Jump to content
Sign in to follow this  
Dinämica da Operação

Azul assina acordo para adquirir nova empresa com ativos da Avianca Brasil

Recommended Posts

 

Eu acho engraçado... é comunicado pra todo lado, mas nenhum dizendo quando vão pagar os salários... Se pagaram agora a tarde, tudo bem, mas pelo menos até as 13:00 nada. Só recebeu quem ganha até R$ 2.000,00

A companhia não tá nem aí pros funcionários

 

Nem um centavo na conta dos colaboradores.

 

Já há notícias circulando que se o salario não sair até dia 13/03 de manhã, a operação para!!!!!

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

Mas nesses aeroportos slots não são problema.

Por isso o interesse dela nao esta nesses aeroportos! E sim em SP e Rio por causa da ponte!

Share this post


Link to post
Share on other sites

A carta de intenções já foi juntada nos autos da RJ.

 

A Azul planeja adquirir as ações da UPI Life Air, que deverá ser titular dos seguintes ativos, sujeitos à conclusão da due diligence:

  • Slots;
  • 16 A320 CEOs, em novas condições contratuais a serem negociadas entre Azul e lessors;
  • 12 A320 NEOs, em novas condições contratuais a serem negociadas entre Azul e lessors;
  • COA da OceanAir (Avianca);
  • Membros e bancos de dados do Amigo;
  • Parte dos funcionários da Avianca, conforme apropriado e necessário para operar a UPI Life Air temporariamente. Esse funcionários firmarão novos contratos com a Azul;
  • Direito de usar a marca registrada da Avianca até integração total da UPI LIfeAir na Azul.
  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

A carta de intenções já foi juntada nos autos da RJ.

 

A Azul planeja adquirir as ações da UPI Life Air, que deverá ser titular dos seguintes ativos, sujeitos à conclusão da due diligence:

 

  • Direito de usar a marca registrada da Avianca até integração total da UPI LIfeAir na Azul.

 

 

Tem o aval dos colombianos?

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

A carta de intenções já foi juntada nos autos da RJ.

 

A Azul planeja adquirir as ações da UPI Life Air, que deverá ser titular dos seguintes ativos, sujeitos à conclusão da due diligence:

  • Slots;
  • 16 A320 CEOs, em novas condições contratuais a serem negociadas entre Azul e lessors;
  • 12 A320 NEOs, em novas condições contratuais a serem negociadas entre Azul e lessors;
  • COA da OceanAir (Avianca);
  • Membros e bancos de dados do Amigo;
  • Parte dos funcionários da Avianca, conforme apropriado e necessário para operar a UPI Life Air temporariamente. Esse funcionários firmarão novos contratos com a Azul;
  • Direito de usar a marca registrada da Avianca até integração total da UPI LIfeAir na Azul.

 

Então realmente depois vira tudo Azul.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Avianca: ativos envolvidos em acordo não estão definidos

 

A Avianca Brasil se manifestou pela primeira vez após o anúncio da Azul, que confirma o interesse nos ativos da companhia que está em recuperação judicial desde dezembro do ano passado, divulgado ao mercado na manhã de hoje.

 

Em nota, a Avianca Brasil esclarece que a notícia divulgada fala sobre uma intenção de compra, por parte da Azul Linhas Aéreas, de uma UPI (Unidade Produtiva Isolada) que será criada pela Avianca Brasil, e cuja estrutura ainda será definida.

 

No mesmo comunicado, a aérea reforça que nenhuma venda foi concretizada e esclarece também que o número exato de aeronaves e de slots que irá compor esta nova empresa está em processo de definição.

Leia abaixo o comunicado da Avianca Brasil na íntegra: “A Avianca Brasil esclarece que a notícia divulgada hoje fala sobre uma intenção de compra, por parte da Azul Linhas Aéreas, de uma UPI (Unidade Produtiva Isolada) que será criada pela Avianca Brasil, e cuja estrutura ainda será definida. A empresa reforça que nenhuma venda foi concretizada. A companhia esclarece também que o número exato de aeronaves e de slots que irá compor esta nova empresa está em processo de definição.

 

A Avianca Brasil explica ainda que o acordo assinado prevê um DIP Financing, empréstimo com caráter de investimento prévio, para que possa manter sua operação até a realização do leilão de venda da UPI, que será agendado pela 1ª Vara de Falências e Recuperações Judiciais de São Paulo.”

 

Fonte https://www.panrotas.com.br/aviacao/empresas/2019/03/avianca-ativos-envolvidos-em-acordo-nao-estao-definidos_162858.html

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

Tem o aval dos colombianos?

 

Não são signatários, mas o acordo tem condição suspensiva de obtenção de consentimentos de terceiros.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Sobre o DIP Financing, ele tem como objetivo garantir as operações da Avianca até o efetivo fechamento com a Azul. Posteriormente, Avianca para de operar e Azul assume a operação da LifeAir, sob o nome Avianca até integrar na Azul.

Edited by gusdalcolmo

Share this post


Link to post
Share on other sites

Qual o sentido de "comprar" aviões cujo leasing será renegociado? Não é só procurar o lessor e pronto?

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

Não são signatários, mas o acordo tem condição suspensiva de obtenção de consentimentos de terceiros.

 

obrigado pela informação!

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Qual o sentido de "comprar" aviões cujo leasing será renegociado? Não é só procurar o lessor e pronto?

 

Os aviões não valem os USD 105 milhões, o que mais pesa nesse valor são os valiosos slots em SP e RJ.

Os 30 aviões, se fosse olhar o valor de compra efetiva, somariam um valor na casa dos bilhões, apenas para compra deles. Como são apenas direitos de leasing, saem à um preço simbólico, que poderia ser qualquer valor que a própria Azul achar que deve pagar.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Qual o sentido de "comprar" aviões cujo leasing será renegociado? Não é só procurar o lessor e pronto?

 

Não é propriamente dito uma compra, mas apenas completando o que o diasfly falou acima, os aviões ainda estão em contrato com a Avianca e a concordância do arrendatário na transferência economiza um bom tempo e tempo, já diria o ditado, é dinheiro.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Como assim só 50% dos slots do SDU? A O6 já tem tão poucos.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Qual o sentido de "comprar" aviões cujo leasing será renegociado? Não é só procurar o lessor e pronto?

Além do que os colegas disseram, tem outra coisa: pronta entrega. A Azul viu os A320 NEO como máquinas de fazer dinheiro.
  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

A grande verdade é que a quebra da Avianca não é boa pra ninguém, nem passageiros, nem funcionários.

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites

A grande verdade é que a quebra da Avianca não é boa pra ninguém, nem passageiros, nem funcionários.

 

Pras concorrentes é excelente, menos concorrência, mão de obra farta, assim como aeronaves disponíveis.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Cedo demais para imaginar algo.

 

Tem muita gente para se manifestar. ANAC, CADE, Judiciario, Concorrentes

 

Eu pessoalmente nao acho que estao pagando barato. Nao vejo essa jogada de mestre toda, mas como eu citei na primeira linha... nao sei as condicoes de repasse dos leasings (que sabemos sao mais caros), que slots sao esses e que outros ativos estao incluidos e em que condicoes (se do dia um em diante voce ja tem a despesa mas ainda nao sera capaz de gerar receitas com a mesma velocidade).

 

Pra mim se tudo o que esta reportado fizer sentido, eu valorizaria muito acima de tudo o Programa de Fidelidade, pois o restante sao todos ativos que hoje sabemos que nao produzem resultado positivo.

 

Quero imaginar que a Azul vai conseguir crescer em CGH (creio que sao mais que 21 slots la que hoje a Avianca tem) e 30 avioes para 70 slots, acho numa primeira analise, totalmente desproporcional. Significa dois pousos e duas decolagens diarias por aeronave ?

 

E imaginar que nenhuma estrangeira vai querer bidar nessas condicoes para comecar do zero ?

 

Sei la... quero ver as cenas dos proximos capitulos

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Cedo demais para imaginar algo.

 

Tem muita gente para se manifestar. ANAC, CADE, Judiciario, Concorrentes

 

Eu pessoalmente nao acho que estao pagando barato. Nao vejo essa jogada de mestre toda, mas como eu citei na primeira linha... nao sei as condicoes de repasse dos leasings (que sabemos sao mais caros), que slots sao esses e que outros ativos estao incluidos e em que condicoes (se do dia um em diante voce ja tem a despesa mas ainda nao sera capaz de gerar receitas com a mesma velocidade).

 

Pra mim se tudo o que esta reportado fizer sentido, eu valorizaria muito acima de tudo o Programa de Fidelidade, pois o restante sao todos ativos que hoje sabemos que nao produzem resultado positivo.

 

Quero imaginar que a Azul vai conseguir crescer em CGH (creio que sao mais que 21 slots la que hoje a Avianca tem) e 30 avioes para 70 slots, acho numa primeira analise, totalmente desproporcional. Significa dois pousos e duas decolagens diarias por aeronave ?

 

E imaginar que nenhuma estrangeira vai querer bidar nessas condicoes para comecar do zero ?

 

Sei la... quero ver as cenas dos proximos capitulos

 

Trilhos começaram em CGH e GRU, mas podem ter outros trechos complementares.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Cedo demais para imaginar algo.

 

Tem muita gente para se manifestar. ANAC, CADE, Judiciario, Concorrentes

 

Eu pessoalmente nao acho que estao pagando barato. Nao vejo essa jogada de mestre toda, mas como eu citei na primeira linha... nao sei as condicoes de repasse dos leasings (que sabemos sao mais caros), que slots sao esses e que outros ativos estao incluidos e em que condicoes (se do dia um em diante voce ja tem a despesa mas ainda nao sera capaz de gerar receitas com a mesma velocidade).

 

Pra mim se tudo o que esta reportado fizer sentido, eu valorizaria muito acima de tudo o Programa de Fidelidade, pois o restante sao todos ativos que hoje sabemos que nao produzem resultado positivo.

 

Quero imaginar que a Azul vai conseguir crescer em CGH (creio que sao mais que 21 slots la que hoje a Avianca tem) e 30 avioes para 70 slots, acho numa primeira analise, totalmente desproporcional. Significa dois pousos e duas decolagens diarias por aeronave ?

 

E imaginar que nenhuma estrangeira vai querer bidar nessas condicoes para comecar do zero ?

 

Sei la... quero ver as cenas dos proximos capitulos

Lipe, concordo com vc em partes, e discordo em outras partes.

Acho que temos que levar em conta os seguintes fatores:

 

Qual seria o valor de e"ntrada" para a aquisição dessas 30 aeronaves?

 

A aquisição imediata de 30 aeronaves, já com tripulação, funcionários de solo, slots e principalmente, passageiros utilizando.

 

A aquisição de slots em GRU e CGH, coisa que a Azul sempre buscou desde o começo.

 

Pelo lado negativo, é sabido e notório que essas 30 aeronaves são incapazes de gerar lucro para a Avianca, será que a Azul conseguirá? E em quais condições?

 

Não seria perigoso um aumento do dia pra noite de +/-30% da frota da Azul? Sabemos que crescer muito rápido e sem planejamento é o grande calcanhar de Aquiles das Cias Aéreas.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Quem aprova a proposta são os credores, não os Efromovich. Certo?

Share this post


Link to post
Share on other sites

Pelo lado negativo, é sabido e notório que essas 30 aeronaves são incapazes de gerar lucro para a Avianca, será que a Azul conseguirá? E em quais condições?

 

Empresa muito mais enxuta, com tarifas mais altas.

Share this post


Link to post
Share on other sites

No fundo a Azul quer comprar os 70 pares de slots por USD 105MI. Já se resolveu aquela disputa jurídica dos slots serem propriedade das empresas ou da União?

Share this post


Link to post
Share on other sites

Desculpem minha falta de conhecimento, mas nessa proposta, a Azul vai absorver todos os funcionários? Os que não forem aproveitados, vão ter sua rescisão honrada pela Azul?

Share this post


Link to post
Share on other sites

Veja bem, a carta de intenção prevê a

Compra dos

Aviões e

Slots que estarão na nova empresa que será criada para isso. Os funcionários continuarão a ser ocean air, e parte

Deste dinheiro será usado para pagar as demissões. Muitos serão reaproveitados na azul mas

Terão de passar por processo seletivo etc e tal. Não seria uma transferência como foi na trip. Este processo seletivo e para

Pilotos Comissarios etc .

Share this post


Link to post
Share on other sites

Desculpem minha falta de conhecimento, mas nessa proposta, a Azul vai absorver todos os funcionários? Os que não forem aproveitados, vão ter sua rescisão honrada pela Azul?

Para vir para a Azul tem que pedir demissão da 06, novo contrato de trabalho.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Sign in to follow this  

×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade