Jump to content
Sign in to follow this  
jambock

[ATUALIZADO] Boeing desiste de comprar a Embraer

Recommended Posts

9 hours ago, Bonotto said:

Pode parecer absurdo, mas preferia que fechasse; o prejuízo a longo prazo seria enorme. Seria mais uma empresa inchada de funcionários, na maioria incompetentes, indicados para favores políticos.

putz...que pensamento lamentável

se fosse assim, nao teria Embraer, nao teria CTA, nao teria nada...penso que pensamentos medíocres como esse fazem com que o Brasil nao avance. Gente incapaz de olhar para frente e pensar no longo prazo...

  • Like 1
  • Thanks 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

10 hours ago, Bonotto said:

Pode parecer absurdo, mas preferia que fechasse; o prejuízo a longo prazo seria enorme. Seria mais uma empresa inchada de funcionários, na maioria incompetentes, indicados para favores políticos.

Caramba, fechar a Embraer? Você tá pensando nos funcionários que perderiam os empregos? Nas famílias deles? Será mesmo que teria prejuízo a longo prazo? Será? Se coloca no lugar de um funcionário, você tem certeza que queria que ela fechasse?

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
3 hours ago, ChicoZé said:

putz...que pensamento lamentável

se fosse assim, nao teria Embraer, nao teria CTA, nao teria nada...penso que pensamentos medíocres como esse fazem com que o Brasil nao avance. Gente incapaz de olhar para frente e pensar no longo prazo...

É minha opinião, não te chamo de incapaz ou medíocre por não concordar com ela. Respeito ok !

Share this post


Link to post
Share on other sites
2 hours ago, MRN said:

Caramba, fechar a Embraer? Você tá pensando nos funcionários que perderiam os empregos? Nas famílias deles? Será mesmo que teria prejuízo a longo prazo? Será? Se coloca no lugar de um funcionário, você tem certeza que queria que ela fechasse?

Cara, mas o povo não lê mesmo ! Efeito redes sociais, só lê o começo e já sai para o fight !
Onde falei que QUERIA que fechasse ? Escolho entre estatizar 100% e fechar a segunda opção, não quero que nenhuma das duas aconteça.

Share this post


Link to post
Share on other sites
19 minutes ago, Bonotto said:

Cara, mas o povo não lê mesmo ! Efeito redes sociais, só lê o começo e já sai para o fight !
Onde falei que QUERIA que fechasse ? Escolho entre estatizar 100% e fechar a segunda opção, não quero que nenhuma das duas aconteça.

Desculpa Bonotto, mas não tenho nenhuma rede social, nenhuma, e costumo ler as coisas. Também não acho que te dei nenhum fight, se pareceu isso, peço desculpa.

O que você escreveu foi "Pode parecer absurdo, mas preferia que fechasse..." Querer ou preferir, pra mim, parecem ser a mesma coisa

Share this post


Link to post
Share on other sites
Posted (edited)
13 hours ago, A345_Leadership said:

Pessoal, só uma coisa:

- Copa, Emirates, Singapore, Finnair, Fraport, Air New Zealand, Ethiopian são estatais e estão aí como referências em seus mercados.

- Varig, Vasp, Swissair, Braniff, Pan Am, Iberia  fase SEPI, Transbrasil eram privadas e estão quebradas;

- Aerolíneas, SAA, Air India, Malaysia, Thai, Alitalia são estatais e estão quebradas;

- Delta Airlines, Southwest, Lufthansa, Qantas, Alaska, Ryanair são privadas e estão aí;

A questão é: será que o fato de ser estatal ou não influencia nos rumos de uma empresa? A coisa é mais ampla do que taxa em ser estatal ou privada. 

Depende a mentalidade.

No Brasil (e em quase todos países latinos), não vejo estatais com mentalidade que não seja favorecer os partidos e a políticos que estão no poder, seja com indicação de cargos ou desvios financeiros.

A Copa é privada. Quando era estatal era uma empresa bem pequena.

A Vasp foi estatal na maior parte de sua história.

A VARIG tinha mentalidade de estatal.

Edited by Caravelle
  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hour ago, MRN said:

Desculpa Bonotto, mas não tenho nenhuma rede social, nenhuma, e costumo ler as coisas. Também não acho que te dei nenhum fight, se pareceu isso, peço desculpa.

O que você escreveu foi "Pode parecer absurdo, mas preferia que fechasse..." Querer ou preferir, pra mim, parecem ser a mesma coisa

Querer e preferir são muito distintos.

Share this post


Link to post
Share on other sites
4 minutes ago, Bonotto said:

Querer e preferir são muito distintos.

Beleza, não vou discutir contigo, você acha o que você quiser e eu acho o que eu quiser. Não vale a pena...

Share this post


Link to post
Share on other sites
20 minutes ago, MRN said:

Beleza, não vou discutir contigo, você acha o que você quiser e eu acho o que eu quiser. Não vale a pena...

Amigo, quem estava me quotando era você. Não vale a pena o que ? conversar com quem não concorda com seu ponto de vista ?

QUERER

Verbo transitivo direto.

1. Ter vontade de; desejar: “Não quero que uma nota de alegria / Se cale por meu triste passamento.” (Álvares de Azevedo, Obras Completas, I, p. 122.)
2. Ter a intenção de; projetar, tencionar, desejar: Desde criança queria cursar a universidade.
3. Desejar possuir ou adquirir: Esteve na agência porque quer um automóvel novo.
4. Ordenar, exigir: Quero que respondam imediatamente.
etc...

PREFERIR

1. Dar a primazia a; determinar-se por; escolher: O livre-arbítrio confere ao homem o direito de preferir o bem ou o mal; “Não podendo lutar, preferiu a morte, que se lhe afigurou mais fácil que a vida e mais necessária também.” (Machado de Assis, A Semana, II, p. 176).Verbo transitivo direto e indireto.
2.Preferiu morrer a ser traidor.
3. Ter predileção por; gostar mais de: Prefere a música de câmara à sinfônica; “nós, aqui, preferimos às maiores maravilhas em nossa língua as maiores tolices em língua estranha.” (Mateus de Albuquerque, Da Arte e do Patriotismo, pp. 85-86); “Maria Bárbara tinha grande admiração pelos portugueses, ...., preferia-os em tudo aos brasileiros.”
4. Dar primazia ou prioridade: À vida prefere a honra.

 

Segue o tópico.

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hour ago, Caravelle said:

Depende a mentalidade.

No Brasil (e em quase todos países latinos), não vejo estatais com mentalidade que não seja favorecer os partidos e a políticos que estão no poder, seja com indicação de cargos ou desvios financeiros.

A Copa é privada. Quando era estatal era uma empresa bem pequena.

A Vasp foi estatal na maior parte de sua história.

A VARIG tinha mentalidade de estatal.

Parece que o governo do Panamá vendeu as ações, procurei infos e não achei. então falha minha.

A questão que quero apontar é que este discurso estatal/privado é muito raso, tipo esquerda/direita, Palmeiras/Corinthians, branco/preto. 

No Brasil, muitos privados são tão corruptos quantos os políticos. Funcionários da Vasp, Varig, Transbrasil e Avianca Brasil que o digam, sem falar nas construtoras e não digo as de obras pesadas, mas aquelas de cidades medianas.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Ter o poder de apagar posts dos outros é fácil... Me senti na Venezuela agora...

Poderia me informar, bonotto, qual o motivo que você teve pra apagar meu post, onde eu só escrevi "amém"? Isso foi ofensa?

Se eu pudesse apagar algum post seu, Bonotto, eu apagaria também.

Share this post


Link to post
Share on other sites
12 minutes ago, MRN said:

Ter o poder de apagar posts dos outros é fácil... Me senti na Venezuela agora...

Poderia me informar, bonotto, qual o motivo que você teve pra apagar meu post, onde eu só escrevi "amém"? Isso foi ofensa?

Se eu pudesse apagar algum post seu, Bonotto, eu apagaria também.

Eu que apaguei o post. Quotar todo um post longo para escrever "Amém" sendo que há ferramentas que substituem este tipo de postagem, indo desde o like até a reprovação de uma postagem.

E antes de acusar, poderia muito bem enviar MP para a moderação.

Share this post


Link to post
Share on other sites
3 minutes ago, A345_Leadership said:

Eu que apaguei o post. Quotar todo um post longo para escrever "Amém" sendo que há ferramentas que substituem este tipo de postagem, indo desde o like até a reprovação de uma postagem.

E antes de acusar, poderia muito bem enviar MP para a moderação.

Primeiro peço desculpa pela acusação.

Então o motivo de apagar um post foi ter quotado um post longo? Ok, já entendi.

Vou pesquisar como reprovar postagens  então

Obrigado

Share this post


Link to post
Share on other sites
On 5/12/2020 at 10:33 PM, A345_Leadership said:

Pessoal, só uma coisa:

- Copa, Emirates, Singapore, Finnair, Fraport, Air New Zealand, Ethiopian são estatais e estão aí como referências em seus mercados.

- Varig, Vasp, Swissair, Braniff, Pan Am, Iberia  fase SEPI, Transbrasil eram privadas e estão quebradas;

- Aerolíneas, SAA, Air India, Malaysia, Thai, Alitalia são estatais e estão quebradas;

- Delta Airlines, Southwest, Lufthansa, Qantas, Alaska, Ryanair são privadas e estão aí;

A questão é: será que o fato de ser estatal ou não influencia nos rumos de uma empresa? A coisa é mais ampla do que taxa em ser estatal ou privada. 

O problema, pra mim, é ser estatal no Brasil.

Estatal em Singapore, Finlândia, Alemanha.... onde o Presidente quando voa com a esposa paga a passagem dela com cartão de crédito próprio.... eu diria que é uma coisa completamente diferente. 
 

No Brasil estatal é visto como empresa do "povo". Indicações políticas são a medida e mudança de rumo como alguns já citaram, certa de 4 em 4 anos bem como todo o alinhamento estratégico (que jamais deveria ser o caso).

Basta ver as guinadas do Banco do Brasil em 16 anos, da Petrobras....

Teriamos que ter um decreto sério de desvinculação das estatais da mudança política e a limitação do Presidente da República a definir os nomes somente de:

* Ministros de estado (a seu dispor)
* Ministros do Supremo Tribunal Federal (dentre nomes dos Supremos Tribunais de Justiça somente) 
* Presidente do Banco Central do Brasil (a cada 8 anos) 
 

Abaixo disso, tudo tem que ser estabelecido em pedra e a mudança tem que ocorrer somente com 95% dos deputados sendo favoráveis. 
Sem isso... esquece... é mais do mesmo (c) 

 

 

  • Like 3
  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
19 hours ago, MRN said:

Desculpa Bonotto, mas não tenho nenhuma rede social, nenhuma, e costumo ler as coisas. Também não acho que te dei nenhum fight, se pareceu isso, peço desculpa.

O que você escreveu foi "Pode parecer absurdo, mas preferia que fechasse..." Querer ou preferir, pra mim, parecem ser a mesma coisa


MRN,

 

Não sou moderador, mas vou dar meu pitaco porque tudo começou com um post meu. Se você voltar um pouco, você vai ver que eu perguntei entre estatizar ou fechar, o que as pessoas preferiram. Daí o Bonotto escreveu o post em resposta a minha pergunta. Ele não disse que quer a Embraer fechada, mas entre estatizar ou fechar, ele prefere fechar. Acredito que todos nesse fórum querem a empresa funcionando.

Share this post


Link to post
Share on other sites
26 minutes ago, Tintin said:


MRN,

 

Não sou moderador, mas vou dar meu pitaco porque tudo começou com um post meu. Se você voltar um pouco, você vai ver que eu perguntei entre estatizar ou fechar, o que as pessoas preferiram. Daí o Bonotto escreveu o post em resposta a minha pergunta. Ele não disse que quer a Embraer fechada, mas entre estatizar ou fechar, ele prefere fechar. Acredito que todos nesse fórum querem a empresa funcionando.

Bom dia Tintin. Claro que todos querem a Embraer funcionando, a Embraer é orgulho para o Brasil, mas continuo com o meu entendimento que preferir fechar é querer que feche. Se eu tiver somente duas opções, estatizar ou fechar, eu prefiro que seja estatizada. Pergunta na Italia e em Portugal se eles querem a Alitalia e a TAP fechadas ou estatizadas... Pra mim esse assunto já tá resolvido. Obrigado pelo post

Share this post


Link to post
Share on other sites
57 minutes ago, MRN said:

Bom dia Tintin. Claro que todos querem a Embraer funcionando, a Embraer é orgulho para o Brasil, mas continuo com o meu entendimento que preferir fechar é querer que feche. Se eu tiver somente duas opções, estatizar ou fechar, eu prefiro que seja estatizada. Pergunta na Italia e em Portugal se eles querem a Alitalia e a TAP fechadas ou estatizadas... Pra mim esse assunto já tá resolvido. Obrigado pelo post

Beleza :joinha: eu também prefiro ela estatizada do que fechada, mas considerando o histórico de empresas estatais no Brasil, eu não culpo quem é contra estatizar.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu não gostaria de ver o dinheiro de impostos ser gasto em fabrica de aviões ou qquer outro tipo de fabrica, se a empresa é viável ela tem q sobreviver pelas próprias pernas ou fecha e deixa o mercado para quem for mais competente, ajudar durante uma crise como a q estamos passando é uma coisa, mas estatizar com estes políticos q temos é outra completamente diferente.

  • Like 1
  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
22 hours ago, LipeGIG said:

O problema, pra mim, é ser estatal no Brasil.

Estatal em Singapore, Finlândia, Alemanha.... onde o Presidente quando voa com a esposa paga a passagem dela com cartão de crédito próprio.... eu diria que é uma coisa completamente diferente. 
 

No Brasil estatal é visto como empresa do "povo". Indicações políticas são a medida e mudança de rumo como alguns já citaram, certa de 4 em 4 anos bem como todo o alinhamento estratégico (que jamais deveria ser o caso).

Basta ver as guinadas do Banco do Brasil em 16 anos, da Petrobras....

Teriamos que ter um decreto sério de desvinculação das estatais da mudança política e a limitação do Presidente da República a definir os nomes somente de:

* Ministros de estado (a seu dispor)
* Ministros do Supremo Tribunal Federal (dentre nomes dos Supremos Tribunais de Justiça somente) 
* Presidente do Banco Central do Brasil (a cada 8 anos) 
 

Abaixo disso, tudo tem que ser estabelecido em pedra e a mudança tem que ocorrer somente com 95% dos deputados sendo favoráveis. 
Sem isso... esquece... é mais do mesmo (c) 

Exato Lipe, aqui as coisas não são para amadores. Eu diria que não temos uma visão do coletivo tanto para estatal quanto para privada. Não que não exista em outros países do mundo, mas aqui temos o pensamento que "estatal é do povo" e a empresa privada é a "extensão do meu patrimônio pessoal". Enquanto temos uma Delta Airlines que ia dar bônus para seus funcionários, tínhamos uma Avianca Brasil passando chapéu nos seus funcionários e fornecedores.

O Brasil precisou de estatais para montar sua indústria pesada (CSN, Vale, Usiminas, Embraer...), mas hoje não a mesma pertinência que em 1950. Até compreendo quando há estatais com função estratégica nacional, por exemplo usar a Petrobras para criar um parque industrial de refino para gerar receita aqui e evitar de exportar petróleo bruto e trazer gasolina. Mas não esta situação ambigua de hoje em que ela é uma empresa de mercado, uma mão de desenvolvimento nacional e mamadeira para os políticos. 

Não acho que decreto resolveria a questão de ter técnicos nas estatais. Decretos caem fácil e mesmo que fosse Lei, o Brasil é referência mundial em contornar leis. Vai do amadurecimento da nossa ideia de país, de projeto de país, de onde queremos chegar, enfim. Quando tivemos isso em nossa história?

5 hours ago, JEduardo said:

Eu não gostaria de ver o dinheiro de impostos ser gasto em fabrica de aviões ou qquer outro tipo de fabrica, se a empresa é viável ela tem q sobreviver pelas próprias pernas ou fecha e deixa o mercado para quem for mais competente, ajudar durante uma crise como a q estamos passando é uma coisa, mas estatizar com estes políticos q temos é outra completamente diferente.

Este é o ponto, se a ajuda for exceção e não regra, não tem problema. Estatiza, impõe algumas regras como fim de bônus aos executivos e deixem eles tocarem, e o Estado vende em X anos a empresa. Mesmo que veio tarde, o pacote de ajuda dos EUA à GM, Chrysler e aos bancos é um exemplo disso.

O que não pode acontecer é usar a crise como desculpa para nacionalizar, como a TAP.

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
16 minutes ago, A345_Leadership said:

Exato Lipe, aqui as coisas não são para amadores. Eu diria que não temos uma visão do coletivo tanto para estatal quanto para privada. Não que não exista em outros países do mundo, mas aqui temos o pensamento que "estatal é do povo" e a empresa privada é a "extensão do meu patrimônio pessoal". Enquanto temos uma Delta Airlines que ia dar bônus para seus funcionários, tínhamos uma Avianca Brasil passando chapéu nos seus funcionários e fornecedores.

O Brasil precisou de estatais para montar sua indústria pesada (CSN, Vale, Usiminas, Embraer...), mas hoje não a mesma pertinência que em 1950. Até compreendo quando há estatais com função estratégica nacional, por exemplo usar a Petrobras para criar um parque industrial de refino para gerar receita aqui e evitar de exportar petróleo bruto e trazer gasolina. Mas não esta situação ambigua de hoje em que ela é uma empresa de mercado, uma mão de desenvolvimento nacional e mamadeira para os políticos. 

Não acho que decreto resolveria a questão de ter técnicos nas estatais. Decretos caem fácil e mesmo que fosse Lei, o Brasil é referência mundial em contornar leis. Vai do amadurecimento da nossa ideia de país, de projeto de país, de onde queremos chegar, enfim. Quando tivemos isso em nossa história?

Este é o ponto, se a ajuda for exceção e não regra, não tem problema. Estatiza, impõe algumas regras como fim de bônus aos executivos e deixem eles tocarem, e o Estado vende em X anos a empresa. Mesmo que veio tarde, o pacote de ajuda dos EUA à GM, Chrysler e aos bancos é um exemplo disso.

O que não pode acontecer é usar a crise como desculpa para nacionalizar, como a TAP.

Vejo no mundo dois modelos. O Americano (funciona aqui) que não tem estatais basicamente pela grandeza do mercado de capitais do país e o empreendedorismo - tudo que é uma oportunidade é gerida pela iniciativa privada e o que não é (Correios por exemplo) é por que não é economicamente viável, mas alguém precisa fazer. 

E o mais bem sucedido - pra mim melhores exemplos são a Noruega e Singapore. 
Singapore foi escolhendo a dedo onde usava suas reservas para gerar valor - diferente do Brasil que queimou o dinheiro da Previdência Social com obras e estatais sem sentido. Singapore tem US$ 300 bi em um portfolio de umas 40 empresas sendo que é controladora em umas 20. E apresenta um retorno de 15% anualizado desde que foi fundado. 

O outro é a Noruega e seu fundo soberano, dito de US$ 1 trilhão. O fundo foi estabelecido em 1996 com dinheiro da exportação de petróleo. Hoje representa investimentos em 9202 empresas em 74 países (o país é pequeno e tem que mirar o mundo), tem retorno acumulado de 6% ao ano. 

Recomendo ver o que eles tem .... tudo do governo da Noruega 

https://www.nbim.no/en/the-fund/holdings/holdings-as-at-31.12.2019/?fullsize=true

Esse fundo é o que o Brasil poderia ter hoje.... em recursos num fundo de Previdência Social. 
 

Share this post


Link to post
Share on other sites
6 hours ago, JEduardo said:

Eu não gostaria de ver o dinheiro de impostos ser gasto em fabrica de aviões ou qquer outro tipo de fabrica, se a empresa é viável ela tem q sobreviver pelas próprias pernas ou fecha e deixa o mercado para quem for mais competente, ajudar durante uma crise como a q estamos passando é uma coisa, mas estatizar com estes políticos q temos é outra completamente diferente.

Eu já adoraria ver !

Adoraria ver a Previdência Social como dona do prédio de escritórios que a empresa aluga. Recebendo aluguel pelo uso, e com a garantia de que em caso de quebra da empresa, é a Previdência Social que teria prioridade número 1 para receber. Aliás, pra mim todo o governo deveria funcionar em prédios da Previdência e pagar aluguel. 


Adoraria ver o governo como acionista minoritário de qualquer empresa rentável - brigando para receber seus dividendos e para que a empresa tenha governança. Que o governo não tenha direito de interferir (a unica forma de intervenção seria a venda das ações).

Se fossemos inteligentes, o governo entraria na empresa, ajustaria, e venderia com lucro. 
Mas agente sabe o que acontece.... o governo entra, todo mundo tira o seu, a empresa continua mal das pernas e acaba demandando mais e mais capital de tempos em tempos - não se consertam as ineficiências. 

 

 

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites

Para isso existe o BNDESPar que o governo entra como acionista sem necessariamente estatizar a empresa, mas até nisso fizeram pu..ria, tipo irmãos Batista e outros tantos.

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
17 hours ago, LipeGIG said:

Eu já adoraria ver !

Adoraria ver a Previdência Social como dona do prédio de escritórios que a empresa aluga. Recebendo aluguel pelo uso, e com a garantia de que em caso de quebra da empresa, é a Previdência Social que teria prioridade número 1 para receber. Aliás, pra mim todo o governo deveria funcionar em prédios da Previdência e pagar aluguel. 


Adoraria ver o governo como acionista minoritário de qualquer empresa rentável - brigando para receber seus dividendos e para que a empresa tenha governança. Que o governo não tenha direito de interferir (a unica forma de intervenção seria a venda das ações).

Se fossemos inteligentes, o governo entraria na empresa, ajustaria, e venderia com lucro. 
Mas agente sabe o que acontece.... o governo entra, todo mundo tira o seu, a empresa continua mal das pernas e acaba demandando mais e mais capital de tempos em tempos - não se consertam as ineficiências. 

 

 

Então, este é o modelo ideal de interferência do estado e que não acontece no Brasil.
Em vários países pode dar certo,  mas aqui se o estado intervir vira corrupção. Sem exceção.

Share this post


Link to post
Share on other sites

*CHINA'S COMAC VOICED INFORMAL INTEREST IN EMBRAER: REUTERS

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Sign in to follow this  

×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade