Jump to content

Itapemirim Linhas Aéreas - Atualizações


Recommended Posts

  • Replies 502
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

Top Posters In This Topic

Popular Posts

PR-PJN na Azul: genial! maravilhoso! tem que ter o nome do Janot mesmo!  “Daniela Mercury é Azul”, na própria: “homenagem à diversidade! genial!”  PR-XMA da Gol, em alusão ao MAX: nobody car

Uma pergunta: quando a Gol começou em 2001, ou até mesmo quando a Azul deu os pontapés iniciais em 2008 já com a internet muito mais abrangente do que no começo do século, precisaram divulgar até a ma

Caraca... a empresa nem começou a voar, se é que vai, e já tem defensor de CNPJ aqui kkkkkkk

2 hours ago, MRN said:

Mas só aparece que é uma reserva de marcas, não aparecem os dados da aeronave no RAB

Ao acessar o RAB, selecione ao lado esquerdo a busca por modelo de aeronave. As matrículas supostamente reservadas à ITA estão lá. 

Link to post
Share on other sites

Para a torcida do contra que quiser conhecer melhor a ITA, está acontecendo nesse momento uma live no canal Teaching for Free com executivos da linha de frente da ITA. Vale a pena conhecer! 

  • Like 1
Link to post
Share on other sites
33 minutes ago, B737-8HX said:

Ao acessar o RAB, selecione ao lado esquerdo a busca por modelo de aeronave. As matrículas supostamente reservadas à ITA estão lá. 

Sim, 8HX, aparece um A321-232, matrícula PS-SPJ, mas quando clico em cima, só aparece que é uma reserva de marcas, e não aparece o operador ou outra informação... Mas deve ser da ITA mesmo

Edited by MRN
Fix word
Link to post
Share on other sites
6 minutes ago, B737-8HX said:

Para a torcida do contra que quiser conhecer melhor a ITA, está acontecendo nesse momento uma live no canal Teaching for Free com executivos da linha de frente da ITA. Vale a pena conhecer! 

Inclusive, no link da descrição, aparecem essas 3 matrículas, com a informação do PS-AAF (Adilson Aparecido Furlan). Não deve ser fake...

Link to post
Share on other sites
5 hours ago, TheJoker said:

Segundo o https://caixapretadasolange.blogspot.com/2020/09/plantao-caixa-preta.html  seriam os primeiros prefixos no RAB:

PS-SPJ – Sidnei Piva de Jesus (Dono do grupo)    dedução do Aeroin
PS-TCS – Tiago da Cruz Senna (CEO da aérea)
PS-AAF – A identificar

Segundo Live agora no Teaching For Free o AAF seria o Adilson Aparecido Furlan,.

fonte: 

 

Link to post
Share on other sites

https://www.aeroin.net/descobrimos-quais-sao-os-3-primeiros-airbus-a320-da-ita-transportes-aereos/

 

PS-SPJ – Airbus A320-200

Sua matrícula é o acrônimo do nome do dono do grupo Itapemirim Sidnei Piva de Jesus. Tem dez anos de idade, tendo sido entregue à empresa indiana IndiGo novo de fábrica em Maio de 2010 como VT-IGL (MSN 4312).

Pertence atualmente à empresa de leasing AirCastle e hoje está armazenado em Phoenix, nos Estados Unidos, com uma pintura toda branca e registro irlandês EI-GTJ.

PS-TCS – Airbus A320-200

Carrega na matrícula o acrônimo do CEO da empresa aérea, Tiago da Cruz Senna. Trata-se de outro Airbus A320 de dez anos de idade, também entregue novo à IndiGo em fevereiro de 2010, onde voou com a matrícula VT-IGK (MSN 4216).

Atualmente ainda encontra-se em nome da empresa indiana e está parado em Fujairah, nos Emirados Árabes, desde o início da pandemia.

PS-AAF – Airbus A320-200

A matrícula é o acrônimo para Adilson Aparecido Furlan, COO do Grupo Itapemirim. É uma aeronave que, como os anteriores, voou apenas nas cores da indiana IndiGo, tendo sido entregue em dezembro de 2009 como VT-IGJ (MSN 4156).

Atualmente ainda está em nome da empresa indiana e parado em Hyderabad desde o dia 26 de julho.

 

um flight report no IGK  https://www.youtube.com/watch?v=ccYWnZCs344   vamos ver se vão trocar os assentos ou só as capas.

Link to post
Share on other sites

tenho achado meio mambembe tudo que tem saído a respeito dessa empresa, um naipe bem abaixo do que esperaria de empreendedores aptos ao desafio de constituir uma empresa aérea sólida.

espero muitíssimo estar errado.

  • Like 3
  • Thanks 1
  • Confused 1
Link to post
Share on other sites
14 minutes ago, bellinihugo said:

tenho achado meio mambembe tudo que tem saído a respeito dessa empresa, um naipe bem abaixo do que esperaria de empreendedores aptos ao desafio de constituir uma empresa aérea sólida.

espero muitíssimo estar errado.

Concordo...

Ainda não me convenceu em nada...

  • Like 1
  • Thanks 1
Link to post
Share on other sites
1 hour ago, Roadster said:

Concordo...

Ainda não me convenceu em nada...

Também não me convence...parece que querem criar a empresa, mas não tem grana. Aí ficam espalhando um monte de notícias, algumas sem pé nem cabeça, pra ver se aparece algum investidor. Essa última live não acrescenta nada, só alguns coroas falando como são experientes e tentando dar alguma lição de vida. “Ah, a Varig isso”, “ah, eu já fiz tanto, tenho tanta experiência”.
 

Enfim, se não tem nada decidido, fiquem calados. Ficar aparecendo na mídia o tempo todo sem apresentar algo concreto e factível passa uma impressão de pouco profissionalismo e seriedade.

  • Like 1
  • Thanks 4
  • Haha 1
Link to post
Share on other sites

Pra mim, estão querendo abrir a empresa sem ter capital ou na esperança dele aparecer ainda... não existe nada de concreto ou “físico”na empresa. Onde será a sede? Já tem? Onde serão os balcões de check-in da empresa? Já sabem? A frota de veículos de apoio? Já tem? Reservar matrícula, pesquisar aeronave disponível no mercado,  criar site, fazer uma reunião política aqui ou ali não mostra nada concreto e ano já entra na reta final....

  • Like 2
  • Thanks 1
Link to post
Share on other sites

também não estou acreditando muito, ainda mais com essas matrículas que são acronimos da diretoria, algo nada a ver para uma empresa séria

Link to post
Share on other sites
2 hours ago, Roadster said:

Pra mim, estão querendo abrir a empresa sem ter capital ou na esperança dele aparecer ainda... não existe nada de concreto ou “físico”na empresa. Onde será a sede? Já tem? Onde serão os balcões de check-in da empresa? Já sabem? A frota de veículos de apoio? Já tem? Reservar matrícula, pesquisar aeronave disponível no mercado,  criar site, fazer uma reunião política aqui ou ali não mostra nada concreto e ano já entra na reta final....

Uma pergunta: quando a Gol começou em 2001, ou até mesmo quando a Azul deu os pontapés iniciais em 2008 já com a internet muito mais abrangente do que no começo do século, precisaram divulgar até a marca da cueca do CEO para galgarem alguma credibilidade no mercado? 

Sob essa ótica, quando a Azul funcionava na sala de jantar do Panda nos meses iniciais ela não possuía nenhuma credibilidade ou relevância? 

Não que eu queira ficar defendendo a ITA o tempo todo, mas para cada indício de vida que a empresa dá aparecem centenas de perguntas das mais fantasiosas possíveis para abonar o trabalho alheio. É uma chatice tremenda ver uma legião tão grande de torcida contra, mesmo após diversos indícios de que há alguma base sólida na fundação da nova empresa. 

Não quero crer que aquele pessoal todo que trabalha no start do projeto acorda cedo, saem de suas casas, passam o dia inteiro formatando a companhia em seus laptops para absolutamente nada. Ninguém é suficientemente louco para perder tempo e dinheiro — dentre os CLT — a ponto disso. 

No que acrescentaria na sua confiança a turma da ITA divulgar quem bota a grana no projeto, qual a marca e as placas dos veículos de solo, qual o endereço da sede onde estão iniciando (uma dica: é no mesmo prédio onde a GOL começou, na Vila Olímpia, em 2001), quais as posições de check-in que usarão? 

Depois do forista que pediu para ver o business plan da empresa divulgado publicamente, qualquer coisa do tipo é pérola ou dor de cotovelo. 

As vezes, ou na maioria das vezes, o nickname sem cara e sem feições que torce contra sob o anonimato da internet é o CPF com cara, personalidade, nome e sobrenome que vai mandar currículo para tentar entrar na primeira seleção disponível... 

Como diz a vovó: “quem muito fala, dá bom dia ao cavalo”. 

Edited by B737-8HX
  • Like 13
  • Thanks 2
  • Confused 4
Link to post
Share on other sites
26 minutes ago, B737-8HX said:

Uma pergunta: quando a Gol começou em 2001, ou até mesmo quando a Azul deu os pontapés iniciais em 2008 já com a internet muito mais abrangente do que no começo do século, precisaram divulgar até a marca da cueca do CEO para galgarem alguma credibilidade no mercado? 

Sob essa ótica, quando a Azul funcionava na sala de jantar do Panda nos meses iniciais ela não possuía nenhuma credibilidade ou relevância? 

Não que eu queira ficar defendendo a ITA o tempo todo, mas para cada indício de vida que a empresa dá aparecem centenas de perguntas das mais fantasiosas possíveis para abonar o trabalho alheio. É uma chatice tremenda ver uma legião tão grande de torcida contra, mesmo após diversos indícios de que há alguma base sólida na fundação da nova empresa. 

Não quero crer que aquele pessoal todo que trabalha no start do projeto acorda cedo, saem de suas casas, passam o dia inteiro formatando a companhia em seus laptops para absolutamente nada. Ninguém é suficientemente louco para perder tempo e dinheiro — dentre os CLT — a ponto disso. 

No que acrescentaria na sua confiança a turma da ITA divulgar quem bota a grana no projeto, qual a marca e as placas dos veículos de solo, qual o endereço da sede onde estão iniciando (uma dica: é no mesmo prédio onde a GOL começou, na Vila Olímpia, em 2001), quais as posições de check-in que usarão? 

Depois do forista que pediu para ver o business plan da empresa divulgado publicamente, qualquer coisa do tipo é pérola ou dor de cotovelo. 

As vezes, ou na maioria das vezes, o nickname sem cara e sem feições que torce contra sob o anonimato da internet é o CPF com cara, personalidade, nome e sobrenome que vai mandar currículo para tentar entrar na primeira seleção disponível... 

Como diz a vovó: “quem muito fala, dá bom dia ao cavalo”. 

Eu acho que aí pesa a credibilidade da Itapemirim do segmento rodoviário e seus controladores. O Neelemann era já um bem sucedido criador de startups do setor aéreo, o Constantino já era um barão dos transportes rodoviários, agora a Itapemirim há alguns tempos atrás tentou comprar a Passaredo e o negócio melou, existem brigas judiciais dos antigos controladores contra os novos, uma dívida imensa do grupo, ônibus sucateados ou sendo retomados pela arrendadora (JSL), episódios envolvendo transferir linhas da Itapemirim para a Viação Kaissara que depois foram desfeitos, e por aí vai.

Nesse caso eu considero pertinente sim perguntar a marca da cueca do CEO.

  • Like 2
Link to post
Share on other sites

O que afeta a credibilidade da ITA é este passado que o @x-varigvinny apontou. Em uma analogia bem rápida, é como se o Canhedo quisesse voltar à aviação.

Mas eu dou um voto para a empresa, vejo que há uma preparação (compra da ASTA para o COA, contratação de executivos, algum capital...) - aparentemente torta, mas tem. Desejo que tenhamos mais concorrência, empregos para os colegas, "hub" em VIX e pinturas diferentes para fotografar.

Em uma escala de 0 a 10 de credibilidade de uma empresa aérea, eu diria que a Azul e Gol foram 10, a ITA está entre 6 e 7 e a Nella 3.

  • Like 1
Link to post
Share on other sites

É bem diferente querer comparar o histórico de expertise de criação de uma empresa aérea de Neeleman com a turma da ITA.

Link to post
Share on other sites
1 hour ago, B737-8HX said:

Uma pergunta: quando a Gol começou em 2001, ou até mesmo quando a Azul deu os pontapés iniciais em 2008 já com a internet muito mais abrangente do que no começo do século, precisaram divulgar até a marca da cueca do CEO para galgarem alguma credibilidade no mercado? 

Sob essa ótica, quando a Azul funcionava na sala de jantar do Panda nos meses iniciais ela não possuía nenhuma credibilidade ou relevância? 

Não que eu queira ficar defendendo a ITA o tempo todo, mas para cada indício de vida que a empresa dá aparecem centenas de perguntas das mais fantasiosas possíveis para abonar o trabalho alheio. É uma chatice tremenda ver uma legião tão grande de torcida contra, mesmo após diversos indícios de que há alguma base sólida na fundação da nova empresa. 

Não quero crer que aquele pessoal todo que trabalha no start do projeto acorda cedo, saem de suas casas, passam o dia inteiro formatando a companhia em seus laptops para absolutamente nada. Ninguém é suficientemente louco para perder tempo e dinheiro — dentre os CLT — a ponto disso. 

No que acrescentaria na sua confiança a turma da ITA divulgar quem bota a grana no projeto, qual a marca e as placas dos veículos de solo, qual o endereço da sede onde estão iniciando (uma dica: é no mesmo prédio onde a GOL começou, na Vila Olímpia, em 2001), quais as posições de check-in que usarão? 

Depois do forista que pediu para ver o business plan da empresa divulgado publicamente, qualquer coisa do tipo é pérola ou dor de cotovelo. 

As vezes, ou na maioria das vezes, o nickname sem cara e sem feições que torce contra sob o anonimato da internet é o CPF com cara, personalidade, nome e sobrenome que vai mandar currículo para tentar entrar na primeira seleção disponível... 

Como diz a vovó: “quem muito fala, dá bom dia ao cavalo”. 

A Gol foi fundada em agosto, em dezembro já estava certificada e em janeiro voou... e a Ita? Kkkkk

ta bom, tá bom... estamos num período de pandemia... vamos dar 12 meses a mais de crédito para se concretizar essa ilusão.... 

 

Link to post
Share on other sites
13 minutes ago, Roadster said:

A Gol foi fundada em agosto, em dezembro já estava certificada e em janeiro voou... e a Ita? Kkkkk

ta bom, tá bom... estamos num período de pandemia... vamos dar 12 meses a mais de crédito para se concretizar essa ilusão.... 

 

A Azul foi anunciada em março de 2008 e em dezembro fez seu primeiro voo...

a Ita, de concreto mesmo, até agora,  só teve a data de início de  uma seleção que seria cobrada (ou golpe mesmo) e obscura. 

Edited by Roadster
Link to post
Share on other sites
16 hours ago, Roadster said:

Pra mim, estão querendo abrir a empresa sem ter capital ou na esperança dele aparecer ainda... não existe nada de concreto ou “físico”na empresa. Onde será a sede? Já tem? Onde serão os balcões de check-in da empresa? Já sabem? A frota de veículos de apoio? Já tem? Reservar matrícula, pesquisar aeronave disponível no mercado,  criar site, fazer uma reunião política aqui ou ali não mostra nada concreto e ano já entra na reta final....

Balcão de check-in é algo que aparece obrigatoriamente na quarta fase do processo de ganhar um CHETA, a empresa entrou na primeira ainda Frota de veiculos de apoio? Esquece, terceirizado, 3 avioes, ninguem vai imobilizar grana nisso. O grande erro dessas cias é a exagerada exposição em uma fase tão embrionária, me faz lembrar a saudosa Maria da Gloria, vulga TAG da Paraiba que o cara foi até inspecionar aeroporto.

Link to post
Share on other sites
12 hours ago, PT-KTR said:

Balcão de check-in é algo que aparece obrigatoriamente na quarta fase do processo de ganhar um CHETA, a empresa entrou na primeira ainda Frota de veiculos de apoio? Esquece, terceirizado, 3 avioes, ninguem vai imobilizar grana nisso. O grande erro dessas cias é a exagerada exposição em uma fase tão embrionária, me faz lembrar a saudosa Maria da Gloria, vulga TAG da Paraiba que o cara foi até inspecionar aeroporto.

Nem balcao de checkin...

tudo pode (e provavelmente vai) ser terceirizado 

Link to post
Share on other sites

Coisa mais ridícula esses prefixos de avião. Egotrip nada a ver. Parece o Xingu lá de SSA, Era o ACM, mas pelo menos o cara homenageado era padrinho da empresa, deu uma pá de contratos na bandeja. 

  • Like 3
Link to post
Share on other sites
On 02/10/2020 at 08:18, FCRO said:

também não estou acreditando muito, ainda mais com essas matrículas que são acronimos da diretoria, algo nada a ver para uma empresa séria

Discordo, tem empresa séria que segue esse "caminho", como a Interjet (México) - diga-se de passagem, a situação financeira da empresa não está nada boa, resultado de péssimos investimentos, incluindo o Superjet 100. E o COVID foi o balde d'água fria.  

  • XA-ABM - Alejandro Beristáin Mercado (Diretor Financeiro)
  • XA-BMO - Benjamín Mejía Ortíz (Diretor de Operações)
  • XA-GAC - Gabriela Álvarez Ceniceros (Representante Legal/Jurídica)
  • XA-JLG - José Luis Garza (ex-CEO)
  • XA-WJS - William J. Shaw (atual CEO)...

E por aí vai. Tem nome de pai (Ex-Presidente do México), nome de mãe, nome de filho, nome de nora, de neto, de investidores, de acionistas, de mais diretores, de santo, de cidade... Toda matrícula da Interjet tem um significado, a maioria delas, nomes de pessoas ligadas à empresa. 

  • Like 3
Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.




×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade