Jump to content
Sign in to follow this  
TheJoker

Tap voará a Maceió a partir de 2020

Recommended Posts

Por Rodrigo Vieira

18/11/2019

 

A Tap voará a Maceió a partir de junho de 2020. Os bilhetes estarão à venda nos principais canais da companhia aérea portuguesa a partir do próximo dia 25. Serão três voos regulares por semana. O acordo foi assinado hoje.

O secretário de Turismo de Alagoas, Rafael Brito, fala em dia histórico para o Estado e sua capital. "Acabamos de fechar com a Tap novos voos inéditos entre Maceió e Lisboa, em Portugal", comemora, acrescentando que o serviço era uma "paquera antiga" do destino com a companhia. "Isso é resultado e de um diálogo de dois anos exclusivo do Governo de Alagoas e a companhia. A conexão com o continente mais desenvolvido do mundo representa pra nós a realização de um sonho, que com certeza vai gerar muito emprego e renda para a nossa gente!"

 

https://www.panrotas.com.br/aviacao/novas-rotas/2019/11/tap-voara-a-maceio-a-partir-de-2020_169285.html

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
11 minutes ago, TheJoker said:

Por Rodrigo Vieira

18/11/2019

 

A Tap voará a Maceió a partir de junho de 2020. Os bilhetes estarão à venda nos principais canais da companhia aérea portuguesa a partir do próximo dia 25. Serão três voos regulares por semana. O acordo foi assinado hoje.

O secretário de Turismo de Alagoas, Rafael Brito, fala em dia histórico para o Estado e sua capital. "Acabamos de fechar com a Tap novos voos inéditos entre Maceió e Lisboa, em Portugal", comemora, acrescentando que o serviço era uma "paquera antiga" do destino com a companhia. "Isso é resultado e de um diálogo de dois anos exclusivo do Governo de Alagoas e a companhia. A conexão com o continente mais desenvolvido do mundo representa pra nós a realização de um sonho, que com certeza vai gerar muito emprego e renda para a nossa gente!"

 

https://www.panrotas.com.br/aviacao/novas-rotas/2019/11/tap-voara-a-maceio-a-partir-de-2020_169285.html

 

 

Finalmente a capital com as praias mais lindas. do Nordeste conectada com a Europa. Vejo este voo indo a 5vps já no próximo verão. Isto fará REC não ter os dois voos diários, como aventado, devendo ficar com 7 339 e 3/4 321.

Parabéns aos Alagoanos por esta conquista!!!! 

Share this post


Link to post
Share on other sites
6 hours ago, +jampa said:

Alguma chance de sair JPA, como aventado por aí?

Parabéns MCZ!

Para mim, próxima a zero dada a proximidade com REC (e até NAT). REC está equidistante de NAT e MCZ (300km). JPA esta a 90km. Teria que haver um aumento muito relevante na infra turistica Paraibana para justificar a abertura de uma base tão próxima. 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Demorou, mas saiu! que seja sucesso!

Share this post


Link to post
Share on other sites

19-11-2019

spacer.png

 

A TAP vai voar a partir de Junho do próximo ano três vezes por semana entre Lisboa e Maceió, capital do estado de Alagoas, no Nordeste do Brasil, com aviões A321 Long Range.

 

 

O anúncio da 11ª rota da TAP para o Brasil, que vai estar à venda a partir da próxima segunda-feira, dia 25 de Novembro, aconteceu esta segunda-feira na sede da companhia aérea, num encontro com jornalistas e operadores turísticos que teve como mote a assinatura de um acordo entre o Estado de Alagoas e a TAP.

 

A negociação dos slots ainda está a ser finalizada, mas os voos deverão partir de Lisboa ao fim do dia às quartas, sextas e Domingos, regressando de Maceió à noite para chegar à capital portuguesa de manhã, avançou Paula Canada, directora de Vendas e Marketing da TAP.

Abílio Martins, Chief Marketing and Sales Officer, afirmou por sua vez que “este destino acontece graças a um avião”, o A321 LR, uma aeronave que tem basicamente os custos de operação de um avião de médio curso para fazer voos de longo curso.

O executivo destacou que os A321 LR, modelo de que a TAP recebeu o seu primeiro avião em Abril, são aviões de menor dimensão que proporcionam o mesmo conforto dos A330neo, oferecendo 16 lugares ‘full-flat’ em executiva e acesso ao wi-fi gratuito para envio de mensagens através das aplicações WhatsApp, Facebook Messenger e iMessage. (clique para ler: Novo A321 Long Range da TAP em fotos).

Abílio Martins salientou que a companhia aérea vai investir na divulgação do destino em Portugal e em países como Itália, França, Espanha, Alemanha e Reino Unido.

“Para Alagoas vai ser o maior investimento da nossa história em divulgação do destino”, disse na mesma ocasião o governador do Estado, Renan Filho.

Numa apresentação sobre os atractivos turísticos do Estado, o secretário do Desenvolvimento Económico e Turismo de Alagoas, Rafael Brito, destacou que a região tem praias “que estão sempre classificadas entre as mais bonitas do país”.

Rafael Brito acrescentou que, além de Maceió, existem vários destinos para visitar a curta distância, “como Maragogi, São Miguel dos Milagres, a Foz do Rio São Francisco e Penedo”.

O estado, prosseguiu Rafael Brito, tem “a rede hoteleira mais nova de todo o Nordeste, porque o estado de Alagoas, há alguns anos atrás, criou um benefício fiscal para novos hotéis e para retrofit de hotéis antigos”.

Os investimentos em hotelaria no estado de Alagoas estão a aumentar e deverão incluir a abertura de um resort do grupo hoteleiro português Vila Galé, de acordo com Renan Filho (clique para ler: Vila Galé vai construir um resort em Alagoas, diz governador do estado).

 

http://www.presstur.com/empresas---negocios/aviacao/maceio-e-o-novo-destino-da-tap-no-brasil/

Edited by TheJoker

Share this post


Link to post
Share on other sites

Boa aposta da TAP! Em breve poderá passar a 4x ~ 5x na alta.

 

O A321XLR vai fazer uma reviravolta positiva na malha da TAP.

Share this post


Link to post
Share on other sites
2 hours ago, boulosandre said:

Para mim, próxima a zero dada a proximidade com REC (e até NAT). REC está equidistante de NAT e MCZ (300km). JPA esta a 90km. Teria que haver um aumento muito relevante na infra turistica Paraibana para justificar a abertura de uma base tão próxima. 

Concordo. Infelizmente JPA sempre vive À sombra de REC e creio que a tendência é de piora com a AENA administrando ambos os terminais. Esse ano de 2019 está sendo trágico para o aeroporto paraibano, -25% na movimentação depois da queda da Avianca e alguns cortes pontuais.

Share this post


Link to post
Share on other sites
3 hours ago, boulosandre said:

Para mim, próxima a zero dada a proximidade com REC (e até NAT). REC está equidistante de NAT e MCZ (300km). JPA esta a 90km. Teria que haver um aumento muito relevante na infra turistica Paraibana para justificar a abertura de uma base tão próxima. 

 

8 minutes ago, +jampa said:

Concordo. Infelizmente JPA sempre vive À sombra de REC e creio que a tendência é de piora com a AENA administrando ambos os terminais. Esse ano de 2019 está sendo trágico para o aeroporto paraibano, -25% na movimentação depois da queda da Avianca e alguns cortes pontuais.

 

Eu penso justamente o oposto... Não acreditaria em um voo diário, mas 2x por semana, why not?

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

A rota para Maceió terá três frequências semanais. As saídas de Lisboa são às 17:15 com chegada ao destino brasileiro às 21:15, às quartas, sextas e domingos.
 

release completo: https://www.tapairportugal.com/pt/media/comunicados-de-imprensa/Press-Release-809

Share this post


Link to post
Share on other sites
4 hours ago, TheJoker said:

19-11-2019

spacer.png

 

A TAP vai voar a partir de Junho do próximo ano três vezes por semana entre Lisboa e Maceió, capital do estado de Alagoas, no Nordeste do Brasil, com aviões A321 Long Range.

 

 

O anúncio da 11ª rota da TAP para o Brasil, que vai estar à venda a partir da próxima segunda-feira, dia 25 de Novembro, aconteceu esta segunda-feira na sede da companhia aérea, num encontro com jornalistas e operadores turísticos que teve como mote a assinatura de um acordo entre o Estado de Alagoas e a TAP.

 

A negociação dos slots ainda está a ser finalizada, mas os voos deverão partir de Lisboa ao fim do dia às quartas, sextas e Domingos, regressando de Maceió à noite para chegar à capital portuguesa de manhã, avançou Paula Canada, directora de Vendas e Marketing da TAP.

Abílio Martins, Chief Marketing and Sales Officer, afirmou por sua vez que “este destino acontece graças a um avião”, o A321 LR, uma aeronave que tem basicamente os custos de operação de um avião de médio curso para fazer voos de longo curso.

O executivo destacou que os A321 LR, modelo de que a TAP recebeu o seu primeiro avião em Abril, são aviões de menor dimensão que proporcionam o mesmo conforto dos A330neo, oferecendo 16 lugares ‘full-flat’ em executiva e acesso ao wi-fi gratuito para envio de mensagens através das aplicações WhatsApp, Facebook Messenger e iMessage. (clique para ler: Novo A321 Long Range da TAP em fotos).

Abílio Martins salientou que a companhia aérea vai investir na divulgação do destino em Portugal e em países como Itália, França, Espanha, Alemanha e Reino Unido.

“Para Alagoas vai ser o maior investimento da nossa história em divulgação do destino”, disse na mesma ocasião o governador do Estado, Renan Filho.

Numa apresentação sobre os atractivos turísticos do Estado, o secretário do Desenvolvimento Económico e Turismo de Alagoas, Rafael Brito, destacou que a região tem praias “que estão sempre classificadas entre as mais bonitas do país”.

Rafael Brito acrescentou que, além de Maceió, existem vários destinos para visitar a curta distância, “como Maragogi, São Miguel dos Milagres, a Foz do Rio São Francisco e Penedo”.

O estado, prosseguiu Rafael Brito, tem “a rede hoteleira mais nova de todo o Nordeste, porque o estado de Alagoas, há alguns anos atrás, criou um benefício fiscal para novos hotéis e para retrofit de hotéis antigos”.

Os investimentos em hotelaria no estado de Alagoas estão a aumentar e deverão incluir a abertura de um resort do grupo hoteleiro português Vila Galé, de acordo com Renan Filho (clique para ler: Vila Galé vai construir um resort em Alagoas, diz governador do estado).

 

http://www.presstur.com/empresas---negocios/aviacao/maceio-e-o-novo-destino-da-tap-no-brasil/

Excelente notícia. Que venham JPA e SLZ. Quem sabe já em 2021? A Cabo Verde vai ter que trabalhar muito bem, oferecer um bom produto, preços bons e conexões necessárias para entrar com sucesso em mais mercados. O A321LR/A321XLR e o A339neo farão da TAP cada vez mais competitiva.

Share this post


Link to post
Share on other sites

O A321LR tá cada vez mais presente no Brasil, ano que vem já serão 17 frequências semanais, isso se não anunciarem mais nada. Queria muito saber qual seria o break-even médio nessas rotas pro Brasil, já que no caso de BEL, a troca de equipamento permitiu um aumento de 2-3 frequências.

Share this post


Link to post
Share on other sites
On 19/11/2019 at 07:06, boulosandre said:

Para mim, próxima a zero dada a proximidade com REC (e até NAT). REC está equidistante de NAT e MCZ (300km). JPA esta a 90km. Teria que haver um aumento muito relevante na infra turistica Paraibana para justificar a abertura de uma base tão próxima. 

REC-JPA = 131 km

REC-NAT = 312 km

REC- MCZ = 226 km

NAT-JPA = 192 km

Será que houve um aumento relevante na infra instrutura turística de MCZ que justifique uma base nova da TAP lá? Se realmente acontecer a joint venture entre a Azul e a TAP, https://www.skyscience.com.br/azul-apresenta-proposta-de-joint-venture-a-tap/ não seria melhor esses pax serem transportados REC-MCZ pela Azul? Em época de prejuízos https://www.publico.pt/2019/11/18/economia/noticia/tap-prejuizo-111-milhoes-rating-lixo-1894206 não acho uma boa ideia a TAP abrir base nova, pelo contrário, eu fecharia NAT e BEL e deixaria apenas FOR, REC e SSA, com a Azul distribuindo os passageiros de JPA, MCZ, AJU, SLZ, BEL, IOS, BPS, NAT, PNZ...

E esse rating de "lixo"? :shock: Acho que pegaram pesado...

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hour ago, MRN said:

REC-JPA = 131 km

REC-NAT = 312 km

REC- MCZ = 226 km

NAT-JPA = 192 km

Será que houve um aumento relevante na infra instrutura turística de MCZ que justifique uma base nova da TAP lá? Se realmente acontecer a joint venture entre a Azul e a TAP, https://www.skyscience.com.br/azul-apresenta-proposta-de-joint-venture-a-tap/ não seria melhor esses pax serem transportados REC-MCZ pela Azul? Em época de prejuízos https://www.publico.pt/2019/11/18/economia/noticia/tap-prejuizo-111-milhoes-rating-lixo-1894206 não acho uma boa ideia a TAP abrir base nova, pelo contrário, eu fecharia NAT e BEL e deixaria apenas FOR, REC e SSA, com a Azul distribuindo os passageiros de JPA, MCZ, AJU, SLZ, BEL, IOS, BPS, NAT, PNZ...

E esse rating de "lixo"? :shock: Acho que pegaram pesado...

Cheguei a pensar a mesma coisa, mas as entregas dos aviões foram assumidas há uns anos. E agora é preciso alocá-los pra algum destino.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Com a alteração de NAT, BEL e do segundo voo de REC por A321LR, vão sobrar A330? Pra onde irão?

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hour ago, jaampieer said:

Com a alteração de NAT, BEL e do segundo voo de REC por A321LR, vão sobrar A330? Pra onde irão?

Acredito que para reforçar a malha nos destinos existentes, como bi diário JFK (ou ele será feito com A321LR?). 

Em 2021/2022, imagino que a TAP avance em Houston, Joanesburgo, Los Angeles, talvez China. Buenos Aires governo argentino está tentando, mas a situação local não ajuda. Uma JV Avianca/Azul poderia levar a TAP de volta a BOG? Se a situação brasileira de fato melhorar bem, poderemos ver aumento de frequências aqui também, como em BSB, CNF, GIG, POA e SSA com A332/A339.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Achei que os widebodies fossem todos novo interior. O TOG tá indo hoje pra FOR.

Torço pra não pegar esses antigos.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Me soa estranho depois de fazerem REC como hub regional da Azul e não tirarem proveito. 

Só posso acreditar que a TAP vai tentar capturar a demanda do estado para a Europa, algo que via Recife ela seria somente uma concorrente marginal.

De toda forma, para uma cia com prejuizo, a melhor coisa é tentar evitar incrementar o custo fixo. 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Há também o fluxo no outro sentido, de Portugal para Alagoas. Como exemplo desta demanda, uma rede portuguesa (Vila Galé) está investindo num grande resort no local.

Share this post


Link to post
Share on other sites
On 20/11/2019 at 18:33, Delmo said:

Achei que os widebodies fossem todos novo interior. O TOG tá indo hoje pra FOR.

Torço pra não pegar esses antigos.

Deve sair de operação em breve, é o último não retrofitado em operação.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Voos da TAP para Maceió começam no dia 12 de junho de 2020; veja horários

 

Aeronave chegou à Lisboa nesta quarta-feira (18)

A última semana ficou marcada pela confirmação da TAP em operar voos para Maceío a partir de junho de 2020. Os voos vão começar no Dia dos Namorados (12/6) e serão operados por A321neo LRs três vezes por semana, todas às quartas, sextas e domingos, com mais de 600 assentos ofertados. As vendas de bilhetes na plataforma da companhia tiveram início nesta segunda-feira (25).

O voo T027 deixará Lisboa às 17h15 e chegará em Maceió às 21h15 (hora local), enquanto o voo de volta TP028 deixará Maceió às 22h45 e chegará na capital portuguesa às 10h35 do dia seguinte (hora local).

A capital alagoana será a terceira no Brasil a receber voos do A321neo LR. Enquanto Belém conta com voos do single-aisle desde o fim de outubro, a partir do dia 2 de abril de 2020, os três voos semanais para a Recife também passam a receber operações inéditas do A321neo LR, substituindo o A330-200 e o A330-900neo.
 

Fonte: https://www.mercadoeeventos.com.br/noticias/aviacao/voos-da-tap-para-maceio-comecam-no-dia-12-de-junho-de-2020-veja-horarios/

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

TAP Air Portugal today (25NOV19) opened reservation for its 11th destination in Brasil, as the airline schedules Lisbon – Maceio nonstop route. Operated by Airbus A321neo LR, TAP to operate this route 3 times weekly from 12JUN20.

Following schedule is subject to Government Approval.

TP027 LIS1715 – 2115MCZ 32Q 357
TP028 MCZ2245 – 1035+1LIS 32Q 357

  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
On 19/11/2019 at 10:08, +jampa said:

Concordo. Infelizmente JPA sempre vive À sombra de REC e creio que a tendência é de piora com a AENA administrando ambos os terminais. Esse ano de 2019 está sendo trágico para o aeroporto paraibano, -25% na movimentação depois da queda da Avianca e alguns cortes pontuais.

Eu morei quase 2 anos no interior da PB, usei 4 vezes REC, 1 vez CPV e 2 vezes NAT. Em questão de custo de passagens REC destoa de JPA. 

O valor pela finada O6 saindo de GRU era cerca de 30~50% maior para JPA se comparado a rec. E algo me leva a crer que a O6 subsidiava essa rota, porquê na JJ e na G3 o preço era o dobrou ou o triplo da O6

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
Sign in to follow this  

×
×
  • Create New...