Jump to content
Sign in to follow this  
A345_Leadership

Qatar teases that it could leave Oneworld within 2 months

Recommended Posts

Qatar Airways’ Chief Executive Officer Akbar Al Baker doubled down on his word that the airline could leave the Oneworld Alliance. And, the final decision could come sooner than expected.


During a press conference at ITB Berlin on Wednesday following the unveiling of Qatar’s new economy seat, Al Baker said that the carrier will make its final decision on whether or not to leave the alliance within the next two months.


“In the matter of a month or two, we will give you the news if we are going to stay or withdraw [from Oneworld],” Al Baker said. “I think it is the latter that will happen.”


Since 2015, Qatar has threatened to leave Oneworld, though that tone has come in spurts. More recently, as of October 2018, Al Baker’s harsh exit words have hit stronger and more often, as he’s doubled down on his stance that the Middle Eastern carrier will depart.


During Wednesday’s press conference, Al Baker insinuated that the carrier will leave, and when it does, it’ll have a lasting affect on the state of the alliance.


“If we leave Oneworld, we will create a big hole for them in their entire connectivity,” Al Baker said.


Al Baker’s voiced his frustration with certain members of the alliance — specifically, though not explicitly mentioning, American Airlines and Qantas — for not treating Qatar with the same respect as the other members.


“We have given them breathing space to get their act together,” he said. “As an airline, we will demand respect and not submit to anybody trying to bully us.”


By the sound of it, things haven’t improved and Qatar could soon see its way out of the alliance. If it does indeed leave Oneworld, the move could have negative consequences for American Airlines and British Airways flyers who have long earned AAdvantage and Avios miles, as well as elite-qualifying credits when flying with Qatar.



________________________________


Vamos ver se não é mais uma bravata do AAB.


A empresa anunciou novos destinos para 2019: Izmir, Malta, Rabat, Davao, Lisboa, Mogadishu e Langkawi. Há outros sete destinos a serem anunciados.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Que empresa é essa AAB?

Share this post


Link to post
Share on other sites

Que empresa é essa AAB?

Acho que o colega usou a sigla como referencia ao senhor CEO da Qatar amigo.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Já vai tarde! A AA está a ponto de lançar voos para a Ásia.

Share this post


Link to post
Share on other sites

...parece meu filho quando ameaca se matar prendendo o ar quando nao ganha o que quer no supermercado.....

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Mas eu também ficaria "chateado" se meus parceiros de "business" tivessem acordos com meus concorrentes e ainda ficassem enchendo o saco da Policia Federal pra me investigar por causa de fundos recebidos do governo. Tem horas que não vejo muito sentido nessas alianças e menos ainda em interlines e codeshares com empresas pertencentes a outras alianças... A O6 tá malz das pernas aqui e pertence a SA, porém a maior parte do codeshare da UA (membro fundador da SA) é com a AD, vide LH que divide voos com a LA. TP com a G3, LX com LA vide LH, CM com G3 e por ai vai. A propria QR dá preferência a G3 em voos com conexão... então pensando pelo lado da liberdade de escolha de com quem fazer parceria a G3 está no caminho mais correto, por exemplo, e a QR numa guerra interna com seus parceiros.

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

Com certeza a AA irá cobrir os destinos da QR na África, Oriente Médio, Ásia.... #sqn

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

Que empresa é essa AAB?

 

 

Acho que o colega usou a sigla como referencia ao senhor CEO da Qatar amigo.

Exato, é o Akbar Al Baker.

 

Mas eu também ficaria "chateado" se meus parceiros de "business" tivessem acordos com meus concorrentes e ainda ficassem enchendo o saco da Policia Federal pra me investigar por causa de fundos recebidos do governo. Tem horas que não vejo muito sentido nessas alianças e menos ainda em interlines e codeshares com empresas pertencentes a outras alianças... A O6 tá malz das pernas aqui e pertence a SA, porém a maior parte do codeshare da UA (membro fundador da SA) é com a AD, vide LH que divide voos com a LA. TP com a G3, LX com LA vide LH, CM com G3 e por ai vai. A propria QR dá preferência a G3 em voos com conexão... então pensando pelo lado da liberdade de escolha de com quem fazer parceria a G3 está no caminho mais correto, por exemplo, e a QR numa guerra interna com seus parceiros.

No fundo é tudo o mesmo clube, só os fanboys de CNPJ ficam brigando que prefere SA, ST ou OW, fora as companhias aéreas.

 

As alianças são nada mais que os acordos de JV transatlânticos ampliados para escala global. A Oneworld surgiu para mascarar o então mega code-share que a BA/AA estavam planejando.

 

Com certeza a AA irá cobrir os destinos da QR na África, Oriente Médio, Ásia.... #sqn

Tem a BA e em breve a Royal Air Maroc.

 

Mas já passou a fase de criar empresas globais ou virtualmente globais, todas querem focar nos 3 grandes mercados (EUA, Ásia e Europa). África e LATAM não respondem nem 10% do tráfego aéreo mundial apesar de possuir 35% das terras do mundo e 21% da população.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

No fundo é tudo o mesmo clube, só os fanboys de CNPJ ficam brigando que prefere SA, ST ou OW, fora as companhias aéreas.

 

As alianças são nada mais que os acordos de JV transatlânticos ampliados para escala global. A Oneworld surgiu para mascarar o então mega code-share que a BA/AA estavam planejando.

 

Mas cá entre nós, qual o sentido de convidar a cia se não existe (ou venha a existir) sinergia? Como você disse, a OW me parece ser a mais zoneada de todas as alianças.

É como se produzissimos algo juntos e no final vendesse o produto do concorrente. Enfim, que a QR siga o caminho que ela ache mais plausível pra ela.

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

Mas cá entre nós, qual o sentido de convidar a cia se não existe (ou venha a existir) sinergia? Como você disse, a OW me parece ser a mais zoneada de todas as alianças.

É como se produzissimos algo juntos e no final vendesse o produto do concorrente. Enfim, que a QR siga o caminho que ela ache mais plausível pra ela.

Aliança é igual casamento, você não casa com a pessoa, mas com a família :lol:

 

Pérolas à parte, o que acontece é que empresas aéreas de alianças se unem por afinidade e de resto leva os outros membros.

 

A Varig na SA era basicamente os acordos com a United Airlines e Lufthansa, o resto era resto, qual era o interesse da RG negociar com a Air New Zealand?

 

Por outro lado tem empresas que fazem exigências, tipo: "eu aceito entrar na aliança de vocês, mas quero continuar com o code-share com a empresa da outra aliança". Quando a empresa é pequena, as alianças exigem exclusividade com as parcerias.

 

Se não fosse o órgão anti-truste chileno, a LATAM Hispânica seria OW e a LATAM Brasil SA, o melhor dos mundos para os Cuetos. E mesmo assim conseguiu manter o acordo com a LH.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

A Qatar não engoliu até hoje o joint-venture da Qantas com a Emirates e o fato da AA ter se alinhado contra ela e a Emirates na briga iniciada pela DL contra as ME3!

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

E agora há rumores de que a Etihad poderá encerra o acordo com a American e firmar com a United...

Share this post


Link to post
Share on other sites

E agora há rumores de que a Etihad poderá encerra o acordo com a American e firmar com a United...

Se isso acontecer, provavelmente a Qatar permanence na Oneworld, já que um dos maiores desconfortos era esse acordo da American com a Etihad.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Com certeza a AA irá cobrir os destinos da QR na África, Oriente Médio, Ásia.... #sqn

Africa e India são questão de tempo, está no portal interno da empresa.

 

Palpite sem fonte até meu dachshund da!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Acho que o dachshund é mais esperto que o dono.

#justsaying...

 

E só pra constar: Africa é o continente, e não somente JNB ou CPT, ok?

Índia não é só BOM ou DEL.

 

 

A DL mantendo o acordo com a Saudia, bem quietinha e sem muitos alardes.

A AA com Etihad e Qatar e não as utilizando para seu benefício próprio.

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

Aa não tem mais codeshare com a Qatar

 

E concordo que ela é uma belezinha de esperta

Share this post


Link to post
Share on other sites

Aa não tem mais codeshare com a Qatar

 

E concordo que ela é uma belezinha de esperta

A AA só tem sinergia com a BA, QF e LA.

 

E não existe integração nenhuma com as verdadeiras empresas de qualidade da OW: QR, CX e JL.

 

Coincidência? I dont think so... 😂

Share this post


Link to post
Share on other sites

Destinos sem escala dos EUA para a Africa e na India ?

 

Duvido que funcione. Simplesmente ja tem gente demais fazendo isso com 1 escala

Share this post


Link to post
Share on other sites

Realmente a dinâmica das alianças é igual casamento. Casamento de fachada.

Acho que foi em 2015 que a Cathay Pacific fez acordo de codeshare com a Qatar. Ambas da mesma aliança.

Não chegou a durar nem um ano.

 

Agora a Cathay tem acordo com a Lufthansa, desde 2017.

E só no final de 2018 a Cathay fez acordo de codeshare com a Qantas.

 

 

Enquanto isso, quais das cias da Oneworld voa para: Durban, Marrakech, Djibouti, Entebbe, Kilimanjaro, Lagos, Windhoek, Addis Ababa, Dar Es Salam, Khartoum, Kigali, Mombasa, Nairobi, Tunísia, Zanzibar, Cidade do Cabo, Casablanca, Joanesburgo, Maputo?

Acredito que nem a Royal Air Maroc (futura companheira) voa para a maioria desses destinos.

Sem contar os outros destinos da Ásia Ocidental.

 

Ao mesmo tempo, vai saber a história por trás desses casamentos, não é? Vai que há um relacionamento abusivo de alguma parte.

Share this post


Link to post
Share on other sites

A AA só tem sinergia com a BA, QF e LA.

 

E não existe integração nenhuma com as verdadeiras empresas de qualidade da OW: QR, CX e JL.

 

Coincidência? I dont think so... 😂

Com a JL ela tem JV.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Com a JL ela tem JV.

Correto, aliança do Pacífico.

 

Sobre os voos non stop para a India e continente africano, já foi anunciada a intenção no site interno da empresa, e quando fazem isso não é questão de se, mas sim de quando.

Share this post


Link to post
Share on other sites

A AA só tem sinergia com a BA, QF e LA.

 

E não existe integração nenhuma com as verdadeiras empresas de qualidade da OW: QR, CX e JL.

 

Coincidência? I dont think so... 😂

Que eu saiba, a QF também é uma verdadeira empresa de qualidade, não? Pergunto porque ouço falar muito bem dela apesar de nunca ter voado.

Share this post


Link to post
Share on other sites

O brasileiro odeia a AA pois está acostumado a tratar comissários como servants.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Que eu saiba, a QF também é uma verdadeira empresa de qualidade, não? Pergunto porque ouço falar muito bem dela apesar de nunca ter voado.

É boa, mas nada demais. As Salas VIP da First deles são excelentes, mas à bordo não chega aos pés das Asiáticas e Européias de ponta.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Sign in to follow this  

×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade