Jump to content

Etihad Airways iniciará série de demissões nos próximos dias


Recommended Posts

Meus prezados

Etihad Airways iniciará série de demissões nos próximos dias

Por Igor Regis 

spacer.png

Medida se deve a ainda indefinida volta as operações do A380

A Etihad Airways deve iniciar nos próximos dias uma série de demissões que afetará principalmente sua tripulação de cabine. A decisão se deve a indefinição sobre o retorno das operações com o A380. A informação foi divulgada nesta quarta-feira (11), pela Reuters, que teve acesso a um e-mail interno enviado pela direção da companhia a funcionários.

No e-mail interno, a tripulação foi informada que os afetados seriam notificados dentro de 24 horas, sem dizer quantos perderiam seus empregos. O alerta foi enviado dois dias depois que um aviso semelhante foi enviado aos pilotos do porta-aviões estatal de Abu Dhabi.

A companhia já havia cortado empregos e salários em virtude da redução das operações, ocasionada pela pandemia de Covid-19. Para a equipe foi informada no e-mail que a Etihad acredita que se tornará uma companhia aérea muito menor, já que a demanda por viagens aéreas não está se recuperando rápido o suficiente, deixando a transportadora com uma força de trabalho maior do que o necessário.

Uma fonte da empresa disse que até mil cortes de empregos da tripulação de cabine são esperados, incluindo funcionários de cabine sênior e gerentes de cabine. A companhia aérea empregava cerca de 4,8 mil tripulantes de cabine em fevereiro.

A fonte disse que o presidente-executivo, Tony Douglas, disse à equipe que seus A380 continuariam estacionados “indefinidamente”. Eles estão no chão desde março devido à pandemia que afetou a demanda por viagens aéreas.

Fonte: blog Mercado&Eventos 11 nov 2020

A Etihad possui dez aeronaves A-380. Dos mil corte planejados, percentual significativo será das tripulações dessas dez A-380. Entre as quais a da Cmte. Sophia e co-piloto Shamia

Link to post
Share on other sites

Nada de surpreendente ao seguir o mesmo caminho das outras empresas da região. Porém, no caso da EY ela vinha tropeçando nas próprias pernas bem antes dos efeitos da pandemia, e no atual contexto somente piorou o que já estava bem ruim.

Curioso para saber se ao demitir por equipamento desativado, vão mexer com o pessoal mais antigo (mas também mais caro) da companhia, que voa o A380. 

*Sophia e Shamia -- sendo locais, não serão afetadas, quando muito ficarão de 'licença paga' pelo governo local.

 

Edited by Jet Age
Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade