Jump to content
Sign in to follow this  
A345_Leadership

Avianca Brasil entra com pedido de recuperação judicial [PARTE 2]

Recommended Posts

Se fosse o caso, a Gol provavelmente não ficaria nem com os aviões e nem com os tripulantes do Airbus. Se for aprovado (o que acho difícil o CADE permitir), a Gol irá aproveitar somente os Slots e nada mais.

Por isso que acho que pra ela a jogada nao seja ótima igual é pras outras. LA e AD podem aproveitar TUDO (desde que haja um acordo com os lessors, claro), já a a G3 paga o valor cheiro, por exemplo e leva "só" os slots.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Quem tem voos de bilhetes de companhias parceiras com trechos domésticos O6 faz o quê??

 

A TAP se posiciona de forma vaga, dizendo que precisa aguardar posicionamento formal da Star Alliance e da parceira, antes de autorizar remarcação do trecho doméstico com outra empresa!

 

Ora, por que não nos põe logo com a GOL ou Azul com antecedência e evita desgastes?? Ou há alguma punição/razão técnica para esse posicionamento neutro/passivo da TAP ou qualquer outra?

Share this post


Link to post
Share on other sites

Por isso que acho que pra ela a jogada nao seja ótima igual é pras outras. LA e AD podem aproveitar TUDO (desde que haja um acordo com os lessors, claro), já a a G3 paga o valor cheiro, por exemplo e leva "só" os slots.

Mas a realidade é que só os Slots valem mesmo... A maioria das Lessoras da 06 cansaram da palhaçada, vão pegar os aviões assim que o juiz autorizar.

 

Avião para empresas com bom crédito no mercado não faltam, apesar da O6 ter cag*ado a reputação do país, as atuais 3 grandes tem capital aberto e governança respeitável.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Acredito que esse curto período que a Azul esteve dentro da Avianca, deve ter conhecido quais as melhores rotas e com maiores demandas.

 

Para a Azul é interessante de qualquer jeito levar essas UPIs, porque se não levar ficara muito pequena no mercado. Vamos ver o que o CEO da Azul e o David procederão nesta situação.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Por isso que acho que pra ela a jogada nao seja ótima igual é pras outras. LA e AD podem aproveitar TUDO (desde que haja um acordo com os lessors, claro), já a a G3 paga o valor cheiro, por exemplo e leva "só" os slots.

Abriga das três pelo espólio da AVB, é só pelos slots, que é o que ainda vale alguma coisa, a maioria dos aviões deve retornar aos lessors, que estão cansados de clote e prejuízos. Talvez alguns aviões fiquem no Brasil, mas a maioria vai embora.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Só a título de curiosidade, o abastecimento da Avianca, pelo menos na AirBP, está funcionando da seguinte forma: no final do dia a abastecedora envia a quantidade de litros do dia junto com um boleto. Se a Avianca pagar, tem combustível no dia seguinte, se não pagar não tem abastecimento no dia seguinte. Ela deve ter uma reserva de dinheiro só pra isso...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Só os lessors estão levando bucha.. até quando ninguém sabe

Share this post


Link to post
Share on other sites

Só os lessors estão levando bucha.. até quando ninguém sabe

 

Só os lessors mesmo... A Vinci liberou as operações da Avianca segunda e terça porque ela pagou antecipado as taxas. Se não pagar pra operar a partir de quarta, não pousa nem decola

 

https://g1.globo.com/ba/bahia/noticia/2019/04/05/apos-pagamento-antecipado-aeroporto-de-salvador-libera-voos-da-avianca-para-segunda-e-terca-feira.ghtml

Share this post


Link to post
Share on other sites

Ja imaginava a direção que isso levou.

 

Gol e Latam mostram interesse em 1 ou 2 unidades no máximo - Gol vai tentar se manter domiante em CGH e Latam em GRU.

 

Vão tirar sua potencial concorrente da Ponte Aerea....

 

Agora acho que pouco da Avianca vai na verdade se salvar. E no fim penso que a Azul vai conseguir tambem o que quer... e isso complicará tudo!

Share this post


Link to post
Share on other sites

No caso da Gol, os A320neo não poderiam ser, de certa forma, uma salvação para a operação que dependia exclusivamente dos Max8? Uma solução rápida para um problema que não tem prazo para terminar?

Share this post


Link to post
Share on other sites

Ja imaginava a direção que isso levou.

 

Gol e Latam mostram interesse em 1 ou 2 unidades no máximo - Gol vai tentar se manter domiante em CGH e Latam em GRU.

 

Vão tirar sua potencial concorrente da Ponte Aerea....

 

Agora acho que pouco da Avianca vai na verdade se salvar. E no fim penso que a Azul vai conseguir tambem o que quer... e isso complicará tudo!

 

Não existe isso de tirar concorrente da Ponte, todos aqui são bem grandinhos e inteligentes o suficiente para saber que se a supracitada quisesse já estaria nesta rota faz tempo.

Share this post


Link to post
Share on other sites

No caso da Gol, os A320neo não poderiam ser, de certa forma, uma salvação para a operação que dependia exclusivamente dos Max8? Uma solução rápida para um problema que não tem prazo para terminar?

 

possibilidades existem apenas quando são levantadas, hehe... mas isso é tão inacreditavelmente engraçado que ia ter gerente comercial em Seattle cometendo suicídio.

 

No mais, a empresa mudar toda uma estrutura de custos para operar um modelo diverso e dedicado, mesmo que para resolver um problema que ela não criou? Essa possibilidade subiu de 0 para menos de 0,5%.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Não seria tão complicado o NEO na Gol como temporário. Traga uma turma da Avianca de tripulantes e a manutenção seja realizada pela LATAM ou Azul. Seria algo como wetleasing.

 

E manda a conta para Seattle :cool:

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

Só os lessors mesmo... A Vinci liberou as operações da Avianca segunda e terça porque ela pagou antecipado as taxas. Se não pagar pra operar a partir de quarta, não pousa nem decola

 

https://g1.globo.com/ba/bahia/noticia/2019/04/05/apos-pagamento-antecipado-aeroporto-de-salvador-libera-voos-da-avianca-para-segunda-e-terca-feira.ghtml

 

http://g1.globo.com/bahia/jornal-da-manha/videos/t/edicoes/v/recuperacao-judicial-avianca-faz-pagamento-antecipado-e-garante-mais-dois-dias-de-voos/7521784/

 

"Acho que eles entenderam o recado". Botou pra F a administração do aeroporto...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Essa situação em SSA saiu hoje no jornal local pela manhã. Voos garantidos até terça.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Quando acabar o dinheiro do combustível e agora, das taxas de embarque de SSA, será que a Azul ou a gol e Latam vão emprestar?

Share this post


Link to post
Share on other sites

Quando acabar o dinheiro do combustível e agora, das taxas de embarque de SSA, será que a Azul ou a gol e Latam vão emprestar?

 

Já emprestaram, não? GOL U$11mi, Latam U$11mi, Elliot U$5mi, Manchester U$10mi.

 

Foi divulgado na assembleia.

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

Já emprestaram, não? GOL U$11mi, Latam U$11mi, Elliot U$5mi, Manchester U$10mi.

 

Foi divulgado na assembleia.

 

Ah tá, deve dá pra aguentar até o leilão

Share this post


Link to post
Share on other sites

Interessante é ver como a concessão aeroportuária mudou as coisas. Antes as empresas aéreas não davam a mínima para Infraero e fazia o que bem entender.

 

Para pagar por dois dias a Vinci deve ter colocado-os na parede.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Já já a GRU faz a mesma coisa...

Share this post


Link to post
Share on other sites

No caso da Gol, os A320neo não poderiam ser, de certa forma, uma salvação para a operação que dependia exclusivamente dos Max8? Uma solução rápida para um problema que não tem prazo para terminar?

O NEO não consegue cumprir os voos que o MAX da Gol fazia. Edited by giuli
  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Parece que os Lessors terão finalmente as aeronaves de volta, recursos sendo julgados hoje no TJSP, noticias em breve.

Edited by Uptrim
  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Com a assembleia de credores realizada na última sexta-feira, a Avianca perdeu a proteção que o Superior Tribunal de Justiça (STJ) havia concedido, impedido que as donas dos aviões alugados pela companhia pedissem a reintegração de posse. A medida era válida até que a assembleia acontecesse. Segundo fontes próximas à empresa, não está descartada a hipótese de que a Avianca tenha de devolver aviões nos próximos dias. A companhia não conseguiu chegar a um acordo com as arrendadoras das aeronaves para devolvê-las de forma coordenada e, diante do entrave, teve de anunciar a redução de sua malha aérea.


Share this post


Link to post
Share on other sites
Guest
This topic is now closed to further replies.
Sign in to follow this  

×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade