Jump to content
Sign in to follow this  
Carlo Fratini

Boeing 737 MAX 8 da Ethiopian Airlines cai logo após a decolagem

Recommended Posts

B737-MAX-8 voando neste momento

12-Mar-2019, 14:30 (Cidade do México, Denver)

12-Mar-2019, 15:30 (Chicago, New Orleans)

12-Mar-2019, 16:30 (Manaus, Cuiabá)

12-Mar-2019, 17:30 (Brasília, São Paulo)

12-Mar-2019, 20:30 (UTC, Zulu)


b38m-7m8-5.jpg?w=888




Dentre eles, quatro MAX da GOL retornando da Florida para CNF:


b38m-7m8-5a.jpg?w=888

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

Assino embaixo do que ele disse.

 

Podemos não saber se foi isso que houve com o Ethiopian, mas complexidade excessiva do sistema pode sim ser fator contribuinte para uma tragédia. Pilotos estão lá para colocar o avião no chão em segurança e sistema autônomo nenhum deveria se sobrepor à comandos diretos dos pilotos, msm que tenha um jeito A, B ou C de desligar o sistema, é carga de trabalho inútil pro piloto num momento crucial onde cada segundo perdido conta.

 

 

NYT disse que o CEO da Boeing ligou para o Donald Trump esta manhã pedindo para ele não groundear os MAX nos EUA

 

Trump fez um tweet falando sobre aeronaves hoje

 

"Airplanes are becoming far too complex to fly. Pilots are no longer needed, but rather computer scientists from MIT. I see it all the time in many products. Always seeking to go one unnecessary step further, when often old and simpler is far better. Split second decisions are needed, and the complexity creates danger. All of this for great cost yet very little gain. I dont know about you, but I dont want Albert Einstein to be my pilot. I want great flying professionals that are allowed to easily and quickly take control of a plane!"

 

 

Eu também concordo parcialmente com ele e com o diasfly, mas sou a favor sempre da tecnologia que traga facilidade, otimização e que mantenha o ser humano sempre com o foco no core, trocando o braçal pelo mental, por exemplo. Nesse sentido, vejo o post como uma mensagem indireta à Boeing do tipo: "Resolvam esta birosca logo, America First! E no momento vocês estão f... os EUA com esta situação!".

Share this post


Link to post
Share on other sites

Copiloto do voo teria 200 hrs de voo

 

 

https://www.businessinsider.in/you-basically-put-a-student-pilot-in-there-the-co-pilot-of-crashed-ethiopian-airlines-flight-302-had-just-200-hours-of-flight-experience/articleshow/68382780.cms?utm_source=social_Whatsapp&utm_medium=social_sharing&utm_campaign=Click_through_social_share

 

Ser realmente for verdade pode não ter sido a causa raiz, mas que contribui em situação de emergência contribui...

Edited by Leonardo Brandão

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

 

Como vc bem disse pode não ter sido a causa mas com certeza também não ajudou... quem sabe a investigação desse acidente não só irá ajudar a aumentar a segurança do MAX como também forcará a rever essa tendência mundial de colocar piloto sem experiência para voar com centenas de passageiros. Eterna queda de braço entre os interesses econômicos vs segurança de voo, até então só vimos os interesses econômicos prevalecerem, quem sabe esse momento triste da aviação não é um divisor de águas? Confesso que estou surpreso em ver empresas e governos presarem pela segurança.

  • Like 5

Share this post


Link to post
Share on other sites

Mas o estranho é que nenhum outro site divulgou essa informação... Portando não sei se é confiável....

 

Creio que foi na CNN internacional que vi que o Comandante acumula quase 9000hs e que estava a 9 anos na ET e o copiloto tinha por volta de 300hs, sem mais informações.

Edited by thgsr08

Share this post


Link to post
Share on other sites

Também li essa informação de que o copiloto teria apenas 200 horas de vôo nessa aeronave.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Está no AvHerald: "The captain was with Ethiopian Airlines for 9 years and had about 8000 hours of flight experience, a first officer with 200 flight hours assisted, there were 35 nationalities amongst the 149 passengers"

Share this post


Link to post
Share on other sites

Se eu fosse conspiratório ia suspeitar da Boeing usar essa inexperiência do copila como boi de piranha, mas não é o caso, longe de mim...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Então, somados, os da Lion Air tinham 11000hs, ou seja, o comandante do ET era mais experiente. Já é sabido quem pilotava na hora da queda?

Share this post


Link to post
Share on other sites

Então, somados, os da Lion Air tinham 11000hs, ou seja, o comandante do ET era mais experiente. Já é sabido quem pilotava na hora da queda?

 

Isso só quando sair o CVR, gravação de sons da cabine, do avião acidentado.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Um colega me mandou esse texto pelo WhatsApp sobre o MCAS, e possivel falha:

 

Some info leaking down the engineering community grapevine, I have it second hand from a buddy working for one of the subcontractors, reportedly a memo was circulated internally at Boeing as early as AUG 2018 of potential failure modes tied to MCAS-AOA programming logic. In certain circumstances wind flutter interaction with the AOA probes could cause intermittent compliance flags to the MCAS system causing nose down overtrim. Due to the transient nature of the signals the stall redundancy routine would not be triggered (transient signals of under 10-15ms), which would otherwise cross reference other flight parameters for validation, so a single point of failure became possible through the AOA probe, leading to progressive nose down trimming with no associated stall or comparator warnings. Only when the nose down trim reaches the stops does the stick shaker and associated stall cacophony come on, causing utter confusion as airspeed is progressively increasing, pitch falling, STAB TRIM is fully nose down, and any nose up elevator input seemingly produces no effect due to the massive stabilizer force. Seeing how the MCAS architecture wan't briefed to pilots, the massively confusing and contradictory warnings, the response to such a situation, especially in high workload phases of flight can easily lead to the unfortunate events we saw in Indonesia and now Ethiopia. Will comment back if I hear more, but it is clear this was a major cock up in systems design and definite negligence somewhere.

Os colegas que voaram o MAX, poderiam comentar sobre?

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

A Boeing está levando a plataforma do 737 muito além do que ela deveria ir. Numa boa, deveria ter sido abandobada desde o início da década. A família A320 está anos luz a frente. Fato. Não adianta chorar a respeito.

 

É como se a VW quisesse lançar um híbrido plug in na plataforma do fusca, com motor 1300 refrigerado a ar (os mais novos nem sabem o que é isso 🤣)

 

Eu sou piloto, e certamente aviões voariam hoje sem piloto... mas com sinais errados, nenhum computador voa... e pior que isso, nenhum piloto vai recuperar um avião sem sequer ter sido informado dos novos sistemas implantados pelo fabricante. Entendeu Boeing???? Você (Boeing) simplesmente perdeu a confiança de quem sempre te defendeu... os pilotos de seus aviões

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Não consigo entender esse pano preto de gente supostamente esclarecida a respeito da pouca experiência do co-piloto. É óbvio que quanto maior a experiência, maior a habilidade do aviador em lidar com situações anormais, mas isso não torna a operação com um aviador "pouca hora" insegura. Inclusive porque com 200-300h, ele certamente passou recentemente por treinamento e está com ele fresco na memória.

 

Se fosse assim, a Azul podia fechar as portas.

 

Tirar a discussão do foco principal por conta da experiencia de um dos pilotos é de uma idiotice semelhante àquele projeto de lei no Brasil de obrigar as cias aéreas a divulgar pros passageiros a quantidade de horas dos pilotos de seu voo...

  • Like 8

Share this post


Link to post
Share on other sites

Skyliner, desculpe me discordar.

Não tem pano preto algum.

 

É sabido que todas as cias brasileiras fazem o mesmo na contratação de copilotos, especialmente no caso de recrutamento interno.

 

Que o MCAS tem uma falha isso está claro e precisa ser corrigido.

 

Mas na minha opinião, se esse copiloto inexperiente era o pilot flying do voo em questão, pode ter sido um dos fatores que contribuíram para o acidente, especialmente por estarem em emergência.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Leonardo, vc conhece my controls? Se o aviador ( copiloto) do seu lado e

Inexperiente e a aeronave entra em atitude anormal vc assume o controle. A questão é que a pane não acontece em cruzeiro, acontece em baixas altitudes, com atitudes inesperadas, não previstas e pelo visto não treinadas.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Skyliner, desculpe me discordar.

Não tem pano preto algum.

 

É sabido que todas as cias brasileiras fazem o mesmo na contratação de copilotos, especialmente no caso de recrutamento interno.

 

Que o MCAS tem uma falha isso está claro e precisa ser corrigido.

 

Mas na minha opinião, se esse copiloto inexperiente era o pilot flying do voo em questão, pode ter sido um dos fatores que contribuíram para o acidente, especialmente por estarem em emergência.

No momento que a coisa começou a ficar ruim, não tenho dúvidas que o cmte assumiu os controles.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Não consigo entender esse pano preto de gente supostamente esclarecida a respeito da pouca experiência do co-piloto. É óbvio que quanto maior a experiência, maior a habilidade do aviador em lidar com situações anormais, mas isso não torna a operação com um aviador "pouca hora" insegura. Inclusive porque com 200-300h, ele certamente passou recentemente por treinamento e está com ele fresco na memória.

 

Se fosse assim, a Azul podia fechar as portas.

 

Tirar a discussão do foco principal por conta da experiencia de um dos pilotos é de uma idiotice semelhante àquele projeto de lei no Brasil de obrigar as cias aéreas a divulgar pros passageiros a quantidade de horas dos pilotos de seu voo...

 

 

É estatística, piloto com menos experiência comete mais erros que podem comprometer a segurança e levar à acidentes. Nem acho que precisa de estudos para concluir isso. Fora casos raros um piloto com mais experiência sempre vai ter mais competência e tranquilidade para lidar com coisas que acontecem fora do normal... enquanto está tudo conforme o "piloto novato" foi treinado ele obviamente irá apresentar uma performance aceitável, a hora que as coisas saem doque ainda não foi treinado ou mesmo vivenciado tudo se complica. Não é pano preto, apenas uma característica da maioria das profissões... não existe substituído para experiência prática, e no caso da aviação essa experiência é medida em horas de voo. Com 200h no tipo ninguém ainda está confortável em aeronave alguma seja ele comandante ou copiloto... que dirá se forem realmente 200h totais de voo na carreira.

 

"It also logical that younger, less experienced pilots may be more inclined to make mistakes or mishandle situations that may lead to an accident. The nature of the relationship between age and experience, in terms of both flight time and certification, also reinforces the findings of this and previous studies, specifically that younger pilots tend to have less experience."

https://docs.lib.purdue.edu/cgi/viewcontent.cgi?referer=https://www.google.com/&httpsredir=1&article=1103&context=jate

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Foqa, vc está corretíssimo, mas sejamos sinceros, vc acha que 1000 horas ou 200 voadas na geral ou dando instrução antes de entrar na linha vão fazer alguma diferença ? Numa aeronave tipo? Pelo que tenho visto não.

Edited by HudA3

Share this post


Link to post
Share on other sites

O CEO da Ethiopian Airlines disse que os investigadores etíopes não conseguiram fazer a leitura das caixas-pretas por estarem muito danificadas

 

Serão enviados para outro país para análise, mas não foi decidido para onde. Provavelmente para os EUA, já que o NTSB está envolvido na investigação.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Foqa, vc está corretíssimo, mas sejamos sinceros, vc acha que 1000 horas ou 200 voadas na geral ou dando instrução antes de entrar na linha vão fazer alguma diferença ? Numa aeronave tipo? Pelo que tenho visto não.

 

Eu acho que sim, vai fazer diferença sim.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
B737-MAX-8 voando neste momento

13-Mar-2019, 06:00 (Cidade do México, Denver)

13-Mar-2019, 07:00 (Chicago, New Orleans)

13-Mar-2019, 08:00 (Manaus, Cuiabá)

13-Mar-2019, 09:00 (Brasília, São Paulo)

13-Mar-2019, 12:00 (UTC, Zulu)


b38m-7m8-6.jpg?w=888

Share this post


Link to post
Share on other sites

Informação oficial da Copa, fresquinha, que consegui arrancada a fórceps:

 

Com certeza,Temos total confiança em nossos pilotos, pessoal de manutenção e programa de segurança, o que permite a operação segura de nossas aeronaves MAX9. Até o momento, não há informações que demonstrem que existe um problema sistemático com o Boeing 737MAX que afeta sua aeronavegabilidade. Reiteramos que somos muito atenciosos e monitoramos de perto os resultados e as conclusões da investigação em andamento.

 

Como devemos interpretar isso? A Copa está sendo omissa e pressionando sua tripulação a voar?

 

Em Tocumen há relatos de passageiros se recusando a fazer voos e a empresa se recusa a dar-lhes atenção, cobrando alteração de voo no caso de remarcações ou os mesmos decidindo não voar com as aeronaves!

 

Quais são os direitos do passageiro num caso excepcional como esse? Tenho um voo com a Copa partindo de PTY na sexta e não sei como proceder...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Estava lendo no Airliners tmb que nos EUA tem muitos passageiros se recusando a voar no Max e as empresas estão cobrando taxas para remarcação ou cancelamento

Entendo o lado do passageiro mas no momento de compra da passagem tenho certeza que quando você aceita o termos de adesão não tem nada falando sobre o direito de reembolso ou remarcação se a aeronave que vai realizar o voo não é do seu gosto

Share this post


Link to post
Share on other sites
Guest
This topic is now closed to further replies.
Sign in to follow this  

×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade