Jump to content

Passageiras são forçadas a fazer exames íntimos após bebê ser encontrado em aeroporto do Qatar


Recommended Posts

Sem polêmicas, mas para entender o limiar das coisas, qual o limite que separa uma policial feminina que faz um exame de toque em uma mulher em busca de drogas escondidas (corriqueiro) e esse caso?

Edited by Airbus-FA
Link to post
Share on other sites

até postei sobre isso no forum do airliners.net

um absurdo sem igual

para início de conversa dá para saber se a mulher teve um parto recente sem fazer um toque vaginal

Link to post
Share on other sites

Por motivos óbvios não saberia responder como funciona cada protocolo -- de inspeção rotineira que envolve toque no corpo (que os homens também passam), de denúncia ou mera tentativa de confirmação baseada numa suspeita (por exemplo, droga escondida) e exame ginecológico. Conversando com a esposa, conclui que cada procedimento requer um processo diferenciado, mesmo que no último cenário não seja algo tão invasivo como poderíamos imaginar (há diversos exames, num primeiro momento não dá para saber qual foi).

O problema é que como ponto de partida todas as mulheres tornaram-se culpadas e precisaram apresentar 'provas' para comprovar a inocência. 

Na Austrália, país de destino do voo, a repercussão foi extremamente negativa. Suponho que a polícia local utilizaria de uma rotina mais criteriosa e, principalmente, respeitosa, mesmo que a viagem de todos os passageiros fosse consideravelmente penalizada.  

Edited by Jet Age
Link to post
Share on other sites

Eu desconheço totalmente a medida penal que o Qatar deflagra ante ao ocorrido, e tampouco as formas com que investiga crimes e colhe provas.

Mesmo assim, não consigo imaginar o nível de agressão que essas mulheres sofreram, sob o único intuito de se colher evidências...


Tem coisa errada e grave por trás disso ai!

Não me espantaria se tal iniciativa foi fruto da ação de mentes sexualmente pervertidas investidas de autoridade médica ou policial, que encontraram no ocorrido elementos e brechas para fazer o que fizeram. 

  • Haha 1
Link to post
Share on other sites
13 hours ago, Airbus-FA said:

Sem polêmicas, mas para entender o limiar das coisas, qual o limite que separa uma policial feminina que faz um exame de toque em uma mulher em busca de drogas escondidas (corriqueiro) e esse caso?

revista íntima como passo seguinte para investigar um(a) suspeito(a) individual de um crime específico é bem diferente de submeter todas as mulheres do voo indistintamente a exames invasivos sem justa causa, sem suspeita específica. como suspeito que isso ainda assim não vá te convencer do óbvio, pergunto o que vocÊ acharia se fizessem exame de dna para descobrir quem era o pai da criança e o fizessem através de coleta anal.

  • Like 2
Link to post
Share on other sites
8 minutes ago, bellinihugo said:

revista íntima como passo seguinte para investigar um(a) suspeito(a) individual de um crime específico é bem diferente de submeter todas as mulheres do voo indistintamente a exames invasivos sem justa causa, sem suspeita específica. como suspeito que isso ainda assim não vá te convencer do óbvio, pergunto o que vocÊ acharia se fizessem exame de dna para descobrir quem era o pai da criança e o fizessem através de coleta anal.

Não se preocupe em me convencer de nada, mas se quiser paz na tua alma, releia as primeiras duas palavras do meu post.

  • Like 1
Link to post
Share on other sites

O bebê foi abandonado dentro de um banheiro. Presumo que no terminal de passageiros, afinal foram as passageiras que foram "investigadas".
Se o sistema de câmeras é incapaz de resolver uma questão dessas, todo o sistema de segurança do aeroporto é colocado em dúvida.

(Evidentemente não há câmeras dentro do banheiro, ninguém entra dentro do banheiro com um bebê e sai sem ele sem deixar suspeitas a serem vistas pelas câmeras)

Link to post
Share on other sites
1 hour ago, Guilherme.penna.carvalho said:

O bebê foi abandonado dentro de um banheiro. Presumo que no terminal de passageiros, afinal foram as passageiras que foram "investigadas".
Se o sistema de câmeras é incapaz de resolver uma questão dessas, todo o sistema de segurança do aeroporto é colocado em dúvida.

(Evidentemente não há câmeras dentro do banheiro, ninguém entra dentro do banheiro com um bebê e sai sem ele sem deixar suspeitas a serem vistas pelas câmeras)

e porque o vôo para Sydney foi o escolhido para ser investigado?

Como se trata de um país do oriente médio nunca saberemos o que pensaram e as reais inteções para levar a uma situação grotesca dessas 

  • Like 1
Link to post
Share on other sites
16 hours ago, A345_Leadership said:

O que adianta se apresentar como uma sociedade de primeiro mundo sendo que tem atitudes arcaicas institucionalizadas pelo? Estado?

Este comportamento não foi o primeiro e tampouco será o último no Qatat.

Qatar? Primeiro mundo? 

Link to post
Share on other sites
6 hours ago, FCRO said:

Como se trata de um país do oriente médio nunca saberemos o que pensaram e as reais inteções para levar a uma situação grotesca dessas 

Um ato orquestrado por mentes doentias, travestidas de médicos, chefe de segurança ou seja lá o que for. 
Temo que a coleta de provas tenha sido o que menos interessou quem conduziu esse estupro coletivo.

Link to post
Share on other sites

Ao que tudo indica não foi só o voo pra SYD que passou por esse "procedimento", mas não foram divulgadas as nacionalidades dos paxs de outros voos.

Uma pena, porque joga todo o trabalho de marketing que a Qatar Airways fez durante a pandemia na lata do lixo.

E parece que os funcionários de handling/catering/abastecimento de SYD querem um boicote à Qatar Airways.

Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade