Jump to content
Sign in to follow this  
MRN

Manifestação Comandantes, Copilotos e manutenção da Azul

Recommended Posts

Vai parar o voo e a manutenção ou só vai quem tá de folga? :anta:

Share this post


Link to post
Share on other sites
23 minutes ago, MRN said:

Vai parar o voo e a manutenção ou só vai quem tá de folga? :anta:

É difícil saber. Qualquer iniciativa de ação trabalhista coletiva tem de ter começo (proposta), meio (persuasão) e fim (objetivos).

Os motivos são válidos, mas aparentemente a empresa já respondeu, pelo menos aos co-pilotos, então gostaria de saber qual seria o próximo passo se tudo ficar na mesma. 

Não sei como é o quadro de manutenção da empresa, mas de co-piloto parece-me que há uma diversidade muito grande, com pilotos com pouca experiência e outros mais capacitados, e nessa hora poderá ocorrer um choque de interesse e não dá para definir até que ponto cada um vai querer se expor. 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

A Azul não vai fazer nada pra mudar os salários dos copilotos. O protesto vai ser legal de ver, mas não vai ter efeito prático.

Quero ver o grupo ter força e coragem pra encabeçar uma greve. É o que o Longreach falou, tem muito copiloto de 20-25 anos que entrou com pouca hora de voo, tá feliz da vida tirando 7-8k limpos por mês, voando ATR/E-Jet/Airbus, pernoitando Brasil afora com um bando de comissária bonita de 20-25 anos também, staff travel pra viajar pelo mundo nas férias e vivendo o sonho do "melhor emprego do seu vida".

Desde o início a Azul sabia que ao contratar, em sua maioria, copilotos com esse perfil teria o grupo na mão se blindando de qualquer tipo de ação coletiva.

  • Like 5
  • Thanks 4
  • Haha 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
10 minutes ago, Leirbag said:

A Azul não vai fazer nada pra mudar os salários dos copilotos. O protesto vai ser legal de ver, mas não vai ter efeito prático.

Quero ver o grupo ter força e coragem pra encabeçar uma greve. É o que o Longreach falou, tem muito copiloto de 20-25 anos que entrou com pouca hora de voo, tá feliz da vida tirando 7-8k limpos por mês, voando ATR/E-Jet/Airbus, pernoitando Brasil afora com um bando de comissária bonita de 20-25 anos também, staff travel pra viajar pelo mundo nas férias e vivendo o sonho do "melhor emprego do seu vida".

Desde o início a Azul sabia que ao contratar, em sua maioria, copilotos com esse perfil teria o grupo na mão se blindando de qualquer tipo de ação coletiva.

Eu mesmo, se fosse contratado como copila ganhando isso com 20 anos, solteiro, iria é agradecer. Uma oportunidade de operar uma máquina de milhões de reais com uma tenra idade e experiência praticamente nula. Salário maior que a maioria esmagadora da população do país. 

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

Não vai acontecer nada com relação aos salários. A fonte de copilotos inexperientes, que é o perfil que a Azul contrata, é praticamente infinita...

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Um chacoalhão no mercado é sempre bom, não somente para um lugar específico, mas para todos de um modo geral, principalmente para a geração nova que está aí, porém não sei quais seriam os argumentos desse grupo para persuadir a administração da empresa. Greve? Essa é uma ação extrema e não é uma brincadeira e acredito que está completamente fora de questão.

Será um embate interessante de acompanhar, e o único movimento que me recordo que envolveu apenas os co-pilotos foi no começo dos anos 80, na Varig. Sem muito alarde em termos de resultados, no final alguns ficaram na empresa e outros insatisfeitos pediram demissão, incluindo um piloto que pouco tempo depois esteve envolvido no acidente com o SRK na chegada em Fortaleza.

Boa sorte ao pessoal.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
15 hours ago, deiv said:

Eu mesmo, se fosse contratado como copila ganhando isso com 20 anos, solteiro, iria é agradecer. Uma oportunidade de operar uma máquina de milhões de reais com uma tenra idade e experiência praticamente nula. Salário maior que a maioria esmagadora da população do país. 


O agradecimento normalmente flutua na mediocridade do profissional. Enquanto existir manete pra empurrar, vai ter que ter alguém pra empurrar a manete. Alguns pra empurrar e prosseguir a decolagem quando não deveria, e outros para prezar pela segurança da aeronave, incluindo as vidas a bordo e a imagem da empresa - Isso é proporcional ao quanto se valoriza o profissional. Ainda assim, se a experiência fosse algo a ser valorizado, seria recompensada com um plano de carreira devidamente cumprido, que pelo que entendi é um dos pleitos deles.

O salário deles é o menor do mundo em seu setor. O do presidente da empresa está no top 10 de presidentes de empresa no Brasil (Atrás somente de bancos e ex-estatais).


Mas fica à vontade para divagar opiniões com pouco ou nenhum fundamento.
 

Edited by MarceloF
  • Like 3
  • Thanks 5

Share this post


Link to post
Share on other sites
15 hours ago, deiv said:

Eu mesmo, se fosse contratado como copila ganhando isso com 20 anos, solteiro, iria é agradecer. Uma oportunidade de operar uma máquina de milhões de reais com uma tenra idade e experiência praticamente nula. Salário maior que a maioria esmagadora da população do país. 

Eu também. Estaria igual porco na lama e pinto no lixo. Mas, como disseram, não é por isso que o salário deixa de ser ruim.

Edited by Eric Breno

Share this post


Link to post
Share on other sites

O salário de FO era aceitável quando o tempo de promoção era de 3 a 5 anos, quem entra agora não vai ser promovido em menos de 10 anos, isso é um fato.

  • Like 1
  • Thanks 4

Share this post


Link to post
Share on other sites

Vejo que alguns estão querendo exigir além da conta de um pessoal novo, sendo que muitos recém começaram suas carreiras em linha aérea, e não me refiro somente a empresa A, mas também a B e C. Nessa horas, para essa turma, o poder de barganha fica muito limitado e invariavelmente alguém pode ficar na linha de tiro sem cobertura. Foi assim na Cruzeiro, quando co-pilotos entraram na empresa bem no momento que havia uma forte disputa por antiguidade, lista de senioridade e salários com o pessoal da Varig, e a animosidade era tremenda. Nada de novo, portanto.

O salário na referida empresa é reconhecidamente ruim desde o início, mas jogar nas costas dos "novinhos" essa responsabilidade porque aceitaram os temos, é deixar de se lembrar que os "antigões" de aviação, calejados e que conheciam de antemão a ruindade do pacote, também assinaram embaixo. Ninguém foi forçado a nada, portanto, zero a zero. Entretanto, isso não quer dizer jamais que deve-se baixar a cabeça porque não há espaço para negociação, o problema é encontrar um meio, ainda mais com mão de obra disponível no mercado.

O cumprimento da senioridade sempre foi uma pedra no sapato das empresas aéreas. Em países com representação sindical mais forte e atuante isso ainda segue um ritual difícil de ser quebrado, além das negociações salariais e de outros benefícios, porém vale destacar que haverá sempre contrapartida, como o direito ao uso de dispensas (layoff) se for preciso, redução salarial e rebaixamento de posto, coisas ainda inimagináveis por aqui.

A aviação sempre viveu de altos e baixos, e geralmente o maior ou menor poder de negociação sempre teve como referência a lei da oferta e da demanda. Isso sempre será inalterável, resta saber se esse é o momento para entrar de sola ou dosar ações, que podem ter efeitos colaterais, podem sanar o problema ou que serão totalmente ineficazes. 

 

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu acho que exatamente pelo perfil do grupo do copilas é que a coisa AINDA não degringolou, mas tem margem pra isso acontecer. 
 

Hoje, ainda é aceitável um salário rebaixado que garanta o iPhone11, o HB20 zero bala e outros confortos de um jovem solteiro iniciando a vida, mas poucos mantém o padrão de vida na rédea curta por muito tempo (ainda mais aviador, convenhamos), uns casam, outros compram imóvel, outros tem filho. Ninguém tem a vida de solteiro de 23 anos pra sempre. E é aí que a maionese desanda. A empresa até  pode ir buscar mais novinho na PUC de baciada, mas o grupo de voo de 23, hoje tem 30, ainda tá batendo a bunda no ATR e tem uma potencial insatisfação instalada em parte relevante do grupo. Podem pedir pra sair? Podem! Mas vão? Vai ter Qatar e Latam pra todo mundo? 
 

Daí nesse contexto de salário rebaixado e insatisfação as pessoas recorrem aos pequenos consolos e alegrias da empresa do sonhos: Escala easy-going? Ficou em 2013. Promocao rápida? Não mais. Senioridade? Vish.

Jovem esquece que vai envelhecer né? Azulville sabe tirar proveito disso. 

A aproximação salarial (porque falar em equiparação é sonhar demais) é questão de tempo, mas acho que o movimento não vai ser relevante agora, mas vai amadurecendo a insatisfação. Depois vem outra pagando menos e assim vamos...

  • Like 6
  • Thanks 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
36 minutes ago, A350XWB said:

Eu acho que exatamente pelo perfil do grupo do copilas é que a coisa AINDA não degringolou, mas tem margem pra isso acontecer. 
 

Hoje, ainda é aceitável um salário rebaixado que garanta o iPhone11, o HB20 zero bala e outros confortos de um jovem solteiro iniciando a vida, mas poucos mantém o padrão de vida na rédea curta por muito tempo (ainda mais aviador, convenhamos), uns casam, outros compram imóvel, outros tem filho. Ninguém tem a vida de solteiro de 23 anos pra sempre. E é aí que a maionese desanda. A empresa até  pode ir buscar mais novinho na PUC de baciada, mas o grupo de voo de 23, hoje tem 30, ainda tá batendo a bunda no ATR e tem uma potencial insatisfação instalada em parte relevante do grupo. Podem pedir pra sair? Podem! Mas vão? Vai ter Qatar e Latam pra todo mundo? 
 

Daí nesse contexto de salário rebaixado e insatisfação as pessoas recorrem aos pequenos consolos e alegrias da empresa do sonhos: Escala easy-going? Ficou em 2013. Promocao rápida? Não mais. Senioridade? Vish.

Jovem esquece que vai envelhecer né? Azulville sabe tirar proveito disso. 

A aproximação salarial (porque falar em equiparação é sonhar demais) é questão de tempo, mas acho que o movimento não vai ser relevante agora, mas vai amadurecendo a insatisfação. Depois vem outra pagando menos e assim vamos...

Muito lúcido seu post. Uma hora a revolta se instala e o movimento vai crescendo. Vide Comandante Anônimo TAM, quem se lembra? 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Pessoal, desculpe-me pelas críticas, mas acho interessante a quantidade de comentários a respeito dos co-pilotos da empresa, como se nas demais só há Top Gun e não houvesse pessoal arredio para tomar iniciativa para fazer parte de linha de frente em disputas trabalhistas diversas que surgem diariamente. 

Telhadão é de vidro, galera, e nesse momento estão a caminho de "flexibilizar" a Regulamentação e até agora não ouvi um pio sequer, e vão enfiar goela abaixo coisas que o grupo vai aceitar, sem contrapartida. "Ah! Mas sou piloto pica das galáxias da internacional", portanto, cada um tem o seu preço.

E então, como se resolvem essas pendências? Sugestões ou é somente criticando de que forma cada um gasta o seu dinheiro ou faz proveito do seu pernoite, como se isso fosse novidade num mundo cheio de gente nova e com a testosterona e outros hormônios a pleno? Eu mesmo já sai do Lapinha e fui voar, muito mais inteiro que o comandante que estava ao meu lado. Loucura? Sim, mas vida de tripulante, quando jovem, sempre foi assim, desde o Dornier "Wal". Tinha carro zero e morava na casa dos pais. Vidão! Estava errado agir assim? Opa, vale dizer: participei de 3 greves (coisas que muitos que estão aqui não sabem o que significa) e de outros movimentos industriais e nunca fui minhoca!

Como ponto de partida, vamos fazer um breve levantamento: um aqui até aceitou voar "ontem" com os "terms and endearment da JetBlue tupiniquim". Deu uma escorregada, tentou consertar, mas assim como ele (que não está errado, é a lei da sobrevivência) outras centenas estão babando nos aeroclubes para uma oportunidade. E no ano que vem tem mais, e no seguinte também. Botem na cabeça e caiam na real: co-piloto não para uma empresa aérea! Momentaneamente pode afetar uma série de voos, mas um avião decola com dois comandantes, mas não com dois co-pilotos. Comissários têm muito mais força do que eles. Ponto!

Os caras estão se manifestando, de uma forma ou de outra, e ainda têm uma vantagem que inexistia no passado, que é botar uma boa carteira no bolso, com experiência de voo e arrumar empregos no exterior, dando uma enorme banana ao seu empregador, deixando-o na mão em um mês ou menos, uma das vantagens que não há lá fora (o aviso prévio é geralmente de 3 meses). Porém, cada um sabe onde aperta o seu calo e precisa ter culhão para dar determinados passos, principalmente quando o seu furúnculo é que está na reta. Mas vale ressaltar: uma companhia supimpa do deserto que todo mundo idolatra é uma empresa que só soca no rabo dos tripulantes e mesmo assim todo mundo é obrigado a fazer cara alegre. Vida de tripulante não se baseia em poder aquisitivo e uma Ferrari na garagem.

Como se fosse o paraíso as demais coloridas aéreas, criticar sem olhar para o próprio rabo é a coisa mais fácil do mundo. Peguem mais leve, vejam o Big Picture, porque o mundo anda feio em tudo que é canto.

  • Like 9

Share this post


Link to post
Share on other sites

Impecável teu post, Longreach.


Permita-me apenas fazer uma correção:

- Co-piloto para vôo sim. Desconheço empresa que tenha só comandantes. E em malhas com hub&spoke pulsando em intervalos regulares, não é difícil fazer o strike.

Vale lembrar: em 2016 quem fez a greve foi o CGNA.

A paralisação só derruba o primeiro dominó, o resto vai sozinho. Uma tripulação inteira contra a paralisação vai ficar no chão tentando decolar rumo ao hub da empresa no momento em que o pátio não tiver mais espaço pra avião no chão.

Na última greve foi exatamente assim. Abre o FR24 aí e me diz se tem lugar no chão para todos os aviões do mundo pousarem nesse exato momento.
 

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hour ago, MarceloF said:

Vale lembrar: em 2016 quem fez a greve foi o CGNA.

Pelo o que eu lembro, no dia 03FEB16 a paralisação foi feita pelos aeronautas e aeroviários, onde suspenderam os voos das 6 às 8 da manhã. Não foi isso? O que o CGNA teve a ver com essa paralisação?

Share this post


Link to post
Share on other sites
3 hours ago, MarceloF said:


Permita-me apenas fazer uma correção:

- Co-piloto para vôo sim. Desconheço empresa que tenha só comandantes. E em malhas com hub&spoke pulsando em intervalos regulares, não é difícil fazer o strike.

Vale lembrar: em 2016 quem fez a greve foi o CGNA.

A paralisação só derruba o primeiro dominó, o resto vai sozinho. Uma tripulação inteira contra a paralisação vai ficar no chão tentando decolar rumo ao hub da empresa no momento em que o pátio não tiver mais espaço pra avião no chão.

Na última greve foi exatamente assim. Abre o FR24 aí e me diz se tem lugar no chão para todos os aviões do mundo pousarem nesse exato momento.
 

Marcelão,

Desculpe a minha ignorância, mas não sei o que seria o CGNA.

Quando me referi que sem co-piloto o voo não para, quis dizer que um avião decola com 2 comandantes e comissários, mas faltando comandante e tripulação de comissários (exceto em voo de carga, por motivos óbvios) um voo não decola.

De qualquer forma, obviamente não desmereço o potencial de qualquer co-piloto -- não esqueço o meu passado, jamais -- mas a não ser que haja força para suportar uma parada geral (de forma genérica, não especificando uma ou outra empresa aérea em particular, mas vale salientar que o Brasil não é a França) muitos voos podem ser despachados com 2 comandantes normalmente.

Somente um exemplo para ilustrar movimentos solitários no Brasil: a Vasp teve uma greve geral de comissários no final dos anos 80. A aviação deles parou, tentaram usar pessoal não habilitado para compor a tripulação, o movimento foi se esfacelando e não foi adiante porque não suportaram a pressão. Mas que as operações da Vasp sentiu o baque, isso é inegável, mas o que pretendiam não foi amplamente atingido. Logo depois ela foi privatizada e já sabemos o resto da história.

Bom, é apenas um exercício em ações extremas, um assunto completamente paralelo ao que creio que a turma pretende obter e o que será feito para isso. Torçamos para que de fato façam um merecido acordo.

Abraço.

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

É intrínseco a um perfil mais jovem, obviamente que não de uma maneira generalizada, aceitar condições inferiores por conta de seus momentos de vida. Eu também já fui assim quando novo. 

É o que vimos linhas acima: “se eu ganhasse isso hoje, estaria feliz da vida”. 

Ok, hoje. E amanhã? 

Vejo um esquecimento, convertido em erro básico: ao contrário do que se pensa, o amanhã é muito mais importante do que o hoje. É pouquíssimo provável que as suas condições de vida sejam as mesmas em Dezembro de 2029. 

Uso o exemplo dos comissários de bordo que vejo ingressando na companhia recentemente: para os que entram hoje, muitos sem experiência prévia e até mesmo no primeiro emprego, um salário de R$4,5k a R$6k, dependendo da empresa, é muitíssimo interessante. Mas, e depois? Serão 20 anos voando, ganhando a mesma coisa (com suas devidas correções e ajustes) mantendo um mesmo padrão e estilo de vida? 

O problema é que, como muito bem colocado em posts anteriores, estes jovens se esquecem que o tempo passa e o padrão de vida muda. Hoje você pode ser um garotão/garotona de 22 anos, solteiro(a), sem filhos, com o privilégio de morar com os pais e ter despesas muito reduzidas. Aí, obviamente, os R$6,5k rendem muito bem. 

E, claro, a vida vai muito além da aviação. Vejo constantemente pilotos novos que vivem a companhia, o avião e a profissão 24h por dia, 7 dias por semana, 

Quando você coloca na conta um aluguel, uma prestação de carro (aos que ainda querem dirigir e ter seu próprio veículo), 20% do salário para aplicar em fundos de investimentos, vida social (qualquer saidinha pra jantar com a namorada/esposa hoje não sai por menos de R$250), consumo do dia a dia de supermercado e demais gastos essenciais, a conta fica pesada. Se nesse caminho ainda surgir um filho, a vida fica ainda mais dificultosa. 

Assunto para se pensar. Não existe estabilidade! 

  • Like 7
  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hour ago, B737-8HX said:

Assunto para se pensar. 

 

Muito boas as suas colocações, Skipper.

Esse é uma tema interessante e que vai muito além deste tópico.

Algumas coisas que você citou exige uma contextualização. Como ponto de partida, não dá para simplesmente compararmos momentos diferentes, não somente da aviação, mas do mercado de trabalho como um todo.

Aproveitando-se do cenário, os empregadores andam fazendo a festa com uma grande faixa de profissionais. Não que não mereçam respeito, mas eles sabem que a substituição, às vezes por pessoal até mais qualificado, pode ser feita no estalar dos dedos. E se bobear, pagando menos.

No universo da aviação, o que vemos no Brasil não é diferente de muitos lugares do mundo. Apesar de muitos afirmarem o contrário, há excedente de pessoal para diversos postos de trabalho. Filtrando um pouco mais a pesquisa, ficando apenas na cabine de comando, as empresas têm tirado proveito disto, como por exemplo, jogando nas costas do candidato os custos de formação, algo que ainda não chegou por aqui. Quanto aos salários, não é possível padronizar o rendimento. Um bom salário em certos países seria perfeito de fato se naqueles lugares tivessem o custo de vida do Brasil. Ou, um bom salário pago na Índia não cobre as despesas de uma semana que temos por aqui. E por aí vai.

Quanto os perfil e a tão comentada postura dos jovens pilotos, estamos em outros tempos, de acesso imediato à informação, 24/7. Nem todos que estão nessa atividade fazem porque gostam. Um tempo atrás voei com um piloto que achou que um 727 que estava estacionado ao nosso lado era um DC-10. "Sim, 3 motores, ou é um DC-10 ou MD-11". Fiquei mudo. Imaginei que definir o que seria um -100 de um -200 seria uma exibição da minha parte. O voo rola solto, mas os contatos via Zap têm prioridade. Deu sono, dorme, e PNC do comandante. Opa! Em nenhum momento estou falando de pilotos brasileiros, mas acho que deu para achar algumas semelhanças com a realidade atual.

Em resumo, a proposta do que é o emprego na aviação comercial alterou-se com o passar do tempo. Há ainda disponibilidade de se conseguir ganhar um bom troco, mas isso requer uma série de requisitos, que nem todos possuem ou estão dispostos a enfrentar. Mudança obriga alterar o modo de encarar as coisas, e o comodismo é um dos entraves nessa iniciativa. A banalização que vemos hoje na profissão não foi um ato impensado e culpa de alguém. Em alguns países ainda há respeito ao aviador, mas isso está se estreitando cada vez mais. 

Não tenho a menor ideia de como anda a postura do SNA, mas suponho que não temos mais associações com o poder de enfrentar os empregadores, como eram a Apvar e a Apvasp (pré-Canhedo), as únicas que de fato tinham certa força. Então, somando o cenário local e global atual, o resultado é essa mistura de ingredientes para se fazer um bolo, apesar de que, com sorte, às vezes sai apenas uma empadinha, meio molenga e fria, como aquela da padaria da esquina, mas é o que há para matar a fome naquele instante.

Fly Safe.

Abração.

 

 

  • Like 5

Share this post


Link to post
Share on other sites

Copilotos da Azul farão manifestações em Viracopos e Congonhas

O Sindicato Nacional dos Aeronautas (SNA) informa que, “devido à intransigência da Azul Linhas Aéreas, que nega a possibilidade de negociação de melhores condições para seus copilotos, a categoria fará manifestações de protesto nos aeroportos de Viracopos, no dia 19 de dezembro, e de Congonhas, no dia 20 de dezembro. As manifestações terão início às 16 horas

O Sindicato Nacional dos Aeronautas ressalta que não haverá nenhum tipo bloqueio de acessos ou passagens e que, neste momento, não se trata de um movimento grevista. Ou seja, não haverá paralisação de voos.

“Os copilotos da Azul reivindicam que a companhia valorize seus profissionais e tome medidas para evitar as injustiças que vêm ocorrendo reiteradamente, com os copilotos da casa sendo preteridos no momento de sua promoção em favor da contratação de comandantes de fora”, explica o SNA.

De acordo com a entidade, a Azul tem hoje a pior política de remuneração para copilotos entre todas as congêneres do país, com a maior defasagem entre copiloto e comandante —paga, inclusive, um dos mais baixos salários para a função de copiloto do mundo.

“A Azul afirma que os copilotos da companhia têm melhores perspectivas de promoção, porém na prática não é o que ocorre devido às contratações de comandantes, o que tem prejudicado imensamente a carreira de centenas de copilotos preteridos neste processo”, reitera.

O grupo de copilotos da Azul espera que a companhia dê uma resposta satisfatória para as reivindicações. Caso não haja diálogo com a empresa, a categoria decidirá em assembleia quais serão seus próximos passos.

Manifestação Viracopos – Campinas
Data: 19/12
Horário: a partir das 16h

Manifestação Congonhas – São Paulo
Data: 20/12
Horário: a partir das 16h

http://blogs.correiobraziliense.com.br/servidor/copilotos-da-azul-farao-manifestacoes-em-viracopos-e-congonhas/

Share this post


Link to post
Share on other sites

O que será que deu isso ? Nunca vi copiloto revoltado, vão rolar cabeças !

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
9 hours ago, Imre said:

O que será que deu isso ? Nunca vi copiloto revoltado, vão rolar cabeças !

Provavelmente quem tava na frente na fila da senioridade não gostou nada das contratações dos cmdts da Oceanair 

Share this post


Link to post
Share on other sites
4 hours ago, deiv said:

Provavelmente quem tava na frente na fila da senioridade não gostou nada das contratações dos cmdts da Oceanair 

Teria sido mais coerente mostrar descontentamento no momento  em que ocorria, depois de tantos meses não vai dar em nada, se a empresa demitir meia dúzia de desafetos, a bagunça termina rapidão,  os caras entram sem experiência, passando na frente dos "tios" se achando, um dia a conta chega, a empresa JAMAIS abriria mão de Cmtes checados e com mmuuiita experiência, a Latam não perdeu tempo tb, lá o pessoal ficou quietinho !

vamos aguardar os desdobramento, se é que ocorrerão, eu duvido !

Boa sorte aos bravinhos ! 

  • Like 1
  • Haha 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
7 hours ago, Imre said:

Teria sido mais coerente mostrar descontentamento no momento  em que ocorria, depois de tantos meses não vai dar em nada, se a empresa demitir meia dúzia de desafetos, a bagunça termina rapidão,  os caras entram sem experiência, passando na frente dos "tios" se achando, um dia a conta chega, a empresa JAMAIS abriria mão de Cmtes checados e com mmuuiita experiência, a Latam não perdeu tempo tb, lá o pessoal ficou quietinho !

vamos aguardar os desdobramento, se é que ocorrerão, eu duvido !

Boa sorte aos bravinhos ! 

Eu pego muito no pé da postura dos copilotos da azul, mas esse comentário é quase uma viagem de ácido. 
 

Se eles não protestam são apáticos e acomodados, se protestam, nego fica feliz porque os “tios” que foram preteridos pelos novinhos estão sendo vingados? Que doideira. 
 

Tem que manifestar indignação mesmo, se não vai ficar aguentando baforada de cigarro na cara pra sempre. Antes tarde do que nunca. 
 

Salário achatado não é bom pra CATEGORIA TODA independente se você gosta ou não de quem tá se f**endo com ele!

Edited by A350XWB
  • Like 14
  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
Sign in to follow this  

×
×
  • Create New...

Important Information