Jump to content
Sign in to follow this  
A345_Leadership

Delta Air Lines compra 20% da LATAM

Recommended Posts

É notícia já passada, mas que traz muita relevância para a aviação sulamericana:

https://www.cnbc.com/2019/09/26/delta-is-buying-20percent-of-latam-latin-americas-largest-airline.html

É importante a discussão.

Pessoalmente a Delta mudou todo jogo de cartas do stablishment da região. A LATAM tem uma parceria de peso, conquistada via $$$, a Avianca nada muda - diria que até beneficiaria, mas a Gol fica em uma sinuca no curto prazo. American e IAG também ficam em situação delicada, principalmente em mercados secundários.

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

O maior beneficiado da parceria com a Delta é o mercado brasileiro, diz CEO da Latam

Por Pedro Menezes em 28/10/2019 

 

A parceria inédita entre Delta Air Lines e Grupo Latam, anunciada no último dia 26 de setembro, cria uma série de benefícios para as operações de ambas e para seus respectivos passageiros. Em entrevista ao M&E durante o jantar de gala do Fórum ALTA Airline Leaders 2019, o CEO do Grupo Latam, Enrique Cueto, afirmou que os benefícios da parceria começam a ser sentidos pelos passageiros já a partir de maio de 2020.

“Acredito que o processo demorará mais seis meses para acontecer porque ainda é preciso a aprovação dos reguladores, principalmente dos Estados Unidos, já que por lá a lei é bem clara e exige uma série de aprovações por parte de uma empresa que realiza um investimento fora dos EUA, como é o caso da Delta, e isso não acontece antes de seis meses”, revelou o CEO do Grupo Latam.

Enrique Cueto ainda revelou, quando questionado pelo M&E, que o mercado brasileiro é o maior beneficiado com a criação desta parceria entre Delta e Latam. “Certamente é o maior beneficiado. A Delta Air Lines chega para operar uma série de aeronaves de nossa frota que no momento estavam excedentes na frota,  o que faz com que possamos nos concentrar em aeronaves menores, responsáveis por nossas operações domésticas no Brasil, um mercado que queremos seguir crescendo e proporcionando sempre um melhor serviço”, disse Cueto.

 

https://www.mercadoeeventos.com.br/noticias/aviacao/o-maior-beneficiado-da-parceria-com-a-delta-e-o-mercado-brasileiro-diz-cueto/

 

Mah ôeee, então a LTM negociou o repasse das rotas da JJ para os EUA junto com os quatorze 359?

Share this post


Link to post
Share on other sites

Aonde fala que rotas serão repassadas?!?!?!?! O fato é que os A350 repassados para DL sao encomendas futuras que ainda não foram incorporados a frota ,  salvo engano alguns que estão sendo subarrendados para outras cias como QR e SAA que me parece que também vão para DL estão dentro do pacote das 14 aeronaves repassadas a eles  ...
De qualquer maneira a frota permanece do mesmo tamanho, operando as mesmas rotas inclusive com alguns destinos recebendo Upgauge para o A350  ....

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
21 minutes ago, Boeing_Rules said:

Aonde fala que rotas serão repassadas?!?!?!?! O fato é que os A350 repassados para DL sao encomendas futuras que ainda não foram incorporados a frota ,  salvo engano alguns que estão sendo subarrendados para outras cias como QR e SAA que me parece que também vão para DL estão dentro do pacote das 14 aeronaves repassadas a eles  ...
De qualquer maneira a frota permanece do mesmo tamanho, operando as mesmas rotas inclusive com alguns destinos recebendo Upgauge para o A350  ....

A verdade é que aqui no CR mesmo sempre questionamos onde a LATAM ia arrumar espaço pra botar os A350 futuros pra voar.

Então nesse ponto a fusão foi interessante para os dois. Delta entrou com o capital na LA e ganhou a facilidade dos aviões que estão pra chegar. Num eventual aumento de demanda algumas aeronaves podem ser redirecionadas de volta pra cá. 
 

Não entendi no texto onde fala de cessão das rotas pra Delta, até porque de sobreposição, só JFK, onde aliás, Latam deve voltar pro T4 em breve.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
6 hours ago, A345_Leadership said:

É notícia já passada, mas que traz muita relevância para a aviação sulamericana:

https://www.cnbc.com/2019/09/26/delta-is-buying-20percent-of-latam-latin-americas-largest-airline.html

É importante a discussão.

Pessoalmente a Delta mudou todo jogo de cartas do stablishment da região. A LATAM tem uma parceria de peso, conquistada via $$$, a Avianca nada muda - diria que até beneficiaria, mas a Gol fica em uma sinuca no curto prazo. American e IAG também ficam em situação delicada, principalmente em mercados secundários.

 

Falando em GOL, tem post no youtube comparando a situação dela com a AVIANCA BRASIL, depois da saida da DELTA. Como se as situações não fossem totalmente diferentes!

Share this post


Link to post
Share on other sites
7 hours ago, Boeing_Rules said:

Aonde fala que rotas serão repassadas?!?!?!?! O fato é que os A350 repassados para DL sao encomendas futuras que ainda não foram incorporados a frota ,  salvo engano alguns que estão sendo subarrendados para outras cias como QR e SAA que me parece que também vão para DL estão dentro do pacote das 14 aeronaves repassadas a eles  ...
De qualquer maneira a frota permanece do mesmo tamanho, operando as mesmas rotas inclusive com alguns destinos recebendo Upgauge para o A350  ....

Não explicitamente, mas se o Cueto disse que a JJ vai se concentrar em operar NB porque a DL está chegando com os 359....no mercado brasileiro. Eu tenho minhas dúvidas, se DL mantiver a encomenda de 8 35K, é muito avião pra ela, ainda mais pra operar pra Am. do Sul. O mais interessante disso tudo é que a DL postergou a entrega de alguns 359 porque tem preferência de receber 339 antes pra poder substituir os caquéticos 763, aí vai pegar 14 359 antes de receber os postergados (dela)?

Os dois 359 que estavam com a Hainan e foram pra SAA não são mais da LTM, por isso encomenda de 27 foi reduzida pra 25.

Edited by TheJoker

Share this post


Link to post
Share on other sites

Com os distúrbios do Chile, eleições na Argentina, a DL já deve estar meio arrependida dessa operação...mas como ainda depende de operação, ainda tem muita água a passar debaixo dessa ponte.

Edited by TheJoker

Share this post


Link to post
Share on other sites
57 minutes ago, TheJoker said:

Não explicitamente, mas se o Cueto disse que a JJ vai se concentrar em operar NB porque a DL está chegando com os 359....no mercado brasileiro. Eu tenho minhas dúvidas, se DL mantiver a encomenda de 8 35K, é muito avião pra ela, ainda mais pra operar pra Am. do Sul. O mais interessante disso tudo é que a DL postergou a entrega de alguns 359 porque tem preferência de receber 339 antes pra poder substituir os caquéticos 763, aí vai pegar 14 359 antes de receber os postergados (dela)?

Os dois 359 que estavam com a Hainan e foram pra SAA não são mais da LTM, por isso encomenda de 27 foi reduzida pra 25.

 

50 minutes ago, TheJoker said:

Com os distúrbios do Chile, eleições na Argentina, a DL já deve estar meio arrependida dessa operação...mas como ainda depende de operação, ainda tem muita água a passar debaixo dessa ponte.

Não foi o Cuento , foi o Jerome Cadier CEO da LATAM Brasil , que inclusive esta em uma empreitada pessoal contra os tripulantes da JJ , em uma tentativa de forçar a negociação de uma nova  CCT mais vantajosa para a cia ... o mesmo está fazendo de tudo para "tocar o terror" com comentarios tendenciosos e até maliciosos que esta fazendo muita gente acreditar que vai perder o emprego então precisa aceitar o que ele quer se não vamos reduzir , quando claramente a empresa esta expandindo seja no domestico ou com o upgauge de voos wide e com o retrofit do 777 que vai demandar mais tripulantes... Acredito que 2020 vai ser um ano bem intenso na Latam Brasil em todos os sentidos e não descarto surpresas e uma mudança de planos... o momento é de abaixar a cabeça e aguardar pelas cenas dos próximos capítulos que estão bem difíceis de se premeditar ...

Edited by Boeing_Rules

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hour ago, Boeing_Rules said:

 

Não foi o Cuento , foi o Jerome Cadier CEO da LATAM Brasil , que inclusive esta em uma empreitada pessoal contra os tripulantes da JJ , em uma tentativa de forçar a negociação de uma nova  CCT mais vantajosa para a cia ... o mesmo está fazendo de tudo para "tocar o terror" com comentarios tendenciosos e até maliciosos que esta fazendo muita gente acreditar que vai perder o emprego então precisa aceitar o que ele quer se não vamos reduzir , quando claramente a empresa esta expandindo seja no domestico ou com o upgauge de voos wide e com o retrofit do 777 que vai demandar mais tripulantes... Acredito que 2020 vai ser um ano bem intenso na Latam Brasil em todos os sentidos e não descarto surpresas e uma mudança de planos... o momento é de abaixar a cabeça e aguardar pelas cenas dos próximos capítulos que estão bem difíceis de se premeditar ...

JJ e G3 não saíram do prejuízo, nem com o aumento das passagens devido a quebra da O6, acho difícil expandirem negócios. 

TLA (JJ+Multiplus)  6M18 R$936 milhões de prejuízo x 6M19 R$633 milhões.  Os chilenos vão pegar $1.9 bi e colocar no bolso antes que seja tarde demais.

*segundo balanços divulgados pela Anac.

 

AA ficou tão incomodada, só que não, que anunciou o 3º voo MIA-LIM (757) a partir de mar20, e a volta do 3º MIA em GRU só pra out20, como retaliação.:D

Share this post


Link to post
Share on other sites

Bom, vamos ver como as coisas vão de desenrolar, mas que a Delta no mínimo ameaça o domínio da AA na América Latina, ela está.

A DL já tem a Aeromexico como parceira na América Central, e agora o grupo LATAM na América do Sul, que complementa muito bem a malha da Delta. Além disso, ela bota o pézinho no imenso mercado Miami-SA. A LATAM obviamente sai ganhando com o investimento, e também com um potencial fortalecimento do tráfego em JFK e BOS, que passam a ser hubs importantes. Por mais que perca o feed da AA em MIA, o tráfego O/D é grande o suficiente pra sustentar a rota.

Quem mas sai perdendo com isso, obviamente é a GOL, além de perder um importante investidor e provedor de feed internacional, fico pensando no risco de AF/KL seguirem a Delta e trocarem a GOL pela LA... A AA também perde, mas ela ainda mantém sua hegemonia na América Latina a partir dos EUA, e não me surpreenderia se as duas firmassem uma aliança, o que seria vantajoso para as duas, dada a presença grande da GOL nos três destinos da AA no Brasil. Fora que uma potencial aliança AA/GOL seria mais forte no Brasil do que Azul + United.

Share this post


Link to post
Share on other sites
4 minutes ago, Nicholas773 said:

Bom, vamos ver como as coisas vão de desenrolar, mas que a Delta no mínimo ameaça o domínio da AA na América Latina, ela está.

A DL já tem a Aeromexico como parceira na América Central, e agora o grupo LATAM na América do Sul, que complementa muito bem a malha da Delta. Além disso, ela bota o pézinho no imenso mercado Miami-SA. A LATAM obviamente sai ganhando com o investimento, e também com um potencial fortalecimento do tráfego em JFK e BOS, que passam a ser hubs importantes. Por mais que perca o feed da AA em MIA, o tráfego O/D é grande o suficiente pra sustentar a rota.

Quem mas sai perdendo com isso, obviamente é a GOL, além de perder um importante investidor e provedor de feed internacional, fico pensando no risco de AF/KL seguirem a Delta e trocarem a GOL pela LA... A AA também perde, mas ela ainda mantém sua hegemonia na América Latina a partir dos EUA, e não me surpreenderia se as duas firmassem uma aliança, o que seria vantajoso para as duas, dada a presença grande da GOL nos três destinos da AA no Brasil. Fora que uma potencial aliança AA/GOL seria mais forte no Brasil do que Azul + United.

A Gol e a AK/KL renovaram o acordo:

https://passageirodeprimeira.com/gol-e-air-france-klm-prorrogam-parceria-estrategica/

Share this post


Link to post
Share on other sites

Agora quem irá distribuir os PAX da Latam que chegam nos seus inúmeros voos para MIA? Sei que boa parte, fica em MIA ou vai de carro da outras cidades da Florida, como Orlando, mas muitos dos passageiros utilizavam a grande malha da AA para ir para outros pontos do EUA. 

Share this post


Link to post
Share on other sites
11 minutes ago, AndrePrates said:

Agora quem irá distribuir os PAX da Latam que chegam nos seus inúmeros voos para MIA? Sei que boa parte, fica em MIA ou vai de carro da outras cidades da Florida, como Orlando, mas muitos dos passageiros utilizavam a grande malha da AA para ir para outros pontos do EUA. 

Podem fazer conexão no JFK (onde a Delta é bem maior que a AA) ou ir de DL para Atlanta e fazer  conexão por lá mesmo. A malha doméstica da AA em MIA não é tão significativa quanto em DFW ou CLT por exemplo, as conexões são facilmente remanejáveis para outros hubs da DL.

Share this post


Link to post
Share on other sites
4 minutes ago, Nicholas773 said:

Podem fazer conexão no JFK (onde a Delta é bem maior que a AA) ou ir de DL para Atlanta e fazer  conexão por lá mesmo. A malha doméstica da AA em MIA não é tão significativa quanto em DFW ou CLT por exemplo, as conexões são facilmente remanejáveis para outros hubs da DL.

Mas assim, diminuirá a demanda de voos da Latam para MIA.

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hour ago, AndrePrates said:

Agora quem irá distribuir os PAX da Latam que chegam nos seus inúmeros voos para MIA? Sei que boa parte, fica em MIA ou vai de carro da outras cidades da Florida, como Orlando, mas muitos dos passageiros utilizavam a grande malha da AA para ir para outros pontos do EUA. 

A DL já anunciou que MIA vai passar a ser "Focus City" e vai criar uma malha a partir de MIA para aumentar sua participação no aeroporto ....

Share this post


Link to post
Share on other sites
7 hours ago, TheJoker said:

JJ e G3 não saíram do prejuízo, nem com o aumento das passagens devido a quebra da O6, acho difícil expandirem negócios. 

TLA (JJ+Multiplus)  6M18 R$936 milhões de prejuízo x 6M19 R$633 milhões.  Os chilenos vão pegar $1.9 bi e colocar no bolso antes que seja tarde demais.

*segundo balanços divulgados pela Anac.

 

AA ficou tão incomodada, só que não, que anunciou o 3º voo MIA-LIM (757) a partir de mar20, e a volta do 3º MIA em GRU só pra out20, como retaliação.:D

 

* O problema da TLA esta no inter overcapacity que foi planejado ( muito devido ao baixo crescimento no Brasil atual e recessao observado pelo pagamento da farra = roubalheira/descontrole do periodo PTista  dos ultimos anos) matou o planejamento feito anos atras. Nao e facil planejar cia aerea no Brasil, eles visivelmente tiveram de recalibrar...

A AD rapidamente teve que fazer o mesmo.

O domestico nao acredito que na LA seja deficitario mas o mesmo deve ter sofrido pelo erro estrategico de malha da cia - deve ter sido pensada no Chile - e produto x foco em custo, eles ja perceberam isso e rapidamente estao mudando a malha e alterando o produto.

Tanto que fizeram stank no inter mas estao reformulando o produto e no domestico estao crescendo organicamente, notaram a fragilidade operacional da GOL. ( no que tange a problema de frota ( MAX e agora o proprio NG ) e oportunidade de mercado falencia da AV juntamente a AD.

No meu entendimento ainda deram um turnaround completo se associado a principal parceira da GOL, responsavel pela mudanca de estrategia da GOL que tambem tinha claro problema de produto. A Delta.

Alem disso estao usado SDU/CGH para voos para o NE/SU  foco aqui esta em rentabilidade de certa forma estao pegando a GOL no GIG

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Não gostei desta jogada da Delta. Gol é minha primeira opção no Brasil e Delta minha primeira opção para os USA. Sei que a parceria não era perfeita, em alguns casos deixou a desejar (Benefícios para Smiles Diamante não funcionaram, credito de milhas, upgrades, etc.), mas ainda assim gostaria que tivessem mantido como estava. Mas estamos na era das decisões pragmáticas e entendo a posição da Delta em buscar uma parceira para toda America Latina e não só para o Brasil.

Share this post


Link to post
Share on other sites
39 minutes ago, TheJoker said:

DL emitindo $1.5 bi de dívida, pra rasgar dinheiro. Vai pagar $16 numa ação que valia menos de $9. Curioso pra saber quem vai perder +participação.

 

spacer.png

 

https://d18rn0p25nwr6d.cloudfront.net/CIK-0000027904/bb66f00b-e546-4aab-9103-1f8da14fc4ed.pdf

Meus 2 cents que vai ser os Cuetos , bem aos moldes como foi com os Amaros que foram perdendo participação e notoriedade aos poucos e quando nos demos conta... cade eles ?!?!?  hoje eles tem 2,6% de participação e não tem mais nem assento no conselho ... o Ed Bastian foi ao Chile , passeou de Helicóptero por Santiago , lambeu bastante os Cueto então acho que é "no deles"que vai ....

Share this post


Link to post
Share on other sites

Não seria incremento de capital? Logo todos teriam participações diluídas? 

Independente disso, uma coisa é fato, mostra o fim da hegemonia Cueto na LAN/TAM. Desde que comprou foi moldando a empresa, uniu com a TAM, sempre tentando prevalecer como o acionista majoritário. Mas, mudanças na América Latina e no Brasil desde 2010 fizeram que a ideia de criar uma powerhouse latina, independente e com capacidade de concorrer com as majors, foram sendo gradativamente abandonados. Primeiro, quando a LATAM vendeu 10% para a Qatar e agora com a Delta.

Cueto não tem fidelidade, vai para aquele que ajudar a retirar a empresa do vermelho, seja a então velha parceira AA ou alguém como a DL.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
37 minutes ago, A345_Leadership said:

Não seria incremento de capital? Logo todos teriam participações diluídas? 

Independente disso, uma coisa é fato, mostra o fim da hegemonia Cueto na LAN/TAM. Desde que comprou foi moldando a empresa, uniu com a TAM, sempre tentando prevalecer como o acionista majoritário. Mas, mudanças na América Latina e no Brasil desde 2010 fizeram que a ideia de criar uma powerhouse latina, independente e com capacidade de concorrer com as majors, foram sendo gradativamente abandonados. Primeiro, quando a LATAM vendeu 10% para a Qatar e agora com a Delta.

Cueto não tem fidelidade, vai para aquele que ajudar a retirar a empresa do vermelho, seja a então velha parceira AA ou alguém como a DL.

Se a delta chegar com mais sede que ela fez com a Gol, provavelmente vai forçar uma mudança pesada no foco da latam e talvez ela retorne a ser mais lucrativa (ou que consiga melhorar o retorno).

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
49 minutes ago, A345_Leadership said:

Não seria incremento de capital? Logo todos teriam participações diluídas? 

Independente disso, uma coisa é fato, mostra o fim da hegemonia Cueto na LAN/TAM. Desde que comprou foi moldando a empresa, uniu com a TAM, sempre tentando prevalecer como o acionista majoritário. Mas, mudanças na América Latina e no Brasil desde 2010 fizeram que a ideia de criar uma powerhouse latina, independente e com capacidade de concorrer com as majors, foram sendo gradativamente abandonados. Primeiro, quando a LATAM vendeu 10% para a Qatar e agora com a Delta.

Cueto não tem fidelidade, vai para aquele que ajudar a retirar a empresa do vermelho, seja a então velha parceira AA ou alguém como a DL.

Não vai ser aumento de capital, a DL vai comprar ações dos acionistas atuais, ou seja esses $1.9 bi vão pro bolso dos Cueto, Amaros, etc. A LTM só vai receber 350 milhões, que deve ser pela venda dos 4 359.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Interessante, a G3 minimizou a perda da parceria com a DL, dizendo que só 0,3% do faturamento vinha da DL.

 

8M19 DL (ida+volta)  40.528 pagos

           UA                     62.638

          AA                    101.568     2.5 x DL, logo se  sair  nova parceria AA/G3, é possível que o faturamento proveniente da AA é chegue nos 0,75%!   vai resolver todos os problemas da G3   :ohyes:

 

 

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
5 hours ago, TheJoker said:

Não vai ser aumento de capital, a DL vai comprar ações dos acionistas atuais, ou seja esses $1.9 bi vão pro bolso dos Cueto, Amaros, etc. A LTM só vai receber 350 milhões, que deve ser pela venda dos 4 359.

Os 350milhoes são o custo de saída da Latam da OW,que a Delta vai bancar, não tem nada haver com a compra dos 14A350

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Sign in to follow this  

×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade