Jump to content
Sign in to follow this  
jambock

Aeroporto de Vila Oliva (RS) terá investimento de R$ 200 milhões do Ministério da Infraestrutura

Recommended Posts

Meus prezados
Em sequencia a http://forum.contatoradar.com.br/index.php/topic/122347-canela-rs-retoma-pedido-por-aeroporto-das-hortensias/
AVIAÇÃO REGIONAL
Aeroporto de Vila Oliva (RS) terá investimento de R$ 200 milhões do Ministério da Infraestrutura
Anteprojeto foi apresentado pelo secretário Ronei Glanzmann em evento realizado em Caxias do Sul, nesta segunda-feira
O secretário nacional de Aviação Civil, Ronei Glanzmann, apresentou, às lideranças regionais do estado do Rio Grande do Sul, o anteprojeto do Aeroporto Regional da Serra Gaúcha, que será construído no distrito de Vila Oliva, próximo a Caxias do Sul. O projeto deve ser implantado em parceria com o governo do estado, prefeitura de Caxias e iniciativa privada. O orçamento previsto para o projeto é de R$ 200 milhões e o recurso será proveniente do Fundo Nacional da Aviação Civil (FNAC).
De acordo com o anteprojeto, o novo aeroporto vai atender 53 municípios localizados no entorno. O aeródromo ficará situado em uma área de 445 hectares no distrito de Vila Oliva. Terá capacidade de operação para Boeing 737, terminal de passageiros de 4,7 mil metros quadrados e 500 vagas, pátio com 26 mil metros quadrados, pista com 1.930 metros de comprimento e 45 metros de largura.
Segundo o secretário, os estudos começaram em abril de 2014, quando o Aeroporto Regional Hugo Cantergiani, em Caxias, foi declarado inviável para expansão. Em junho de 2014, a SAC declarou a viabilidade da área de Vila Oliva para o novo empreendimento. “Estamos aqui apresentando o anteprojeto do aeroporto, que vai atender toda a região e impulsionar a economia e o turismo no estado”, disse Glanzmann.
Com o anteprojeto, a licença ambiental e a autorização do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), a próxima fase será a de desapropriação da área de 445 hectares, no distrito de Vila Oliva. Esse trabalho deve ser feito pelo Estado e município. Para isso, está sendo feito estudo pela prefeitura de atualização dos valores dos imóveis – são 10 lotes que pertencem a oito proprietários.
Fonte: Assessoria Especial de Comunicação – Ministério da Infraestrutura 30 abr 2019

Share this post


Link to post
Share on other sites

Meus prezados

Em sequencia a http://forum.contatoradar.com.br/index.php/topic/122347-canela-rs-retoma-pedido-por-aeroporto-das-hortensias/

AVIAÇÃO REGIONAL

Aeroporto de Vila Oliva (RS) terá investimento de R$ 200 milhões do Ministério da Infraestrutura

Anteprojeto foi apresentado pelo secretário Ronei Glanzmann em evento realizado em Caxias do Sul, nesta segunda-feira

O secretário nacional de Aviação Civil, Ronei Glanzmann, apresentou, às lideranças regionais do estado do Rio Grande do Sul, o anteprojeto do Aeroporto Regional da Serra Gaúcha, que será construído no distrito de Vila Oliva, próximo a Caxias do Sul. O projeto deve ser implantado em parceria com o governo do estado, prefeitura de Caxias e iniciativa privada. O orçamento previsto para o projeto é de R$ 200 milhões e o recurso será proveniente do Fundo Nacional da Aviação Civil (FNAC).

De acordo com o anteprojeto, o novo aeroporto vai atender 53 municípios localizados no entorno. O aeródromo ficará situado em uma área de 445 hectares no distrito de Vila Oliva. Terá capacidade de operação para Boeing 737, terminal de passageiros de 4,7 mil metros quadrados e 500 vagas, pátio com 26 mil metros quadrados, pista com 1.930 metros de comprimento e 45 metros de largura.

Segundo o secretário, os estudos começaram em abril de 2014, quando o Aeroporto Regional Hugo Cantergiani, em Caxias, foi declarado inviável para expansão. Em junho de 2014, a SAC declarou a viabilidade da área de Vila Oliva para o novo empreendimento. “Estamos aqui apresentando o anteprojeto do aeroporto, que vai atender toda a região e impulsionar a economia e o turismo no estado”, disse Glanzmann.

Com o anteprojeto, a licença ambiental e a autorização do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), a próxima fase será a de desapropriação da área de 445 hectares, no distrito de Vila Oliva. Esse trabalho deve ser feito pelo Estado e município. Para isso, está sendo feito estudo pela prefeitura de atualização dos valores dos imóveis – são 10 lotes que pertencem a oito proprietários.

Fonte: Assessoria Especial de Comunicação – Ministério da Infraestrutura 30 abr 2019

O atual aeroporto de Caxias pertence a Infraero? Se pertence, está na lista da futura concessão de aeroportos do Sul?

Share this post


Link to post
Share on other sites

E o que vão fazer com o aeroporto atual ?

Share this post


Link to post
Share on other sites

O atual aeroporto de Caxias não pertence à Infraero. Salvo me engano é do Município. Se não o for, é do Estado do RS. O sítio aeroportuário é pequeno, dentro da cidade e a pista ainda termina num penhasco, sem possibilidade de expansão. A intenção é fechá-lo com a inauguração desse novo.

 

Todavia é muito acanhado esse novo aeroporto planejado. A Serra Gaúcha possui um pólo industrial metal-mecânico importante ali no eixo de Caxias, sem falar no receptor de turismo forte que é Gramado/Canela.

 

Deveria haver uma pista que permitisse widebodies cargueiros rumo ao exterior nonstop e um terminal de passageiros para um volume razoável de passageiros, já que Gramado tem um forte apelo no turismo doméstico (assim como Foz tem com os gringos) e a cidade de Caxias é maior que Foz, assim como a serra gaúcha é mais populosa que a tríplice fronteira, então um aeroporto do porte de Foz seria viável ali. Hj Caxias tem seu aeroporto pouco movimentado pq as pessoas cansaram dos inúmeros fechamentos por mau tempo. Se é pra ir de ônibus pra POA, então já compram via POA que sai mais barato. E no caso de Gramado a distância pra CXJ e pra POA é a mesma, por isso sempre via POA.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Vale lembrar que alguns aeroportos que foram leiloados no bloco de MT, em cidades do interior do MT, eram municipais, então esse novo aeroporto poderia ser incluído no bloco liderado por CWB na próxima rodada prevista.

Share this post


Link to post
Share on other sites

O atual aeroporto de Caxias não pertence à Infraero. Salvo me engano é do Município. Se não o for, é do Estado do RS. O sítio aeroportuário é pequeno, dentro da cidade e a pista ainda termina num penhasco, sem possibilidade de expansão. A intenção é fechá-lo com a inauguração desse novo.

 

Todavia é muito acanhado esse novo aeroporto planejado. A Serra Gaúcha possui um pólo industrial metal-mecânico importante ali no eixo de Caxias, sem falar no receptor de turismo forte que é Gramado/Canela.

 

Deveria haver uma pista que permitisse widebodies cargueiros rumo ao exterior nonstop e um terminal de passageiros para um volume razoável de passageiros, já que Gramado tem um forte apelo no turismo doméstico (assim como Foz tem com os gringos) e a cidade de Caxias é maior que Foz, assim como a serra gaúcha é mais populosa que a tríplice fronteira, então um aeroporto do porte de Foz seria viável ali. Hj Caxias tem seu aeroporto pouco movimentado pq as pessoas cansaram dos inúmeros fechamentos por mau tempo. Se é pra ir de ônibus pra POA, então já compram via POA que sai mais barato. E no caso de Gramado a distância pra CXJ e pra POA é a mesma, por isso sempre via POA.

E o que faria um aeroporto em vila Oliva fechar menos? Vc acha que instalariam ILS CAT 2/3 em um aeroporto desse porte? Quanto tempo de viagem entre Vila Oliva e Caxias? O acesso é bom?

Share this post


Link to post
Share on other sites

R$ 200 milhões para construir um aeroporto com pista de 1.930m? Somente 300 metros a mais que a atual? Devo rir para não chorar!

 

As congêneres estão novamente renovando a frota para os jatos regionais de 135 lugares Airbus A220 e Embraer E195-E2 e jatos de 180 lugares Airbus A320-NEO e Boeing B737-MAX. Tanto Airbus e Boeing possuem versões de até 230 lugares desses modelos que podem ser a maioria na frota das aéreas. Não podemos construir ou reformar aeroportos para o hoje. O hoje, já é passado.

 

Nos países desenvolvidos e na China como exemplo dos BRICS, aeroporto regional tem pista de 2.500 x 45m em cimento Portland porque só aeródromos são construídos de asfalto. Enquanto o Portland terá a primeira manutenção após 21 anos de uso, as de asfalto terão manutenção a cada 5 anos e ainda sofrem de aquaplanagem. Nesses aeroportos regionais também já é instalado o voo por instrumento de alta precisão ILS em complemento ao GPS.

 

Lamentável o projeto de construir uma pista de 1.930 metros de comprimento. Caxias do Sul precisa de 3.000m para receber toda e qualquer aeronave de passageiros e as grandes aeronaves de carga sem nenhuma restrição operacional. Saudações,

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites

Como BR pensa pequeno a região de influência desse aeroporto passa tranquilamente de 1 milhão de pessoas, a indústria é muito forte, o apelo turístico com a serra gaúcha também, com o vale dos vinhedos e também os tradicionais Gramado/Canela, e um projeto desses?

Façam ao menos a pista gigante e depois ampliando o terminal aos poucos, se o problema é a moeda... 🙄😤

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Esse aeroporto de Vila Oliva já virou lenda, já falam isso desde o final dos anos 90. No início era para se construir um aeroporto (novo, pois hoje há um aeroclube) em Canela, e um novo aeroporto em Caxias, e posteriormente "fundiram" estes dois aeroportos em um só e em uma região equidistante entre Caxias e Gramado, que seria Vila Oliva. Ainda assim, o acesso de Caxias a Vila Oliva não é bom, pois a estrada é bem sinuosa, e desta localidade até Gramado é pior ainda, com chão batido e uma pequena serra no vale do rio Caí onde há uma ponte precária.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Esse aeroporto de Vila Oliva já virou lenda, já falam isso desde o final dos anos 90. No início era para se construir um aeroporto (novo, pois hoje há um aeroclube) em Canela, e um novo aeroporto em Caxias, e posteriormente "fundiram" estes dois aeroportos em um só e em uma região equidistante entre Caxias e Gramado, que seria Vila Oliva. Ainda assim, o acesso de Caxias a Vila Oliva não é bom, pois a estrada é bem sinuosa, e desta localidade até Gramado é pior ainda, com chão batido e uma pequena serra no vale do rio Caí onde há uma ponte precária.

Ou seja, continuaria sendo melhor ir a Porto Alegre do que ir a um aeroporto no meio do mato e ainda se perderia o aeroporto que hoje fica próximo ao centro de Caxias.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Com toda essa precariedade atual e o amadorismo previsto no novo aeroporto, é melhor ir para POA mesmo. Qual a distãncia de Caxias de POA?

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

125/130 km.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Vamos combinar que a ideia do aeroporto de Portão com estradas rápidas irradiando para POA, Vale dos Sinos, Vale do Taquari e para a Serra, seria o melhor dos mundos. Não seria necessária qualquer outro aeroporto na região e ainda daria um bom impulso para novas rotas.

 

Sem isso, é melhor gastar esses recursos em melhorias rodoviárias na Serra. Gastar para ter um equipamento que só vai trazer mais despesa por ser inviável não faz sentido.

Share this post


Link to post
Share on other sites

É uma vergonha o Estado do Rio Grande do Sul ter apenas o Salgado Filho, como meio de transporte de carga.

Passo Fundo com um projeto de novo terminal pequeno, se comparado com o atual, mas que não contempla a ampliação da pista.
Vila Oliva, com um projeto também pequeno, se levado em consideração o potencial da região.
Santo Ângelo com deficiências no terminal...

Rio Grande do Sul, vai muito mal em infraestrutura aeroportuária.

Até a ampliação da Fraport em POA, hoje pela manhã, já parecia saturada no horário que estive no aeroporto no início da manhã.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Esse aeroporto de Vila Oliva já virou lenda, já falam isso desde o final dos anos 90. No início era para se construir um aeroporto (novo, pois hoje há um aeroclube) em Canela, e um novo aeroporto em Caxias, e posteriormente "fundiram" estes dois aeroportos em um só e em uma região equidistante entre Caxias e Gramado, que seria Vila Oliva. Ainda assim, o acesso de Caxias a Vila Oliva não é bom, pois a estrada é bem sinuosa, e desta localidade até Gramado é pior ainda, com chão batido e uma pequena serra no vale do rio Caí onde há uma ponte precária.

Bah... Voltei à minha infância, percorrendo mentalmente os trechos que tu te referiu aí... Quantas saudades! Em relação ao aeroporto, torço mesmo é pelo crescimento da região, que realmente necessita de um impulso no quesito transporte/recurso aéreo.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Essa lenda de novo aeroporto na serra de novo?? E fazer um terminal e ampliar a pista de 1670m pra 1900 metros, sério, vão fazer um aeroporto novo e vão ampliar 300 m a pista em relação ao antigo?? :facepalm: :facepalm: E vão colocar ILS cat 3 lá por causa do fog??? kkkkk eu tenho que rir dessas ideias.

 

E não adianta ter pista maior para receber cargueiro pra tentar fomentar a industria se nao tem voo e se as estradas que saem de lá são umas porcarias, experimenta ir pra caxias pela BR116 e pegar um caminhão se arrastando a 20km/h no começo da serra, tu leva 3 horas pra chegar no destino!

 

A questão é que não é só aeroporto, tem que ter a infra-estrutura rodoviaria em volta, já viram onde fica Vila Oliva? Coloquem no google maps, é no meio do nada. :facepalm:

 

Caxias pode ter industrias, serra com turismo, mas não tem voo, tem 4 voos diários atualmente, todos vindo de SP, se esse papo de que a região é rica e tem movimento fosse verdade, teriam mais voos, SQN.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Essa lenda de novo aeroporto na serra de novo?? E fazer um terminal e ampliar a pista de 1670m pra 1900 metros, sério, vão fazer um aeroporto novo e vão ampliar 300 m a pista em relação ao antigo?? :facepalm: :facepalm: E vão colocar ILS cat 3 lá por causa do fog??? kkkkk eu tenho que rir dessas ideias.

 

E não adianta ter pista maior para receber cargueiro pra tentar fomentar a industria se nao tem voo e se as estradas que saem de lá são umas porcarias, experimenta ir pra caxias pela BR116 e pegar um caminhão se arrastando a 20km/h no começo da serra, tu leva 3 horas pra chegar no destino!

 

A questão é que não é só aeroporto, tem que ter a infra-estrutura rodoviaria em volta, já viram onde fica Vila Oliva? Coloquem no google maps, é no meio do nada. :facepalm:

 

Caxias pode ter industrias, serra com turismo, mas não tem voo, tem 4 voos diários atualmente, todos vindo de SP, se esse papo de que a região é rica e tem movimento fosse verdade, teriam mais voos, SQN.

A Caxiense (empresa de ônibus rodoviário que faz a ligação Caxias-Porto Alegre) tem uma verdadeira "ponte rodoviária" ligando Caxias a Porto Alegre e os ônibus dela, depois de chegarem na rodoviária da capital, seguem para o aeroporto antes de irem pra garagem da empresa. Outras empresas que fazem ligações entre cidades do interior do RS e a capital também o fazem, mas nenhuma com tantas frequências e regularidade. Recomendo vc comprar uma passagem Caxias-Porto Alegre na Caxiense e não desembarcar na rodoviária e ver quanta gente segue para o aeroporto salgado filho.

 

Eu msm já fiz isso algumas vezes. Caxias tem meio milhão de habitantes e fica numa região de quase um milhão de habitantes em seu entorno. Tem porte pra ter movimentação semelhante à Foz, Londrina e Maringá. Não o tem pq o aeroporto tem mtos problemas metereológicos, problemas estes que, qd não geram atrasos e cancelamentos frequentes, ainda assim impactam as operações restantes lá, pois esse custo extra com constantes transfers de passageiros acaba repassado na tarifa da cidade, que já prevê esse eventual gasto. Quem quer ter certeza que chegará em algum compromisso em SP não se arrisca a pagar pra ver se a neblina vai fechar ou não o aeroporto, se programando pra ir pra POA, onde a incidência é menor.

Edited by sbpa

Share this post


Link to post
Share on other sites

E o que faria um aeroporto em vila Oliva fechar menos? Vc acha que instalariam ILS CAT 2/3 em um aeroporto desse porte? Quanto tempo de viagem entre Vila Oliva e Caxias? O acesso é bom?

Só teria sentido o novo aeroporto se ele tivesse o ILS e a justificativa dele é justamente a alegação de ser impossível instalá-lo no atual. Todavia o acesso precisa ser melhorado. Vi no jornal que o caminho de Caxias pra Vila Oliva foi alargado, mas não sei se foi o suficiente para se tornar bom como a RS-122 que liga Caxias a POA via Montenegro e Farroupilha o é. Creio que não, pois a RS-122 é duplicada e a BR-116 naquele trecho não o era.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Alguém tem a estatística de fechamento de CXJ? Do jeito que falam fecha toda semana...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Alguém tem a estatística de fechamento de CXJ? Do jeito que falam fecha toda semana...

Pode ter certeza que fecha o suficiente para o povo cansar e não confiar mais em utilizá-lo qd o compromisso que motiva a viagem é algo importante ou inadiável. É consenso geral na cidade que especialmente no inverno é uma loteria saber se se viajará ou não partindo/chegando via CXJ. Até no verão chega a acontecer fechamentos. Mais que em CWB inclusive, pois CXJ é bem mais limitado e sem nenhuma categoria de ILS. As pessoas não querem saber de porcentagem. Sabem que vive fechando e têm receio. E ainda tem um penhasco ali no extremo da pista pra ajudar a acalmar o imaginário coletivo.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Pode ter certeza que fecha o suficiente para o povo cansar e não confiar mais em utilizá-lo qd o compromisso que motiva a viagem é algo importante ou inadiável. É consenso geral na cidade que especialmente no inverno é uma loteria saber se se viajará ou não partindo/chegando via CXJ. Até no verão chega a acontecer fechamentos. Mais que em CWB inclusive, pois CXJ é bem mais limitado e sem nenhuma categoria de ILS. As pessoas não querem saber de porcentagem. Sabem que vive fechando e têm receio. E ainda tem um penhasco ali no extremo da pista pra ajudar a acalmar o imaginário coletivo.

Bom as pessoas podem não querer saber de porcentagem de fechamento, mas as empresas e a administradora do aeroporto sim, para saber se compensa investir mais em procedimentos. ILS nenhum vai resolver o problema, a não ser CAT3... Sendo assim, terão que ir a POA de qualquer maneira, pois nunca instalarão um CAT 3 na serra, sendo o aeroporto no atual local ou em outro qualquer lugar da serra. Os procedimentos RNP podem ter mínimos muito próximos de um CAT1. Não entendi a restrição com relação ao penhasco... É muito folclore... Se forem esperar uma pista de 3km com CAT3 na serra, sugiro comprar muita passagem de Expresso Caxiense...

Edited by giuli

Share this post


Link to post
Share on other sites

Bom as pessoas podem não querer saber de porcentagem de fechamento, mas as empresas e a administradora do aeroporto sim, para saber se compensa investir mais em procedimentos. ILS nenhum vai resolver o problema, a não ser CAT3... Sendo assim, terão que ir a POA de qualquer maneira, pois nunca instalarão um CAT 3 na serra, sendo o aeroporto no atual local ou em outro qualquer lugar da serra. Os procedimentos RNP podem ter mínimos muito próximos de um CAT1. Não entendi a restrição com relação ao penhasco... É muito folclore... Se forem esperar uma pista de 3km com CAT3 na serra, sugiro comprar muita passagem de Expresso Caxiense...

Pois é exatamente isso que o povo de Caxias sempre fez, faz e pretende continuar fazendo (comprar passagens da Caxiense rumo ao Aeroporto Salgado Filho). Ninguém lá realmente crê que algum dia esse novo aeroporto saia do papel. E quem faz 80 km até Vila Oliva, faz 120 km pra POA pela RS-122 duplicada e com a disposição de mto mais oferta de voos, rotas, destinos, cias aéreas, etc em POA.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Este projeto é esperado há anos. Quando finalmente dão o primeiro passo, nego já pede pista maior, para comportar cargueiro e etc.

 

(Aliás, não sei de onde as pessoas pedem mais oferta de cargueiros, como se o impeditivo para isso fosse infra aeroportuária (é claro que é precária, mas a viabilidade econômica de um voo full cargo é bastante limitada no Brasil). Um aumento na oferta de transporte de pax provavelmente já supriria a demanda por transporte de cargas da região, utilizando os porões dos aviões, sem precisar de uma pista que receba um wide-body).

 

Como outros falaram, CXJ fecha muito porque a cidade engoliu o aeroporto, impedindo instalação de ILS e ampliação de sua pista. Construir um novo aeroporto. Ainda mais entre Caxias do Sul (forte polo industrial) e Gramado (forte polo turístico) me parece uma ideia óbvia. O problema do acesso, se é que existe, deve ser resolvido simultaneamente à construção do aeródromo.

 

 

Caxias tem meio milhão de habitantes e fica numa região de quase um milhão de habitantes em seu entorno. Tem porte pra ter movimentação semelhante à Foz, Londrina e Maringá.

 

Verdade que a região da serra gaúcha tem forte potencial para movimentação. Mas sua desvantagem com relação a outras cidades importantes do interior (LDB, RAO, UDI, etc.) é justamente a proximidade de Porto Alegre, fazendo com que a demanda por transporte aéreo no fluxo interior-capital, nesse caso, seja zero.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Não vejo a proximidade com Porto Alegre como um fator que afete o potencial de voos de Caxias, até por que se pararmos pra pensar NVT é mais próximo de FLN do que CXJ de POA, e Navegantes tem muito mais voos que Caxias. Minha família é da serra e tenho um tio que mora bem próximo ao SBCX, e os fechamentos lá sempre foram uma constante. Quando a TAM começou a operar lá com o F100 na metade da década de 90 o voo saía 5:30 da manhã para SP e chegava de volta as 23:00, porém logo ficou impraticável devido tanto aos fechamentos no horário de chegada que forçavam a alternar POA quanto aos atrasos na hora da saída de manhã cedo. A Azul quando entrou também começou com um voo que pernoitava em Caxias, mas logo "desistiu" e colocou o mesmo como bate-volta no meio da tarde. O primeiro voo do dia em Caxias é o Gol que chega 9:40 e sai 10:10, a companhia é calejada e sabe que em média este é o horário em que os nevoeiros de inverno já subiram e o aeroporto está aberto.

Este projeto é esperado há anos. Quando finalmente dão o primeiro passo, nego já pede pista maior, para comportar cargueiro e etc.

 

(Aliás, não sei de onde as pessoas pedem mais oferta de cargueiros, como se o impeditivo para isso fosse infra aeroportuária (é claro que é precária, mas a viabilidade econômica de um voo full cargo é bastante limitada no Brasil). Um aumento na oferta de transporte de pax provavelmente já supriria a demanda por transporte de cargas da região, utilizando os porões dos aviões, sem precisar de uma pista que receba um wide-body).

 

Como outros falaram, CXJ fecha muito porque a cidade engoliu o aeroporto, impedindo instalação de ILS e ampliação de sua pista. Construir um novo aeroporto. Ainda mais entre Caxias do Sul (forte polo industrial) e Gramado (forte polo turístico) me parece uma ideia óbvia. O problema do acesso, se é que existe, deve ser resolvido simultaneamente à construção do aeródromo.

 

 

 

Verdade que a região da serra gaúcha tem forte potencial para movimentação. Mas sua desvantagem com relação a outras cidades importantes do interior (LDB, RAO, UDI, etc.) é justamente a proximidade de Porto Alegre, fazendo com que a demanda por transporte aéreo no fluxo interior-capital, nesse caso, seja zero.

Edited by Ceccatto

Share this post


Link to post
Share on other sites

Meus prezados

Excerto de uma notícia publicada, hoje, no jornal Pioneiro:

"Gasparin afirma que, a longo prazo, a melhoria na infraestrutura de transporte aéreo na região passa pelo aeroporto de Vila Oliva.

— Se Vila Oliva começasse hoje, levaria cinco anos. Infelizmente estamos falando de um horizonte longo — pondera.

Novo aeroporto a partir de 2020

O secretário de Planejamento de Caxias do Sul, Fernando Mondadori, diz que uma eventual concessão do Hugo Cantergiani não está nas negociações para a construção do aeroporto de Vila Oliva. Conforme ele, ainda não está definido se as obras serão realizadas por meio de parceria público-privada, exclusivamente pelo poder público, ou se o terminal será concedido depois de pronto.

— O atual aeroporto é do Estado e ele é que pode tomar alguma ação nesses sentido. Nossa relação com a Secretaria Nacional de Aviação Civil (SAC) é para criar um aeroporto novo. Ainda tentamos ver qual é o melhor caminho. Tivemos uma reunião em maio para analisar alguns cases, mas agora estamos focados no licenciamento ambiental — explica.

Outro assunto no qual o município se debruça neste momento é na atualização dos valores para desapropriação da área de 445 hectares para a construção do aeroporto, inicialmente estimada em cerca R$ 20 milhões. A intenção é enviar o orçamento ao governo do Estado em agosto para o Piratini avaliar se tem condições de honrar o compromisso assumido durante o governo Tarso Genro. Se a resposta for positiva, Mondadori acredita que a construção do terminal pode começar já em 2020. Caso contrário, o município teria que buscar recursos.

— Eles vão ter um prazo curto, porque pretendemos ter a resposta em setembro — afirma Mondadori.

Com a desapropriação garantida, o município avalia buscar recursos junto ao governo federal ou órgãos de financiamento internacionais para a construção do aeroporto, caso a obra seja realizada pelo poder público. O orçamento mais atual aponta que o custo do terminal será de R$ 200 milhões.

Além da construção do aeroporto, seguem as conversas para o asfaltamento da estrada que liga Vila Oliva a Gramado. No último dia 19, Mondadori e a secretária de Governança e Desenvolvimento Integrado de Gramado, Simone Bender, se reuniram com o senador Luiz Carlos Heinze (PP). Segundo Mondadori, o objetivo do encontro foi discutir o traçado da estrada, já que o terreno é acidentado e uma nova ponte terá que ser construída. Além disso, ele afirma que o encontro foi importante para demonstrar que as ações para viabilizar o aeroporto estão em andamento".
Fonte: Jornal Pioneiro 27 jul 2019

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Sign in to follow this  

×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade