Jump to content
Sign in to follow this  
TheJoker

Breeze Airways, a nova empresa de David Neeleman

Recommended Posts

spacer.png

The founder of JetBlue just launched a new US airline, aimed at routes that others have left behind

07/02/2020

JetBlue founder David Neeleman launched his fifth start-up airline on Friday, announcing that the new carrier will be called Breeze.

The airline, which was previously code-named Moxy, just submitted its application for an airline operating certificate with the Federal Aviation Administration and US Department of Transportation.

The airline has been under discussion for several years as Neeleman worked to order aircraft and finalize plans.

After JetBlue, Neeleman — who was born in Brazil and raised in Utah — returned to Brazil, where he launched the low-cost airline Azul.

Azul entered the Brazilian market by launching routes between dozens of small and mid-sized cities that previously did not have direct flights from Brazil's larger airlines.

 

"It's really transformed Brazil in ways I could have never imagined," Neeleman said in a 2019 interview with Business Insider. "A lot of the cities we fly to, it's either you go on us or you take a four-day boat ride out of there."

Although there were operational challenges, the strategy paid off.

Azul, which has a market capitalization of more than $2.8 billion, has no competition on 70% of its routes and is dominant of 89% of its routes, Neeleman said in that earlier interview.

With Breeze, Neeleman plans to follow essentially the same strategy, launching point-to-point flights in markets that bigger airlines have either overlooked, or didn't consider to be worth the effort.

 

According to Neeleman, the opportunity exists because, as costs increase for airlines, they have a tendency to retrench their network to focus on their hubs and operate larger planes. They leave behind smaller, less trafficked destinations, creating opportunity.

"We think there's a market where you can go with a smaller plane with a lower trip cost and service these cities that have been forgotten or neglected," he said.

"I would be very surprised if a single Moxy" — now Breeze — "route had non-stop service competition. There are literally hundreds and hundreds of city pairs that are crying out for non-stop flights."

Breeze Airbus A220-300 Moxy
A rendering of a Breeze Airbus A220-300  Breeze

The airline has ordered 60 new Airbus A220-300 aircraft — a longer version of the A220-100s that have been highly successful for Delta. Air Canada recently began flying the -300 variant.

Breeze also plans to lease 30 Embraer E195 jets from Azul, which will begin being delivered in May 2020. The A220s are expected beginning in April 2021.

 

Neeleman hopes to be able to begin commercial operations by the end of 2020.

"20 years ago, we brought humanity back to the airline industry with JetBlue," he said in a press release. "Today, we're excited to introduce plans for 'the World's Nicest Airline'.

https://www.businessinsider.com/breeze-new-airline-david-neeleman-moxy-jetblue-2020-2

Share this post


Link to post
Share on other sites

spacer.png

spacer.png

 

Tá bonitinha a pintura, mas pouco criativa.

abre maior  spacer.png

Edited by TheJoker

Share this post


Link to post
Share on other sites

Achei o projeto bacana. O livery faz sentido pelo historico da parceria David-Panda e, claro, pelo o que a Breeze quer passar. Desejo sucesso! 

Eles vão operar em alguns aeroportos secundários, não? Lembro-me de ter visto qualquer coisa em utilizar o aero de Gary, 40 km ao sul do centro de Chicago já em Indiana por ex. 

Share this post


Link to post
Share on other sites

"where he launched the low-cost airline Azul."

Low-cost?? 

Qual seria o real conceito de low cost? Só se for a empresa trabalhar com baixo custo, mas isso não necessariamente se transforma em baixa tarifa para o passageiro.

Share this post


Link to post
Share on other sites
5 minutes ago, lindomarjf said:

"where he launched the low-cost airline Azul."

Low-cost?? 

Qual seria o real conceito de low cost? Só se for a empresa trabalhar com baixo custo, mas isso não necessariamente se transforma em baixa tarifa para o passageiro.

Azul tem custos menores (low coast) mas praticar low fare no Brasil é complicado. 

Share this post


Link to post
Share on other sites

https://youtu.be/gALwPgj5Y-A

 

Minuto 9:11 mostra como as cidades secundárias nos EUA com grandes aeroportos e demanda ficaram abandonadas com as políticas em focar quase tudo em grandes Hubs

Edited by naia

Share this post


Link to post
Share on other sites
2 minutes ago, naia said:

Azul tem custos menores (low coast) mas praticar low fare no Brasil é complicado. 

Mas a Azul não é low cost, ela tem os salários mais baixos das Américas mas a estrutura com multi frota, muitas bases com pouco ou somente um ou dois voos, aeronaves bem velhas como os B737 e A330 e ultra modernas como E2 e A320//30neo , pra, serviço de bordo,tudo isso gera custos, mas ela consegue gerar lucros incríveis porque sabe gerenciar isso e ganhar mais que concorrentes no Brasil com custo baixo e prejuízos.

Share this post


Link to post
Share on other sites
32 minutes ago, lindomarjf said:

"where he launched the low-cost airline Azul."

Low-cost?? 

Qual seria o real conceito de low cost? Só se for a empresa trabalhar com baixo custo, mas isso não necessariamente se transforma em baixa tarifa para o passageiro.

Ser low cost não obriga a ser low fare! Low cost são empresas que visam o menor custo estrutural sempre... Agora ser low fare e ter tarifas acessíveis é outra coisa

26 minutes ago, naia said:

Azul tem custos menores (low coast) mas praticar low fare no Brasil é complicado. 

Low coast só a Holanda, empresa aérea é lowcost mesmo

19 minutes ago, Luckert said:

Mas a Azul não é low cost, ela tem os salários mais baixos...

A empresa se declara low-cost quem é você para dizer o contrário?

Edited by PT-KTR
  • Like 3
  • Haha 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Pra ter destacado o EZ, é bem provável que ela use esse código IATA, que era da Evergreen International.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
2 minutes ago, TheJoker said:

Pra ter destacado o EZ, é bem provável que ela use esse código IATA, que era da Evergreen International.

E / ou fazer trocadilho com a palavra easy.

Share this post


Link to post
Share on other sites
16 minutes ago, PT-KTR said:

Ser low cost não obriga a ser low fare! Low cost são empresas que visam o menor custo estrutural sempre... Agora ser low fare e ter tarifas acessíveis é outra coisa

Low coast só a Holanda, empresa aérea é lowcost mesmo

A empresa se declara low-cost quem é você para dizer o contrário?

A empresa declara o que da mais visibilidade pro consumidor e acionistas, eu sou apenas um indivíduo com direito de dialogar num fórum o que pensa realmente a respeito e enriquecer com os demais foristas o diálogo 

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Toda companhia aérea entra no mercado com esse discurso de voos ponto a ponto. Afinal, ninguém vai fazer sucesso na mídia falando "vamos fazer igual todo mundo faz, obrigando o passageiro a ir até nosso hub em cada viagem".

Mas, no fim, ela vai ter um hub em algum lugar. A Azul só é bem sucedida porque ela tem os aviões certos para levar o passageiro do interior até a Europa, através da distribuição bem feita em seus hubs.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Essa discussão sobre ser ou não low cost é pouco produtiva.

Primeiro, porque low cost é erroneamente associado a tarifas baixas.

E não existe uma definição sobre o que é ser uma companhia low cost. A Azul pagar salários mais baixos que Gol e Latam. Isso é ser low cost.

Mas ela possui diferentes aviões na frota, o que não se encaixa na definição de low cost segundo aqueles que acham que low cost é uma companhia monofrota.

A Azul serve lanche "de graça" em todos os voos, o que também não é um procedimento que minimiza custos.

No fim, quem consegue ter o menor custo dado se modelo de negócio tem mais chances de ter um resultado. A Emirates quer ser lowcost no mercado premium, e a Ryanair quer ser lowcost no mercado "popular".

  • Like 4

Share this post


Link to post
Share on other sites
42 minutes ago, PT-KTR said:

A empresa se declara low-cost quem é você para dizer o contrário?

Um usuário do forum igual a você, com os mesmo direitos de opinar.

  • Like 3
  • Thanks 5

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hour ago, Luckert said:

Mas a Azul não é low cost, ela tem os salários mais baixos das Américas mas a estrutura com multi frota, muitas bases com pouco ou somente um ou dois voos, aeronaves bem velhas como os B737 e A330 e ultra modernas como E2 e A320//30neo , pra, serviço de bordo,tudo isso gera custos, mas ela consegue gerar lucros incríveis porque sabe gerenciar isso e ganhar mais que concorrentes no Brasil com custo baixo e prejuízos.

737?

Share this post


Link to post
Share on other sites
19 minutes ago, Rafaelguimaraes said:

737?

Cargueiro.

Share this post


Link to post
Share on other sites
25 minutes ago, Rafaelguimaraes said:

737?

Que me recorde são umas 5 aeronaves que estão sendo usadas apenas como cargueiros, suponho que seja do modelo 500 ,mas como não sei ,citei apenas o trivial, que eram acima da média da Azul e 737

Share this post


Link to post
Share on other sites
3 minutes ago, Leandrinho said:

São apenas dois 737-400 de carga.

Somente 2, que bom que nos informastes com precisão, mas era previsto chegar algumas mais no fim de ano? Ou não se confirmaram?

Share this post


Link to post
Share on other sites

Pode falar o que quiser do DN, mas que ele tem capacidade de gerenciar os ativos onde investe, ele tem.

Azul começou com os E190 da JBU, quando apertou fez leasing para a TAP e agora vai usar 30 E-Jets da AD para a Breeze.

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites
13 minutes ago, A345_Leadership said:

Pode falar o que quiser do DN, mas que ele tem capacidade de gerenciar os ativos onde investe, ele tem.

Azul começou com os E190 da JBU, quando apertou fez leasing para a TAP e agora vai usar 30 E-Jets da AD para a Breeze.

Esse homem tem um tato incrível pra aviação 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Se não for a maior referência dos  últimos 20 anos, DN está no top-5 com ctza. 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
Sign in to follow this  

×
×
  • Create New...

Important Information