Jump to content
Sign in to follow this  
ricardo_br_aerofan

Primeira vez de Azul - Bate e volta GRU/CWB/GRU

Recommended Posts

Fala galera, bora colocar FR novo aqui, embora o trajeto já seja batido...

 

Como diz a velha máxima, para tudo na vida há uma primeira vez. E hoje trago a vocês minha primeira experiência com a já icônica Azul.

 

---

 

Fiz uma promessa a mim mesmo de que esse ano viajaria o máximo que pudesse, pelo menos uma vez por mês, priorizando destinos nacionais que ainda não conheço...Em Janeiro fui a Santos visitar o centro histórico, mas infelizmente não cabe um FR.

 

Outra coisa que não saía da minha cabeça era viajar em um Embraer, enquanto ainda 100% brasileira, antes que a joint venture com a Boeing descaracterize a cia. (embora entenda os motivos desse acordo e concorde em grande parte), verdadeira joia nacional.

 

Então ainda em Janeiro comecei a busca por uma viagem que pudesse ser feita em um final de semana, para um local perto de SP e que proporcionasse um trecho pelo menos voado em um EMB.

 

Eis que surge Curitiba encaixando como uma luva, com uma tarifa acessível em se tratando de Azul (R$ 251,49) saindo Sábado de manhã (ontem) e voltando no domingo também pela manhã (hoje). Sempre tive uma imagem boa dessa cia na minha cabeça, cumpre com competência o papel de Flag Carrier (103 destinos aqui no país se duvidar nem LA, ONE e GLO juntas alcançam), mas tinha que ver com meus próprios olhos. Era também a oportunidade de começar a conhecer a cidade (nem me iludi achando que em uma tarde/noite iria conseguir ver sequer metade do que há por lá). Por fim, aos que criticam o estilo bate-e-volta, entendo ser uma ótima oportunidade de escapar da rotina, pelo menos para quem trabalha de segunda a sexta dentro de um escritório (embora eu saia algumas vezes para ver terrenos pelo estado, rs).

 

Pois bem, nesse post falo do trecho GRU-CWB.

 

GRU - CWB (422 km)

Vôo: AD 4988

Airbus A320 neo (A320-251 N)

Prefixo: Não consegui enxergar (vou fazer upgrade do Flight Radar e atualizo depois)

Terminal: 1

Portão de embarque: 106

Fechamento do Portão: 11h35 (programado) / 11h45 (realizado)

Decolagem: 11h45 (programado) / 12h06 (realizado)

Pouso: 12h45 (programado) / 12h46 (real)

 

 

Sai de casa pontualmente as 7h10, fiz todo o tortuoso trajeto da zona norte de SP até GRU de transporte público, o que nesse caso incluiu ônibus > metrô > trem > trem. Desci da estação Aeroporto era já 9h00. Infelizmente o shuttle para o T1 opera a cada 30 minutos em média, então esperei, embora pudesse ter caminhado por uns 5 minutos até o terminal, conforme sugerido pelo motorista de um dos ônibus, porém o FR tinha que ser completo, então recusei e esperei a saída do próximo, chegando no T1 às 9h42.

 

B25qIC6l.jpg

 

Dando um até logo pra SP

 

77sASJal.jpg

 

Excelente vista do pátio do T1 a partir da Linha 13 da CPTM

99ig7nTl.jpg

Chegando no ponto do Shuttle para T1, T2 e T3.

M3sVgiTl.jpg

Spotting ocasional do ponto de partida do Shuttle

MrNnaBdl.jpg

Marcopolo que nos levará ao T1 em 3 minutos

Chegando no T1, localizei sem dificuldades os guichês da Azul, somente para etiquetar a bagagem de mão, uma vez que já tinha gerado os cartões de embarque pelo App da Azul.

A aparência do terminal realmente não fas jus à importância de GRU para a aviação nacional, como não sou de frequentá-lo com regularidade não sei dizer se a concessionária promoveu mudanças em relação à época da Infrazero.

Como estava cedo, resolvi comer algo antes de embarcar para não ficar só com os snacks no estômago. Então me deparei com um curioso lanche de queijo com banana do Bob's (R$ 7,00) e resolvi arriscar...bem, vamos dizer apenas que nem tão cedo como outro rsrs.

 

Lq3pnIUl.jpg

Entrada do T1

 

Fr51ot2l.jpg

 

Guichês da Azul

dFYFNXil.jpg

 

"Diferente..."

 

r8Ljtjhl.png

 

 

Depois de um tempo, resolvi ir para o airside, venci o raio-X sem nenhuma espera e acessei a reclamada sala de embarque, de fato subdimensionada, e já lotada nesse começo de sábado. Trocas de portão, atrasos, tudo que é clássico de aeroportos brasileiros se fez presente...

 

DuCsIiel.jpg

 

O nosso voo porém não padeceu de nenhum problema (até esse momento), e às 10h50 foi iniciado o embarque pelas prioridades, programas de milhagem e posteriormente seções 2 e 3. E então chega o melhor momento para mim, que é a caminhada pelo pátio até a aeronave. Sinceramente espero que nunca tenha finger no T1, indescritível a emoção de estar ali tão pertinho dessas aeronaves, algo impossível em qualquer outra ocasião.

 

9SY4fHAl.jpg

 

S2

 

AbGEYSxl.jpg

 

Dreamliner da Air Europa aguardando para mais um voo até MAD

 

Após me instalar reparei que o voo estava cheio, não percebi assentos vazios. Depois de finalizado os ajustes das bagagens nos bins (fico ##### com quem leva 2, 3 malas de mão) tudo parecia se encaminhar para mais um voo saindo no horário. Até que vejo que a porta ainda está aberta. Momentos depois o Comandante faz um speech para informar que o voo sofrerá atraso por conta de uma das comissárias não poder estender a jornada dela, então tiveram que chamar outra de Campinas e a mesma ainda estava na Marginal Tietê (!!!). Felizmente ninguém reclamou, mas eu acho essa legislação muito bizarra em alguns pontos.

 

10 minutos depois as portas são finalmente fechadas e o Airbus é tratorado até a Taxiway A para alinhar com a cabeceira da 27 R. No caminho, visões dos WB esperando para cumprir a jornada vespertina, obras do novo pier do T3, galpões da AA e LA, e até os spotteadores do "morrinho" de GRU:

 

gzeG1Xkl.jpg

 

Foto que foi pro insta

 

Y9ysKfOl.jpg

 

Q34HhYLl.jpg

 

pS19EtGl.jpg

 

eVhu9wFl.jpg

 

oWhyAebl.jpg

 

"Turma" reunida

 

7ThoS2yl.jpg

 

Um dia ainda vou aí também...

S4a9xu3l.jpg

Tristeza ver esse Beta Cargo sujando cada vez mais

Pouco após alinhar o comandante despejou potência nos motores Pratt & Whitney e decolamos antes mesmo de alcançar a intersecção com o acesso à cabeceira da 27L (O), usamos nem metade da pista.

 

zXzYhHNl.jpg

 

Após decolarmos, tomamos a proa primeiro de Santos e na altura das represas Billings e Guarapiranga aproamos CWB, todo o tempo margeando a Rodovia Régis Bittencourt.

 

----

 

Falando agora do interior da aeronave e do serviço de bordo, achei o Airbus confortável, tenho 1,84m e o joelho encostava somente um pouco no assento da frente. Me surpreendeu também ter tela individual, e mais ainda terem deixado desligada o voo todo. Creio ser economia de energia mesmo, ou não ter disponível a SKY como tem no EMB.

 

UIMqb9dl.jpg

 

uYyiBg8l.jpg

 

O serviço de bordo foi ter início somente quando estávamos sobrevoando ao lado de Peruíbe, quase no meio do caminho ou seja, muito tarde para um vôo que durou exatos 40 minutos. Com isso a retirada do lixo foi prejudicada, pois teve que ser interrompida pois já estavamos em procedimento de pouso.

Os snacks são ok, e as opções eram batata frita, goiabinha, maça e banana.

 

czttRQxl.jpg

 

 

Como o voo é muito rápido, nem sequer deu tempo de reclinar a poltrona, quando dei por mim já estávamos tocando o solo paranaense:

 

5T6rtm8l.jpg

 

9f9wHgml.jpg

 

Bora fazer um museu com esses aviões, melhor que deixar abandonado à própria sorte

 

TeA4F3vl.jpg

 

Chegando ao destino

GVZpR6zl.jpg

 

xtUh168l.jpg

Título meio estranho para se colocar na porta de desembarque do aeroporto

 

7a6Otn3l.jpg

 

Bônus - lugar fantástico

 

 

Me despeço por enquanto, no próximo post falarei do aeroporto de São José dos Pinhais e do trecho de volta, enfim no Embraer, bem como opinião final sobre a cia...aguardem.

  • Like 13

Share this post


Link to post
Share on other sites

Legal! Adoro FR de voos domésticos. É um A320neo ex-Avianca, aparentemente.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Muito legal Ricardo, obrigado por compartilhar. Também sou fã de bate e volta!

 

Só recomendo que não compartilhe o cartão de embarque do passbook sem riscar o localizador.

 

No aguardo pelo retorno :)

Share this post


Link to post
Share on other sites

PR-YYA (Azul é sempre mais) - ex Avianca PR-OBR.

Não! Não foi por economia de energia. O sistema de TV ao vivo nesta aeronave ainda não foi instalado. Na real, acho difícil ser instalado antes da troca de interior da aeronave para o padrão Azul. Aeronave com 162Y, terá 174Y.

 

Sabe nos informar se o aviso de afivelar cintos ficou ligado até Peruibe!? Heh isso explicaria a demora no início do serviço de bordo.

 

Muito bom o seu FR.

No aguardo do Emb.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Legal, até me inspirou para escrever um FR do voo que vou fazer com a Passaredo terça-feira de SSA para BSB (voo esse que foi comprado por engano, minha esposa comprou pela LATAM e não reparou que a volta era pode code-share)

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

"Pouco após alinhar o comandante despejou potência nos motores Pratt & Whitney..."

 

Se me permite, uma correção.

 

Os A320neo da Azul e Avianca utilizam motores CFM.

 

Motores P&W nos Neo são utilizados pela LATAM.

 

Excelente FR.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Muito bom o FR, tbm gosto de ver FR domésticos. Aguardamos a segunda parte!

 

Sobre a demora no serviço, tem dias q é assim mesmo e costuma não dar tempo de tudo. Ontem no LA3266 foi a mesma coisa, descemos com o copinho na mão rsrsrs.

 

 

Legal, até me inspirou para escrever um FR do voo que vou fazer com a Passaredo terça-feira de SSA para BSB (voo esse que foi comprado por engano, minha esposa comprou pela LATAM e não reparou que a volta era pode code-share)

 

Mande sim!!!! Aguardamos

Share this post


Link to post
Share on other sites

Muito bom o FR, tbm gosto de ver FR domésticos. Aguardamos a segunda parte!

 

Sobre a demora no serviço, tem dias q é assim mesmo e costuma não dar tempo de tudo. Ontem no LA3266 foi a mesma coisa, descemos com o copinho na mão rsrsrs.

 

 

 

Mande sim!!!! Aguardamos

 

Já era, LATAM acabou de ligar pra remarcar já que a Passaredo cancelou o voo, aparentemente algum ATR deu problema e bagunçou a malha toda.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Valeu galera, tenho sede por manter esse fórum o mais ativo possível.

 

 

PR-YYA

https://www.flightradar24.com/data/flights/ad4988

Pelo site consegue detalhes de voos dos últimos 7 dias free.

 

Opa, muito obrigado mesmo, tinha olhado só na versão mobile do FR (gratuita), e não tinha achado.

 

Muito legal Ricardo, obrigado por compartilhar. Também sou fã de bate e volta!

 

Só recomendo que não compartilhe o cartão de embarque do passbook sem riscar o localizador.

 

No aguardo pelo retorno :)

 

É que estava com preguiça hahaha...mas vou seguir a dica nos próximos.

 

PR-YYA (Azul é sempre mais) - ex Avianca PR-OBR.
Não! Não foi por economia de energia. O sistema de TV ao vivo nesta aeronave ainda não foi instalado. Na real, acho difícil ser instalado antes da troca de interior da aeronave para o padrão Azul. Aeronave com 162Y, terá 174Y.

Sabe nos informar se o aviso de afivelar cintos ficou ligado até Peruibe!? Heh isso explicaria a demora no início do serviço de bordo.

Muito bom o seu FR.
No aguardo do Emb.

 

Hum, imaginei que pudesse ser isso tbm, embora eu preferisse que tivesse um sistema on-demand igual a voos internacionais.

 

Essa mudança de interior vai deixar a aeronave mais apertada pelo visto, estava bem confortável até então.

 

Quanto ao aviso dos cintos não me lembro com certeza, mas creio não ter sido o caso pois teve gente levantando pouco tempo após a decolagem...e creio que tenha atingido o nível de cruzeiro lá pela altura da Serra do Café (Miracatu).

 

Legal, até me inspirou para escrever um FR do voo que vou fazer com a Passaredo terça-feira de SSA para BSB (voo esse que foi comprado por engano, minha esposa comprou pela LATAM e não reparou que a volta era pode code-share)

 

Provavelmente minha próxima viagem será um bate-e-volta para conhecer a Passaredo, tenho muita vontade de voar no ATR. Uma pena essa mudança de planos que você comentou depois.

 

"Pouco após alinhar o comandante despejou potência nos motores Pratt & Whitney..."

 

Se me permite, uma correção.

 

Os A320neo da Azul e Avianca utilizam motores CFM.

 

Motores P&W nos Neo são utilizados pela LATAM.

 

Excelente FR.

 

Obrigado pela correção.

 

 

Vou escrever agora o voo de volta...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Continuando...

 

Depois de passar uma tarde e noite muito boas na cidade, e um sono de apenas 3h acordei às 6h30 no Domingo 24/02 para retornar à São Paulo. Nem vou falar muito da cidade pois obviamente não vi quase nada, deixei o gostinho de quero mais para um retorno em breve.

 

CWB - GRU (496km)

Vôo: AD 4164

Embraer ERJ-195AR

Prefixo: PR-AUK (Ozires Silva)

Portão de embarque: 12

Fechamento do Portão: 10h10 (programado) / 09h59 (realizado)

Decolagem: 10h20 (programado) / 10h10 (realizado)

Pouso: 11h16 (programado) / 10h52 (real)

 

 

Enfim, eram 7h25 quando tomei o confortável Microônibus da linha E64 em frente ao Shoping Nova Estação. Essa linha roda em circular desde o Afonso Pena até os principais pontos de Curitiba, (por módicos R$ 10,00 no débito) sendo uma mão na roda.

 

Cerca de 15 minutos depois já estava desembarcando no aeroporto...

 

UDTLQ4Bl.jpg

 

Chegada no Afonso Pena

 

bWqbtpJl.jpg

 

 

Minha primeira impressão ao entrar foi a de que limpeza do Afonso Pena é algo fora da realidade brasileira. Simplesmente não havia um só papel jogado no chão, inclusive no banheiro, tudo um brinco. Talvez fosse pela data e horário (8h da manhã de um Domingo), mas me surpreendeu de forma muito positiva, ainda mais por ser administrado pela Infrazero. Vejam por vocês mesmos:

 

ZuHyZyQl.jpg

 

w55qifZl.jpg

 

5FJLvOil.jpg

 

 

Etiquetei a mochila novamente (pois de novo o check-in já tinha sido feito pelo app, aliás muito melhor que o da concorrência) e como faltava tempo até o embarque fui tomar um capuccino num quiosque em frente a entrada para sala de embarque nacional.

 

R6zaqB4l.jpg

 

 

Após passar pelo controle de entrada, me deparei com uma loja Dufry no estilo Duty-Free, só que ainda mais caro por não ter desconto de imposto nenhum.

 

AztcyGul.jpg

 

Após a saída dessa loja chega-se à sala de embarque, que aparenta ser do tamanho certo para as necessidades desse aeroporto. A primeira curiosidade é a existência de uma revista do aeroporto (??) (Now Boarding), mostrando na capa o exótico Sri Lanka:

 

dinRlX8l.jpg

 

KzBwxIPl.jpg

 

Sentei próximo ao meu portão e aguardei a chegada do Embraer, que vinha cumprindo o trecho desde Campinas (AD4284), não sem antes notar a presença de tomadas a cada dois assentos:

 

0qYF7iol.jpg

 

YhdERo8l.jpg

 

rIldRa7l.jpg

 

Chegada do guerreiro no finger

 

Nessa hora bateu uma emoção de testar um produto nacional de tamanha qualidade. A chamada para embarque iniciou às 9h36 pelas prioridades, e as portas foram fechadas exatamente às 9h59.

 

UvjLfyZl.jpg

 

A minha primeira impressão uma vez dentro do avião é a aparente largura menor em relação aos A32X e B73X compensada com melhor espaçamento de poltronas e uma acolhedora configuração 2-2. O pitch achei também muito bom para voos regionais e a tela estava funcionando:

 

wrAQkIdl.jpg

 

MgQJ31nl.jpg

 

9obJjyGl.jpg

 

Fw9WdLwl.jpg

 

Voo cheio e bins com espaço sobrando, qual é a mágica?

 

Foi tudo tranquilo e no horário em relação ao embarque, a única coisa que me lembro foi que, por questões de balanceamento da aeronave o pessoal de solo solicitou que 4 passageiros se voluntariassem para passar até a fileira 13, que estava toda vazia, mas eu não poderia jamais perder essa vista aqui:

 

zIVRlqJl.jpg

 

De todo modo, rapidamente esses bons samaritanos apareceram e as portas foram fechadas na sequência, antecipado.

 

Decolamos logo em seguida, já que o tráfego na região é mínimo, o retorno, diferente da ida, foi sobrevoando a costa atlântica, como mostra no FR24:

 

o3f4Fwxl.jpg

 

PQTxTCUl.jpg

 

Azul em cima, embaixo, dentro e fora

 

O serviço de bordo dessa vez teve início logo assim que a aeronave estabilizou, e transcorreu sem problemas:

 

49GMLV5l.jpg

 

Gostei desses snacks

 

Como num piscar de olhos (que nessa hora já estavam vermelhos e me cobrando as horas que deixei de dormir) adentramos a imensa mancha urbana da capital paulista, na altura do município de Mogi das Cruzes, alcançando logo em seguida Guarulhos e a Serra da Cantareira:

 

eGMhaJNl.jpg

 

Bacana que na aproximação para a curta final, por ter sido feita numa curva de uns 270º deu para ver ao longe (longe demais para a câmera do meu celular) um outro avião pousando antes do nosso, que tocou suavemente a pista às 10:52 e assim que a livrou encostou no pátio do T1. Esperei a maioria dos pax desesperados descer (saí quando a equipe de solo já estava pegando lixo da aeronave) e enxerguei o 1º oficial (salvo engano de nome de guerra Ferrani), ainda sem a coragem devida para pedir uma foto da cabine, apenas perguntei qual era o nível de voo no qual tínhamos vindo, o qual gentilmente respondeu 29.000 pés, o que me espantou por ser relativamente alto para um voo tão curto.

 

Na descida, mais registros dessa belezinha e de um 767 da DL:

 

ppKJ5nVl.jpg

 

nxLuNJLl.jpg

 

Kq5gsL8l.jpg

 

Na minha humilde opinião, muito mais bonito que o CRJ

 

EcAwe06l.jpg

 

 

 

Resumindo em poucas palavras: quero voar de novo de Azul, e de Embraer...

  • Like 8

Share this post


Link to post
Share on other sites

Essa parte nova do terminal de CWB ficou tipo um CGH melhorado.

Realmente um pouquinho melhor, mas é padrão infraero. Apesar disso, deve dar conta do movimento do aeroporto ainda por muito tempo.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Essa parte nova do terminal de CWB ficou tipo um CGH melhorado.

Essa parte nova de CWB é muito boa, muuiiitooo melhor por ex que o T2 de GRU, pode até ser padrão Infraero, até para não destoar muito da parte antiga, mas

ficou muito bom, não deve nada a qualquer outro.

 

Quanto a Azul, viajei a poucas semanas CWB-IGU, foi tudo bem, pontual, mas as aeronaves já estão bem surradinhas, o sistema de entretenimento não funcionou

direito nem uma vez.

 

Positivo que me deram o Espaço Azul sem cobrar na volta, e nem tinha reservado assento.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Essa parte nova de CWB é muito boa, muuiiitooo melhor por ex que o T2 de GRU, pode até ser padrão Infraero, até para não destoar muito da parte antiga, mas

ficou muito bom, não deve nada a qualquer outro.

 

Quanto a Azul, viajei a poucas semanas CWB-IGU, foi tudo bem, pontual, mas as aeronaves já estão bem surradinhas, o sistema de entretenimento não funcionou

direito nem uma vez.

 

Positivo que me deram o Espaço Azul sem cobrar na volta, e nem tinha reservado assento.

Penso que foi por causa da foto da área de embarque, que o colega apontou a semelhança com Congonhas. Por isso citei o "padrão Infraero". Mas é claro que o aeroporto melhorou muito e apesar da semelhança, a área de embarque é muito maior e mais ampla. Beeeem melhor do que havia antes. Fora o restante do terminal, que praticamente dobrou de tamanho. Uma futura concessão de CWB, não precisará se preocupar com isso, o que o aeroporto precisa, é de uma nova pista com mais de 3000 metros. Para receber cargueiros sem precisar reabastecer em outros aeroportos, além de, quem sabe, novos vôos internacionais onde exista demanda reprimida da região de Curitiba e de outras cidades do Paraná, que poderiam alimentar esses vôos. De uma Copa Airlines, por exemplo.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Penso que foi por causa da foto da área de embarque, que o colega apontou a semelhança com Congonhas. Por isso citei o "padrão Infraero". Mas é claro que o aeroporto melhorou muito e apesar da semelhança, a área de embarque é muito maior e mais ampla. Beeeem melhor do que havia antes. Fora o restante do terminal, que praticamente dobrou de tamanho. Uma futura concessão de CWB, não precisará se preocupar com isso, o que o aeroporto precisa, é de uma nova pista com mais de 3000 metros. Para receber cargueiros sem precisar reabastecer em outros aeroportos, além de, quem sabe, novos vôos internacionais onde exista demanda reprimida da região de Curitiba e de outras cidades do Paraná, que poderiam alimentar esses vôos. De uma Copa Airlines, por exemplo.

Que é padrão Infraero no tocante ao estilo, lógico, já que é projeto dela, mas ficou realmente muito bom.

 

Quanto a nova pista, infelizmente não sei se a construção dela entrará na futura concessão. Talvez para o futuro, mas num primeiro momento não acredito.

 

Aliás, trabalho aqui no Município, e a mais de 25 anos escuto e acompanho esse negócio da pista, infelizmente já perdi a esperança.

Share this post


Link to post
Share on other sites

O feio da expansão de CWB é só o revestimento da fachada em volta de toda ela e das pontes de embarque, que é em telha. De mto longe às vezes não dá pra perceber, mas de perto dá e é bem feio um acabamento assim nesse material, com um ar meio improvisado. É gritante se comparada com a fachada de granito da parte mais antiga. Mas a parte interna da expansão ficou linda, de mto bom gosto, com materiais nobres.

 

Ah, outra coisa que não gostei é a cor vermelha das pontes novas, parte esta que inclusive tb é de telha.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Que é padrão Infraero no tocante ao estilo, lógico, já que é projeto dela, mas ficou realmente muito bom.

 

Quanto a nova pista, infelizmente não sei se a construção dela entrará na futura concessão. Talvez para o futuro, mas num primeiro momento não acredito.

 

Aliás, trabalho aqui no Município, e a mais de 25 anos escuto e acompanho esse negócio da pista, infelizmente já perdi a esperança.

De todos os supostos investimentos previstos nesse pacote de aeroportos da região sul, o mais impactante seria a construção da pista em CWB. Se ela não for prevista, então os 500 milhões de dólares previstos serão,provavelmente, gastos em melhotias em equipamentos dos aeroportos e alguma melhoria em terminais. há algum tempo, houvi falar em instalação de ILS CAT III em CWB, CAT I em LDB e parece que em Foz do Iguaçu. Em Joinvile e Navegantes, não tenho idéia do que é necessário, mas parece que a Infraero estava fazendo reformas nesse último. Ao que parece. todos esses aeroportos citados, tem no mínimo, um movimento razoável em carga e passageiros, o que os tornam com potencial de se tornarem lucrativos, se já não o são, fora o próprio CWB, que sempre foi um dos mais lucrativos da Infraero, segundo participantes aqui do fórum. Só este fato, talvez já tornasse interessante para uma futura concessionária, a construção da pista, já que ela garantiria o crescimento do aeroporto, principalmente em termos de carga, que deve ser o maior nó do aeródromo. Há ainda os aeroportos de fronteira do RS com Argentina e Uruguai, como Uruguaiana e Bagé, que são mais estratégicos em termos de segurança fronteiriça do que em movimento comercial, comparados com os anteriormente citados.

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
Sign in to follow this  

×
×
  • Create New...