Jump to content

Empresas aéreas anunciam maior controle sobre bagagens de mão.


Recommended Posts

  • Replies 159
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

Top Posters In This Topic

Popular Posts

Brasil impera a Lei de Gerson, começaram a cobrar por despacho de bagagem e ai o que o "Gerson" fez, leva tudo em cima, faz checkin sem nada e depois pega a mala no carro e segue pro portão de embarqu

Funcionarios dessas terceirizadas vão precisar usar capacete, caneleira, joelheira, cotoveleira, ombreira... Vão ser tipo jogadores de futebol americano guardando a entrada do raio-x. kkkkkkk   Agor

Passou da hora, o que tem de passageiro folgado e cheio dos direitos e nenhum dever nao ta escrito...

controlar bagagem é mole...quero ver controlar a ganância das companhias aéreas...a passagem iria abaixar, né mesmo? ah ta..só caô

Baixou sim.

Só na Azul que a tarifa média subiu.

Link to post
Share on other sites

Aos que defendem que a triagem seja no gate, pode ser sim, mas nesse caso, ao ser encaminhada de volta ao checkin para pagar e despachar a bagagem, a pessoa vai ter um caminho muito maior, mas pelo menos aproveita e passa na loja para pagar a remarcação do voo que perdeu.

Porque o desejo da maioria das pessoas e das empresas é um só: punir e ganhar de forma exacerbada.

 

Bagagem despachada deveria custar não mais que 20 R$.

Cartão novo de milhagem? Primeira viagem ganha bonus de 500 milhas + 10 R$ de desconto na mala despachada ao longo da viagem.

Primeiro nível de viajante frequente? 50% off na taxa da mala despachada para o cliente e quem estiver na mesma reserva até 5 pessoas no total.

Segundo nível em diante? Não paga.

 

Para piorar, um a320/737 tem mais assentos que espaço no bin que permita 1 mala de mão por pessoa. O modelo de cobrar por mala despachada garante um índice perto de 90% dos passageiros com mala de mão.

Sendo bem otimista, você vai ter 2.25 fileira para cada bin. e cada bin comporta, em média, 4 malas.

 

se um avião tem 28 fileiras, arredondando o avião tem capacidade de levar 26 x 4 bagagens de mão. 104 itens.

a média de ocupação das empresas é de 80%. configurações dos a320/737 sempre 168+ pessoas.

Lembrando: As empresas precisam que os passageiros despachem mala no portão no modelo pague por item despachado. Você tem de considerar sempre, 100% de passageiros com item de mão.

 

Em qualquer analise séria, no momento que o passageiro está no portão de embarque, qualquer forma de trazer a receita auxiliar já foi perdida (receita auxiliar de bagagem de mão é perecível). Para piorar, existe o risco maior de embarque tumultuado gerar atraso, que reduz a eficiência da frota e da utilização da regulamentação da tripulação.

 

O risco da mala fora do padrão no portão é da empresa no modelo de pagar por mala despachada. Assim como todos podem estar dentro do padrão e a empresa ainda sim precisa despachar mala pq não tem bin para todo mundo.

 

O cenário do tempo não muda: A empresa precisa despachar mala no portão. Ou ela cria mecanismos que favorecem o despacho - taxas não seja punitivas e recompensa para quem despachar e for viajante frequente - ou eu vou ter de aceitar mais mala fora do padrão no portão de graça.

Edited by Pliskin
  • Like 1
Link to post
Share on other sites

A parte mais bizarra deste tópico é que ninguém condena a sacanagem que é cobrar 60 talqueis por uma mala, assim como pagar 40 talqueis por uma estacionada no aeroporto.

 

Se as empresas baixassem a bolinha e cobrassem mais barato pela bagagem, os Gersons diminuiriam no gate consideravelmente.

 

É igual frigobar de hotel, querem cobrar um absurdo, podendo cobrar algo menos abusivo e promovendo a rotatividade do serviço.

  • Like 3
Link to post
Share on other sites

Não vai, essa proibição das bagagens não estava no texto original, foi incluída no final. Manobra típica.

 

O lobby não vai deixar.

Texto já saiu da comissão mista, agora ou aprovam 100% de capital estrangeiro com mala de 23kg em vôos domésticos ou reprovam. Não tem mais como mudar o texto.

Link to post
Share on other sites

Texto já saiu da comissão mista, agora ou aprovam 100% de capital estrangeiro com mala de 23kg em vôos domésticos ou reprovam. Não tem mais como mudar o texto.

Exatamente, a aprovação do capital estrangeiro em 100% ficou vinculada a 1 bagagem grátis despachada.É quase impossível que não aprovem, a ANAC pode chorar o que quiser, mas virando lei do congresso, é obedecer e fim.

Link to post
Share on other sites

a passagem iria abaixar, né mesmo? ah ta..só caô

 

Porque os outros custos das empresas aéreas (principalmente combustível e dólar) se mantiveram durante o período né?

Link to post
Share on other sites

Hahahahahaha ou seja, não podia intervenção estatal pra obrigar a pessoas a respeitar os limites de bagagem ~mais uma lei nesse país?!? ~

 

Agora vai ter intervenção estatal pra liberar mala despachada e geral vai achar lindo.

 

Eu digo: Liberalismo bom é liberalismo que não me afeta.

  • Like 4
Link to post
Share on other sites

Se as companhias não tiverem uma política de tolerância zero no gate, não adianta fiscalizar antes do raio X.

Os agentes que fiscalizam antes do raio X não tem poder para impedir a entrada de ninguém. Os agentes do raio X vão barrar alguém por causa do tamanho da mala? Duvido.

Se o passageiro é barrado antes do raio X e depois vê malas maiores dentro do avião, ele vai ignorar o agente da Abear na próxima oportunidade.

Link to post
Share on other sites

Negativo. Quando o texto original da MP é alterado há conversão obrigatória em Projeto de Lei de Conversão (PLV), que depende de sanção presidencial. Portanto, como o texto original da MP foi modificado, Bolsonaro ainda tem o poder de veto.

 

 

Texto já saiu da comissão mista, agora ou aprovam 100% de capital estrangeiro com mala de 23kg em vôos domésticos ou reprovam. Não tem mais como mudar o texto.

Link to post
Share on other sites

"Mesmo sendo incluída na MP que está em vigor, a medida da franquia de bagagem só passa a valer após a sanção presidencial.

A MP, editada em dezembro passado pelo então presidente Michel Temer, precisa ser aprovada pelo Congresso, ou perderá sua validade. Antes de virar lei, precisa passar por votações na Câmara e no Senado."

 

https://www.panrotas.com.br/mercado/economia-e-politica/2019/04/congresso-veta-cobranca-e-obriga-aereas-retomarem-franquia_164010.html

Link to post
Share on other sites

"Iata vê riscos para aviação brasileira com alteração da MP de abertura do setor aéreo"

 

https://www.mercadoeeventos.com.br/noticias/aviacao/iata-ve-riscos-para-aviacao-brasileira-com-alteracao-da-mp-de-abertura-do-setor-aereo/

Essas duas medidas ao mesmo tempo é como tomar Novalgina e após falar pra esposa de TPM que ela está gorda... Vão atrair muito capital estrangeiro com o estado controlando tudo...

Link to post
Share on other sites

Essas duas medidas ao mesmo tempo é como tomar Novalgina e após falar pra esposa de TPM que ela está gorda... Vão atrair muito capital estrangeiro com o estado controlando tudo...

 

Ou pode ser simplesmente uma jogada já combinada para oficializar algumas fachadas.

Link to post
Share on other sites

 

https://abear.com.br/passageiros/bagagens/bagagem-de-mao/?org=33

 

Você realmente leu o que está ai? Pq não é possível isso ..

 

Principalmente a parte do * da imagem que consta no site, e essa aqui: Se a mala ultrapassar as especificações da companhia, o passageiro pode ter de despachá-la e pagar pelos quilos excedentes.

 

Refere-se as empresas nacionais.

 

Negativo. Quando o texto original da MP é alterado há conversão obrigatória em Projeto de Lei de Conversão (PLV), que depende de sanção presidencial. Portanto, como o texto original da MP foi modificado, Bolsonaro ainda tem o poder de veto.

 

 

 

A questão é que ele não poderia vetar parcialmente, somente a parte referente a bagagem de mão, pois revalidaria uma MP não aprovada no congresso. Teria que vetar integralmente, inclusive a abertura ao capital estrangeiro.

 

Sem contar que ainda vai pro Senado, onde pode ser modificada.

 

Ela ainda pode ser modificada no plenário da câmara também, mas como a comissão é mista (12 deputados e 12 senadores) dificilmente é rejeitada nos plenários da casas, em tese é mais fácil haver modificações no plenário da câmara, pois 12 deputados de 513 não é muito representativo, do que no senado, aonde 12 dos 81 senadores já são favoráveis, sendo mais fácil obter a maoria simples.

 

 

Abraços

Link to post
Share on other sites

Pra mim é muito simples de entender. Se eu comprei uma passagem e afirmei que "Li e Concordei" que minha mala de mão deve ter 55x35x25cm, mas vou embarcar com uma de 56x36x26, estou passível de punição... e com razão. As companhias aéreas precisam fiscalizar que seus direitos também se façam valer e não vejo problemas em ser fiscalizado antes do raio X. É assim com as multas de trânsito. Já fui multado por rodar a 50km/h numa via em que eu sabia ser de 40km/h. Como passageiro, sei muito bem dos meus direitos e corro atrás pra que sejam cumpridos. Mas sou humilde em reconhecer os meus deveres.

Link to post
Share on other sites

E outra: se precisam diminuir a quantidade a bordo de malas fora do padrão, instalem uma simples balança auditada / calibrada pelo Inmetro ou outro instituto oficial. Garanto que o problema será resolvido sem tantas discussões.

Link to post
Share on other sites

E outra: se precisam diminuir a quantidade a bordo de malas fora do padrão, instalem uma simples balança auditada / calibrada pelo Inmetro ou outro instituto oficial. Garanto que o problema será resolvido sem tantas discussões.

 

 

As empresas não dão conta de checar nem no balcão do check-in quando você despacha uma mala maior e fica com uma menor como de mão. Isso porque já tem a balança lá, imagina em outro lugar.

As empresas não checam nem no balcão do check-in quando você despacha uma mala maior e fica com uma menor como de mão.

Link to post
Share on other sites

Pra mim é muito simples de entender. Se eu comprei uma passagem e afirmei que "Li e Concordei" que minha mala de mão deve ter 55x35x25cm, mas vou embarcar com uma de 56x36x26, estou passível de punição... e com razão. As companhias aéreas precisam fiscalizar que seus direitos também se façam valer e não vejo problemas em ser fiscalizado antes do raio X. É assim com as multas de trânsito. Já fui multado por rodar a 50km/h numa via em que eu sabia ser de 40km/h. Como passageiro, sei muito bem dos meus direitos e corro atrás pra que sejam cumpridos. Mas sou humilde em reconhecer os meus deveres.

 

Não da para comparar multas de trânsito com disposições impositivas em contratos de adesão...

Aliais, sequer deveria existir o "li e concordei" na forma de um check box depois de um quadrado com um monte de letra miúda, uma vez que isso é vedado pelo código de defesa do consumidor.

Nos termos da sua comparação, não é a toa que existem inúmeras placas ostensivas que informam ao motorista a velocidade permitida no local, apesar de isso ser definido pelo Código de Trânsito Brasileiro, sem informar a velocidade, não existe multa.

Pelo visto você não sabe tão bem assim do seus direitos!

 

Nesta história, praticamente todos erram, menos o coitado que leva a mala dentro dos parâmetros e acaba sendo o mais prejudicado.

 

Abraços

Link to post
Share on other sites

As empresas deveriam é fazer o contrário... Cobrar para levar a mala de mão e não a despachada...

Ou à la Ryanair. Você tem o direito de levar sua mala de mão gratuita até à porta do avião e depois dizer tchau para a coitada que vai para o porão.

 

 

Quer levar mais do que um artigo pessoal pequeno à bordo? Paga!

 

Quer despachar a mala para não ter que arrastá-la pelo aeroporto? Paga!

Link to post
Share on other sites

 

Não da para comparar multas de trânsito com disposições impositivas em contratos de adesão...

Aliais, sequer deveria existir o "li e concordei" na forma de um check box depois de um quadrado com um monte de letra miúda, uma vez que isso é vedado pelo código de defesa do consumidor.

Nos termos da sua comparação, não é a toa que existem inúmeras placas ostensivas que informam ao motorista a velocidade permitida no local, apesar de isso ser definido pelo Código de Trânsito Brasileiro, sem informar a velocidade, não existe multa.

Pelo visto você não sabe tão bem assim do seus direitos!

 

Nesta história, praticamente todos erram, menos o coitado que leva a mala dentro dos parâmetros e acaba sendo o mais prejudicado.

 

Abraços

Desculpe fazê-lo discorrer sobre Código de Trânsito Brasileiro em um fórum sobre aviação. Não foi intenção minha. O exemplo das multas de trânsito foi apenas para ilustrar que fiz algo errado sabendo das consequências. E não se preocupe, caso eu tenha alguma dúvida ou queira saber mais sobre meus direitos, sempre procuro em fontes oficiais e confiáveis. Vou reescrever meu post retirando o exemplo da multa. Talvez fique mais claro:

 

"Pra mim é muito simples de entender. Se eu comprei uma passagem e afirmei que "Li e Concordei" que minha mala de mão deve ter 55x35x25cm, mas vou embarcar com uma de 56x36x26, estou passível de punição... e com razão. As companhias aéreas precisam fiscalizar que seus direitos também se façam valer e não vejo problemas em ser fiscalizado antes do raio X. (...) Como passageiro, sei dos meus direitos e corro atrás pra que sejam cumpridos. Mas sou humilde em reconhecer os meus deveres."

Link to post
Share on other sites

E outra: se precisam diminuir a quantidade a bordo de malas fora do padrão, instalem uma simples balança auditada / calibrada pelo Inmetro ou outro instituto oficial. Garanto que o problema será resolvido sem tantas discussões.

Existem mais passageiros e suas respectivas malas do que bin com espaço.

 

em um 737-800/a320 existe uma proporção onde se 150 passageiros chegam com 150 malas de mão, nas dimensões, no peso, simplesmente NÃO CABE. na verdade, passou de 118 passageiros, no skyInterior (sem space bin), PRECISA despachar mala de mão (a Boeing aponta isso: https://www.boeing.com/commercial/737max/space-bins/)

e não é um voo lotado.

 

Quem decidiu cobrar a mala despachada foi a empresa.

A empresa precisa trabalhar que existirá uma proporção de 1:1 passageiro/mala de mão.

Não existe espaço para todas as malas de mão MESMO quando todo mundo segue a regra.

Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.




×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade