Jump to content

Para sair da crise, Latam prevê redução da operação em 30% e demissão de cerca de 700 pilotos no Brasil


Recommended Posts

7 hours ago, giuli said:

Exato, não faz sentido ficar mais dois meses ganhando menos da metade do salário normal.  Melhor negar e receber o integral em agosto que dará mais que a soma desses dois meses caso fosse aceita a proposta.

Pra quem está se afogando, jacaré é tronco.

A proposta que a Latam mandou está cheia de pormenores, que por sí só prejudicam uma real avaliação por parte do grupo.
Coisas como a clausula 17, parágrafo 3, que fala sobre o não pagamento do aviso prévio, ou mesmo a cláusula 8, que fala da multa por descumprimento da ACT por parte da empresa, e por aí vai.

Sobre o part time, pelo menos pra comissários, que foi a parte que eu tive acesso, receber 45% do base + a variável pra ficar 21 dias do mês em casa, recebendo esse V.A de 700 reais SIM, é o jacaré que muitos colegas vão se agarrar nesse momento. E nada muito diferente do que aconteceu na G3 e na Azul, com algumas excessões...
Lembramos que muitos deles, que acabaram de sair da Avianca sem receber as ultimas diárias, e todos os direitos, isso pode sim ser um respiro.

Lembrando que a não aceitação da ACT encerra as negociações e a empresa já parte pra aplicação da CCT a partir daí. 
Entre receber 2 meses 45% do fixo + variaveis pra ficar em casa sem voar, eu realmente não acho um mau negócio.

Agora, sobre as clausulas 16 e 17, é uma piada. Obvio que não vai passar. 

Enfim, sou um desses ex Avianca, graças a Deus fiz meu pé de meia e consigo sobreviver tranquilo sem o salário da aviação, mas sinto pelos meus colegas. Cada um com sua história, seus problemas. Não julgo ninguém...

Link to post
Share on other sites

  • Replies 1.1k
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

Top Posters In This Topic

Popular Posts

Acho engraçado ver que realmente tem gente que valida essa tese de que gente antiga de fórum não pode ser criticada por meros mortais.  O fórum tá aí, ainda ativo depois de muito tempo pra quem q

Na sua idade, na sua condição e vindo de uma pessoa com altíssimo nível técnico e intelectual que és, fazer esse tipinho de torcida suja e antiética é digno de se ter vergonha para se expor - ainda qu

19 minutes ago, PR-GOK said:

Pra quem está se afogando, jacaré é tronco.

A proposta que a Latam mandou está cheia de pormenores, que por sí só prejudicam uma real avaliação por parte do grupo.
Coisas como a clausula 17, parágrafo 3, que fala sobre o não pagamento do aviso prévio, ou mesmo a cláusula 8, que fala da multa por descumprimento da ACT por parte da empresa, e por aí vai.

Sobre o part time, pelo menos pra comissários, que foi a parte que eu tive acesso, receber 45% do base + a variável pra ficar 21 dias do mês em casa, recebendo esse V.A de 700 reais SIM, é o jacaré que muitos colegas vão se agarrar nesse momento. E nada muito diferente do que aconteceu na G3 e na Azul, com algumas excessões...
Lembramos que muitos deles, que acabaram de sair da Avianca sem receber as ultimas diárias, e todos os direitos, isso pode sim ser um respiro.

Lembrando que a não aceitação da ACT encerra as negociações e a empresa já parte pra aplicação da CCT a partir daí. 
Entre receber 2 meses 45% do fixo + variaveis pra ficar em casa sem voar, eu realmente não acho um mau negócio.

Agora, sobre as clausulas 16 e 17, é uma piada. Obvio que não vai passar. 

Enfim, sou um desses ex Avianca, graças a Deus fiz meu pé de meia e consigo sobreviver tranquilo sem o salário da aviação, mas sinto pelos meus colegas. Cada um com sua história, seus problemas. Não julgo ninguém...

Tendo certeza que a proposta do permanente não vai passar, não vejo vantagem alguma em ganhar 45% do base por 2 meses ao invés de ganhar 100% de um mês. Sem falar que aceitando a proposta provisória vc estará abrindo mão dos valores do aviso prévio. Prejuízo será muito maior.

Link to post
Share on other sites
9 hours ago, A350XWB said:

Sim. É o que o Chile quer desde o começo e vai conseguir através do seu ídolo injustiçado. 

Mas em que lugar do universo, um CEO não se alinharia aos proprietários ou acionistas de uma corporação?

 

Aprendam que o mundo  não é justo, cavalheiros.

  • Thanks 1
  • Haha 1
Link to post
Share on other sites

Tenho acompanhado a discussão, e vejo que a luz ao final do túnel pode ser para muitos, pior que a escuridão, a LATAM está com um futuro incerto, e se demorar a ter faturamento com passageiro, será um fim desastroso, pensar que este acordo possa salvar a empresa, é apagar incêndio em floresta com conta gotas. Porém se não houver um ponto de equilíbrio, será pior, a atual CCT é dura no quesito demissões, pior, para dar resultado financeiro bom precisa demitir mais gente. Faz falta um gestor conciliador e um projeto sindical para o futuro da categoria. Como citou o colega "para quem está se afogando, jacaré é bote". No momento, pelo andar da carruagem, está difícil uma solução justa para categoria.

Link to post
Share on other sites
2 hours ago, giuli said:

Tendo certeza que a proposta do permanente não vai passar, não vejo vantagem alguma em ganhar 45% do base por 2 meses ao invés de ganhar 100% de um mês. Sem falar que aceitando a proposta provisória vc estará abrindo mão dos valores do aviso prévio. Prejuízo será muito maior.

Existe alguma certeza que vai existir um mês com 100%? Não.

Sobre o aviso previo, nisso você está certo.
Resta saber como o sindicato vai se posicionar com relação a legalidade disso...

Link to post
Share on other sites
2 hours ago, Mister.Eslátes said:

Mas em que lugar do universo, um CEO não se alinharia aos proprietários ou acionistas de uma corporação?

 

Aprendam que o mundo  não é justo, cavalheiros.

O CEO é um cara escolhido pelos proprietários de qualquer empresa sim, mas que tenha capacidade de enfrentar situações onde ele fará diferença pela sua capacidade, muitas vezes tendo que se impor aos proprietários.
Se não for assim, um CEO é nada.

  • Like 4
Link to post
Share on other sites
8 hours ago, PR-GOK said:

Existe alguma certeza que vai existir um mês com 100%? Não.

Sobre o aviso previo, nisso você está certo.
Resta saber como o sindicato vai se posicionar com relação a legalidade disso...

Se for negada a proposta, o próximo salário é de 100%.

Link to post
Share on other sites

A situação por lá tá ficando insustentável. A empresa segue ameaçando  moralmente e querendo reduzir  definitivamente os salários a um patamar pior que os da Azul. Fala-se em perca real de aproximadamente 70% do salário. Já tem tripulante  falando em estado de greve. Quando cair na imprensa a condição absurda que a empresa quer aplicar a seus empregados, vai ficar com a imagem mais manchada ainda. 

Link to post
Share on other sites

Já ouvi falar também nisso de greve, só que, quem tá trabalhando, ou quem é antigo e prevê que não será cortado, vai trabalhar, mesmo sabendo que o salário vai ser menor. Agora, se a adesão for em massa, tripulante, check-in, manutenção, aí já era, vai ser difícil manter a empresa...

Link to post
Share on other sites

Enquanto isso, no LinkedIn, a empresa deixa “mensagens carinhosas” de agradecimento aos demitidos até agora. A equipe do marketing está trabalhando sem ACT ou reduções, ao que tudo indica. 

Famoso “c@gar e sentar em cima”. Santa hipocrisia...

Link to post
Share on other sites
10 hours ago, Bonotto said:

O CEO é um cara escolhido pelos proprietários de qualquer empresa sim, mas que tenha capacidade de enfrentar situações onde ele fará diferença pela sua capacidade, muitas vezes tendo que se impor aos proprietários.
Se não for assim, um CEO é nada.

Perdao, mas ai entramos num terreno perigoso...

Alguem aqui pode afirmar que o Jerome teria ou nao se posicionado contrario a decisao do conselho/proprietarios?

E se ele tiver sido voto vencido? O que faz?

Jerome Cardier é tao empregado como qualquer um de nós, trabalhadores desta industria.

Voce é capaz de se demitir e se transformar em Martir pelo seu ponto de vista?

 

Eu nao espero isso das pessoas. E nao esperaria do Jerome. Ele tambem tem contas p pagar. 

  • Like 2
Link to post
Share on other sites
1 minute ago, B737-8EH said:

Perdao, mas ai entramos num terreno perigoso...

Alguem aqui pode afirmar que o Jerome teria ou nao se posicionado contrario a decisao do conselho/proprietarios?

E se ele tiver sido voto vencido? O que faz?

Jerome Cardier é tao empregado como qualquer um de nós, trabalhadores desta industria.

Voce é capaz de se demitir e se transformar em Martir pelo seu ponto de vista?

 

Eu nao espero isso das pessoas. E nao esperaria do Jerome. Ele tambem tem contas p pagar. 

Não estava me referindo exclusivamente ao Jerome, mas ao cargo de CEO. Os proprietários jogam um caminhão de dinheiro no bolso destes profissionais esperando brilhantismo dos mesmos, caso o contrário não haveria sentido
manter alguém tão caro em um posto destes.

  • Like 1
Link to post
Share on other sites
38 minutes ago, B737-8EH said:

Perdao, mas ai entramos num terreno perigoso...

Alguem aqui pode afirmar que o Jerome teria ou nao se posicionado contrario a decisao do conselho/proprietarios?

E se ele tiver sido voto vencido? O que faz?

Jerome Cardier é tao empregado como qualquer um de nós, trabalhadores desta industria.

Voce é capaz de se demitir e se transformar em Martir pelo seu ponto de vista?

 

Eu nao espero isso das pessoas. E nao esperaria do Jerome. Ele tambem tem contas p pagar. 

Finalmente, alguém com um ponto de vista coerente.

Tbm creio ser 99.9% improvável um CEO se contrapor aos propietários e acionistas, frente a nobre causa de seus subordinados, só pelo título de "Simpatizante dos Aeronautas""

Jerome é a pessoa errada para ser pressionada. Tentem a Família Cueto.

Edited by Mister.Eslátes
  • Like 1
  • Thanks 1
Link to post
Share on other sites

Situação insustentável entre os tripulantes da Latam. O que era para ser uma negociação temporária virou um filme de terror. 
Exemplo clássico de falta de liderança, e logicamente unir o útil ao agradável (em termos de redução temporária e permanente).

Simplesmente todos os cargos de chefia compraram uma briga desnecessária com todo o grupo de vôo, e já passou da hora de darem um basta nessa palhaçada toda.

Palmas para a gestao GOL/AZUL que conseguiu chegar a um acordo com seus tripulantes, sem a chantagem, ou humilhação que nossos colegas da Latam estão passando.

Essa situação deve servir de exemplo, do que nao fazer, com seus funcionários.

Força aos colegas, e sinceramente espero que haja um desdobramento positivo ao longo da semana. Está chegando a hora do grupo demonstrar sua força...

Link to post
Share on other sites

Temos que deixar o romantismo infantil. As forças da natureza (digo mercado) se alinharam contra os trabalhadores. CEO, conselho administrativo, etc, são só os astros, não adianta ficar zangadinho, eles ficarão lá alinhados. Pedir renuncia de CEO é só uma demostração de despreparo e falta de maturidade de um líder sindical. A categoria tem que lutar com as armas que tem, com inteligência para sofrer as menores perdas possíveis. A empresa demonstra a canalhice e amadorismo que TODOS que estão e os que estiveram lá conhecem tão bem. Não ia ser diferente agora. Minha opinião: CCT, não tem acordo, demite quem precisar, mas não destrói a profissão para sempre. Se houvesse honestidade e princípios humanos seria possível negociar as perdas necessárias para que todos pudessem ficar, até voar de graça por alguma tempo valeria, mas nunca transformar a profissão em um biscate para o resto da vida.

  • Like 2
  • Thanks 6
Link to post
Share on other sites

Com a LATAM demonstrando que está inflexível quanto a redução permanente de salários, seria interessante o sindicato parar de birra e apresentar uma contra proposta de modo a mitigar os impactos dessa redução salarial, talvez propor um nivelamento ao patamar salarial da Gol.

  • Haha 2
Link to post
Share on other sites
6 minutes ago, Mayday said:

Com a LATAM demonstrando que está inflexível quanto a redução permanente de salários, seria interessante o sindicato parar de birra e apresentar uma contra proposta de modo a mitigar os impactos dessa redução salarial, talvez propor um nivelamento ao patamar salarial da Gol.

Sindicato nao negocia, sindicato faz a mediação. Nao misture as coisas

  • Like 1
  • Thanks 1
Link to post
Share on other sites
14 minutes ago, Mayday said:

Com a LATAM demonstrando que está inflexível quanto a redução permanente de salários, seria interessante o sindicato parar de birra e apresentar uma contra proposta de modo a mitigar os impactos dessa redução salarial, talvez propor um nivelamento ao patamar salarial da Gol.

Mas se a categoria não aceitar a proposta, é aplicada a CCT, demite os excedentes, e vida que segue sem redução de salário... Ou a empresa quer aplicar a CCT e depois reduzir permanentemente os salários?  

Link to post
Share on other sites

Acho engraçado a galera que julga todo o trabalho que o Sna tem feito por UM dia em que o presidente da instituição mostrou que não tem sangue de barata e que tem sentimentos diante da intransigência da empresa em negociar. 

No mais acho que o grupo está bem maduro e a posição majoritária é a negativa da proposta indecente. 

O sna tem feito um excelente trabalho usando todas as armas que tinha a mão para tentar se contrapor ao 'alinhamento' da administração da empresa. Sim não precisamos romantizar nada é um fato, mas a maneira como a coisa foi feita foi uma AULA de como não administrar recursos humanos. Eles tem agora toda a linha de frente contra eles. Acho que isso não é muito bom pra nenhuma empresa. 

  • Like 8
  • Thanks 2
Link to post
Share on other sites
36 minutes ago, Mayday said:

Com a LATAM demonstrando que está inflexível quanto a redução permanente de salários, seria interessante o sindicato parar de birra e apresentar uma contra proposta de modo a mitigar os impactos dessa redução salarial, talvez propor um nivelamento ao patamar salarial da Gol.

Não tem birra nenhuma. A empresa não quer isso. A empresa quer o que ela quer. Quer jogar nossos salários no chinelo, isso não é de hoje. 

  • Like 1
Link to post
Share on other sites
4 minutes ago, CabinCrew said:

Acho engraçado a galera que julga todo o trabalho que o Sna tem feito por UM dia em que o presidente da instituição mostrou que não tem sangue de barata e que tem sentimentos diante da intransigência da empresa em negociar. 

No mais acho que o grupo está bem maduro e a posição majoritária é a negativa da proposta indecente. 

O sna tem feito um excelente trabalho usando todas as armas que tinha a mão para tentar se contrapor ao 'alinhamento' da administração da empresa. Sim não precisamos romantizar nada é um fato, mas a maneira como a coisa foi feita foi uma AULA de como não administrar recursos humanos. Eles tem agora toda a linha de frente contra eles. Acho que isso não é muito bom pra nenhuma empresa. 

Perfeito CabinCrew, a empresa poderia muito bem ter adotado uma posição inicial forte, e ir cedendo como se faz em qualquer negociação entre as partes. 

No caso da Latam, pior ainda, que a empresa DEPENDE do time que opera na linha de frente e esteja adotando uma estratégia (certamente determinada por Santiago) com alto grau de intransigência.  

Na minha visão, era mais fácil negociar uma participação acionária, mas empresário latino americano tem uma visão deturpada de capital - jamais pondera que ceder 1 e ficar com 1 tende a elevar o valor da cia para 3, 4 ou 5.  Ele prefere ficar com o 1 dele, mesmo que depois fique valendo 0,50 !

 

 

  • Like 3
  • Thanks 3
Link to post
Share on other sites
18 minutes ago, LipeGIG said:

Perfeito CabinCrew, a empresa poderia muito bem ter adotado uma posição inicial forte, e ir cedendo como se faz em qualquer negociação entre as partes. 

No caso da Latam, pior ainda, que a empresa DEPENDE do time que opera na linha de frente e esteja adotando uma estratégia (certamente determinada por Santiago) com alto grau de intransigência.  

Na minha visão, era mais fácil negociar uma participação acionária, mas empresário latino americano tem uma visão deturpada de capital - jamais pondera que ceder 1 e ficar com 1 tende a elevar o valor da cia para 3, 4 ou 5.  Ele prefere ficar com o 1 dele, mesmo que depois fique valendo 0,50 !

 

 

Com certeza Lipe. Sem contar que a participação acionária garante ao funcionário o sentimento de dono, aonde ele sabe que prestando um serviço melhor contribui para que suas ações valorizem no futuro e tragam retorno financeiro. Faltou MUITA aula de como administrar pessoas para os donos da empresa infelizmente. Podiam se espelhar numa tal de Southwest ai mas preferem se espelhar no que há de pior. 

Link to post
Share on other sites
1 hour ago, MRN said:

Mas se a categoria não aceitar a proposta, é aplicada a CCT, demite os excedentes, e vida que segue sem redução de salário... Ou a empresa quer aplicar a CCT e depois reduzir permanentemente os salários?  

São poucas informações, mas pelo que conversei com algumas pessoas demissões e redução salarial são assuntos diferentes, não estando atrelada uma coisa com a outra. Talvez os colegas que estão a par possam explicar melhor.

Link to post
Share on other sites
22 minutes ago, Mayday said:

São poucas informações, mas pelo que conversei com algumas pessoas demissões e redução salarial são assuntos diferentes, não estando atrelada uma coisa com a outra. Talvez os colegas que estão a par possam explicar melhor.

A Latam, liberou a escala de Julho pro grupo de voo no dia 25 do Mês de Junho. Quando a escala saiu, não sei pros pilotos, mas das 165 turmas de comissários, só veio voo na escala até a turma 107. Da 108 em diante veio até o dia 10 SAV e do dia 11 em diante FR.
Ou seja, 58 turmas sem voo.
Pra que isso?
Nesse momento com esse numero tão grande de tripulantes cientes que são excedentes, a empresa deduziu que o desespero faria esse grupo aprovar até mesmo a proposta mais esdrúxula possível.
O tiro acabou saindo pela culatra, pois o grupo sequer considerou colocar em votação essa proposta.

Hoje, após intermediação do TST, temos uma proposta que aos olhos da empresa está separada, mas que no final das contas estão juntas.
Se aprovada a ACT, ela só se mantém se for votada e aprovada a alteração da remuneração permanente até o dia 31/08/20. Pela proposta, se chegar nesse ponto, e a proposta não for votada ou for rejeitada, a empresa antecipa o fim da validade da ACT pro dia 31/08/20, sendo possível a redução de força via CCT a partir do dia 01/09/20. E nesse caso, ainda sem o direito ao aviso prévio.

E é mais ou menos assim que está no momento. Restam os esclarecimentos sobre a legalidade de alguns pontos, mas eu creio que essa que vá pra votação pra acabar com essa celeuma....

Edited by PR-GOK
Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.




×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade