Jump to content

Airbus comemora marca de 1500 A330 entregues, jato de sucesso no Brasil


Recommended Posts

27 minutes ago, A345_Leadership said:

Uma ótima aeronave, com versatilidade ímpar, ideal para o mercado brasileiro.

Foi uma pena a TAM desfazer dos A330.

 

Eu ainda acho que teria dado mais certo a TAM ter trazido os A330Neo ao invés de A350 e B767. Não teria gerado tanto custo, pois a migração quanto para tripulação, mecânicos e afins, seriam bem menos.

Me corrijam se eu estiver errado, obrigado.

  • Like 1
Link to post
Share on other sites
31 minutes ago, PR-FHI said:

Eu ainda acho que teria dado mais certo a TAM ter trazido os A330Neo ao invés de A350 e B767. Não teria gerado tanto custo, pois a migração quanto para tripulação, mecânicos e afins, seriam bem menos.

Me corrijam se eu estiver errado, obrigado.

Concordo. Eu penso que o A350 é um pouco demais na frota principalmente considerando a já existência do 777, ao invés dele se tivessem trazido o A330neo ou até mesmo o 787-9 (considerando a influência do lado de lá da cordilheira), seria melhor.

Link to post
Share on other sites

Cenário econômico foi se deteriorando, e com a pandemia tudo mudou radicalmente. Em 2012 na fusão JJ tinha 22 350s encomendados, depois aumentou pra 27, vendeu 4 77Ws financiados e transformou em leasing operacional porque pensava em substituir o modelo por 35K. Mas acabou o "espetáculo do crescimento", começaram a empurrar entregas de 350s pra frente, repassar pra QR. LA teve que se desfazer de 77Fs, porque o mercado de carga só encolhe, enfim o XL virou medium, e atualmente quem consome menos por viagem é o ideal, até porque CASK caiu em desuso, agora é CTK (custo tonelada/km).

Edited by TheJoker
Link to post
Share on other sites
8 hours ago, PR-FHI said:

Eu ainda acho que teria dado mais certo a TAM ter trazido os A330Neo ao invés de A350 e B767. Não teria gerado tanto custo, pois a migração quanto para tripulação, mecânicos e afins, seriam bem menos.

Me corrijam se eu estiver errado, obrigado.

Na época que a TAM comprou o A350, o NEO ainda estava muito embrionário. E nem digo da escolha do A350, mas do B77W

A questão foi o contexto econômico e a sedução do mercado internacional: acho que baixando o CASK resolvia. Para a TAM, trocar dois A330 para CDG por 1 B777 significava uma queda de 30-40% na oferta, mas compensaria economizando tripulação. Mas esquece que a vantagem do A332 era justamente a capacidade de ajustar a demanda, com o B777 era ruim e ficou evidenciado quando a empresa manteve basicamente B763 e B777.

O combo A332 + B763 seria lindo para a TAM. A332 para GRU e B763 para o GIG e abertura de novas rotas.

3 hours ago, TheJoker said:

Cenário econômico foi se deteriorando, e com a pandemia tudo mudou radicalmente. Em 2012 na fusão JJ tinha 22 350s encomendados, depois aumentou pra 27, vendeu 4 77Ws financiados e transformou em leasing operacional porque pensava em substituir o modelo por 35K. Mas acabou o "espetáculo do crescimento", começaram a empurrar entregas de 350s pra frente, repassar pra QR. LA teve que se desfazer de 77Fs, porque o mercado de carga só encolhe, enfim o XL virou medium, e atualmente quem consome menos por viagem é o ideal, até porque CASK caiu em desuso, agora é CTK (custo tonelada/km).

O cenário ficou ruim lá em 2010 mesmo, quando a empresa foi diminuindo gradativamente os voosBR-Europa.

 

 

 

  • Like 1
Link to post
Share on other sites

Se dependesse do Ozires Silva e não houvesse 11/09, a VARIG seria a segunda operadora do modelo.

Link to post
Share on other sites
11 hours ago, A345_Leadership said:

 

O cenário ficou ruim lá em 2010 mesmo, quando a empresa foi diminuindo gradativamente os voosBR-Europa.

 

Evolução do mercado BR-EU da JJ, gangorra econômica, aumento de oferta vs LF, etc. Tirando 2016-17, o avião ideal pra JJ deveria ter +/- 300 lugares, pra manter pelo menos um voo diário pra cada cidade.

ANAC pagos JJ BR-EU (ida+volta):

2008   457.112                voos  2.527   média 181 pax/voo   77,3%  LF médio     recebeu os 4 primeiros 77W entre ago e dez08

2009   505.782   +10,6%          2.549                198                   74,4%

2010   572.509   +13,2%          2.681                213                   80,6%

2011   605.279   +5,7%            2.861                212                   80,9%                        Dilma

2012   531.371    -7,2%            2.462                216                    83,2%                       +4  77W entre jul e nov12

2013   486.864   -8,4%             2.246                217                    79,6%                       +2  77W  jul13

2014   476.465   -2,1%             1.872                254                    84,3%                       Copa14

2015   495.667   +4%               1.849                268                    84,5%                       1º 359 dez15

2016   548.294   +10,6%         1.848                297                     88,6%                       Temer   Rio2016     +3 359

2017   617.974   +12,7%         2,108                293                     91,2%

2018   652.744   +5,6%           2.497                261                     83,8%                      +2 359

2019   705.454   +8,1%           2.734                258                     89,3%                      +1  359

Edited by TheJoker
Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade