Jump to content
Sign in to follow this  
TheJoker

[MALHA LATAM BR] Cancelamento dos GIG-MIA e MCO a partir de S19

Recommended Posts

Não é 1º de abril antecipado, pelo site da JJ a partir de 30 de março de 2019 GIG-MIA somente através dos hubs GRU/FOR/SCL. GIG-MCO último voo em 30/03/19.

 

E não voltam nem nas férias de jul/ago.

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

https://www.latamtrade.com/pt_br/comunicados/Suspension_de_rutas_entre_Rio_de_Janeiro_Orlando_y_Rio_de_Janeiro_Miami_pg

 

20/12/2018

ROTAS - Suspensão de rotas entre Rio de Janeiro (GIG) - Orlando (MCO) y Rio de Janeiro (GIG) - Miami (MIA)

Com o objetivo de seguir otimizando a operação LATAM Airlines Brasil, informamos aos nossos agentes de viagens que a partir de 30 de março de 2019, deixamos de operar as seguintes rotas:

Rio de Janeiro (GIG) - Miami (MIA)

Rio de Janeiro (GIG) - Orlando (MCO)

É importante destacar que a LATAM segue operando para estes destinos em voos com conexão via São Paulo (GRU).

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Latam reduziu drasticamente suas operações no GIG mesmo, impressionante.

 

A GOL que acaba se beneficiando, pois deve absorver parte dos paxs desses voos. Acredito que bastante gente migre pra possibilidade de fazer SDU-BSB-MIA/MCO.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Se alguém ainda tinha dúvidas que a "CAI" caiu no conto do vigário, e ainda colocaram +R$2 bi ano passado.

Share this post


Link to post
Share on other sites

As americanas vão nadar de braçada nos voos do RIO=EUA.Nao me espanta se a JJ cancelar todas as rotas para o cone sul tbm.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu sei que muitos vão me criticar, pois sei que a maioria não vai se sentir assim, mas eu vejo isso como um presente de Natal da JJ.

 

Já queria distância da LATAM há muito tempo.

  • Like 4

Share this post


Link to post
Share on other sites

Tomara que alguma americana crie uma perna diurna voltando de MIA.

 

A Latam fazia a subida diurna só pra rotacionar os 767 CC lá em MIA. O yield, principalmente pra MCO, é baixíssimo na subida de dia.

 

Eu espero no máximo que a AA coloque o AA901/990 year-round; e isso sendo bem otimista se tratando de American.

 

Só é esquisito a LA querer mandar essa de centralizar nos Hubs quando a oferta RIO-GRU/SCL/LIM cresce num ritmo muito menor. Seria interessante se alguém pudesse compartilhar esses dados de movimento RIO-Hubs antes e depois dos cortes.

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

A Latam fazia a subida diurna só pra rotacionar os 767 CC lá em MIA. O yield, principalmente pra MCO, é baixíssimo na subida de dia.

 

Eu espero no máximo que a AA coloque o AA901/990 year-round; e isso sendo bem otimista se tratando de American.

 

Só é esquisito a LA querer mandar essa de centralizar nos Hubs quando a oferta RIO-GRU/SCL/LIM cresce num ritmo muito menor. Seria interessante se alguém pudesse compartilhar esses dados de movimento RIO-Hubs antes e depois dos cortes.

A ocupação de nov/18 segundo dados da Anac,sinaliza bons números,ate JFK esta se recuperando bem.

 

AA > GIG-MIA ; 92% GIG-JFK : 84%

JJ >GIG-MIA 86% GIG-MCO 92%

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu ja falei sob este cancelamento em outro threat. No caso da LA, envia todo para GRU. Com Azul via VCP, pela GOL via BSB e FOR, Copa via PTY e Avianca via BOG. Direto via AA. Somente aguardando a informacao do cancelamento dos voos GIG-MVD-GIG e GIG-EZE-GIG e manter voos para os main hubs: GRU, SCL e LIM. Quem sabe a GOL se é esperta coloca um segundo voo noturno desde BSB para MIA e MCO ou a DELTA assumir os voos para MCO e JFK

Share this post


Link to post
Share on other sites

O mercado da Florida mudou muito nos últimos 5 anos para a LATAM. Antes era a JJ nadando de braçada, colocando em alguns momentos 2 B77W no GRU-MCO, mais os sazonais do GIG e BSB-MCO. A operação da Gol era marginal diante da força da JJ/AA.

 

Desde então entrou a Azul, potencializando conexões via VCP e CNF além das ligações saindo de REC e BEL, a Avianca Brasil entrando no GRU-MIA e a Gol com uma proposta melhor de usar BSB e FOR para conexões de aeroportos centrais. Tudo isso gera disputa de passageiros de conexões ou que faria GIG-FL direto. E não estou considerando o impacto de hubs externos como LIM, BOG e PTY.

 

Ou seja, o mercado da Flórida, a galinha dos ovos da LATAM BR, já não é mais o mesmo. Ao tomar esta decisão mostra a necessidade da empresa de focar GRU e ter yields melhores.

 

Sinceramente não sei a que ponto GIG é importante para a LATAM Brasil em termos de oferta doméstica. Não é melhor fechar a base JJ, ficando apenas os voos da LA e PZ e concentrar no SDU?

 

Se alguém ainda tinha dúvidas que a "CAI" caiu no conto do vigário, e ainda colocaram +R$2 bi ano passado.

CAI?

 

A ocupação de nov/18 segundo dados da Anac,sinaliza bons números,ate JFK esta se recuperando bem.

 

AA > GIG-MIA ; 92% GIG-JFK : 84%

JJ >GIG-MIA 86% GIG-MCO 92%

Mas a que valor vem esta recuperação?

Share this post


Link to post
Share on other sites

JJ 11M17 11M18

GIG-GRU 284.737 pagos 393.323 assentos LF 72,4% 252.812 pagos -11,2% 331.644 assentos LF 76,2%

SDU-GRU 7.287 9.648 75,5% 44.059 52.128 84,5%

sub-total 292.024 296.871 +1,7%

 

GIG-CGH 127.266 180.756 70,4% 114.676 -9,9% 158.190 72,5%

SDU-CGH 772.187 1.053.936 73,3% 828.064 +7,2% 1.060.848 78,1%

sub-total 899.453 942.740 +4,8%

 

total 1.191.477 1.637.663 72,8% 1.239.611 +4,0% 1.602.810 -2,1% 77,3%

 

O aumento entre RIO e GRU foi pífio +1,7% (+4.847 em 11 meses ou 15 pax/dia média) e RIO-CGH +4,8% também (+43.287 ou 130 pax/dia)

Share this post


Link to post
Share on other sites

JJ 11M17 11M18

GIG-GRU 284.737 pagos 393.323 assentos LF 72,4% 252.812 pagos -11,2% 331.644 assentos LF 76,2%

SDU-GRU 7.287 9.648 75,5% 44.059 52.128 84,5%

sub-total 292.024 296.871 +1,7%

 

GIG-CGH 127.266 180.756 70,4% 114.676 -9,9% 158.190 72,5%

SDU-CGH 772.187 1.053.936 73,3% 828.064 +7,2% 1.060.848 78,1%

sub-total 899.453 942.740 +4,8%

 

total 1.191.477 1.637.663 72,8% 1.239.611 +4,0% 1.602.810 -2,1% 77,3%

 

O aumento entre RIO e GRU foi pífio +1,7% (+4.847 em 11 meses ou 15 pax/dia média) e RIO-CGH +4,8% também (+43.287 ou 130 pax/dia)

 

Está aí a prova, o pax do Rio não está conectando pela Latam em GRU, a oferta sequer foi reposta, pelo contrário.

 

Gol agradece.

Share this post


Link to post
Share on other sites

CAI?

 

Changi Airports International, cuja filial no Brasil chama-se Excelente B.V. e controla a Rio de Janeiro Aeroporto S/A, que por sua vez tem 51% da CARJ (RioGaleão).

 

https://www.cai.sg/

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

Está aí a prova, o pax do Rio não está conectando pela Latam em GRU, a oferta sequer foi reposta, pelo contrário.

 

Gol agradece.

 

Não sei se a G3 agradece...

 

G3 embarques 11M17 11M18

doméstico 2.697.349 2.596.251 -3,7%

Inter 221.861 213.838 -3,6%

total 2.919.210 2.810.089 -3,7%

 

desembarques 2.922,221 2.805.593 -4,0% a volta é sempre pior :lol:

Share this post


Link to post
Share on other sites

Não adianta reclamar, isso é "pré-paração" para o JBA com a AA que começa ano que vem. LTM teve PRASK de 6 cents no 3Q18 e a AA 8.1 nos voos da Am. Latina. Se elas vão dividir receitas e despesas, elas têm que ter os mesmos números.

 

Postei ontem um release da LTM no tópico de resultados. Eles revisaram o guidance pra 2019, menos crescimento no doméstico brasileiro e no internacional, na tentativa de aumentar a margem operacional, porque a atual está gerando lucros insignificantes.

Edited by TheJoker
  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

JJ 11M17 11M18

GIG-GRU 284.737 pagos 393.323 assentos LF 72,4% 252.812 pagos -11,2% 331.644 assentos LF 76,2%

SDU-GRU 7.287 9.648 75,5% 44.059 52.128 84,5%

sub-total 292.024 296.871 +1,7%

 

GIG-CGH 127.266 180.756 70,4% 114.676 -9,9% 158.190 72,5%

SDU-CGH 772.187 1.053.936 73,3% 828.064 +7,2% 1.060.848 78,1%

sub-total 899.453 942.740 +4,8%

 

total 1.191.477 1.637.663 72,8% 1.239.611 +4,0% 1.602.810 -2,1% 77,3%

 

O aumento entre RIO e GRU foi pífio +1,7% (+4.847 em 11 meses ou 15 pax/dia média) e RIO-CGH +4,8% também (+43.287 ou 130 pax/dia)

 

A análise que se tem que fazer aqui é que menos passageiros foram ate o GIG para se conectar em GRU, mas muito mais o fizeram através do SDU (inclusive com a criação desta rota pela Latam).

 

Já a rota GIG-CGH teve redução (dai a estratégia da RG em tentar atrais mais pax de CGH ao exterior via GIG) e aumentou a Ponte Aérea, seja por uma melhora da economia em 2018 em relação a 2017, ou pelo leque de destinos e cnxs que CGH oferece aos pax do Rio saindo direto do SDU.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu ja falei sob este cancelamento em outro threat. No caso da LA, envia todo para GRU. Com Azul via VCP, pela GOL via BSB e FOR, Copa via PTY e Avianca via BOG. Direto via AA. Somente aguardando a informacao do cancelamento dos voos GIG-MVD-GIG e GIG-EZE-GIG e manter voos para os main hubs: GRU, SCL e LIM. Quem sabe a GOL se é esperta coloca um segundo voo noturno desde BSB para MIA e MCO ou a DELTA assumir os voos para MCO e JFK

 

Concordo com você. Para o MIA-GIG, vislumbro a AA tornando a segunda frequência "year-round" assim que a situacao econômica melhorar mais e a DL ofertando MCO sazonal. JFK deve se tornar "year-round" por uma ou por outra a médio prazo ou mesmo antes disso.

Share this post


Link to post
Share on other sites

O passageiro do Rio é tido como importante pela Latam - por isso ela vai se manter forte na ponte aérea.

 

O que a Latam desvencilhou de sua imagem foi usar o Rio como ponto de conexão. GIG era um mini hub concorrente de GRU (quem lembra da epoca com TAM 2x B763/A332 LHR, FRA, CDG, MIA, MCO e JFK ?). A Latam mudou isso e a partir do momento que agregou o 77W percebeu que precisava de economia de escala - e lá se foram os LHR, FRA e CDG.

 

Depois ela percebeu que pra rodar MCO 2x precisava desligar também o GIG-MCO, e o fez.

 

Depois resolveu fazer o mesmo com o GIG-JFK e trocou o noturno/noturno do MIA por 1 aeronave somente.

 

Dos 12 wides que chegou a concentrar no GIG retorna agora para um exclusivo GRU-GIG-GRU para carregar passageiros. Normal para quem está apostando tanto em montar GRU como seu hub central para Europa e Africa.

E pra mim a queda do GIG esse ano é justamente a perda de passageiros em conexão.

 

O GIG precisa do que sempre precisou - uma cia local.

  • Like 5

Share this post


Link to post
Share on other sites

Concordo com você. Para o MIA-GIG, vislumbro a AA tornando a segunda frequência "year-round" assim que a situacao econômica melhorar mais e a DL ofertando MCO sazonal. JFK deve se tornar "year-round" por uma ou por outra a médio prazo ou mesmo antes disso.

 

Se a delta saiu do gru-mco, não faz sentido nenhum ela entrar no gig-mco

Passageiros da skyteam serao enviados para orlando através da Gol, pra mim essa estratégia já ficou bem clara

Edited by FCRO

Share this post


Link to post
Share on other sites

Se a delta saiu do gru-mco, não faz sentido nenhum ela entrar no gig-mco

Passageiros da skyteam serao enviados para orlando através da Gol, pra mim essa estratégia já ficou bem clara

 

No cenário atual. Caso o Brasil volte a crescer consistentemente e o cambio recue, vejo a DL voltando na rota de GRU e podendo ate iniciar o GIG sazonalmente.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
Sign in to follow this  

×
×
  • Create New...