Jump to content

Pista de CNF está fechada após pouso de emergência do 777 da LATAM


Recommended Posts

  • Replies 345
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

Top Posters In This Topic

Popular Posts

Eu estava no voo. De repente todas as luzes e o sistema de entretenimento apagaram. Ficaram apenas as luzes de emergência. Ele começou a descer logo depois e uma das conversas com a torre/controle s

Rafael Santos, piloto de Triple Seven da Korean. Ao que me lembro, ele foi o segundo Cmte. mais jovem da Varig e o mais jovem Cmte, da Pioneira no Internacional (WB). Alem da enorme experiencia, é

A concorrência entre empresas aéreas é limitada às questões mercadológicas.   Quando envolve safety, security, cooperação em caso de contingência/acidentes com ou sem vítimas ou qualquer situação e

A LATAM Airlines Brasil informa que o voo LA8084 (São Paulo/Guarulhos-Londres), que partiu às 00h30 (hora local) de hoje (20), alternou para o aeroporto de Belo Horizonte/Confins em razão de questões técnicas. Todos os passageiros desembarcaram em segurança e estão recebendo a assistência necessária. Durante o pouso, às 1h43, os pneus da aeronave foram danificados e terão de ser trocados para possibilitar a retirada da aeronave da pista, que está interditada pelo menos até as 19h.

Em razão disso, 30 voos da companhia de/para Confins foram cancelados até as 19h e 1 alternado. A LATAM reforça aos passageiros que confirmem a situação de seus voos diretamente na página Status de Voos e não se dirigirem ao aeroporto.

Àqueles que tiverem seus voos impactados podem alterar seus voos ou solicitar reembolso do bilhete sem a cobrança de taxa de remarcação e das diferenças tarifárias da passagem para nova data, sem multas, de acordo com a disponibilidade. Outra opção é que os passageiros entrem em contato com o Call Center pelos telefones 4002-5700 (nas capitais) ou 0300-570- 5700 (nas demais localidades do Brasil) antes de se dirigirem ao aeroporto de Confins.

A companhia reitera que seguiu todos os procedimentos previstos para este tipo de situação, mantendo o controle da aeronave em todos os momentos e resguardando sempre a segurança de seus passageiros.

A LATAM reafirma o seu compromisso em manter os mais altos padrões de segurança e lamenta os inconvenientes que esta situação possa ter causado aos clientes.

Link to post
Share on other sites

PLU seria uma alternativa para o dia de hoje, pena que está fechado.

Plu não teria espaço nem condições para acomodar todos os voos que confins teria hoje

Link to post
Share on other sites

Pela foto do Twitter parece que a superfície da asa logo acima do motor está um pouco escura (ou é efeito da foto, não sei), teria havido fogo no motor e por isso fizeram aplicação de espuma?

  • Like 1
Link to post
Share on other sites

Bem na pior época do ano, há o risco de um efeito cascata prejudicar todas as malhas.

A Azul deve ser uma grande prejudicada, pois CNF é seu segundo HUB. Uma dúvida: A Azul (ou demais cias prejudicadas) podem mover uma ação contra a JJ?

Link to post
Share on other sites

Bem na pior época do ano, há o risco de um efeito cascata prejudicar todas as malhas.

A Azul deve ser uma grande prejudicada, pois CNF é seu segundo HUB. Uma dúvida: A Azul (ou demais cias prejudicadas) podem mover uma ação contra a JJ?

 

Se uma empresa processar a outra por conta de quebras de avião a Azul poderia ter fechado a Centurion em 2016...

  • Like 6
Link to post
Share on other sites

Realmente deve ter sido uma falha muito grave pro cara pousar sem alijar combustível antes (motivo que creio eu seja a causa dos danos nos pneus).

Acredito que depois do acidente da Swissair, em caso de pane elétrica, pousar deve ter precedência à alijar combustível.

  • Like 1
Link to post
Share on other sites

Processar porque?

Aí daqui um tempo é um avião da Azul que tem problemas em algum lugar,pousa e interdita a pista, f... a vida da Latam, e ela processa a Azul...

 

Pra estourar os pneus no pouso, era algo q precisava pousar urgente, senão teriam voltado a GRU.

 

A taxiway de CNF não é homologada pra operar como pista?

Link to post
Share on other sites

Acredito que depois do acidente da Swissair, em caso de pane elétrica, pousar deve ter precedência à alijar combustível.

De Guarulhos para Belo Horizonte é um tapa e um 777 deve estar bem pesado. Se foi algo semelhante ao sr111, realmente é melhor descer na primeira pista disponível, mesmo com todo peso extra.

Mas é fato que deve ter sido coisa braba para eles descerem logo em Confins e não retornarem a Guarulhos (ali perto, base de manutenção da empresa, etc).

  • Like 2
Link to post
Share on other sites

Realmente deve ter sido uma falha muito grave pro cara pousar sem alijar combustível antes (motivo que creio eu seja a causa dos danos nos pneus).

O sistema de alijamento nao funcionou.

 

Os aviadores tentaram mas nao conseguiram.

 

 

A comunicacao entre a TWR/SCI e aeronave deixou muito a desejar....

 

 

Esse evento vai servir para mudar muita coisa no Brasil...

  • Like 2
Link to post
Share on other sites

Processar porque?

Aí daqui um tempo é um avião da Azul que tem problemas em algum lugar,pousa e interdita a pista, f... a vida da Latam, e ela processa a Azul...

 

Pra estourar os pneus no pouso, era algo q precisava pousar urgente, senão teriam voltado a GRU.

 

A taxiway de CNF não é homologada pra operar como pista?

 

Pois é, por isso mesmo em deu essa duvida, viraria uma guerra de processos a cada pane kkkkkkkkk Mas imagino o prejuízo que isso vai causar.

 

Aeroportos importantes como Confins e Viracopos deveriam ter, no mínimo, taxiway homologada para realizar pousos e decolagens, pq aí se da um xabú desses desanda toda malha das cias.

Link to post
Share on other sites

O sistema de alijamento nao funcionou.

 

Os aviadores tentaram mas nao conseguiram.

 

 

A comunicacao entre a TWR/SCI e aeronave deixou muito a desejar....

 

 

Esse evento vai servir para mudar muita coisa no Brasil...

 

Realmente deve ter sido uma pane bastante complexa e séria, sorte que as consequências foram as menores possiveis.

Link to post
Share on other sites

 

Pois é, por isso mesmo em deu essa duvida, viraria uma guerra de processos a cada pane kkkkkkkkk Mas imagino o prejuízo que isso vai causar.

 

Aeroportos importantes como Confins e Viracopos deveriam ter, no mínimo, taxiway homologada para realizar pousos e decolagens, pq aí se da um xabú desses desanda toda malha das cias.

Hoje Viracopos pelo menos tem o kit pra remover grandes aviões, já a administração de Confins viu o que aconteceu em Campinas e nem pensou em adquirir tal equipamento.

 

Achei isso nada profissional da parte do comissario.

 

Uma das passageiras relatou o momento de tensão e disse que, conforme um comissário, o momento era de agradecer por estarem vivos. "O comissário disse se eu tinha fé, então agradeça porque não era para nenhum de nós estarmos conversando aqui”, contou a representante comercial Cidneia Antongiovanni.

Edited by Cassio.Fernandes
Link to post
Share on other sites

Ainda bem que alternou CNF... Se tivesse vindo pro Rio, iria embananar a aviação toda. Ainda mais que, nesse período de chuvas de verão, temos sido a válvula de escape de SP.

 

GIG pelo menos tem duas pistas, mas mesmo assim o impacto seria bem maior...

Link to post
Share on other sites

Eu estava no voo.

De repente todas as luzes e o sistema de entretenimento apagaram. Ficaram apenas as luzes de emergência.

Ele começou a descer logo depois e uma das conversas com a torre/controle saiu no pa, dizendo que tinha um problema sério, tinha perdido todos os sistemas elétricos, inclusive o alijamento.

Não houve escândalo no avião, mas evidentemente todo mundo ficou com medo.

O pouso foi ben duro, deu uma sensação de que quicou um pouco.

A espuma foi jogada no trem de pouso principal.

Esperamos cerca de 1h para sair.

Já no terminal, ouvi falar (aí já pode ser boato, não sei) que não tinha nenhum instrumento de navegação funcionando, que o comandante levou o bicho na mão com a ajuda do rádio.

Foi bonito quando a tripulação apareceu na sala de embarque onde estávamos esperando. Aplausos, gente pedindo pra tirar foto, comandante bem simpático respondeu um monte de pergunta.

  • Like 36
Link to post
Share on other sites

Hoje Viracopos pelo menos tem o kit pra remover grandes aviões, já a administração de Confins viu o que aconteceu em Campinas e nem pensou em adquirir tal equipamento.

 

Achei isso nada profissional da parte do comissario.

 

Uma das passageiras relatou o momento de tensão e disse que, conforme um comissário, o momento era de agradecer por estarem vivos. "O comissário disse se eu tinha fé, então agradeça porque não era para nenhum de nós estarmos conversando aqui”, contou a representante comercial Cidneia Antongiovanni.[/size]

Se de fato o comissário falou isso, por mais profissional que seja, confirma a tese de "quem tem, tem medo".

Mas vamos dar um desconto à passageira, que num momento estressante como este, pode deturpar (ou não) algumas palavras.

Ouvi os áudios. Combustível remanescente no pouso era 96 tonelas.

Em uma situação normal, quantas toneladas de combustível devem estar nos tanques?

  • Like 3
Link to post
Share on other sites

Hoje Viracopos pelo menos tem o kit pra remover grandes aviões, já a administração de Confins viu o que aconteceu em Campinas e nem pensou em adquirir tal equipamento.

 

 

A compra deste equipamento influiu diretamente para a atual situacao financeira da ABV

Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.




×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade