Jump to content

Melhor museu de aviação da América Latina está fechado desde 2005


Recommended Posts

Meus prezados
Melhor museu de aviação da América Latina está fechado desde 2005
Local destinado à memória da Varig tornou-se ponto turístico de Porto Alegre em 1971
25286661.jpg?w=600

A colaboração abaixo foi enviada pelo jornalista, ex-funcionário e criador do Museu Varig, Mario de Albuquerque, autor do livro "Berta: Os Anos Dourados da Varig", como resposta as justificadas inquietações manifestadas pelo leitor Jorge Ricardo González (Almanaque Gaúcho de 10/7) a propósito do destino do acervo que preserva a memória da empresa aérea e a história da aviação no RS e no Brasil.

“Depois da morte de Otto Meyer e Ruben Berta, no fatídico ano de 1966, a Varig passou a editar uma série de revistas internas, em que a história da companhia começou a ganhar vulto. Nasceu daí a necessidade de juntar-se todo um monumental acervo por meio da criação do Museu Varig. Inaugurado em outubro de 1971, com o apoio do diretor regional Erni Silveira Paixoto e do presidente Erik de Carvalho, logo tornou-se centro de atração.
Especialmente os colégios da Capital e do interior do Estado passaram a colocar em seus currículos de visitação, durante os dias da semana, como item de cultura geral. A adesão foi enorme, recebendo já no primeiro ano, cerca de 10 mil estudantes. Quando os grupos chegavam deparavam-se na frente do grande hangar, com um veterano DC-3 de prefixo PP-ANU dando as boas vindas. Ele podia ser visitado, sendo possível chegar até a cabine e dar uma de comandante. Nos finais de semana, o museu era aberto à visitação pública, fazendo parte do roteiro turístico da cidade.Arquivo pessoal / Divulgação
No seu interior, as atrações tomavam um vulto imponente. Suspenso estrategicamente no teto, aparecia o planador Gaivota, peça fundamental na formação dos antigos pilotos da Varig Aéreo Esporte (VAE). O visitante encontrava, ainda, um portentoso “mocape” (modelo em tamanho real) com poltronas do Super Constellation e maquetes de aviões da frota.
O serviço de bordo ganhava destaque, com uma vitrine que contemplava cardápios e uniforme de tripulantes de várias épocas, motores dos aviões históricos e dos modernos jatos marcavam presença, com dados pormenorizados da atuação de cada um. No final da visita, os alunos eram solicitados a fazerem uma redação sobre o assunto, que passava pelo crivo dos professores valendo premiação do setor de propaganda com muitos brindes.
A foto de Salomão Platchek, que ilustra a matéria do informativo, tirada em outubro de 1990, dá ideia da festa que marcou a reabertura do Museu, depois de dois anos fechado para reformas. Hoje, o melhor museu da aviação da America Latina está lacrado desde 2005, mas sua abertura é polêmica em função da falência da Varig.
Com autorização da Justiça, na busca de uma solução, foi publicado um edital com diretrizes aos possíveis interessados, cabendo a Ferruti Emprendimentos e Participações assumir o projeto, com a criação do Instituto Museu Varig/Experience, responsável pela preservação do acervo. Na primeira etapa foi restaurado o DC-3/PP-ANU estacionado junto ao Boulevard Laçador. A reabertura, no entanto, ainda é uma incógnita.
Assim, acalmando as inquietações do leitor Jorge Ricardo Gonzalez e muitos outros amantes da aviação, em cuja memória a Varig permanece viva, tudo deve estar cuidadosamente guardado e catalogado, para que a manchete do Boletim do Museu logo se repita.
Fonte: Ricardo Chaves – coluna Almanaque Gaúcho – jornal Zero Hora 15 jul 2019

Edited by jambock
  • Like 2
Link to post
Share on other sites

Nunca tinha ouvido falar, queria saber qual instituto deu essa suposta premiação de melhor museu da AL, para mim o aeromuseu do Rio( abandonado) e , em especial,o museu Tam, com mais de 100 aeronaves, aeronaves militares,da segunda guerra mundial e inclusive,muitas reabilitadas ao voo, é muito mais interessante que um museu que fala apenas do serviço de bordo de uma determinada cia aérea

  • Like 7
Link to post
Share on other sites

Nunca tinha ouvido falar, queria saber qual instituto deu essa suposta premiação de melhor museu da AL, para mim o aeromuseu do Rio( abandonado) e , em especial,o museu Tam, com mais de 100 aeronaves, aeronaves militares,da segunda guerra mundial e inclusive,muitas reabilitadas ao voo, é muito mais interessante que um museu que fala apenas do serviço de bordo de uma determinada cia aérea

 

O ego do variguiano não tem liimte...

  • Like 2
Link to post
Share on other sites

Museu da TAM, infelizmente tambem está fechado.

 

O Campo de Marte seria o local adequado para ele. Por que não damos valor à cultura neste país? Países vizinhos ao nosso dão de 1000 em termos de infraestutura e preservação de museus e centros culturais. Há vários exemplos de descaso no país todo. Uma vergonha!

  • Like 1
Link to post
Share on other sites

 

Museu da TAM, infelizmente tambem está fechado. [/

Sim, os atuais donos da antiga Tam, expulsaram o museu do MRO em São Carlos,conheci o museu quando não tinha nem 50 aeronaves e já tinha me impressionado

Link to post
Share on other sites

Se era ou não o "melhor" museu, isso é completamente irrelevante, levando em conta a pobreza da preservação da riquíssima história do transporte aéreo no país.

 

Não é o caso de quem tem mais ou menos, se fosse assim, o suposto museu de Bebedouro concentra um grande acervo de aeronaves que voaram de fato com as cores das empresas brasileiras, tendo inclusive o único Scandia do mundo, mesmo que mal mantido. Não há imitação para simular um avião que nunca foi de uma empresa brasileira usando cores de uma ou outra companhia. É uma mostra real, sem maquiagem.

 

Falar a respeito do museu mantido pela Varig requer, no mínimo, ter tido a oportunidade de conhece-lo. Cada museu conta uma parte da história e um completa o outro. Em POA existiam relíquias e cada item tinha uma longa narrativa para ser contada, coisas que marcaram uma enorme geração de funcionários, principalmente tripulantes.

 

Mas como estamos no Brasil, tudo vai para o lixo, e o que vale no final é a sîndrome de torcida de futebol.

  • Like 6
Link to post
Share on other sites

O Campo de Marte seria o local adequado para ele. Por que não damos valor à cultura neste país? Países vizinhos ao nosso dão de 1000 em termos de infraestutura e preservação de museus e centros culturais. Há vários exemplos de descaso no país todo. Uma vergonha!

Eu tenho certeza de que seria uma grande atração turistica em SP. Imagine se fizessem alguns voos com clássicos para o publico, como no museu de Toronto.... Alo govenrnador Dória, tai uma bela realização para marcar seu governo!!!

Link to post
Share on other sites

Acho que o humano tem esta tara de "melhor".

 

Infelizmente museu aeronáutico no Brasil dura uma geração, ou enquanto seu idealizador está vivo. Assim foi com a Museu Tam, Museu da Varig, Bebedouro. MUSAL vive capenga e o MAB de SJK vai viver depois da Embraer ser comprada pela Boeing?

 

Cinco museus, cada um com sua importância, acervos riquíssimos, etc. Não podemos ganhar em quantidade como os americanos e europeus, mas em valor histórico estaríamos no mesmo nível.

 

Eu tenho certeza de que seria uma grande atração turistica em SP. Imagine se fizessem alguns voos com clássicos para o publico, como no museu de Toronto.... Alo govenrnador Dória, tai uma bela realização para marcar seu governo!!!

Com todo respeito Ernesto, melhor esperar deitado. A ideia é ótima, mas dá trabalho...

  • Like 2
Link to post
Share on other sites

 

É para isso que deveria ser utilizada a tal da Lei Rouanet... pois isso sim é cultura. E não financiar show de sertanojo, ou de axé music de artistas (?) já com muita grana!!!

  • Like 3
Link to post
Share on other sites

Todo museu, seja aeronáutico ou não, deveria ter seu espaço preservado.

O título maior, melhor, mais expressivo não deveria ser nada; o que vale é a preservação da história.

Não vemos isto aqui, só o que vemos é o mais triste: jovens que não acham importante a história; mas eles são vítimas também

de um país difícil de sobreviver onde ter uma vida digna é extremamente difícil.

Estou cansado de ver jovens desanimados com o país e que acabam jogando toda responsabilidade nas mãos do estado e não se

importam em participar, acomodam-se e vivem no cabresto.

 

Ninguém cobra nada, vide aeroclubes de importância histórica e que foram fechados e ao esquecimento, isto agora só falando de aviação.

Nem vamos falar de museus que continham nossa história e foram queimados ou então abandonados.

 

Muito triste.

  • Like 2
Link to post
Share on other sites

Visitei o museu da Varig quando era criança e estava aberto, era um espaço legal com varias relíquias, tinha uma sala de cinema que passava um filme contando a historia da Varig até os tempos atuais da epoca 1990, com a chegada do MD11 e 747-400, tinha o DC3 (que esta exposto hoje no Boulevard). Hoje tem uma exposição das roupas e fotos da época, além de uns motores que foram usados nos aviões. É pouca coisa mas é bom que tem um pessoal que está tentando resgatar o acervo do museu e manter ele, isso conta. Em relação ser o melhor ou não é puro bairrismo, achismo e síndrome de viúva. De longe outros museus eram/foram melhores do que esse da Varig.

 

Independente disso, problema do Brasil é o brasileiro, que tem memoria curta e não tem o habito de conservar a historia, diferente de outros países que se orgulham da historia e conservam os museus e o acervo, traz turista, renda, é mantem viva a historia da nação.

  • Like 1
Link to post
Share on other sites

É para isso que deveria ser utilizada a tal da Lei Rouanet... pois isso sim é cultura. E não financiar show de sertanojo, ou de axé music de artistas (?) já com muita grana!!!

 

 

No Brasil, nem com um apoio maciço de dinheiro de um Steven Udvar-Házy seríamos capazes de termos uma contínua e decente preservação histórica e cultural bem estruturada. Antes de tudo, para que isso aconteça, um país tem de ter "de berço" uma cultura voltada a esse objetivo, e isso está longe, bem longe da nossa realidade.

 

Pelo menos temos um YS-11 em frente de uma pizzaria, e um DC-3, "psicodélico", pintado pelo Romero Britto, lá no Recife.

 

Definitivamente, isso deve ser motivo de inveja para o pessoal do Duxford Air Museum ...

  • Like 1
Link to post
Share on other sites

Queridos, acordem.

 

Nós, enquanto sociedade, deixamos partir em cinzas um dos acervos mais importantes da história da humanidade. Acervos de línguas extintas, de culturas e povos extintos que viveram em nossas terras por milhares de anos antes da chegada dos europeus. Exemplares únicos de espécies que desbravaram nosso planeta há milhares, milhões de anos. Dados de valor incalculável sobre a nossa fauna e flora. Fósseis, múmias, nossa Luzia, o primeiro ser humano das Américas, que passou por nossa terra há onze mil anos. Um dos maiores acervos mundiais de etnologia e antropologia africanas. Por nossa incompetência enquanto povo - culpar os políticos afinal é muito fácil - deixamos partir em fumaça não só a nossa história, mas a história do mundo.

 

Qualquer museu de técnica industrial é fichinha perto disso. Adoraria ver um DC-3 voando, mas acho que na escala das nossas prioridades, temos tantas outras coisas para almejarmos - e nos envergonharmos...

 

Sds

Edited by Forgiven722
  • Like 7
Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade