Jump to content

Itapemirim Linhas Aéreas - Atualizações


Recommended Posts

Haverá reconfiguração do interior das aeronaves ex-Silk Air (9V-SLR e SLS)? Puxando os prefixos anteriores, as duas aeronaves tem 12 assentos na Classe Executiva e 138 na Econômica.

Dependendo do custo e das rotas que empregarem, pode até ser interessante manter esta dupla e torcer que elas não façam substituições em relação aos 180Y.

Link to post
Share on other sites

  • Replies 1.2k
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

Top Posters In This Topic

Popular Posts

PR-PJN na Azul: genial! maravilhoso! tem que ter o nome do Janot mesmo!  “Daniela Mercury é Azul”, na própria: “homenagem à diversidade! genial!”  PR-XMA da Gol, em alusão ao MAX: nobody car

Se tem uma coisa que eu aprendi nos meus quase 16 anos de linha aérea é que horas de voo, tempo de bunda no cockpit e cabelos brancos não agregam, na maioria das vezes, credibilidade às opiniões de ni

E no que a pintura da aeronave na DIGEX afeta a idoneidade da empresa? Só é decente se for feito na Lufthansa Technik, que é gigante? Se a ITA obteve um contrato vantajoso, ao qual nós não temos acess

3 hours ago, A345_Leadership said:

Haverá reconfiguração do interior das aeronaves ex-Silk Air (9V-SLR e SLS)? Puxando os prefixos anteriores, as duas aeronaves tem 12 assentos na Classe Executiva e 138 na Econômica.

Dependendo do custo e das rotas que empregarem, pode até ser interessante manter esta dupla e torcer que elas não façam substituições em relação aos 180Y.

Essa é minha grande dúvida: Interior. Tanto falam em produto diferencial e afins. Irão reconfigurar as aeronaves logo de começo ou vão voar a lá Eastern, mantendo a frota com configuração do último operador? (maioria 180Y, a exceção dos dois ex-SilkAir). 

Link to post
Share on other sites
4 hours ago, A345_Leadership said:

Haverá reconfiguração do interior das aeronaves ex-Silk Air (9V-SLR e SLS)? Puxando os prefixos anteriores, as duas aeronaves tem 12 assentos na Classe Executiva e 138 na Econômica.

Dependendo do custo e das rotas que empregarem, pode até ser interessante manter esta dupla e torcer que elas não façam substituições em relação aos 180Y.

spacer.png

Link to post
Share on other sites
7 hours ago, TheJoker said:

              MSN       último reg

PSITA     2395       TC-JUG     ex TK                 CQM desde out20

PSAAF    2359       VT-IDP      ex VT  Indigo   Tanguerang Indonésia out20

PSSFC    2156       TC-JUE      ex-TK                IST jan20

PSJCP     3275      VH-VNC    ex-TT Tiger       DRW  jan20

PSKOM   5794      9V-SLS      ex-MI Silkair     FNI  fev21  translado usou 2V-SLS

PSROV    5531      9V-SLR      ex-MI               SIN out20

PSCOR    2164      TC-JUF      ex-TK               CQM dez20

PSSPJ     2589       EC-LQK     ex-VY               NAT  fev21  :cnana:

PSTCS    2204      VT-IDM     ex-VT                CGK  nov20

 

é o tem no https://www.gov.br/anac/pt-br/sistemas/rab/relatorios-estatisticos

 

Acho difícil receber +8 até o final de março, ou vão pra outros aviões.

 

SFC foi pra MCI, chegou no sábado, e tá como OE-IKJ.

  • Thanks 1
Link to post
Share on other sites

23/02/2021

Por Cláudio Lacerda

Itapemirim Transportes Aéreos, nova companhia aérea brasileira que recebeu seu primeiro avião no último sábado, planeja começar sua operação já em março com mais de 80 voos diários. Em entrevista ao Tudo de Viagem, o presidente do Grupo Itapemirim, Sidnei Piva, fala sobre as expectativas para o início oficial da empresa, que chegou ao mercado ainda em 2020 com objetivo de levar ao território nacional a democratização do transporte aéreo por meio de uma experiência inovadora e acolhedora.

O presidente do grupo também fala sobre a expectativa de colocar as aeronaves no ar já no próximo mês: “a nossa meta é fazer um voo inaugural em março. Os voos comerciais a pandemia na Europa atrasou bastante o cronograma. Então, em março será feito o voo inaugural e, comercialmente, esperamos também, final de março, começo de abril”.

 

Foco inicial nas capitais

 

Sidney Piva confirma que as prioridades, nesse primeiro momento, são as capitais. A principio, os primeiros destinos operados pela companhia devem ser: Porto Alegre, Florianópolis, Curitiba, São Paulo, Brasília, Belo Horizonte, Vitória, Bahia e Fortaleza.

 

“São algumas cidades que nós vamos colocar na primeira etapa. Mas, como são dez aeronaves, e temos uma média de oito voos para cada uma, são oitenta, noventa destinos diariamente. E aí, a malha vai ser diversificada pra outras cidades dentro de cada um desses estados que eu citei; mas a empolgação é muito grande e é uma primeira fase, pois é uma fase muito relâmpago”, reforça o presidente.

 

Na segunda fase, Piva prevê a chegada de mais aviões e o início de um trabalho modal, que é uma das marcas da Itapemirim, o de encomendas e cargas. “Temos um cronograma de 2021 muito extenso. É um programa muito sério, muito trabalhado. Vai ser um grande sucesso. É uma companhia que vem pra ser grande; ela não vem pra ser uma companhia pequena, simplesmente regional, e sim pra atender cem por cento do país”.

 

A Itapemirim Transportes Aéreos (ITA), chega com a proposta de trazer um serviço diferenciado e para atender o todo o território nacional. E, de acordo com o presidente, num segundo plano, atender América do Sul, do Norte e Europa.

 

“É uma companhia com muita base e eu acho que quem tem a ganhar é todo o povo brasileiro, ou seja, ganhando uma companhia cem por cento nacional, que vai democratizar a mobilidade no país. Nós vamos integrar o avião, com ônibus, com carro, com bagagens e encomendas, ou seja, é fazer mobilidade no país, que é o que está faltando”, finaliza.

https://www.tudodeviagem.com/2021/02/itapemirim-transportes-aereos-preve-operar-mais-de-80-voos-diarios-a-partir-de-marco/

 

Abril pode ser, e 80 voos diários só com os 10 320s operando. FOR resolveram agora porque não tem slots pedidos no BDR, e limaram o GIG.

Edited by TheJoker
Link to post
Share on other sites
54 minutes ago, TheJoker said:

Foco inicial nas capitais

Sidney Piva confirma que as prioridades, nesse primeiro momento, são as capitais. A principio, os primeiros destinos operados pela companhia devem ser: Porto Alegre, Florianópolis, Curitiba, São Paulo, Brasília, Belo Horizonte, Vitória, Bahia e Fortaleza.

“São algumas cidades que nós vamos colocar na primeira etapa. Mas, como são dez aeronaves, e temos uma média de oito voos para cada uma, são oitenta, noventa destinos diariamente. E aí, a malha vai ser diversificada pra outras cidades dentro de cada um desses estados que eu citei; mas a empolgação é muito grande e é uma primeira fase, pois é uma fase muito relâmpago”, reforça o presidente.

Se não calar a boca, ter um plano consistente e sério, vai ser relâmpago mesmo.

Link to post
Share on other sites

Vendo o cara falando a gente não sabe se ri ou se chora. Se isso der certo vai subverter totalmente a lógica. Nunca aconteceu, vale assistir o espetáculo. Gostaria muito de estar errado. Boa sorte a todos.

  • Like 3
Link to post
Share on other sites
On 20/02/2021 at 16:17, PT-KTR said:

É bem legal receber o avião, um passo adiante em todo o complexo processo de nascimento de uma empresa, tomara que se firmem e sejam mais uma opção ao passageiro, porém, o passado do Piva e o passado do mercado mandam lembranças em forma de 2 exemplos apenas: Platinum, que recebeu 727, fez tudo e nunca voou e a MAIS que recebeu dois aviões, não se firmou nem como charter, tampouco regular e se foi. Então, ainda falta chão para considerarmos o Piva um vencedor no segmento.

 

Se me permite adicionar um exemplo bom também, foi a Whitejets. Que chegou a ter dois aviões (A310/A320), voou, fez diversos fretamentos, transformou em POP Linhas Aéreas e depois sumiu.

Link to post
Share on other sites

10 aviões, 08 voos em cada base para começar já final de março sem qlq funcionário contratado e devidamente treinado até o momento....... Esse pessoal conversa cada coisa.

E mais, até agora, apenas 01 aeronave que nem pronta está para o voo....

Link to post
Share on other sites
15 hours ago, trident said:

Vendo o cara falando a gente não sabe se ri ou se chora. Se isso der certo vai subverter totalmente a lógica. Nunca aconteceu, vale assistir o espetáculo. Gostaria muito de estar errado. Boa sorte a todos.

O que acho que acho:

Estava falando exatamente isso para um amigo administrador com experiência em empresas em Recuperação Judicial, perguntando para ele que tipo de louco coloca dinheiro em um projeto assim.

Com a sagacidade de um predador que sempre vê lucro em situações aonde só enxergo cinzas ele me disse que a minha resposta estava na própria pergunta: O tipo de louco que investe aonde ninguém mais investiria, arriscando alto na adversidade.

Depois ainda ponderou:

- Ta faltando passageiro é verdade, mas ta sobrando avião, slot (exceção de CGH), mão de obra, petróleo fechando 2020 mais barato do que começou o Ano, tendência de queda no dólar pelo excesso de oferta (se o Bolsonaro ajudar), concorrência mais preocupada em se manter viva do que concorrer e uma marca forte.

- Tendo capital, nunca foi tão fácil abrir e manter por algum tempo uma empresa aérea, que já nasce com custos bem menores que as concorrentes.

É uma aposta alta, que depende de caixa para se manter durante os efeitos da pandemia, que não se sabe até quando vai durar (se o Bolsonaro ajudar), mas em condições normais de temperatura e pressão, jamais seria possível abrir uma empresa deste tamanho, em tão pouco tempo e com tão pouca resistência.

- Se sobreviver a este período dolorido de maturação, pode ser vendida ou incorporada, com um bom lucro, antes de entrar no ciclo de aumento de custos (passivo trabalhista, manutenção pesada, crises cambais, variação do preço do petróleo, etc).

Admito que não em convenceu muito, acho meio surreal pensar na viabilidade de um negócio sem o seu fator mais importante, o passageiro, mas a cabeça destas pessoas gira numa rotação diferente da minha!

Abraços.

 

 

 

 

 

  • Like 5
Link to post
Share on other sites
28 minutes ago, PT-WRT said:

O que acho que acho:

[...]

Não digo que é o perfil do Sidney Piva, pois não conheço, mas usando a lógica do seu colega, pode até ser um bom investimento. Monto uma empresa por R$ 30 milhões, coloco só 10% nela, o capital me dá condições de bancar os primeiros meses e eu vendo a minha parte, junto com os outros sócios, para outros investidores ou na bolsa por R$ 70 milhões daqui 2 anos. 

Claro que teoricamente é fácil, mas basta ver o quanto foi o rendimento dos investidores da Azul até o seu IPO.

Link to post
Share on other sites

A incerteza-mor é onde a Itapemirim vai achar passageiros nesse momento, mais do que se aguenta o contra-ataque das outras três cias.

Março e abril projetam uma queda pesada na demanda, devido ao agravamento da pandemia.

Vendo ocupação estes dias da Latam no ExpertFlyer de GRU e BSB, a queda brusca já começou com os lockdown e toques de recolher. Voos que costumavam sair com 80%, 90%, estes dias estão batendo de 30% a 50%.

 

Estão a contar muito com um cenário de grande progresso com a vacina para que em julho a demanda seja como dezembro/janeiro, o que é uma possibildade mesmo.

 

Muito boa sorte à ITA, de verdade, torço que dê certo! Mas a gente fica receoso...

  • Like 1
Link to post
Share on other sites
5 hours ago, PT-WRT said:

O que acho que acho:

Estava falando exatamente isso para um amigo administrador com experiência em empresas em Recuperação Judicial, perguntando para ele que tipo de louco coloca dinheiro em um projeto assim.

Com a sagacidade de um predador que sempre vê lucro em situações aonde só enxergo cinzas ele me disse que a minha resposta estava na própria pergunta: O tipo de louco que investe aonde ninguém mais investiria, arriscando alto na adversidade.

Depois ainda ponderou:

- Ta faltando passageiro é verdade, mas ta sobrando avião, slot (exceção de CGH), mão de obra, petróleo fechando 2020 mais barato do que começou o Ano, tendência de queda no dólar pelo excesso de oferta (se o Bolsonaro ajudar), concorrência mais preocupada em se manter viva do que concorrer e uma marca forte.

- Tendo capital, nunca foi tão fácil abrir e manter por algum tempo uma empresa aérea, que já nasce com custos bem menores que as concorrentes.

É uma aposta alta, que depende de caixa para se manter durante os efeitos da pandemia, que não se sabe até quando vai durar (se o Bolsonaro ajudar), mas em condições normais de temperatura e pressão, jamais seria possível abrir uma empresa deste tamanho, em tão pouco tempo e com tão pouca resistência.

- Se sobreviver a este período dolorido de maturação, pode ser vendida ou incorporada, com um bom lucro, antes de entrar no ciclo de aumento de custos (passivo trabalhista, manutenção pesada, crises cambais, variação do preço do petróleo, etc).

Admito que não em convenceu muito, acho meio surreal pensar na viabilidade de um negócio sem o seu fator mais importante, o passageiro, mas a cabeça destas pessoas gira numa rotação diferente da minha!

Abraços.

 

 

 

 

 

Não vejo qualquer sentido. Então só pq tem avião barato e piloto sobrando eu pego milhões de dólares e boto à disposição de um mercado que não existe... O mercado brasileiro jamais comportou 4 empresas grandes, não vai ser no mundo pós pandemia (se elas não acabar antes da pandemia) que vai comportar. Daí se conclui que um player teria que sair. Lembrem-se que sempre que apareceu um player novo tinha um antigo podre/mercado aquecido, não é o caso agora. O cenário de hoje não permite deduzir isso. A latam está se esforçando para sair, mas mesmo assim, a história conta que antes de parar as empresas tem uma grande sobrevida. E nessa fase elas são ainda mais nocivas para um mercado que já não existe. Elas precisam fazer caixa a qualquer custo, deteriorando ainda mais as margens já negativas. Esse "melhor cenário" já seria catastrófico para um player entrando. Vai comprar mercado por dois anos para vender uma empresa inviável para quem?? 

Não faz sentido algum, mas vai ver que os caras estão vendo algo que eu não vejo, pode ser. Afinal eu sou um piloto aposentado e eles gênios da administração. Vamos assistir essa de camarote, vai ser divertido.

Link to post
Share on other sites

Você frisou bem, 4 empresas grandes no sentido de abrangência nacional, realmente não costuma prosperar desde 1975. No entanto, o pau pode quebrar em nichos geográficos ou especialidades, suponhamos que a ITA escolha servir SP-RJ-ES-MG para o Nordeste, não tem muito erro e tem demanda, mesmo que saiam 4 voos de 4 empresas no mesmo horário, pela distância geográfica vai ter paxs, quem paga o pato? Gontijo e Itapemirim (que ironia).

O que falta aqui é uma competição real, uma Southwest (#SaudadesWebjet), uma lowcost de verdade e quiçá uma luxuosa como foi a outra defuntíssima do defunto, ou seja, a VARIG.

No entanto, por toda bagunça, falta de noção, produto deteriorado, não é tão utópico imaginar uma LATAM pequena no BR, uma LATAM destinada a encher voo inter, sem relevância na competição doméstica.

Link to post
Share on other sites

Vcs realmente acham que a ITA vai decolar oficialmente em março? Gente só sendo uma mágica.

Link to post
Share on other sites
1 hour ago, SOUSA CPV said:

Vcs realmente acham que a ITA vai decolar oficialmente em março? Gente só sendo uma mágica.

Março tem 31 dias kkkk

Link to post
Share on other sites
1 hour ago, SOUSA CPV said:

Vcs realmente acham que a ITA vai decolar oficialmente em março? Gente só sendo uma mágica.

Pelo menos o(s) voo(s) de homologação da ANAC eles vão fazer.

Edited by TheJoker
Link to post
Share on other sites
36 minutes ago, TheJoker said:

A pintura, a meu ver, não deveria ser muito diferente disso aí da Vueling.

Apenas colocar a marca da ITA na bundinha e detalhes amarelos no resto, sem ser 100% amarelo.

Link to post
Share on other sites
3 hours ago, Delmo said:

A pintura, a meu ver, não deveria ser muito diferente disso aí da Vueling.

Apenas colocar a marca da ITA na bundinha e detalhes amarelos no resto, sem ser 100% amarelo.

O custo é o mesmo. E antes que voce diga que o avião está "pronto", eles estão trazendo aviões de várias origens, portanto variadas situações de pintura, para o propósito da mesma, não é legal ser o que foi a Air Minas.

Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.




×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade