Jump to content
Sign in to follow this  
jambock

Os AMX da FAB no Red Flag 98-3

Recommended Posts

Meus prezados

Os AMX da FAB no Red Flag 98-3

spacer.png

AMX (A-1) da FAB no Red Flag 98-3

 Os AMX (A-1) brasileiros também mostraram sua capacidade no Exercício Red Flag, em Nellis nos EUA.

Em agosto de 1998, seis AMX do primeiro lote do 1°/16° GAv (Esquadrão Adelphi) na Base Aérea de Santa Cruz e 22 pilotos voaram 52 saídas de ataque em 18 missões nas duas últimas semanas da operação.

Os AMX atuaram junto com os F-5E Tiger III chilenos, F-16A/B MLU belgas e holandeses, CF-18 canadenses e caças americanos. Singapura participou com os CH-47D Chinooks para CSAR.

Os AMX da FAB acertaram mais de 75% dos alvos contra uma média de 60% dos outros participantes, penetrando defesas em terra e no ar. Nenhum AMX foi “derrubado” e ainda conseguiram duas vitórias contra os caças inimigos que tentaram interceptá-los a baixa altitude.

Os pilotos aprenderam táticas como “dog legs”, “action point” e “cross viper” que agora são usadas extensivamente.

spacer.png

Os pilotos da FAB realizara um total de 36 surtidas, divididas pelas duas semanas. Os AMX da FAB não precisaram realizar nenhum reabastecimento em voo durante o exercício devido à sua grande autonomia.

Para poderem participar de um exercício complexo como este, a FAB teve de se preparar para ensinar aos pilotos do 1°/16° a usarem todo um leque de ferramentas e fluxos de planejamento de missões novos.

Até aquele momento o planejamento de missões e a prestação de contas pós missão eram feitos na FAB segundo procedimentos aprendidos na Segunda Guerra Mundial. Os americanos, devido a operarem um grande número de aviões distintos, simultaneamente, tiveram de criar o conceito do ataque por pacotes e isso foi implementado pela primeira vez durante a Guerra do Vietnam na década de 60.

Desde então este tem sido o padrão em todos os conflitos aéreos subseqüentes, inclusive com a participação coordenada de forças aéreas não americanas. O Red Flag é um ambiente muito complexo onde muitos pilotos e aviões de esquadrões e forças aéreas diferentes tem de interagir de forma transparente e fluida entre si.

spacer.png

AMX da FAB durante o Red Flag 98-3 com um pod ACMI (Air Combat Maneuvering Instrumentation) na ponta da asa

Durante quatro meses os Adelphis decolaram e navegaram exatamente como viriam a fazer mais tarde nos EUA. Até mesmo a fonia deste controle de terra, excepcionalmente, era toda feita em inglês e seguindo o formato que seria encontrado lá. Nesta fase, além da fonia, mesmo os briefings e debriefings passaram a ser realizados em inglês, para melhor simular a experiência que viria a seguir.

Dos 21 pilotos que foram a Red Flag apenas doze pilotos estavam efetivamente registrados como pilotos no exercício. Aos demais cabia estar na reserva caso algum dos selecionados tivesse algum problema que impedisse sua participação, além de se revezarem no comando dos seis AMX durante as cinco pernas do longo traslado tanto na ida quanto na volta.

O grupo que viajou incluía um total de 90 homens. Esse número foi considerado enxuto pela FAB, uma vez que normalmente esquadrões de outros países traziam até 140 pessoas para realizar o mesmo exercício.

Os lançadores de mísseis nas pontas das asas do AMX tiveram que ser modernizados para poder receber o pod ACMI de gravação de dados dos combates. O lançador nem tinha fiação de energia.

Fonte: Sistema de Armas via blog Poder Aéreo 13 jan 2020

 

Edited by jambock

Share this post


Link to post
Share on other sites

Meus prezados

Por que os norte-americanos apelidaram o jato A-1 da FAB de ‘Abelha’?

spacer.png

Você sabia que o AMX recebeu o apelido de “Samambaia”? Sim a Embraer irritada com os AMX estocados nos anos 90, esperando pelo pagamento da FAB, os apelidaram de Samambaia, pois ficavam muito tempo esperando pela entrega.

Mas quanto ao apelido “Abelha”, em 1994, na Operação Tiger I, seis caças AMX e seis caças F-5E da FAB, mediram forças contra os F-16A/B Block 15 ADF dos “Bucaneros” da Guarda Aérea Nacional de Porto Rico ANG/USAF.

O AMX foi a estrela dessa operação, ao conseguir um índice de acerto de 100% de seus alvos muito superior aos F-16 dos Bucaneiros, para piorar a situação os F-16 que defendiam os alvos foram abatidos pelos A-1.

Como nessa operação não havia AWACS, os A-1, ficavam invisíveis aos radares de Porto Rico, usando a curvatura da terra em ataques Lo-Lo-Lo, pegando os defensores de surpresa.

spacer.png

Perfil do F-16A ADF dos Bucaneros do 198th Fighter Squadron

Contrariados com as duas derrotas que o F-16 ADF sofreram em dofight contra os A-1, eles resolveram fazer um tira teima, desafiando a FAB para um combate dissimilar 1×1. O piloto da FAB sabia que não devia entrar no jogo do F-16, pois o AMX perde energia depois de 3 ou 4 curvas, enquanto o F-16 não, pois tem um poder de aceleração incrível.

Assim, quando começou o combate o A-1 usou seu trunfo que é um raio de curva menor que o F-16 e já no início do combate ficou às 6 horas do F-16 e chamou “Fox two”** pelo rádio.

Impressionados, os norte-americanos apelidaram o A-1 AMX de “Abelha”, pois é pequeno mas ferroa de forma letal se provocado.

Houve vários pedidos atendidos pela FAB, de pilotos americanos para voar de “saco” na versão “B” do AMX.

spacer.png

Dois A-1B com a primeira e segunda camuflagem adotada pela FAB


* F-16 ADF, era a versão do F-16 usada na defesa dos EUA continental, foi a primeira versão do F-16 com capacidade BVR, usando o AIM-7 Sparrow.
** Fox two: código para míssil infravermelho; Fox One é para míssil BVR com radar semi-ativo (AIM-7 Sparrow) e Fox Three para míssil BVR guiado por radar ativo (como o AIM-120).


NOTA DO PODER AÉREO: O texto do post foi encaminhado por um oficial da reserva da FAB.

Fonte: blog Poder Aéreo 13 jan 2020

Na guerra do Kosovo, os aviadores da coalizão apelidaram o AMX de “poket Tornado” (Tornado de bolso). Tornado era o nome da aeronave de ataque usada pelas forças aéreas inglesas e alemãs.

 

Edited by jambock

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
Sign in to follow this  

×
×
  • Create New...