Jump to content

Para sair da crise, Latam prevê redução da operação em 30% e demissão de cerca de 700 pilotos no Brasil


Recommended Posts

7 hours ago, CabinCrew said:

Dessa vez não, a pandemia deu de mão beijada pra companhia a necessidade de menos tripulantes, o jogo inverteu estamos em desvantagem.

o erro é achar que tinham alguma vantagem.

7 hours ago, CabinCrew said:

Não seria inteligente mudar de postura?

O que mais você está disposto a dar por alguém que não vai te respeitar nos bons e nos maus momentos?

2 minutes ago, trident said:

Greve é impensável, vamos botar a cabeça no lugar. 

 

O único lugar que deveriam botar é na guilhotina e usando a cabeça dos executivos e gestores da LATAM.

Eles nunca vão respeitar porque acham (com razão) que eles dominam a relação de trabalho, mas esquecem que a dependência é circular. O que eles tem de sobra hoje (tripulante) não cresce que nem mato. Eles demonstraram que vão demitir sem dó, pra que ter dó então?

  • Thanks 3
Link to post
Share on other sites

  • Replies 1.1k
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

Top Posters In This Topic

Popular Posts

Acho engraçado ver que realmente tem gente que valida essa tese de que gente antiga de fórum não pode ser criticada por meros mortais.  O fórum tá aí, ainda ativo depois de muito tempo pra quem q

Na sua idade, na sua condição e vindo de uma pessoa com altíssimo nível técnico e intelectual que és, fazer esse tipinho de torcida suja e antiética é digno de se ter vergonha para se expor - ainda qu

12 hours ago, CabinCrew said:

Eu estou realmente querendo ver todos os lados. Como eu disse fui diretamente impactado pela primeira demissão. Embora eu ainda esteja na companhia, eu honestamente achei que fosse embora na primeira leva e mesmo assim votei não. Como você disse na época o ventilado era de que a redução permanente proposta seria brutal. A frase correta seria 'por que não negociamos?' ao invés de 'por que não negociaram?' uma vez que você e os outros 2699 votaram não na época. Eu votei não sabendo que poderia rodar. Tanto que nessa próxima rodada eu com certeza vou. Minha questão é, na primeira rodada achamos que a companhia estava blefando, como em outras vezes pagamos pra ver e realmente era blefe. Dessa vez não, a pandemia deu de mão beijada pra companhia a necessidade de menos tripulantes, o jogo inverteu estamos em desvantagem. Pagamos pra ver e nos ferramos. E vamos continuar nos ferrando de novo, nas outras filiais foi igual. Não seria inteligente mudar de postura? Veja, novamente, não estou com medinho(SIM tem muita gente que tá de borrando de medo agora que a realidade da demissão chegou mais perto) , já tô pensando no que fazer da vida em caso de demissão, o que estou tentando, HONESTAMENTE, é discutir se vale a pena continuar dando murro em ponta de faca, por conta da nossa desvantagem nesse momento, ou se seria hora de tentarmos uma redução de danos, inclusive com benefícios para os colegas que foram embora. 

Meu caro, eu quase sempre concordo com seus posicionamentos, mas nesse caso novamente eu tenho que discordar.

É como falaram, é muito fácil confiar em um blefe sabendo que o seu não está na reta. O seu que eu digo, generalizando. 

Eu iniciei a minha caminhada na aviação em 2006, e fui preposto de comissários do sindicato com a Gol, iniciando na gestão do Fochesatto e saindo da função quando o Castanho entrou. Eu ví a forma como a Tam sempre participou das reuniões do SNEA com o SNA na época dos dissídios. Quem conhece sabe muito bem que o que aconteceu hoje não é surpresa pra ninguém. Desde essa epoca, a Tam na época, choramingava que pagava mais e blá blá blá. Esperavam uma chance pra entubar. E essa oportunidade veio.

Em um almoço com um diretor do sindicato na época, um ex Varig, ele me disse uma coisa que eu não concordei, mas hoje entendo.

Em uma negociação Sindicato - Empresas aéreas, o que você precisa entender é que, tudo o que nós pleiteamos, vai sair do caixa da empresa. Querendo ou não, a empresa que vai nos dar o que queremos. Por isso, temos que saber como negociar, e fazer que a empresa proponha o que nós queremos, e fazer ela achar que se deu bem. Um exemplo:

Quando foi mudado o texto pra composição de tripulantes comerciais, que teve aquele corte em massa na Gol 2012, e na Tam em 2013, o grupo de voo como um todo comeu bola. As empresas fizeram o que era pra ser feito, propuseram um novo texto legislando sobre o assunto, colocaram em consulta publica, foi pra câmara, passou na comissão de constituição e justiça, foi a plenário, votaram, foi pro senado, votaram, foi sancionado e virou lei.
O grupo de comissários não foi capaz de barrar isso.

Na esteira dessa perda, o sindicato incluiu iniciar a discussão do passe livre de congêneres.
O SNEA pela 1 vez em anos, aceitou negociar. Ou seja, negociar é um jogo de perde-ganha, onde você já vai com um "sim" que vai entregar em troca de algo que você quer.

Agora, a forma de negociar do grupo de voo da Latam, me desculpe a franqueza, é entubar apenas o que o grupo quer, sem ao menos querer ouvir o que a empresa tem a dizer, sendo isso, a mierda que for. Quem acompanha negociações sindicais sabe que existe o princípio da livre negociação. Os lados tem o direito de pleitear o que for de interesse de seu lado, sendo o sindicato orgão responsável por colocar isso em pauta com a categoria. 
Se a proposta da empresa não for interessante, o grupo nega, faz contra-propostas, as empresas recebem, fazem contra´propostas até ambos os lados chegarem a um denominador comum. Isso acontece todo o ano no dissídio da categoria.

Aí, em um momento de crise mundial, onde todas as portas estão fechadas, o grupo acredita em um "blefe"? Colocar 2700 colegas na rua por um blefe?
Mudar de posição agora me desculpe, mas sim, é uma falta de respeito aos colegas demitidos. Poderiamos ter negociado com todos a bordo, e, se a negociação se frustrasse, sim, iriamos todos pra rua da mesma forma, mas teríamos tentado. 
Daí em uma assembléia aprox. 90% do grupo decide desautorizar o sindicato a manter qualquer negociação permanente. E grande parte desses 90% com a demissão eminente agora quer mudar a decisão que foi tomada outrora, com 2700 colegas de backup. Difícil caro colega.

E pra finalizar, ver um chefe da Latam falar que #ceriottinãoviawide, ver esse mesmo cara chamando o sindicato de Sindigol...
A Gol respeita os funcionários pois sabe que eles são politizados, conhecem as leis, praticam a cidadania. Só ver, desde a redemocratização do sindicato, quantas chapas o grupo de voo da Tam colocou na presidência? Olha quanta gente a Gol colocou lá. Castanho, Ceriotti, Dutra, Spader, esses que eu me lembro...

A única coisa que eu e meus colegas querem é coerência.Só isso.

  • Like 12
Link to post
Share on other sites

Existe uma hipótese da Latam quebrar ?
Alguém sabe da real situação financeira dela ?
Porque vejo muitos post´s declarando oportunismo para baixar salários, mas não entendo a real situação da cia.
Ela está com problemas gravíssimos de caixa para estas atitudes ?

Link to post
Share on other sites
15 minutes ago, Bonotto said:

Existe uma hipótese da Latam quebrar ?
Alguém sabe da real situação financeira dela ?
Porque vejo muitos post´s declarando oportunismo para baixar salários, mas não entendo a real situação da cia.
Ela está com problemas gravíssimos de caixa para estas atitudes ?

A LATAM não está quebrada, situação delicada pela COVID-19 sim.

Ela tem Patrimônio Líquido positivo e antes da pandemia, vinha conseguindo bons resultados depois de anos de reestruturação.

O que pega no caso dela é o tráfego internacional, uma vez que as fronteiras estão fechadas. Gol e Azul tem pouca exposição.

 

 

 

  • Like 2
  • Thanks 1
Link to post
Share on other sites

Outra votação... Meu amigo, que novela duca! Agora pra saber se autoriza o SNA a negociar. Eu acho que já vi esse capítulo... Autorizando a negociar, vai começar tudo de novo :suicide_anim:

Link to post
Share on other sites
58 minutes ago, MRN said:

Outra votação... Meu amigo, que novela duca! Agora pra saber se autoriza o SNA a negociar. Eu acho que já vi esse capítulo... Autorizando a negociar, vai começar tudo de novo :suicide_anim:

Satam não desiste...

Vamos ver se o grupo vai manter a coerência...

Link to post
Share on other sites
9 hours ago, Red Flyer said:

É o que se espera pelos 2.700 que estao na rua...

 

Abs

Exatamente. Já comecei a receber mensagens "votando 'sim', a categoria se iguala a falta de caráter e a covardia da empresa, não terá diferença alguma entre TAM e seus empregados..." e "Enquanto a água tava na cintura, era "não", agora que a água chegou no pescoço, é "sim". Mensagens que não são de tripulantes nem de funcionários, são de pessoas de fora da aviação, viajantes comuns. A imagem da empresa já tava um lixo perante a opinião de muitos, eu mesmo não compro TAM já faz um bom tempo e conheço muita gente que também parou de comprar. Depois dessa votação, dependendo do resultado, vai ficar pior ainda. Toda empresa precisa de passageiro, e do jeito que tá indo...

Edited by MRN
Fix word
Link to post
Share on other sites
22 minutes ago, MRN said:

Exatamente. Já comecei a receber mensagens "votando 'sim', a categoria se iguala a falta de caráter e a covardia da empresa, não terá diferença alguma entre TAM e seus empregados..." e "Enquanto a água tava na cintura, era "não", agora que a água chegou no pescoço, é "sim". Mensagens que não são de tripulantes nem de funcionários, são de pessoas de fora da aviação, viajantes comuns. A imagem da empresa já tava um lixo perante a opinião de muitos, eu mesmo não compro TAM já faz um bom tempo e conheço muita gente que também parou de comprar. Depois dessa votação, dependendo do resultado, vai ficar pior ainda. Toda empresa precisa de passageiro, e do jeito que tá indo...

Passageiro não ta nem aí para votação ou salário de tripulante. Passageiro quer passagem barata. 

  • Like 2
  • Thanks 6
Link to post
Share on other sites
2 minutes ago, giuli said:

Passageiro não ta nem aí para votação ou salário de tripulante. Passageiro quer passagem barata. 

Então tá...

Edited by MRN
Link to post
Share on other sites
45 minutes ago, MRN said:

Exatamente. Já comecei a receber mensagens "votando 'sim', a categoria se iguala a falta de caráter e a covardia da empresa, não terá diferença alguma entre TAM e seus empregados..." e "Enquanto a água tava na cintura, era "não", agora que a água chegou no pescoço, é "sim". Mensagens que não são de tripulantes nem de funcionários, são de pessoas de fora da aviação, viajantes comuns. A imagem da empresa já tava um lixo perante a opinião de muitos, eu mesmo não compro TAM já faz um bom tempo e conheço muita gente que também parou de comprar. Depois dessa votação, dependendo do resultado, vai ficar pior ainda. Toda empresa precisa de passageiro, e do jeito que tá indo...

Menos drama, né?

daqui a 6 meses, passageiros já esqueceram de tudo. De pandemia, de perrengue tripulantes x empresa...  daqui a pouco, o mercado volta ao normal e a procura será por tarifas... só isso... mercado... D U V I D O que o passageiro pagará mais num bilhete azul ou gol pq a empresa demitiu tripulantes. 

  • Like 5
  • Thanks 3
Link to post
Share on other sites

As únicas pessoas de fora da aviação  que tão ligando pra essa negociação a ponto de deixar de comprar passagem são os entusiastas como nós aqui.

vamos com calma que tudo é verdade no fantástico mundo do zap. 

  • Like 5
Link to post
Share on other sites

Se no final de toda essa novela, decidirem por aceitar redução permanente de salário, os tripulantes se mostrarão verdadeiros COVARDES! Deixaram 2.700 "colegas" no lixo, fora da aviação por um bom tempo, quem sabe pelo resto da vida. Desculpem, mas a palavra é essa, covardia

  • Like 2
Link to post
Share on other sites
24 minutes ago, MRN said:

Se no final de toda essa novela, decidirem por aceitar redução permanente de salário, os tripulantes se mostrarão verdadeiros COVARDES! Deixaram 2.700 "colegas" no lixo, fora da aviação por um bom tempo, quem sabe pelo resto da vida. Desculpem, mas a palavra é essa, covardia

Aceitando ou não redução no início, a empresa já considerava os 2700 fora. A “pena” para os que ficassem para manter os 2700 na empresa, seria receber 10% do salário, praticamente nada.... ou seja, todos iam pagar os salários do excesso. A covardia não é dos tripulantes e sim da empresa. 

  • Like 1
  • Thanks 3
Link to post
Share on other sites
1 minute ago, Roadster said:

Aceitando ou não redução no início, a empresa já considerava os 2700 fora... 

E por que não mantém o "não"? Estou de fora, mas vejo os comentários dizendo que, enquanto estavam fora da linha de corte, pensavam diferente de agora.

Se você está dentro da empresa, votou "não" no passado, me explica por que agora é "sim"

Link to post
Share on other sites

Se votarem sim após terem rifado 2700 colegas empresa e empregados se merecem. Vai ser a fusão da incompetência de um com a falta de caráter do outro. No final, como essa receita não tem como dar certo, estarão todos na rua, (ou alguém acha que uma empresa assim pode dar certo) e ainda carregarão para o resto da vida essa postura vergonhosa.  

Só tem uma saída, para tudo, chama os 2700, bola no centro do Gramado e começa tudo de novo.

Pelo amor de Deus, em nome da mínima decência e hombridade.

  • Like 3
Link to post
Share on other sites
7 minutes ago, trident said:

Se votarem sim após terem rifado 2700 colegas empresa e empregados se merecem. Vai ser a fusão da incompetência de um com a falta de caráter do outro. No final, como essa receita não tem como dar certo, estarão todos na rua, (ou alguém acha que uma empresa assim pode dar certo) e ainda carregarão para o resto da vida essa postura vergonhosa.  

Só tem uma saída, para tudo, chama os 2700, bola no centro do Gramado e começa tudo de novo.

Pelo amor de Deus, em nome da mínima decência e hombridade.

Falou tudo. Não vou mais expor nenhum comentário aqui pra não ser mal interpretado, acho que já falei demais. O colega falou bem, incompetência + falta de caráter não tem como dá certo, em nenhum lugar. Vou aguardar o final dessa novela esperando que seja bom pra todos, inclusive para os 2.700 deixados no lixo

Link to post
Share on other sites

Tá muito bonito ver todo mundo julgando. Podem ser preparar porque dessa vez acho que sim passa e o motivo não é covardia, não é falta de caráter, não é porque a água chegou no pescoço. A água antes já tava no pescoço de muita gente que votou não e acabou ficando por 10 números. De forma generalizada o que vejo é cansaço, e realismo. Essa batalha a gente não vence. Vão vir mais demissões com outro não, após as demissões de um não agora. O grupo do Chile aguentou 3 rodadas de demissões. Aqui  vai ser igual. A empresa é podre, um lixo, não se importam com pessoas, é o jeito deles de administrar. Uma bosta. Eles tem o poder econômico, eles tem a pandemia a favor deles. Já sei que vão me xingar, me chamar de covarde bla bla bla fiquem a vontade. A realidade tá aí pra quem quiser ver. 

Edited by CabinCrew
  • Like 2
  • Thanks 1
Link to post
Share on other sites
43 minutes ago, CabinCrew said:

Tá muito bonito ver todo mundo julgando. Podem ser preparar porque dessa vez acho que sim passa e o motivo não é covardia, não é falta de caráter, não é porque a água chegou no pescoço. A água antes já tava no pescoço de muita gente que votou não e acabou ficando por 10 números. De forma generalizada o que vejo é cansaço, e realismo. Essa batalha a gente não vence. Vão vir mais demissões com outro não, após as demissões de um não agora. O grupo do Chile aguentou 3 rodadas de demissões. Aqui  vai ser igual. A empresa é podre, um lixo, não se importam com pessoas, é o jeito deles de administrar. Uma bosta. Eles tem o poder econômico, eles tem a pandemia a favor deles. Já sei que vão me xingar, me chamar de covarde bla bla bla fiquem a vontade. A realidade tá aí pra quem quiser ver. 

As contas vão julgar. 

  • Like 1
Link to post
Share on other sites

Tem uma história popular linda:

"- Mãe, ele falou que ia por só a cabecinha. Eu deixo ele comer minha bunda?

- Filhinha, não seja ingênua. Pica não tem ombro. Se a cabeça entrar, ele vai atochar até chegar nas bolas."

 

2 hours ago, CabinCrew said:

Eles tem o poder econômico, eles tem a pandemia a favor deles.

hoje o argumento é a pandemia. Amanhã, que a empresa não ta dando lucro. daqui a algum tempo, é salário base ou pior, PJ com salário mínimo e zero beneficios, porque olha, nos EUA CMS não tem habilitação que nem no Brasil. Você acha que eles vão parar onde quando a cabeça passar?

 

Uma coisa bem clara sobre dissuasão da guerra fria: Destruição mútua assegurada é a única forma de sobreviver. Eles já falaram e demonstraram que vão demitir. Então mostrem, ao menos um dia, força. Porque pica não tem ombro.

Edited by Pliskin
  • Like 9
Link to post
Share on other sites
2 hours ago, CabinCrew said:

Tá muito bonito ver todo mundo julgando. Podem ser preparar porque dessa vez acho que sim passa e o motivo não é covardia, não é falta de caráter, não é porque a água chegou no pescoço. A água antes já tava no pescoço de muita gente que votou não e acabou ficando por 10 números. De forma generalizada o que vejo é cansaço, e realismo. Essa batalha a gente não vence. Vão vir mais demissões com outro não, após as demissões de um não agora. O grupo do Chile aguentou 3 rodadas de demissões. Aqui  vai ser igual. A empresa é podre, um lixo, não se importam com pessoas, é o jeito deles de administrar. Uma bosta. Eles tem o poder econômico, eles tem a pandemia a favor deles. Já sei que vão me xingar, me chamar de covarde bla bla bla fiquem a vontade. A realidade tá aí pra quem quiser ver. 

Sério, eu não consigo ler isso e ficar quieto... Empatia do grupo que ficou é ZERO. Não estou falando de você em especial caro CabinCrew, mas empatia, respeito, vergonha na cara.

Sobre a visão generalizada de cansaço e realismo, essa foi a principal desculpa pro NÃO ganhar tão disparadamente lá atrás. Segundo os que não estavam com a corda no pescoço, a ideia era votar não pra acabar logo com essa negociação sem fim. Ora ora, eis que agora, a solução pro mesmo cansaço e desânimo é votar SIM... Interessante... 

O problema que estava pegando lá atrás é o MESMO que pega hoje. Redução permanente. O grupo não quer isso. Agora, o grupo talvez aceite pra acabar com as negociações? Sério, é incrível... Sensacional mesmo....

Essa batalha, as batalhas com as empresas, nós, os aeronautas sempre estamos em desvantagem. Até mesmo nos dissídios, onde a maioria dos afegões médios só fica sabendo do aumento real de 1% pra poder reclamar na galley/cockpit no dia seguinte. O que o grupo está vendo de diferente agora? Antes então tínhamos o poder de entubar um não no traseiro da empresa e sair arrotando mortadela, e agora estamos na defensiva?
 

 

Essa é a questão. O grupo que outrora não corria riscos, e agora corre, mudou uma posição radicalmente negativa pra um "agora o sim passa"........

Pra quem estava vendo de fora, eu explico o motivo da revolta dos demitidos com o posicionamento do grupo agora.

Em todo o momento, nós, os "rabos de fila", vímos o risco que essa negociação representava. Porque víamos esse risco?
Pq nós estavamos na linha de tiro. 

Quem se posicionou pelo SIM na act que daria pelo menos a possibilidade de uma LNR, foi ridicularizado. Virou meme. 
Eu tenho aqui guardado, prints do grupo de tripulantes Sindicato Latam ridicularizando pessoas que se posicionavam. E a coisa ia longe.
Os perfis eram stalkeados, as pessoas mandavam fotos do tripulante de uniforme, e outra no 1 emprego (no caso Mc Donalds) dizendo, claro que vai votar sim, novinha na aviação não conhece a luta que foi pra conquistar o que temos hoje.
E não foi com 1 pessoa. Nem com 2, nem com 5, nem com 10.
Nas lives do sindicato, era só CCT, CCT, CCT, CCT, a gente não conseguia ver as mensagens no chat pq era poluído de CCT, CCT, CCT...
Até o pessoal do sindicato pedia pra que o pessoal parasse de poluir o chat com cct, cct, cct...
Nos grupos de whats, eram figurinhas com "já é não na Australia, já é não no Japão" e centeeeenas de memes...
No grupo de tripulantes de uma capital do Brasil que fica entre os estados de Santa Catarina e São Paulo, mas que eu não vou falar qual é, o povo fora da linha de corte promovia bolões de qual seria a porcentagem que o NÃO ganharia.

Era uma avalanche de NÃO, e quem pensasse o contrário era ridicularizado e tachado de novinho deslumbrado.

Essa é a razão da revolta de muitos colegas que foram chutados da maneira mais desprezível por uma empresa podre com a anuência dos colegas do NÃO....

Agora, esse NÃO tão poderoso no discurso vira um Sim pela possibilidade de demissões.


Desculpem o desabafo, mas é lamentável se essa pouca vergonha passar. Não tem argumento que mude isso.

A propósito, convido os nobres colegas a visitarem as páginas 17 e 18, onde eu mesmo coloquei algumas razões pra votar um SIM naquele 1 momento.
E qual o motivo dos meus argumentos lá atrás terem sido rebatidos com tanta propriedade e agora eles fazem sentido pro povo do não....

  • Like 4
  • Thanks 2
Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.




×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade