Jump to content
Sign in to follow this  
TheJoker

Cabo Verde inaugura rota Fortaleza-Ilha do Sal-Milão e projeta expansão no Brasil

Recommended Posts

Por Lisia Minelli em

01/07/2019

 

A partir desta segunda-feira, dia 1° de julho, a Cabo Verde Airlines passa a operar sua terceira rota de Fortaleza para Ilha do Sal. A novidade é a conexão direta para Milão, na Itália. Os novos voos são operados por aeronaves Boeing 757-200s com capacidade de 186 passageiros, sendo 22 no assento conforto. Com bons resultados, a companhia já pensa em ampliar a presença no Brasil, agora com voos partindo de outras cidades.

Segundo Mario Chaves, CEO Interino, em entrevista ao M&E, a Cabo Verde adicionará sua quarta rota em Fortaleza e Recife até dezembro. “Outra novidade será o anúncio em breve de uma nova rota no Sul do País, que deve iniciar operação no final deste ano. Destinos como São Paulo e cidades fora dos principais eixos também estão nos planos da companhia”, disse.

A Cabo Verde ainda opera no Brasil três voos que partem de Recife e Salvador. Sua parceira é a Gol, que conecta os destinos brasileiros aos voos da Cabo Verde no Nordeste. Em breve os voos passarão a compartilhar seus códigos. Negociações também estão sendo feitas com a Latam.

Outro ponto é que todos os voos que partem do Brasil com destino a Ilha do Sal conectam com Lisboa. Outras conexões semanais são Paris e Milão e, a partir desta terça-feira (2), também Roma. Além disso, a companhia terá novos voos para Lagos, Luanda e Washington ainda em 2019. “O voo para Boston deve sair da Praia e ir para Sal até o final do ano. A ideia é transformar a Ilha do Sal no principal hub de distribuição para os brasileiros”, comentou.

FROTA

A Cabo Verde tem hoje três aeronaves e duas outras chegam nos meses de novembro e dezembro deste ano. Para 2020 mais uma deve ser incluída na frota, que é toda composta por B757-200s.

SERVIÇOS

A companhia está investindo no entretenimento a bordo via aplicativo, e reformulando sua categoria Confort para Business, além de estár desenvolvendo um meio de fidelizar seus clientes por meio de um programa. Além disso, em breve, no site, que já está em português, será possível realizar parcelamento.

PROMOÇÃO

A Cabo Verde Airlines trabalha junto ao governo para a ampliar a promoção do destino no Brasil. A ideia é aumentar o fluxo de passageiros para a companhia e de turistas para a ilha. O lançamento de uma campanha já está sendo pensado. Em setembro a companhia fará um roadshow pelo Brasil para apresentar seus produtos e serviços ao trade. O evento deve passar pelo Nordeste e Sul, mas também em cidades com potencial de emissão, como São Paulo.

WhatsApp-Image-2019-07-01-at-12.09.29-76

WhatsApp-Image-2019-07-01-at-12.34.53-76

WhatsApp-Image-2019-07-01-at-11.49.03-76

https://www.mercadoeeventos.com.br/noticias/aviacao/cabo-verde-inaugura-rota-fortaleza-ilha-do-sal-milao-e-projeta-expansao-no-brasil/

GRU-SID aí sim.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Muitas empresas tiram água de pedra com essa maquinaça chamada Boeing 757!

 

Não daria para alguma empresa brasileira explorar um Stop Over junto ao governo de Cabo Verde, utilizando essa parada técnica para alguma ligação com a Europa de A320 ou B738?

Edited by MissedApproach

Share this post


Link to post
Share on other sites

Muitas empresas tiram água de pedra com essa maquinaça chamada Boeing 757!

 

Não daria para alguma empresa brasileira explorar um Stop Over junto ao governo de Cabo Verde, utilizando essa parada técnica para alguma ligação com a Europa de A320 ou B738?

 

309 757-200 pax operando, desses 200 (64,7%) nas US3 porque elas gostam de usar aviões até o final da vida útil, e o range ainda compensa com o yield praticado nos EUA. Pro resto do mundo o 757 é coisa do passado.

 

https://en.wikipedia.org/wiki/List_of_Boeing_757_operators

Share this post


Link to post
Share on other sites

Até junho, só tinha LIS/CDG como conexões.

FOR-SID REC SSA

abr19 608 pagos LF 36,9% 325 56

mai 736 44,7% 439 355

 

Volta

abr19 548 9 v 33,3% 263 36

mai 516 8 v 35,2% 339 148

 

Em 2018, a VR transportou 94.646 pax (emb+desemb+transito) desses 24.731 O&D NE (26,1%). Então o problema não é levar europeus pra SID e sim fazer com que eles continuem pro NE.

 

CV recebeu +ingleses do que o Brasil inteiro. Não entendo porque ainda não voa pra LON/MAN.

 

https://www.asa.cv/wp-content/uploads/2019/02/ASA_Boletim-de-Tr%C3%A1fego-2018.pdf

Share this post


Link to post
Share on other sites

Esses números darão saltos a partir desse mês com a separação de REC/SSA, novas frequências pra LIS/CDG e abertura de MXP/FCO. Só o embarque de Salvador amanhã de noite são 170 passageiros!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Cabo Verde Airlines Iniciou Voos Para Milão/Malpensa E Roma/Fiumicino

 

02/07/2019

 

A Cabo Verde Airlines iniciou na segunda-feira, dia 1 de julho, os voos regulares para Itália, retomando assim rotas que antes foram feitas pela sua antecessora, a TACV.

 

O voos inaugural da nova rota Sal-Milão/Malpensa, no Norte da Itália, que terá quatro ligações semanais, foi efetuado no Boeing 757-200 da companhia, com o nome de batismo ‘Baía do Tarrafal’, com capacidade para transportar 182 passageiros. Saiu de Cabo Verde com 99 passageiros e a previsão era para regressar com 140, segundo informação da ‘Inforpress’.

 

Para o vice-presidente de marketing e vendas da Cabo Verde Airlines, Raúl Andrade, trata-se de um “bom sinal”, já que Itália é um mercado “importante”, que no quadro de rotas representa tanto como Lisboa.

 

“É um voo diário, ou seja, quatro para Malpensa e três para Roma, tal qual temos para Lisboa”, explica, acrescentando, que em termos de tráfego isso significa uma média de dez mil passageiros/mês, quase um terço do tráfego da companhia, neste período.

 

“É um desafio no quadro da construção do ‘hub’ aéreo porque a maior parte desse tráfego, cerca de 70 por cento, não é para Cabo Verde, mas sim para o Brasil, Senegal e, futuramente, para Luanda e Lagos”, observou.

 

“Em termos de produção é muito importante, também em termos de vendas representa cerca de 23% do nosso volume de vendas, o que significa que é um mercado muito importante”, reiterou.

 

Com capacidade para 182 passageiros, o aparelho que descolou do Aeroporto Internacional Amílcar Cabral às 08h20, para marcar a inauguração das novas rotas no mercado italiano, levou a bordo 99 viajantes, entre nacionais e turistas para uma viagem de cinco horas e vinte minutos até Malpensa.

 

Os voos do Sal para Milão/Malpensa (uma viagem de cerca de 05h20) acontecem todas as segundas, quintas, sextas-feiras e domingos, com partida de Cabo Verde pelas 08h20. Já as operações Sal-Roma/Fiumicino têm lugar todas as terças, quartas e sábados. O voo inaugural para a capital italiana ocorreu na manhã desta terça-feira, dia 2 de julho. Em ambas as operações os voos de regresso acontecem no mesmo dia.

 

www.newsavia.com

Share this post


Link to post
Share on other sites

Cabo Verde Airlines Opera Com Cinco Aviões B757-200 Até Final Do Ano

 

30/06/2019

 

A Cabo Verde Airlines espera estar a operar com cinco aviões até final do corrente ano, confirmou o administrador da empresa, Armindo Sousa, que falava nesta sexta-feira, dia 28 de junho, na Cidade da Praia, na cerimónia do anúncio de alienação de 50 mil ações do Estado.

 

Armindo Sousa disse que neste momento a companhia cabo-verdiana está a operar com três Boeing 757-200, sendo dois registados no Certificado de Operador Aéreo (COA) da Cabo Verde Airlines, e um terceiro da empresa islandesa Icelandair que está a operar para a reestruturada companhia de bandeira de Cabo Verde em regime de wet lesing.

 

“A nossa perspectiva é de esse mesmo equipamento vir a integrar a nosso registo, ainda em 2019. Há mais aviões a chegar ainda no decurso deste ano e teremos já no final de 2019 cincos aviões na nossa frota”, precisou o administrador.

 

No próximo ano chegará a Cabo Verde mais uma Boeing e nos próximos três anos mais dois aparelhos por cada ano, totalizado 12 aviões nos primeiros cincos anos da nova etapa da empresa, conforme anunciado pela Loftleidir Cabo Verde, no momento da assinatura de contrato de compra de venda com o Governo, em março deste ano.

 

A rede atual da Cabo Verde Airlines irá crescer com a abertura de novas rotas para Washington (EUA), Lagos (Nigéria), Luanda (Angola) e ainda com voos para Roma e Milão/Malpensa, dois aeroportos na Itália, que começam já na primeira semana de Julho.

 

“Isto dá-nos muita motivação e acreditamos fortemente no crescimento que irá acontecer com o lançamento desses novos destinos e outras que seguirão nos próximos dois anos”, disse.

 

A empresa conta a partir de 2020 começar a ter resultados positivos.

 

A Cabo Verde Airlines neste momento é gerida pela Loftleidir Cabo Verde, que detém 51% das ações. Presentemente, está em curso a alienação de 5% das 49% das ações ainda a detidas pelo Estado Cabo-Verdiano.

 

www.newsavia.com

Share this post


Link to post
Share on other sites
Voo inaugural da Cabo Verde Airlines para Itália leva 99 passageiros a bordo e regressa com 140

 

2 jul 2019

 

Para o vice-presidente de marketing e vendas da Cabo Verde Airlines, Raúl Andrade, trata-se de um “bom sinal”, já que Itália é um mercado “importante”, que no quadro de rotas representa tanto como Lisboa.

“É um voo diário, ou seja, quatro para Malpensa e três para Roma, tal qual temos para Lisboa”, explica, acrescentando, que em termos de tráfego isso significa uma média de dez mil passageiros/mês, quase um terço, disse, do tráfego da companhia, neste período.

“É um desafio no quadro da construção do ‘hub’ aéreo porque a maior parte desse tráfego, cerca de 70 por cento (%), não é para Cabo Verde, mas sim para o Brasil, Senegal e, futuramente, para Luanda e Lagos”, observou.

“Em termos de produção é muito importante, também em termos de vendas representa cerca de 23% do nosso volume de vendas, o que significa que é um mercado muito importante”, reiterou.

Esta rota está construída no quadro dos desafios do ‘hub’ aéreo que tem base no Sal, e beneficia, além do segmento turístico para Cabo Verde, a imigração, e o tráfego origem/destino, Itália/Brasil.

“A expectativa é bem elevada já que logo no primeiro voo para Malpensa temos mais de 90 passageiros, e no regresso temos 140. A partir de Roma temos cem passageiros dos dois lados”, explicou.

Com capacidade para 182 passageiros, o aparelho que descolou do Aeroporto Internacional Amílcar Cabral às 08:20, para marcar a inauguração das novas rotas no mercado italiano, levou a bordo 99 viajantes, entre nacionais e turistas para uma viagem de cinco horas e vinte minutos até Malpensa.

A partir de hoje, os voos destino Sal/Milão/Sal acontecem todas as segundas, quintas, sextas-feiras e domingos, com ligações ao nordeste brasileiro, principalmente, isto é, Fortaleza, Recife, Salvador, também Dakar, cuja comunidade senegalesa, conforme consta, tem “forte presença” em Itália.

Já as operações para Roma têm lugar todas as terças, quartas e sábados, fazendo viagens para o Sal, com ligações também à Fortaleza, Recife, Salvador e Dakar.

 

 

https://noticias.sapo.cv/actualidade/artigos/voo-inaugural-da-cabo-verde-airlines-para-italia-leva-99-passageiros-a-bordo-e-regressa-com-140

 

140 x 70% = 98 pra dividir com DSS e NE

 

Na primeira matéria que postei saiu um destino no sul do país, em outro site italiano disseram que será POA, será?

Share this post


Link to post
Share on other sites

Vendo os números da FI, em 2018 entrou no vermelho.

 

resultados de 2014 a 2018

https://www.icelandairgroup.is/servlet/file/store653/item1227374/version2/ICE%2090747%20IS_arsskyrsla%202018%20FINAL.pdf

 

Os LFs

https://www.icelandairgroup.is/investors/traffic-data/

 

Acho difícil a VR receber +757s esse ano, com os MAX groundeados e novas entregas suspensas. O tráfego cai bastante entre novembro e abril, no Atlântico Norte. Deveria aproveitar e operar + voos sazonais pro NE pra compensar.

 

 

Alugou 2 767 pra compensar os 6 MAX groundeados.

 

https://airlinerwatch.com/icelandair-replaces-its-boeing-737-maxs-with-boeing-767s-for-summer-season/

Edited by TheJoker

Share this post


Link to post
Share on other sites

Cabo Verde poderia oferecer um programa de Stopover igual TAP, Swiss, KL/AF oferecem + um incentivo do governo ao molde da Qatar Airways que oferece desconto para ficar nos hotéis.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Faz poucos dias que essa empresa deixou passageiros em FOR quase 4 dias por manutenção não programada.

Share this post


Link to post
Share on other sites

140 x 70% = 98 pra dividir com DSS e NE

 

Na primeira matéria que postei saiu um destino no sul do país, em outro site italiano disseram que será POA, será?

 

Estou na torcida para POA entrar na rota da empresa.

Mas em POA, o que mais sinto falta é do voo da AA até MIA.

E mais um voo com destino ao continente europeu, para a TAP ter concorrência por aqui: MAD, CDG, FRA ou FCO.

Share this post


Link to post
Share on other sites

TACV eh bemmm queimada aqui no nordeste. Eu mesmo não compraria bilhete deles.

Mudar essa imagem eh um grande desafio....

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Já voei com a TACV, 13 anos atrás, até passei alguns dias em Praia (RAI). Foi bom, valeu a pena. Faria de novo.

Share this post


Link to post
Share on other sites

TACV eh bemmm queimada aqui no nordeste. Eu mesmo não compraria bilhete deles.

Mudar essa imagem eh um grande desafio....

 

É o meu sentimento, só compraria neles se fosse muito barato, abaixo de 1500 reais ida e volta

 

Pra economizar 200 reais e ter dor de cabeça é melhor ir de tap mesmo

Share this post


Link to post
Share on other sites

O pessoal esquece que a empresa foi privatizada e quem controla agora é a Icelandair... Voos operando totalmente dentro da regularidade, SSA-SID hoje decolando com 95% de ocupação e com o avião lotado de conexões pra LIS/CDG/FCO!

  • Like 6

Share this post


Link to post
Share on other sites

TACV eh bemmm queimada aqui no nordeste. Eu mesmo não compraria bilhete deles.

Mudar essa imagem eh um grande desafio....

 

Vai de cada um, eu voaria nela sem problemas, a mais em conta de todas, e ainda mais, deve ser gostoso de voar nos clássicos 757. Agora que ela está gerida pela Icelandair, melhorou bastante.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

É o meu sentimento, só compraria neles se fosse muito barato, abaixo de 1500 reais ida e volta

 

Pra economizar 200 reais e ter dor de cabeça é melhor ir de tap mesmo

FCO é a + barata R$1.800 com taxas sem bagagem, LIS a mais cara por R$2.300. SID só R$1000.

Share this post


Link to post
Share on other sites

O projeto é sensacional. Torço que dê muito certo!

Share this post


Link to post
Share on other sites

O projeto é sensacional. Torço que dê muito certo!

 

Também gosto desse projeto. Será que não faz mais sentido buscar alguns 738 no mercado em vez do 752 ? ... daria para montar um hub interessante e ligar a América do Sul, África e boa parte da Europa com 737 ... um modelo de negócios bem parecido com o da Copa ... daria para chegar em várias cidades brasileiras. Sei que depende também de infra em SID, mas pode ser bem interessante.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Quando estiver consolidada, vulgo ficando no 0x0, talvez seja interessante mudar o nome ou fazer rebranding. Algo como Atlantic...

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
Sign in to follow this  

×
×
  • Create New...

Important Information