Jump to content

Para sair da crise, Latam prevê redução da operação em 30% e demissão de cerca de 700 pilotos no Brasil


Recommended Posts

6 hours ago, MarceloF said:



Eu gostaria de responder tua pergunta com um argumento melhor, mas vamos lá:

De um lado, no oriente médio tem linha aérea world-class enfiando piloto pra fazer ultra-long haul:

- Autoridade aeronáutica diz amém pra tudo o que os controladores destas linhas aéreas quiserem.
- Salários altos. Hotéis muito bons. Repousos (quase) razoáveis na maioria das vezes. Motorista buscando em casa.
- Sai publicado na escala quem pega o primeiro descanso.

Nos Estados Unidos/Europa, acrescido e decrescido de algumas características, ainda temos:

- Gerenciamento de fadiga que não é pra inglês ver.
- No commute para o trabalho a preocupação com alagamento, assalto, latrocínio, trânsito caótico, etc, é bem baixa.




 

Salários altos.... Talvez antes do Corona. Uma cortou 25% permanentemente, a outra 50% temporariamente... Definitivamente, a qualidade do emprego foi comprometida. E nem sempre sai na escala, dependendo o "pattern" e do voo. Existem voos com autorização da autoridade com duty de quase 24 horas.... Aqui é sempre legal.... 

Link to post
Share on other sites

  • Replies 1.1k
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

Top Posters In This Topic

Popular Posts

Acho engraçado ver que realmente tem gente que valida essa tese de que gente antiga de fórum não pode ser criticada por meros mortais.  O fórum tá aí, ainda ativo depois de muito tempo pra quem q

Na sua idade, na sua condição e vindo de uma pessoa com altíssimo nível técnico e intelectual que és, fazer esse tipinho de torcida suja e antiética é digno de se ter vergonha para se expor - ainda qu

15 hours ago, MRN said:

Eu sei que não foi pra mim, apenas defendi os Brasileiros desse grupo. Aqui não tem máscara irmão, respeite as pessoas para ser respeitado também. Aqui não tem vira lata!

Com relação a regulamentação, é atrasada sim, porque nego tá indo pra China direto com autorização da ANAC, e aí? Não tô falando de folga, tô falando de jornada.

Não discorra com tanta propriedade sobre assuntos que você nitidamente não domina. A legislação brasileira acabou de ser atualizada e modernizada no último 29 de fevereiro.

Link to post
Share on other sites
20 minutes ago, PR-GTA said:

Não discorra com tanta propriedade sobre assuntos que você nitidamente não domina. A legislação brasileira acabou de ser atualizada e modernizada no último 29 de fevereiro.

Que tal você ser mais proativo na discussão do que ser inflamatório e contaminando uma discussão que vem sendo saudável?

O colega só está dando o ponto de vista dele e respeitando os outros, não precisa ir com voadoras.

  • Like 8
Link to post
Share on other sites
10 minutes ago, PB26 said:

Que tal você ser mais proativo na discussão do que ser inflamatório e contaminando uma discussão que vem sendo saudável?

O colega só está dando o ponto de vista dele e respeitando os outros, não precisa ir com voadoras.

Não estou sendo inflamatório. Apenas buscando esclarecer alguns fatos e alertando pra inverdades que são ditas aqui, antes que algum jornalista faça um Google nesse fórum e resolva divulgar desinformação de maneira mais abrangente. A classe tem sido uma das mais afetadas por essa pandemia, com cortes profundos de salário e ameaças constantes de desemprego, mas algumas pessoas tentam alardear pra uma realidade que não existe, usar o vírus como cortina de fumaça pra tentar ferir uma legislação que defende o trabalhador e garante índices altíssimos de segurança para o setor... além de ser compatível com o nível de infraestrutura que o país oferece. 
 

Edited by PR-GTA
  • Thanks 1
Link to post
Share on other sites
44 minutes ago, PR-GTA said:

Não discorra com tanta propriedade sobre assuntos que você nitidamente não domina. A legislação brasileira acabou de ser atualizada e modernizada no último 29 de fevereiro.

Amigo, você nem me conhece pra dizer que eu sei ou não de determinado assunto. O que "atualizou" no dia 29/02, foi a exigência de se cumprir o RBAC 117, que diz que a jornada pode ser aumentada (já foi debatido aqui algumas vezes recentemente). Faz diferença pra você aumentar a jornada ou não? Acho que não... Você tem avião pra fazer longo curso? Brasil-Europa direto? 

É ponto de vista, eu acho que o Jerome está errado quando fala de jornada/gastos de tripulantes, na tv e na mídia, do jeito que ele falou ontem, que brasileiro voa 70 horas e Americano/Europeu voa 120 horas, e você acha certo, pelos motivos que você citou

Não vou mais perder tempo contigo, tem coisa mais importante aqui e gente mais educada pra debater. Abraço!

Edited by MRN
Fix word
  • Like 1
  • Thanks 1
Link to post
Share on other sites

Isso aqui tá parecendo um parquinho,  uma creche. 

Cada um tem uma visão, uma percepção e opinião. 

A interpretação nunca será igual, haverão discrepâncias.

 

 

 

  • Like 1
Link to post
Share on other sites

Claro, GRA, se a opinião fosse a mesma de todo mundo, não teria graça. O debate é sempre bom, principalmente com respeito as pessoas e as opiniões contrárias

Link to post
Share on other sites
17 minutes ago, MRN said:

Amigo, você nem me conhece pra dizer que eu sei ou não de determinado assunto. O que "atualizou" no dia 29/02, foi a exigência de se cumprir o RBAC 117, que diz que a jornada pode ser aumentada (já foi debatido aqui algumas vezes recentemente). Faz diferença pra você aumentar a jornada ou não? Acho que não... Você tem avião pra fazer longo curso? Brasil-Europa direto? 

É ponto de vista, eu acho que o Jerome está errado quando fala de jornada/gastos de tripulantes, na tv e na mídia, do jeito que ele falou ontem, que brasileiro voa 70 horas e Americano/Europeu voa 120 horas, e você acha certo, pelos motivos que você citou

Não vou mais perder tempo contigo, tem coisa mais importante aqui e gente mais educada pra debater. Abraço!

Olha, vc continua embaralhado nesses conceitos. Eu não vou retrucar pq não é meu objetivo querer me comportar como o sabichão desse fórum, dono da verdade. Essa nunca foi minha intenção. Só sugiro que vc se aprofunde nesse tema aí, porque nitidamente suas conclusões estão totalmente distorcidas da realidade. RBAC 117 contempla praticamente todos os operados de 121.

  • Like 1
Link to post
Share on other sites

Quando o cara reclama da pouca produtividade baseado no fato de que se voa 70h podendo voar 90, ele passa um atestado de má fé e pouco apreço pela inteligência alheia. Voei lá por 21 anos e conheço bem a cultura. Nasceu taxi aéreo de fundo de quintal (com péssima cultura de segurança, vide o file de acidentes, depois melhorou) e nem com transfusão de sangue resolve. Pode vir Lan, QR, Delta, Star, nunca muda, é o DNA. Lá é o seguinte: quanto custa deixar o tripulante parado no solo durante uma jornada? zero?, então vamos privilegiar os trilhos dos aviões, que este sim custa caro nos calços e o tripulante que fique 11 horas trabalhando para voar 4. Ok, é uma opção administrativa, mas depois não vem com cara de santinho reclamar que o tripulante não produz. 

  • Like 6
  • Thanks 6
Link to post
Share on other sites

Por que tem tripulante que é contra o aumento da jornada, nos mesmos padrões de países que voam 120 horas mês? Tripulante gosta de voar. Eu quando voava, não queria sair de dentro do avião! Meus dois filhos nasceram e eu não tava em casa, e tava feliz da vida. Festa de escola, aniversário de casamento, aniversário de filho, fo##-se, eu queria voar!

Será que é só por causa da segurança de voo? Não me lembro de nenhum acidente na aviação comercial, nos últimos 15 anos, relacionado a fadiga. Se alguém souber, e puder compartilhar, agradeço 

  • Haha 6
Link to post
Share on other sites
1 hour ago, MRN said:

Por que tem tripulante que é contra o aumento da jornada, nos mesmos padrões de países que voam 120 horas mês? Tripulante gosta de voar. Eu quando voava, não queria sair de dentro do avião! Meus dois filhos nasceram e eu não tava em casa, e tava feliz da vida. Festa de escola, aniversário de casamento, aniversário de filho, fo##-se, eu queria voar!

Será que é só por causa da segurança de voo? Não me lembro de nenhum acidente na aviação comercial, nos últimos 15 anos, relacionado a fadiga. Se alguém souber, e puder compartilhar, agradeço 

Me desculpe amigo, voar é a coisa eu eu mais gosto de fazer na vida. Mas as coisas mudam com a idade, mudam com a sua mentalidade. Quando eu tinha 20 anos eu era completamente maluco por avião, qualquer voo de saco eu tava querendo ir junto. Hoje, continuo sendo muito feliz com minha profissão, mas a ótica mudou. Hoje dou muito valor ao meu descanso, ao tempo que passo com minha família, com meus amigos, enfim...valorizo e muito o tempo que não estou voando. Não tenho medo de trabalho, voo longo, jornada no limite. Nada disso, estamos aqui pra voar. Mas acho a regulamentação justa e minha empresa nunca deixou de ganhar dinheiro por isso. Muito pelo contrário. 

Já voei 90h em um mês e te digo que é puxado pra caramba. Em táxi aéreo, ainda por cima...o buraco é bem mais embaixo. E olhe que nem teve madrugada nesse mês aí...

  • Like 2
Link to post
Share on other sites

Por isso que o debate aqui é muito salutar, cada um expõe seu ponto de vista, suas preferências... Beirando os 50, escolhi trabalhar 6 horas por dia e dormir todo dia em casa, mas faria tudo de novo, do mesmo jeitinho... Como eu disse antes, festa de aniversário, de casamento, amigos, fo##-se, eu queria era voar! Cada um sabe o que é melhor pra si

Caramba, já fugimos muito do tópico, desculpa :back2topic:

Edited by MRN
Fix word
  • Like 1
Link to post
Share on other sites
1 hour ago, MRN said:

Por que tem tripulante que é contra o aumento da jornada, nos mesmos padrões de países que voam 120 horas mês? Tripulante gosta de voar. Eu quando voava, não queria sair de dentro do avião! Meus dois filhos nasceram e eu não tava em casa, e tava feliz da vida. Festa de escola, aniversário de casamento, aniversário de filho, fo##-se, eu queria voar!

Será que é só por causa da segurança de voo? Não me lembro de nenhum acidente na aviação comercial, nos últimos 15 anos, relacionado a fadiga. Se alguém souber, e puder compartilhar, agradeço 

Acho que é importante deixar algo claro na discussão:

Ninguém no mundo voa 120hrs por mês de A320/B737. Que eu conheço, o único lugar em que voa mais de 100 hrs é o Qatar, mas isso contando as horas que você passa descansando no sarcófago. No cockpit não pode passar de 100hrs.

  • Like 1
Link to post
Share on other sites
21 minutes ago, Tintin said:

Ninguém no mundo voa 120hrs por mês de A320/B737. Que eu conheço, o único lugar em que voa mais de 100 hrs é o Qatar, mas isso contando as horas que você passa descansando no sarcófago. No cockpit não pode passar de 100hrs.

Será que o CEO da latam é tão burro que não sabe disso, ou diz isso agindo de má fé?

Link to post
Share on other sites
35 minutes ago, MRN said:

Será que o CEO da latam é tão burro que não sabe disso, ou diz isso agindo de má fé?

Alguém poderia perguntar isso pra ele em uma dessas lives. Também poderiam perguntar por que mesmo com as regras atuais, os tripulantes não chegam nem próximo do limite mensal.
 

Ah sim, poderiam perguntar qual foi o investimento da empresa durante a sua gestão pra melhorar ou implementar sistemas de otimização na escala dos tripulantes.

 

Acho que ele deveria explicar isso nessas lives pra comunidade aeronáutica em geral e principalmente para os acionistas, afinal ele não é o dono da empresa.

  • Like 5
Link to post
Share on other sites
1 hour ago, MRN said:

Será que o CEO da latam é tão burro que não sabe disso, ou diz isso agindo de má fé?

É má fé. Ele resolveu eleger a gente como bode espiatorio da própria ineficiência. E digo mais, ele não faz nada sozinho. Os chilenos não gostam de tripulantes, boa parte dessas ordens vem de além cordilheira. 

  • Like 2
Link to post
Share on other sites

Falando em má fé, ele disse que a garantia dos empregos é até o final de junho, mas até agora não apresentou proposta...

Link to post
Share on other sites
On 6/14/2020 at 12:37 PM, MRN said:

Então vamos acabar com o FGTS, que é um dinheiro privado depositado numa conta gerenciada pelo governo. Ok, a partir de agora, quem for demitido não tem mais multa de FGTS, porque não tem FGTS...

Voltando a realidade, sabe por que o governo não acaba com o FGTS, porque ele financia a construção civil e os programas sociais do governo, tudo isso com dinheiro privado, que legal né? E a culpa no final de tudo é dos trabalhadores...

Por isso que eu sou optante do saque aniversário, todo ano eu tiro o que eu puder tirar dessa conta, não quero o MEU dinheiro financiando nada pro governo...

A questão não é acabar com o FGTS, mas sim com a multa sobre o total de depósitos feitos pela empresa no FGTS do funcionário. 

 

Link to post
Share on other sites
45 minutes ago, CabinCrew said:

É má fé. Ele resolveu eleger a gente como bode espiatorio da própria ineficiência. E digo mais, ele não faz nada sozinho. Os chilenos não gostam de tripulantes, boa parte dessas ordens vem de além cordilheira. 

CabinCrew, eu acho somente que ele está tomando posse da idéia global de que no setor aéreo, as cias tem que contar com redução de salários, redução do preços de leasings, melhores condições de financiamento dos credores e corte de preço de fornecedores. 

Simplesmente transformaram o setor aéreo no pior setor da economia global, previram perdas multi-bilionárias e que o setor só sobrevive se receber suporte. 

O que eu acho ? 
Muitas cias aéreas são inflexíveis - podiam estar operando muito mais na carga e não se adaptaram rapidamente, podiam operar voos de repatriação mas querem ganhar demais nas cotações. O que fizeram até hoje pelos seus países ? Até março todas estavam olhando para como serem mais rentáveis, mesmo se tivessem que deixar de voar para uma cidade. 

Está "fácil" usar esse mantra. 

  • Like 1
Link to post
Share on other sites
32 minutes ago, LipeGIG said:

CabinCrew, eu acho somente que ele está tomando posse da idéia global de que no setor aéreo, as cias tem que contar com redução de salários, redução do preços de leasings, melhores condições de financiamento dos credores e corte de preço de fornecedores. 

Simplesmente transformaram o setor aéreo no pior setor da economia global, previram perdas multi-bilionárias e que o setor só sobrevive se receber suporte. 

O que eu acho ? 
Muitas cias aéreas são inflexíveis - podiam estar operando muito mais na carga e não se adaptaram rapidamente, podiam operar voos de repatriação mas querem ganhar demais nas cotações. O que fizeram até hoje pelos seus países ? Até março todas estavam olhando para como serem mais rentáveis, mesmo se tivessem que deixar de voar para uma cidade. 

Está "fácil" usar esse mantra. 

Era só ele pedir ao grupo de tripulantes que aceitem uma redução temporária nos salários, para ajudar a manter a companhia viva. Pode apostar que a gente ajudaria como ajudou no começo da pandemia com quase 80% do quadro saindo de licença. Fazendo o que ele está fazendo, achincalhando a gente e deixando claro que vai querer mudanças permanentes nos nossos contratos de trabalhos, está garantindo que o grupo vai negar a proposta. 

  • Like 2
  • Thanks 1
Link to post
Share on other sites
9 hours ago, MRN said:

Por que tem tripulante que é contra o aumento da jornada, nos mesmos padrões de países que voam 120 horas mês? Tripulante gosta de voar. Eu quando voava, não queria sair de dentro do avião! Meus dois filhos nasceram e eu não tava em casa, e tava feliz da vida. Festa de escola, aniversário de casamento, aniversário de filho, fo##-se, eu queria voar!

Será que é só por causa da segurança de voo? Não me lembro de nenhum acidente na aviação comercial, nos últimos 15 anos, relacionado a fadiga. Se alguém souber, e puder compartilhar, agradeço 

Isso só pode ser piada.

Quando o PR-GTA diz que o senhor discorre sobre assunto que não entende bulhufas, fica bravo.

Após esse post não precisa nem te conhecer pra saber quão “entendido” és.

Será mal de engineer ser pitaqueiro em nosso país? Engraçado que não falo como eles devem apertar parafusos, mas eles adoram vir dizer como eu deveria trabalhar.

 

  • Like 1
  • Thanks 2
Link to post
Share on other sites
8 hours ago, CabinCrew said:

Era só ele pedir ao grupo de tripulantes que aceitem uma redução temporária nos salários, para ajudar a manter a companhia viva. Pode apostar que a gente ajudaria como ajudou no começo da pandemia com quase 80% do quadro saindo de licença. Fazendo o que ele está fazendo, achincalhando a gente e deixando claro que vai querer mudanças permanentes nos nossos contratos de trabalhos, está garantindo que o grupo vai negar a proposta. 

Um colega da manutenção em Recife falou comigo hoje que dos 23 técnicos, 12 vão ser demitidos até o fim do mês. Eu perguntei sobre algum acordo nos moldes da gol e da azul e ele me disse que primeiro vão demitir e depois fazer acordo com quem ficar. Não entendi a lógica...

Link to post
Share on other sites
1 hour ago, MRN said:

Um colega da manutenção em Recife falou comigo hoje que dos 23 técnicos, 12 vão ser demitidos até o fim do mês. Eu perguntei sobre algum acordo nos moldes da gol e da azul e ele me disse que primeiro vão demitir e depois fazer acordo com quem ficar. Não entendi a lógica..

Na base REC é pelo Sindicato Nacional dos Aeroviários, ou tem sindicato local?

GRU o SindiGRU e todas as outras cidades do Estado de SP o SAESP.

Mesmo a carteira assinada em SP, o que vale é a representatividade.

É saber como a direção e jurídico estão levando a negociação com o patrão. Seria uma boa um consórcio de Sindicatos dos Aeroviários levando uma demanda fechada para o Ives Gândra mediar. 

 

Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.




×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade