Jump to content

Para sair da crise, Latam prevê redução da operação em 30% e demissão de cerca de 700 pilotos no Brasil


Recommended Posts

5 minutes ago, Mister.Eslátes said:

Percebam que o salários serão reduzidos, pois os Chilenos assim o quer.

Resta agora saber se o grupo prefere o auto-sacrifício, ou finalmentr aceitarão que na cadeia alimentar de qualquer corporação, estão abaixo de sua chefia, e são simples números, substituíveis, por mais áspero que possa parecer. 

 

Acho que isto ficou mais que claro no ultimato em forma de email que fora enviado a pouco.

 

Aceitem que dói menos.

Não é bem assim...

A empresa mandou ofício hoje a tarde pro sindicato perguntando se ele tinha interesse em negociar redução de salário permanente (já vi essa novela), e a resposta do SNA foi: "a categoria já decidiu que não autoriza o sindicato a negociar redução de salário"

Ou seja, a empresa vai demitir, mas quem ficar, vai ficar com salário digno

Chileno manda nos salários do Chile, aqui não. Se ela quiser reduzir salário, vai ter que esperar atingir pelo menos 2 anos de diferença entre o último contratado, aí sim poderá admitir com salário menor e demitir quem tem salário maior, não é instantâneo

  • Like 5
Link to post
Share on other sites

  • Replies 1.1k
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

Top Posters In This Topic

Popular Posts

Acho engraçado ver que realmente tem gente que valida essa tese de que gente antiga de fórum não pode ser criticada por meros mortais.  O fórum tá aí, ainda ativo depois de muito tempo pra quem q

Na sua idade, na sua condição e vindo de uma pessoa com altíssimo nível técnico e intelectual que és, fazer esse tipinho de torcida suja e antiética é digno de se ter vergonha para se expor - ainda qu

É exatamente isto que Latam está praticando: Demitindo por etapas, pressionando seus funcionários a reavaliar o corte salarial.

 

Contratar pagando menos, será uma consequência natural.

Mas até lá, o sacrifício de postos de trabalho será grande.

 

Edited by Mister.Eslátes
Link to post
Share on other sites
27 minutes ago, MRN said:

Não é bem assim...

A empresa mandou ofício hoje a tarde pro sindicato perguntando se ele tinha interesse em negociar redução de salário permanente (já vi essa novela), e a resposta do SNA foi: "a categoria já decidiu que não autoriza o sindicato a negociar redução de salário"

Ou seja, a empresa vai demitir, mas quem ficar, vai ficar com salário digno

Chileno manda nos salários do Chile, aqui não. Se ela quiser reduzir salário, vai ter que esperar atingir pelo menos 2 anos de diferença entre o último contratado, aí sim poderá admitir com salário menor e demitir quem tem salário maior, não é instantâneo

Mas me tira uma dúvida então, com esses dois anos de diferença a empresa pode ter dois funcionários no mesmo cargo ganhando valores diferentes para km de voo por exemplo? Eu entendo que não. Ela demite. Contrata dois anos depois um copiloto por exemplo, esse copiloto não vai ganhar talvez as gratificações de senioridade por exemplo etc, mas o salário base definido em cct, e o valor de km tem que ser o mesmo já que é ilegal você ter dois funcionários EXATAMENTE NA MESMA função ganhando valores diferentes. 

Se isso fosse possível, já que é o sonho de verão deles baixar os salários, por que já não fizeram antes? Pela simples necessidade de contratar? Duvido. 

Edited by CabinCrew
Link to post
Share on other sites
2 minutes ago, Mister.Eslátes said:

Mas até lá, o sacrifício de postos de trabalho será grande.

 

Como sabe?

Link to post
Share on other sites
56 minutes ago, Mister.Eslátes said:

Da mesma maneira que cantei o barco 1 mês atrás e alguns riram.

 

 

Eu acho que a meta não será batida e o Plan C não vem....

Link to post
Share on other sites
2 hours ago, MRN said:

....Ou seja, a empresa vai demitir, mas quem ficar, vai ficar com salário digno

 

Será ? Eles não optaram na primeira leva. Vai saber qual o plano deles; "cê" sabe que as coisas andam ruim para a base da piramide aqui sempre.

Link to post
Share on other sites

Para finalizar, não queiram comparar atitudes de Azul e Gol com as de Tam (hoje 'Latam').

Esta última, colocou muitos de seus clientes a 7 palmos abaixo do solo eternamente.

 

Segurança de vôo, definitivamente, ficará sempre em segundo plano para esta referida empresa.

  • Like 1
  • Haha 1
Link to post
Share on other sites
10 hours ago, CabinCrew said:

Mas me tira uma dúvida então, com esses dois anos de diferença a empresa pode ter dois funcionários no mesmo cargo ganhando valores diferentes para km de voo por exemplo? Eu entendo que não. Ela demite. Contrata dois anos depois um copiloto por exemplo, esse copiloto não vai ganhar talvez as gratificações de senioridade por exemplo etc, mas o salário base definido em cct, e o valor de km tem que ser o mesmo já que é ilegal você ter dois funcionários EXATAMENTE NA MESMA função ganhando valores diferentes. 

Se isso fosse possível, já que é o sonho de verão deles baixar os salários, por que já não fizeram antes? Pela simples necessidade de contratar? Duvido. 

Cabin, como já foi falado por aqui, funcionários com menos de 2 anos de diferença de contratação não podem ganhar salários diferentes, eu vivi isso em 2018, tive meu salário-base aumentado em mais de 2 mil reais "do nada", por iniciativa da própria empresa, justamente por isso. Se existe um "gap" de pelo menos 2 anos entre o último contratado, a empresa pode sim contratar com salário menor mesmo realizando a mesma função. Por isso que eu falei que se ela quiser contratar com salário menor, vai ter que esperar pelo menos 2 anos do último contratado. Tô falando salário-base, não tô falando km/hr ou algum auxílio de senioridade e essas coisas

Salário-base+compensação orgânica a CCT já define o piso. Se a tam quer manter "parecido" com a concorrência, penso que a concorrência está dentro desse piso (R$ 9.400,00 comandante, R$ 4.900,00 para copiloto e R$ 2.277,43 para comissários, de narrow e wide). A GOL e a Azul pagam menos do que isso?

Link to post
Share on other sites
8 hours ago, Bonotto said:

Será ? Eles não optaram na primeira leva. Vai saber qual o plano deles; "cê" sabe que as coisas andam ruim para a base da piramide aqui sempre.

A decisão da primeira leva permanece, Bonotto. A categoria já decidiu em assembleia que não autoriza o sindicato a negociar salários menores permanentes. O que pode acontecer são mais demissões. Redução de salários, pelo menos agora, eu acho que não acontece...

Link to post
Share on other sites

Além de demissões, rebaixamento de tripulantes do Wide para o Narrow, pressão, ambiente de trabalho opressor, dentre outras possibilidades que já vimos em outros capítulos. 

 

Redução salarial,  é algo a ser aplicado mais para frente.

Link to post
Share on other sites
9 minutes ago, Mister.Eslátes said:

Além de demissões, rebaixamento de tripulantes do Wide para o Narrow, pressão, ambiente de trabalho opressor, dentre outras possibilidades que já vimos em outros capítulos. 

 

Redução salarial,  é algo a ser aplicado mais para frente.

Substituindo o rebaixamento por redução salarial significativa, é uma definição acurada da maioria dos empregadores do buraco de areia... 

  • Like 1
Link to post
Share on other sites
5 hours ago, Mister.Eslátes said:

Esta última, colocou muitos de seus clientes a 7 palmos abaixo do solo eternamente.

Pode-se discutir um monte de assuntos, como aspectos emocionais pelos quais muitos estão passando na aviação de um modo geral, mas nesta sua afirmação você pegou pesado. Apenas uma opinião pessoal.

3 hours ago, MRN said:

... O que pode acontecer são mais demissões. Redução de salários, pelo menos agora, eu acho que não acontece...

Uma pergunta de leigo: a empresa pode demitir todo mundo (obviamente pagando todos os direitos) e montar um novo 'time' com o pacote que ela quiser? Há margem para ações trabalhistas, se afirmativo, qual seria a alegação?

  • Like 1
Link to post
Share on other sites

O mais triste é  pensar que a maior parte do grupo saiu de licença NÃO REMUNERADA  para ajudar  a empresa no momento mais agudo da pandemia.....Agora esse mesmo grupo é  ineficiente  e cheio de privilégios. 

  • Thanks 3
Link to post
Share on other sites
57 minutes ago, Jet Age said:

Uma pergunta de leigo: a empresa pode demitir todo mundo (obviamente pagando todos os direitos) e montar um novo 'time' com o pacote que ela quiser? Há margem para ações trabalhistas, se afirmativo, qual seria a alegação?

Essa é uma pergunta que nem o judiciário saberia responder categoricamente......Nas minhas experiências "trabalhistas", aprendi que na verdade a empresa  faz o que quiser,  e o que nos resta é: se sentiu prejudicado? Procure a justiça pra resolver, simples assim.

Já adianto que é um processo demorado e incerto, mas no final acaba funcionando. Na maioria das vezes o ganho de causa é certo.....o re$ultado prático é que as vezes não funciona...eheheheh

  • Like 1
Link to post
Share on other sites
1 hour ago, Jet Age said:

Pode-se discutir um monte de assuntos, como aspectos emocionais pelos quais muitos estão passando na aviação de um modo geral, mas nesta sua afirmação você pegou pesado. Apenas uma opinião pessoal.

Uma pergunta de leigo: a empresa pode demitir todo mundo (obviamente pagando todos os direitos) e montar um novo 'time' com o pacote que ela quiser? Há margem para ações trabalhistas, se afirmativo, qual seria a alegação?

Demitir todo mundo e contratar tudo de novo seria uma pá de cal na empresa. Iria ficar no mínimo 3 meses para poder colocar os primeiros a voar... treinamento, simulador, cheques, treinamento em rota, etc 

  • Like 1
Link to post
Share on other sites
47 minutes ago, NEsses said:

Demitir todo mundo e contratar tudo de novo seria uma pá de cal na empresa. Iria ficar no mínimo 3 meses para poder colocar os primeiros a voar... treinamento, simulador, cheques, treinamento em rota, etc 

Também penso assim. Acho que iria ficar sem voar um bom tempo...

Link to post
Share on other sites
52 minutes ago, Boeing737 said:

Essa é uma pergunta que nem o judiciário saberia responder categoricamente......Nas minhas experiências "trabalhistas", aprendi que na verdade a empresa  faz o que quiser,  e o que nos resta é: se sentiu prejudicado? Procure a justiça pra resolver, simples assim.

Já adianto que é um processo demorado e incerto, mas no final acaba funcionando. Na maioria das vezes o ganho de causa é certo.....o re$ultado prático é que as vezes não funciona...eheheheh

Entrei com uma ação trabalhista em Nov/17, e agora tá na fase de impugnação dos cálculos. A empresa perdeu em 1ª e 2ª instâncias. São mais ou menos 3 anos se não for pra 3ª instância...

Link to post
Share on other sites
15 hours ago, Mister.Eslátes said:

Da mesma maneira que cantei o barco 1 mês atrás e alguns riram.

e o jerome chora todo dia.

para de falar abobrinha cara. Eu só quero isso. Já está bem ruim ver amigos que deram a vida e a família para uma carreira postando mensagens de fim de uma fase, como se eles fossem voltar, ainda tem você que fala das dores do Jerome querendo aplauso.

Deu até saudade do plagiador.

  • Like 3
  • Thanks 2
Link to post
Share on other sites
59 minutes ago, NEsses said:

Demitir todo mundo e contratar tudo de novo seria uma pá de cal na empresa. Iria ficar no mínimo 3 meses para poder colocar os primeiros a voar... treinamento, simulador, cheques, treinamento em rota, etc 

Lembre-se de que na equação do custo brazil, também se contabiliza a burocracia brazil. Até os abutres do Chile e os peões da marilia sabem disso. Como já dizia o 101 do super herói mexicano conterrâneo de Chapolin Colorado, o "Tio Sam", "Time is Money.... Ooooh yeah". 

  • Like 1
Link to post
Share on other sites
17 hours ago, CabinCrew said:

Mas me tira uma dúvida então, com esses dois anos de diferença a empresa pode ter dois funcionários no mesmo cargo ganhando valores diferentes para km de voo por exemplo? Eu entendo que não. Ela demite. Contrata dois anos depois um copiloto por exemplo, esse copiloto não vai ganhar talvez as gratificações de senioridade por exemplo etc, mas o salário base definido em cct, e o valor de km tem que ser o mesmo já que é ilegal você ter dois funcionários EXATAMENTE NA MESMA função ganhando valores diferentes. 

Se isso fosse possível, já que é o sonho de verão deles baixar os salários, por que já não fizeram antes? Pela simples necessidade de contratar? Duvido. 

Infelizmente pode sim, como o MRN muito bem explicou, sobre o salário base e compensação orgânica eles podem pagar menos do que outro funcionário fazendo a mesma função, já com relação ao Km/h, hora de sobre aviso e reserva, estes são iguais para todos.

E eles já fizeram antes, sempre que conseguem o gap de 2 anos, aproveitam para reduzir salários de contratação.

5 hours ago, Mister.Eslátes said:

Além de demissões, rebaixamento de tripulantes do Wide para o Narrow, pressão, ambiente de trabalho opressor, dentre outras possibilidades que já vimos em outros capítulos. 

 

Redução salarial,  é algo a ser aplicado mais para frente.

Rebaixamento é o mesmo que demissão indireta, não podem fazer em um contexto de redução de força de trabalho.

3 hours ago, Jet Age said:

 

Uma pergunta de leigo: a empresa pode demitir todo mundo (obviamente pagando todos os direitos) e montar um novo 'time' com o pacote que ela quiser? Há margem para ações trabalhistas, se afirmativo, qual seria a alegação?

Em tese, do ponto de vista meramente jurídico, sim, pois não haveria o trabalhador paradigma para vincular o salário.

O problema é que neste caso, provavelmente, a justiça do trabalho entenderia, com razão, que tratam-se de demissões discriminatórias e a empresa estaria sujeita a indenização por danos morais, neste caso até mesmo coletiva, por conta da atuação do MPT.

Na prática eles tendem a fazer isso de forma escalonada, até por questões operacionais.

1 hour ago, MRN said:

Entrei com uma ação trabalhista em Nov/17, e agora tá na fase de impugnação dos cálculos. A empresa perdeu em 1ª e 2ª instâncias. São mais ou menos 3 anos se não for pra 3ª instância...

Este tempo de ação varia muito de caso para caso, de vara para vara....

 

Abraços

  • Thanks 1
Link to post
Share on other sites
5 minutes ago, PT-WRT said:

Infelizmente pode sim, como o MRN muito bem explicou, sobre o salário base e compensação orgânica eles podem pagar menos do que outro funcionário fazendo a mesma função, já com relação ao Km/h, hora de sobre aviso e reserva, estes são iguais para todos.

E eles já fizeram antes, sempre que conseguem o gap de 2 anos, aproveitam para reduzir salários de contratação.

Rebaixamento é o mesmo que demissão indireta, não podem fazer em um contexto de redução de força de trabalho.

Em tese, do ponto de vista meramente jurídico, sim, pois não haveria o trabalhador paradigma para vincular o salário.

O problema é que neste caso, provavelmente, a justiça do trabalho entenderia, com razão, que tratam-se de demissões discriminatórias e a empresa estaria sujeita a indenização por danos morais, neste caso até mesmo coletiva, por conta da atuação do MPT.

Na prática eles tendem a fazer isso de forma escalonada, até por questões operacionais.

Este tempo de ação varia muito de caso para caso, de vara para vara....

 

Abraços

Então isso só vale para os pilotos no caso da Latam não? Os pilotos ganham o base acima do base da cct? Os comissários não. Nosso base é exatamente o que está na cct 

Link to post
Share on other sites
21 minutes ago, CabinCrew said:

Então isso só vale para os pilotos no caso da Latam não? Os pilotos ganham o base acima do base da cct? Os comissários não. Nosso base é exatamente o que está na cct 

Menos do que esta na CT eles não podem pagar, a menos que negociem um Acordo Coletivo para reduzir o mínimo. Mas acho que o "problema" da Latam é de fato a tripulação técnica!

Abraço

Link to post
Share on other sites
2 hours ago, PT-WRT said:

Menos do que esta na CT eles não podem pagar, a menos que negociem um Acordo Coletivo para reduzir o mínimo. Mas acho que o "problema" da Latam é de fato a tripulação técnica!

Abraço

Então eles deviam resolver os problemas deles com os pilotos. Meter todo mundo no mesmo balaio tá sendo absurdo. Comissário ganha o base do cct e a km. Eles não vão mudar isso.. 

  • Confused 1
Link to post
Share on other sites
40 minutes ago, CabinCrew said:

Então eles deviam resolver os problemas deles com os pilotos. Meter todo mundo no mesmo balaio tá sendo absurdo. Comissário ganha o base do cct e a km. Eles não vão mudar isso.. 

Exato, cada um que resolva seus problemas. Mesma coisa pra sindicato, cada um deveria ter o seu.

Em tempo, sua remuneração pode mudar sim, começar te pagar por hora diurna a partir da hora 54. :ohyes:

  • Like 1
  • Thanks 1
Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.




×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade