Jump to content
Sign in to follow this  
Antonio (CENI)

Gol suspenderá operação com o Boeing 737 MAX 8

Recommended Posts

 

Suspender não é o mesmo que cancelar....

 

Acredito que todas as hipóteses estejam sobre a mesa; ao menos uma empresa precavida agiria assim....

Pois é....era previsível. Só não era possível saber se seria FOR ou BSB. Mas depois dos relatos que recebi do tratamento que a Gol está dando a varios passageiros que estão na Flórida, junto-me ao #voltaDelta

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Garuda Indonesia irá cancelar a encomenda de 49 737 MAX. CEO põe culpa na perda de confiança do público na aeronave

Share this post


Link to post
Share on other sites

Até que ponto a Gol deve estar abraçada com a Boeing? Será que não dava pra reduzir pela metade essa compra de 135 MAX e começar a trazer uns A321 NEO para voos internacionais? Num cenário que for comprovado que a certificação do MAX foi meio que furada, será que não daria margem para quebra de contrato?


Até recuperar a confiança do público com o MAX, e ainda, continuar com a difícil tarefa de emplacar voos inter com mais de 6 horas num 737, acho que o projeto Inter da GOL fica numa situação delicada.

Aproveita mão de obra da Avianca, família A320, e vai tentando emplacar algo... Traz uns A321 NEO e paga pra ver. Será que a Airbus não pensa em roubar um cliente importante da Boeing?

Viagem total minha rsrsrs Só achismo de entusiasta!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Até que ponto a Gol deve estar abraçada com a Boeing? Será que não dava pra reduzir pela metade essa compra de 135 MAX e começar a trazer uns A321 NEO para voos internacionais? Num cenário que for comprovado que a certificação do MAX foi meio que furada, será que não daria margem para quebra de contrato?

 

 

Até recuperar a confiança do público com o MAX, e ainda, continuar com a difícil tarefa de emplacar voos inter com mais de 6 horas num 737, acho que o projeto Inter da GOL fica numa situação delicada.

 

Aproveita mão de obra da Avianca, família A320, e vai tentando emplacar algo... Traz uns A321 NEO e paga pra ver. Será que a Airbus não pensa em roubar um cliente importante da Boeing?

 

Viagem total minha rsrsrs Só achismo de entusiasta!

 

 

 

Antonio, geralmente esses grandes contratos como o da GOL, tem uma pesada multa de cancelamento.

Não é tão fácil cancelar encomendas para uma aeronave. Na maioria das vezes as companhias optam por alterar a encomenda para outro modelo, como a Azul fez alterando do A350 para o A330neo e no final parece que a Airbus não cobrou multas.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Caraca!!

 

Recentemente a Gol suspendeu diversos voos em PVH e reacomodou muitos PAX na AD. Não seria o caso de tentar minimizar os transtornos e acomodar via REC ou BEL?

 

Não é barato reacomodar pax nas congêneres. Geralmente se paga uma tarifa pré-acordada, que é bem salgada.

 

Aí deve-se avaliar se o desconforto gerado no passageiro (intangível) custa mais que os custos de acomodação na concorrência.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Até que ponto a Gol deve estar abraçada com a Boeing? Será que não dava pra reduzir pela metade essa compra de 135 MAX e começar a trazer uns A321 NEO para voos internacionais? Num cenário que for comprovado que a certificação do MAX foi meio que furada, será que não daria margem para quebra de contrato?

 

 

Até recuperar a confiança do público com o MAX, e ainda, continuar com a difícil tarefa de emplacar voos inter com mais de 6 horas num 737, acho que o projeto Inter da GOL fica numa situação delicada.

 

Aproveita mão de obra da Avianca, família A320, e vai tentando emplacar algo... Traz uns A321 NEO e paga pra ver. Será que a Airbus não pensa em roubar um cliente importante da Boeing?

 

Viagem total minha rsrsrs Só achismo de entusiasta!

 

 

 

Antônio, a GOL tendo somente aviões de uma única família, faz a empresa ter um custo bem enxuto com tripulação, manutenção e estoque de peças, além da flexibilidade dos aviões não precisarem ficar fixos em um único trilho.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Achei bem interessante os termos do comunicado. Rápida conexão em Brasília. Breve escala em Punta Cana.

O camarada acorda 3 da manhã, pra chegar no aeroporto 4:30 e decolar 6 . Em seguida, parte pra Brasília, sai do avião, espera mais uma hora e decola pra Punta Cana. Aí espera mais 45 minutos pra partir pra MCO.

HAHAHHAAHHAHAHAHAH

Se tivessem consideração com o passageiro que pagou voo FOR-MCO direto, sequer proporiam essa aberracão.

 

 

 

Não é barato reacomodar pax nas congêneres. Geralmente se paga uma tarifa pré-acordada, que é bem salgada.

 

Aí deve-se avaliar se o desconforto gerado no passageiro (intangível) custa mais que os custos de acomodação na concorrência.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Achei bem interessante os termos do comunicado. Rápida conexão em Brasília. Breve escala em Punta Cana.

O camarada acorda 3 da manhã, pra chegar no aeroporto 4:30 e decolar 6 . Em seguida, parte pra Brasília, sai do avião, espera mais uma hora e decola pra Punta Cana. Aí espera mais 45 minutos pra partir pra MCO.

HAHAHHAAHHAHAHAHAH

Se tivessem consideração com o passageiro que pagou voo FOR-MCO direto, sequer proporiam essa aberracão.

 

 

 

Não faria mais sentido o voo de BSB pousar em FOR e em seguida seguir para MIA/MCO com escala em PUJ?

Essa descida para BSB para depois subir é osso!!!!!!

Edited by Allan777
  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Na minha opinião faria mais sentido arrendar dois 763 e colocar para voar direto de BSB. Forçar a turma de FOR descer a BSB e ainda ter uma escala tecnica em PUJ piorou demais a experiência do passageiro. Vamos ver o custo de imagem que custará a GOL nessa história toda.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Nem precisava ser 767, 757 resolvia o problema.

 

Pode fazer o interchange como a LATAM faz. Acho que a Gol pensa nisso mas está esperando os passos da Boeing para ver se a frota de MAX ficará meses parada.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Nem precisava ser 767, 757 resolvia o problema.

 

Pode fazer o interchange como a LATAM faz. Acho que a Gol pensa nisso mas está esperando os passos da Boeing para ver se a frota de MAX ficará meses parada.

Talvez a GOL esteja realmente pensando nisso, mas será que essa crise com os MAX não possa ser a oportunidade de repensar a polírica de frota única, será que a economia de custos compensa essa insegurança diante de um problemão desse? Tudo bem que a AZUL, por exemplo, tem uma política bem diferente, mas obtém lucro com modelos diferentes de aviões. Talvez seja uma oportunidade de realizar uma mudança, será que a expansão no doméstico e principalmente no internacional compensa com um só modelo de avião? Afinal, a GOL não é uma Low Cost já a algum tempo, para que então manter uma característica desse tipo de companhia?

Share this post


Link to post
Share on other sites

Essa questão da gol fez eu pensar aonde a aerolineas está parando com os 737 delas nos voos para puj,que por um tempo foi o voo mais longo do max

 

Eles param em resistência na ida e na volta em salta

Achei engraçado que invés de algo no meio do caminho,resolveram fazer as paradas na Argentina mesmo

Share this post


Link to post
Share on other sites

Uma dúvida,para a Gol fazer 1h de conexão em Bsb, principalmente no retorno ( com imigração e alfândega) ela manteve o voo com numeração internacional até Fortaleza?

Afinal em 1h não dá para desembarcar,fazer imigração, aduana,redespachar e embarcar no trecho Bsb-For

Share this post


Link to post
Share on other sites
Gol e Governo do CE aguardam decisão da Boeing para retomar voos diretos para os EUA; empresa vende
Por Hugo Renan do Nascimento, hugo.renan@diariodonordeste.com.br 22:40 / 24 de Março de 2019 ATUALIZADO ÀS 22:40
Consumidor que comprar passagens hoje, saindo de Fortaleza a partir de maio, não é informado pela empresa que terá duas paradas até seu destino final
image.JPG
Voo direto partia diariamente de Fortaleza para Orlando e desde o dia 11 de março está suspensoFOTO: THIAGO GADELHA

A suspensão temporária dos voos diretos entre Fortaleza e Flórida (Miami e Orlando), da Gol Linhas Aéreas, não está sendo discutida, até o momento, com o Governo do Estado. Segundo o secretário do Turismo (Setur), Arialdo Pinho, tanto a empresa quanto o Poder Estadual aguardam definição da Boeing em relação ao uso do 737 Max.

No entanto, a companhia continua comercializando passagens com o modelo de aeronave nos voos para os Estados Unidos. Em pesquisa realizada ontem (24), diretamente no site da Gol, a reportagem encontrou bilhetes disponíveis para voar no 737 Max, entre a Capital cearense e as cidades norte-americanas, a partir do mês de maio. A empresa informou que não tem prazo definido para a volta do Max. Enquanto as operações seguem suspensas, a companhia está reacomodando os passageiros, em conexões em Brasília.

Da Capital Federal, os clientes voam até Punta Cana, para uma parada técnica de cerca de 45 minutos. Os voos diretos de Fortaleza para Miami ou Orlando têm duração média de 7 horas. Com a conexão no Distrito Federal e a escala para reabastecimento, os voos chegam a durar 12 horas. "Eu vou voltar nesse voo da Gol por Brasília com a minha família no fim do mês e não vejo problema com isso", diz o secretário Arialdo, que está de férias em Orlando.

Consumidores

Os viajantes precisam ficar atentos aos direitos dos consumidores nestes casos. O presidente da Comissão de Defesa do Consumidor da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-CE), Thiago Fujita, alerta que na situação de cancelamentos de voos as pessoas podem pedir reembolso integral do valor pago à companhia.

"A Agência Nacional de Aviação Civil tem uma resolução que trata dessa questão de cancelamento. Eu acredito que a Gol tenha comunicado os passageiros com pelo menos 72 horas de antecedência do voo. A resolução da Anac tem, no artigo 12, que neste caso, se houver diferença do horário de chegada de um hora para voo internacional, a empresa deve oferecer como uma das alternativas a reacomodação ou o reembolso integral", explica.

A Gol já está oferecendo a opção de reacomodar os passageiros em voos com conexão em Brasília. Cabem aos passageiros decidirem pela opção de reembolso integral. "A possibilidade de se discutir na Justiça os danos materiais existe também. Obviamente é preciso ter as provas, os comprovantes ou despesas de hospedagem. Se o consumidor entender que essa mudança de voo e a nova acomodação não é interessante, a primeira medida é pedir o reembolso integral nas condições da Anac. Ou se ele quiser mesmo assim fazer a viagem, ele precisa ter todos os comprovantes de prejuízos materiais", observa.

Fujita também explica que caso a companhia negue o reembolso integral a recomendação é fazer uma reclamação perante à Anac. "A minha outra orientação é que diante de alguma dúvida o consumidor busque informações juntos aos órgãos de defesa ou ainda procurem a Anac. Com a desinformação fica difícil o exercício do direito. Às vezes o consumidor ignora. Não se conformar porque quando isso ocorre os fornecedores acabam se aproveitando desse não exercício do direito".

Trajeto

A Gol informou que está realocando os passageiros em um voo para a Brasília, que sai de Fortaleza, às 6h05 com chegada na Capital federal às 8h45. De lá, um avião modelo 737-800NG decola às 9h50 e chega em Punta Cana às 14h55. A parada, no qual os usuários não precisam trocar de aeronave, dura até às 15h40, quando o voo segue para Orlando com pouso estimado para as 18h45. O igual trajeto é feito para Miami, com a diferença que o voo parte de Brasília às 10h e chega na cidade norte-americana às 18h35.

No retorno ao Brasil, os passageiros decolam de Orlando às 21h50 e chegam às 12h25 em Fortaleza.

Software

Os reguladores de segurança aérea dos EUA aprovaram provisoriamente o software de varredura e as mudanças de treinamento para os jatos 737 Max, com o objetivo de consertar problemas com um sistema de controle de voo que está sob suspeita. As extensas revisões tornarão o recurso automatizado de prevenção de perda de controle da aeronave menos agressivo e mais controlável pelos pilotos. O treinamento destaca informações sobre quando o sistema se conecta e como os pilotos podem desligá-lo.

Max: 2 acidentes e muitas dúvidas

O modelo Boeing 737 Max esteve envolvido em dois acidentes nos últimos cinco meses. A tragédia na Etiópia matou 157 pessoas. Outro, em outubro, deixou 189 mortos na Indonésia.

A Boeing disse que está trabalhando com a Autoridade de Aviação dos EUA (FAA) desde o acidente na Indonésia para melhorar o software de controle, e que a atualização deve ser entregue nas próximas semanas. O Max é a quarta geração do Boeing 737, que foi lançado em 1967 e se tornou o avião comercial mais vendido do mundo.

O modelo é oferecido em quatro tamanhos, 7, 8, 9 e 10. Na comparação com as versões anteriores, o Max tem motores maiores, automação de mais itens e capacidade de voar distâncias maiores. O avião também gasta 13% menos combustível na comparação com outras aeronaves atuais de porte similar.

image.jpg

PALAVRAS-CHAVES: ECONOMIAAEROPORTO
VC REPÓRTER

FLAGROU ALGO? ENVIE PARA NÓS

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu sigo sem entender esse malabarismo com os PAX de FOR ao mesmo tempo que a empresa pede diversos voos novos, como se a malha estivesse folgada.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu sigo sem entender esse malabarismo com os PAX de FOR ao mesmo tempo que a empresa pede diversos voos novos, como se a malha estivesse folgada.

Pra mim é mais que óbvio que as vendas de Fortaleza devem estar muito baixa

 

Alguém teria os dados para ilustrar ?

Lembrando que março entra a baixa temporada ....

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu sigo sem entender esse malabarismo com os PAX de FOR ao mesmo tempo que a empresa pede diversos voos novos, como se a malha estivesse folgada.

Vôos novos pedidos para Agosto em diante, vamos ser justos né...

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

segundo o gcmap, FOR-PUJ-MIA acrescenta nada em termos de desvio na rota, então mesmo supondo que a tarifa média em Fortaleza não esteja boa o suficiente, será que as taxas para essa escala técnica e o preço do QAV são tão caras a ponto de ser mais vantajoso para a companhia bancar a perna doméstica até BSB?

Share this post


Link to post
Share on other sites

Pra mim é mais que óbvio que as vendas de Fortaleza devem estar muito baixa

 

Alguém teria os dados para ilustrar ?

Lembrando que março entra a baixa temporada ....

 

 

Acumulado Jan-Fev/2019, ANAC

Apenas voos Gol

 

for-bsb-gol-eua.jpg

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites
A equação é simples: o hub Gol em BSB já está consolidado, com muito maior conectividade frente à FOR; o aeroporto de BSB já está reformado, com 30-31 pontes de embarque disponíveis, fora as remotas, e FOR ainda está em reforma, com apenas 7 pontes, e várias remotas bloqueadas pela reforma do TPS.


FOR só terá capacidade de voos mais altos, como hub da Gol, após a reforma, com 16 pontes. Ainda assim será cerca da metadade das disponíveis em BSB. O bom é que já-já se concluí a reforma aí em FOR. Faltam poucos meses. 2020 e 2021 deverão ser anos muito bons em FOR, com muitas novidades.

Edited by ruifo

Share this post


Link to post
Share on other sites

A explicação é simples. A Gol perdeu 7 aeronaves, isso deixou a malha apertada. Optou pela base mais madura.

 

É ruim para o passageiro, mas a companhia tinha que fazer escolhas. Escolheu encher o máximo que puder o NG indo por BSB, pra minimizar o maior gasto com combustível e escalas não programadas.

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites

A explicação é simples. A Gol perdeu 7 aeronaves, isso deixou a malha apertada. Optou pela base mais madura.

 

É ruim para o passageiro, mas a companhia tinha que fazer escolhas. Escolheu encher o máximo que puder o NG indo por BSB, pra minimizar o maior gasto com combustível e escalas não programadas.

 

Foi por aí mesmo...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
Sign in to follow this  

×
×
  • Create New...

Important Information