . Podemos até ficar frustrados porque é uma empresa aérea brasileira que pode prejudicar muita gente, passageiro e funcionários.

 

Mas errado a ANAC não está. A mesma está seguindo uma convenção (antes de qualquer problema da Avianca) onde o Brasil aceitou o acordo, e está, apenas tentando regular,

 

Ou seja, a ANAC está tentando cumprir uma decisão acordada antes de qualquer eventual problema em uma empresa nacional.

 

MAs para muita gente, inclusive para alto escalão da Avianca, a Sra ANAC está em complô com outras empresas aéreas para prejudicar a empresa.

 

Do mais, como diz a matéria, ninguém pode falar de teoria da conspiração por parte da Anac, uma vez que ela não está tentando reverter a decisão do juiz em relação ao pedido anterior, e sim para eventual futuro pedido, onde um juiz local venha a novamente quebrar uma decisão acordada em convenção internacional.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

É a ANAC está em uma situação complicada, pois é dever dela fazer cumprir o que a convenção internacional, a qual o país é signatário e ao mesmo tempo aos olhos dos incautos, fica parecendo que quer derrubar um player no mercado, sendo ela uma agencia reguladora.

 

Uma coisa deve ser repetida, o calote que a Avianca está dando no mercado, prejudica a todas outras, o país fica com péssima imagem perante este mercado de lessors e isso é contabilizado quando alguem for fazer um novo contrato.

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites

Acho que a primeira a pedir de volta os aviões será a Aircastle, no ultimo conference call deles semana passada falaram bastante do assunto, só dar um search ai https://www.fool.com/investing/2019/02/12/aircastle-ltd-ayr-q4-2018-earnings-conference-call.aspx

 

Alguns trechos:

 

incent Caintic -- Stephens Inc. -- Analyst

Got it. That's really helpful, thank you for that. Next on the situation with Avianca Brazil. So one thing I want to clarify, the guidance for first quarter of 2019, does that assume -- are you actually receiving monthly lease payments from them since the court ordered that for February 1? And then just kind of thinking long term from your prior experience in these types of events, how does it typically play out and then once you repossess the aircraft, how long does it take to turn it around?

Aaron Dahlke -- Chief Financial Officer

So in the context of the bankruptcy judge's new order, we have in fact received payments since the stipulated resumption date of February 1 on our leases, both rent and maintenance reserves. In the context of how this plays out, it remains to be seen where we will be in a month with the appeals process or where and if there will be in fact a recovery plan that the creditors and others find acceptable when you get to the middle of April. So my personal expectation is some time after mid-April, I will be getting my aircraft back and after a relatively short period of time, I'm guessing a few months, we should be able to get them back out on lease, what I expect to be relatively long-term leases with a stronger credit.

Vincent Caintic -- Stephens Inc. -- Analyst

Perfect. Very helpful, thanks very much.

Operator

And we'll take our next question from Mike Linenberg with Deutsche Bank.

Michael Linenberg -- Deutsche Bank -- Analyst

Hi everybody. Hi Mike, not to beat a dead horse here, but back to Avianca. So I want to be clear, so you said you did receive rent and maintenance reserves recently from Avianca Brazil now. Are you -- so have they everything that was in arrears going back, I don't even know how many months, but are they current, number one. Number two, if they continue to make those payments and they perform, can we continue to keep those airplanes? Do they have a say there, can you actually take them out? I'm just curious about that dynamic. Thank you. Then I have a few others.

Michael J. Inglese -- Chief Executive Officer

That's OK. So, no, they are not current. The judge did not order them to get current. He ordered them to pay for the usage of the assets with all the lessors as it began on February 1. So there are still significant arrears across all the lessors in the Avianca Brazil family. And as it relates to the going-forward situation, we don't believe the judge has the authority to cram down leases on us and tell us that we need to keep them there, but it's a developing situation and we will see how it progresses over the course of the next month on our appeal process as well as the next few months in the context of the recuperation plant.

Michael Linenberg -- Deutsche Bank -- Analyst

Okay, and then just as a follow-up, it looks like in the press release, you talk about repossessing the 10 Airbus narrow bodies and that you've apparently, I believe you've already found homes for them. What about the A330? So does that mean the A330, is that still flying with Avianca Brazil, or were you able to actually get that out, repossess and that's gone on to greener pastures?

Michael J. Inglese -- Chief Executive Officer

So, yes and not exactly. So we did in fact repossess the A330 before the original bankruptcy stay was put in place. The aircraft is in our possession and we are in the process of remarketing it. So the greener pasture hasn't quite yet been identified, but we're confident we'll find a home for that. It's basically a 2015 A330 and we will find a home for it. We have not yet.

Share this post


Link to post
Share on other sites

De que lado a ANAC joga?

 

Do lado que se preocupa com a repercusão futura de atos juridicos.

 

Do lado que se preocupa em jogar de acordo com as regras do jogo.

 

Do lado que cumpre o que determina a lei.

 

Atua como agência reguladora - i.e. aplica as regras a qual o setor de aviação comercial se submete no momento em que aplica por uma licença para operar no mercado Brasileiro sob a tutela da ANAC.

 

A Avianca aplicou para operar sob regras. Por que ela tem direito a regras diferenciadas ?

  • Like 7

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

Do lado que se preocupa com a repercusão futura de atos juridicos.

 

Do lado que se preocupa em jogar de acordo com as regras do jogo.

 

Do lado que cumpre o que determina a lei.

 

Atua como agência reguladora - i.e. aplica as regras a qual o setor de aviação comercial se submete no momento em que aplica por uma licença para operar no mercado Brasileiro sob a tutela da ANAC.

 

A Avianca aplicou para operar sob regras. Por que ela tem direito a regras diferenciadas ?

Perfeitamente observado

Share this post


Link to post
Share on other sites

Do interesse da população que não é...

Meu amigo, existem regras, tratados, leis que precisam ser cumpridas, o mundo gira em torno disso.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

Do lado que se preocupa com a repercusão futura de atos juridicos.

 

Do lado que se preocupa em jogar de acordo com as regras do jogo.

 

Do lado que cumpre o que determina a lei.

 

Atua como agência reguladora - i.e. aplica as regras a qual o setor de aviação comercial se submete no momento em que aplica por uma licença para operar no mercado Brasileiro sob a tutela da ANAC.

 

A Avianca aplicou para operar sob regras. Por que ela tem direito a regras diferenciadas ?

 

Entendido, mas com a determinação do Juíz do caso, não sei dos atrasados, mas em 01/02 não foram pagos os alugueis dessas aeronaves?

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

Entendido, mas com a determinação do Juíz do caso, não sei dos atrasados, mas em 01/02 não foram pagos os alugueis dessas aeronaves?

Não! E outra, você tem um carro alugado para mim, te devo 5 meses, pago Fevereiro, mas sigo devendo 5 meses, tudo OK pra você, ou irá querer seu BEM de volta?

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Não! E outra, você tem um carro alugado para mim, te devo 5 meses, pago Fevereiro, mas sigo devendo 5 meses, tudo OK pra você, ou irá querer seu BEM de volta?

 

Não pago o do mês sem os atrasados???

Quanto ao carro, se pagar em dia e os atrasados, pode continuar com o carro.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Avianca: em votação, tripulantes rejeitam proposta elaborada em assembleia

 

Em votação realizada on-line, os aeronautas da Avianca rejeitaram a proposta elaborada pela categoria, em assembleia, de adequação salarial para manutenção dos empregos no mês de março, que seria levada à companhia pelo SNA em caso de aprovação.

A votação foi realizada separadamente por função. Após a apuração, 65% dos comandantes votaram pela rejeição, assim como 69,4% dos copilotos e 64,7% dos comissários.

O SNA ressalta que continuará trabalhando para preservar os empregos na Avianca, até que seja resolvida a questão do excedente de tripulantes, e que se empenhará agora na reabertura dos programas de LNR (Licença Não Remunerada) e PDV (Programa de Demissão Voluntária), e outras alternativas alinhadas com a decisão da categoria.

Importante destacar o baixo número de votantes em um plebiscito realizado por cinco dias de forma on-line, ou seja, com a possibilidade de votação pelo telefone celular ou computador pessoal, 24 horas por dia.

Não é justificável que somente 100 comandantes, 85 copilotos e 501 comissários tenham votado. Isso indica que a pouca participação em votações não decorria tão somente da dificuldade logística, mas também da própria falta de interesse do grupo em participar.

Lembramos ainda que nesta terça-feira (19) será realizada uma assembleia para os associados da Avianca, às 14h, em São Paulo, para esclarecimentos sobre atrasos no pagamento de diárias e salários e deliberação sobre a atuação da SNA nesses casos. Veja o edital completo: https://bit.ly/2TTkqvf.

O departamento jurídico do SNA fica à disposição para esclarecimentos pelo telefone (11) 5090-5100, pelo e-mail juridico@aeronautas.org.br ou pelo Whatsapp 11 95375-0095 (somente para associados).

fonte: https://www.aeronautas.org.br/manchete/8270-avianca-em-vota%C3%A7%C3%A3o,-tripulantes-rejeitam-proposta-elaborada-em-assembleia.html?utm_campaign=sna_informe_-_18_de_fevereiro_de_2019&utm_medium=email&utm_source=RD+Station

Edited by afonsoft

Share this post


Link to post
Share on other sites
SNA cobra Avianca por denúncias de falta de repasse do INSS

 

Diante das denúncias recebidas sobre falta de repasse da contribuição previdenciária ao INSS por parte da Avianca, o SNA informa que já entrou em contato com a empresa para solicitar um posicionamento.

O sindicato ressalta que irá tomar as medidas cabíveis e orienta todos os tripulantes a realizarem consulta no site do órgão para confirmar os depósitos. Para isso, basta acessar o link https://bit.ly/2Ses4is e seguir o passo a passo abaixo.

Veja o passo a passo: https://bit.ly/2GOV7XK.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Putz, a situação tá se complicando... Por um lado vai ser terrível ver um player deste reduzir drasticamente suas operações ou até mesmo encerrar as atividades. Muitas pessoas na rua e muitos passageiros na mão... Por outro lado há a reinvidicação dos donos das aeronaves... Equação difícil de balancear, embora os resultados sejam sempre negativos.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Guest
This topic is now closed to further replies.
Sign in to follow this  

×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade