Jump to content

Voos de Porto Alegre para Torres e Canela começam em 14/12


Recommended Posts

Meus prezados

Voos que saem de Porto Alegre para Torres e Canela começam nesta semana

Serão quatro voos diários partindo da Capital para a cidade do litoral norte e três para a cidade da serra gaúcha  

FÁBIO SCHAFFNER

spacer.png    

Aeroporto de Canela começará a receber voos regionais

O Rio Grande do Sul ganha mais duas linhas aéreas a partir desta segunda-feira (14), com a entrada em operação de voos comerciais entre Porto Alegre e Torres, no Litoral Norte, e Canela, na Serra. Serão quatro voos diários partindo da Capital para Torres e três para Canela.  

— É um marco histórico para Torres, cujo aeroporto foi inaugurado na década de 1990 e nunca recebeu um voo comercial. A iniciativa valoriza ainda mais a região e nos coloca definitivamente no mapa do turismo — celebra o secretário municipal de Turismo, Fernando Nery.  

As viagens estão a cargo da Azul Conecta, braço de aviação regional da Azul Linhas Aéreas. A empresa irá com aeronaves Cessna Gran Caravan, um monomotor turboélice cuja capacidade é de até nove passageiros. As passagens para ambos os destinos devem custar entre R$ 100 e R$ 150. A ideia é manter os sete voos diários pelo menos durante no verão e observar a demanda para reorganizar a malha viária no inverno.  

— É um voo praticamente panorâmico, uma viagem muito agradável. É o nosso projeto verão. Vamos ver o que acontece, se vale a pena ou não continuar — afirma Ronaldo Veras, assessor especial da presidência da Azul. 

Também nessa segunda-feira, (14/12)  o governador Eduardo Leite renova decreto que incentiva a realização de voos entre a Capital e o Interior.  O texto amplia os benefícios para o setor, reduzindo o ICMS sobre querosene para aviação. A alíquota geral sobe de 7% para 7,5%, mas pode cair a até 4% conforme a oferta de rotas e a frequência dos voos.  

Até o início do ano, o Estado contava com 10 rotas de aviação regional. Todavia, a pandemia paralisou todas as atividades até o início de dezembro, quando foram retomados os voos para Pelotas e Santa Maria. A previsão é de que em fevereiro voltem a operar as linhas para Uruguaiana, Santo Ângelo e Caxias do Sul.  

—As outras sete linhas, (São Borja, Santana do Livramento, Bagé, Santa Rosa, Passo Fundo, Erechim e Vacaria) devem ser retomadas no primeiro semestre de 2021 — projeta o presidente da Frente Parlamentar da Aviação Regional, deputado Frederico Antunes (PP). 

Fonte: Eduardo Idalino / Prefeitura de Canela/Divulgação via gauchazh.clicrbs.com.br 13 dez 2020

 

Edited by jambock
Link to post
Share on other sites
  • A345_Leadership changed the title to Voos de Porto Alegre para Torres e Canela começam em 14/12

Estou torcendo para que a vontade de voar do Brasileiro seja maior que o preconceito com os Cessnas e que estes voos tenham boas ocupações. Voos desse tipo se mostrando rentáveis seria literalmente um marco na história da aviação brasileira.

  • Like 1
Link to post
Share on other sites
1 hour ago, PT-KTR said:

E o PT-MED foi pro Sul inaugurar... alguem faz de zoeira só pode.

PR-MAU alternou FLN  indo pra POA, aí perdeu trip e avião; só tinha um avião em Jundiai e foi justamente esse pra lá!

Edited by Sertanejo
Link to post
Share on other sites
9 minutes ago, Sertanejo said:

PR-MAU alternou FLN  indo pra POA, aí perdeu trip e avião; só tinha um avião em Jundiai e foi justamente esse pra lá!

Tudo friamente calculado em nome da zueira :lol:

  • Haha 1
Link to post
Share on other sites
33 minutes ago, diasfly said:

Tudo friamente calculado em nome da zueira :lol:

O AYO fez um inaugural tambem na época, o YRS com RS na cauda rsrs... e o AKF anda muito por lá, bah! 

  • Haha 1
Link to post
Share on other sites

Será que o verão seria a melhor época para testar os vôos de Canela? Creio que seja a baixa temporada dos destinos na serra.

Edited by giuli
Link to post
Share on other sites
31 minutes ago, giuli said:

Será que o verão seria a melhor época para testar os vôos de Canela? Creio que seja a baixa temporada dos destinos na serra.

gramado/canela tem a programação no natal luz nesta época do ano e é quando a cidade recebe o maior número de turistas

 

aproveitando, ontem passando na av. zaida jarros, vi o caravan rosa pousando

Link to post
Share on other sites
2 hours ago, FCRO said:

gramado/canela tem a programação no natal luz nesta época do ano e é quando a cidade recebe o maior número de turistas

 

aproveitando, ontem passando na av. zaida jarros, vi o caravan rosa pousando

Natal luz, se não me engano, termina 10 de janeiro. Desta data até o final de fevereiro, praticamente não há eventos.

Link to post
Share on other sites

Será que precisa de uma ocupação alta pra pagar essa operação? Pra mim um dos maiores poderes da Azul Conecta é político.

https://www.jornaldocomercio.com/_conteudo/economia/2020/12/770368-rio-grande-do-sul-tera-maior-numero-de-voos-regionais-no-pais-diz-ceo-da-azul.html

"Nenhum outro estado chega perto do que o Rio Grande do Sul vai ter de fluxo (voos)", avisou o CEO da Azul, John Rodgerson, durante a videoconferência nesta segunda-feira (14), que oficializou novas regras de ICMS para a aviação regional, com nova redução do ICMS sobre o querosene usado nas aeronaves."

"Temos o maior prazer de trazer o serviço a 15 cidades", projetou o CEO, associando a expansão da malha de destinos à política do governo gaúcho para o setor. A companhia estreou nesta segunda-feira mais duas ligações, de Porto Alegre a Canela, na Serra Gaúcha, e da Capital a Torres, no Litoral Norte. "

"No primeiro semestre do ano que vem, também há previsão de ofertar rotas para Bagé, Erechim, Passo Fundo, Rio Grande, Santa Rosa, Santana do Livramento, São Borja e Vacaria. Com isso, a companhia alcança os 15 voos regionais da conta do principal executivo da empresa. "

"A norma vai considerar o segundo semestre deste ano, o que abrangerá as recentes reativações de rotas e novas ligações. O incentivo aumenta, se forem oferecidos mais quatro voos regulares para o Interior, com a alíquota do ICMS caindo para 4%. A alíquota total é de 18%." 

 

Link to post
Share on other sites
50 minutes ago, Uptrim said:

Será que precisa de uma ocupação alta pra pagar essa operação? Pra mim um dos maiores poderes da Azul Conecta é político.

 

Com certeza. As tentativas anteriores da 2F no RS com a G3 e do Voe Minas não deram muito certo, mas AD vem trabalhando bem o marketing do C208, quem sabe o povo perde o medo de voar.

Link to post
Share on other sites
1 hour ago, giuli said:

Natal luz, se não me engano, termina 10 de janeiro. Desta data até o final de fevereiro, praticamente não há eventos.

Giuli na época que morava em Poa muita gente no verão subia a serra para fugir do calor , além do clima ameno os locai não estão cheios e no período  do inverno  ainda temos a questão climatica   

Link to post
Share on other sites
6 hours ago, maureli said:

Giuli na época que morava em Poa muita gente no verão subia a serra para fugir do calor , além do clima ameno os locai não estão cheios e no período  do inverno  ainda temos a questão climatica   

Tb prefiro a época que tem menos gente para curtir a serra, mas creio que para uma empresa aérea testar esse vôo em Canela, o melhor seria a partir da Páscoa, que é quando começa o grande movimento. Seria o mesmo que dizer que testar Torres no inverno seria melhor pois é mais tranquilo...

Link to post
Share on other sites
7 hours ago, Uptrim said:

Será que precisa de uma ocupação alta pra pagar essa operação? Pra mim um dos maiores poderes da Azul Conecta é político.

Pra mim só o lucro diário de uma rota VCP-REC-VCP da vida já é o suficiente pra rodar ao menos umas 3 Azul Conectas com apenas custos e sem receitas.

Então pra Azul faz todo o sentido manter a Conecta funcionando independentemente se ela está gerando lucro ou prejuízo por si só, ao considerar a influencia política que ela causa. E ao meu ver, mesmo que logo de cara não dê lucro, se em algum momento o preconceito do brasileiro com a aviação regional cair por terra, a Conecta tem potencial pra virar uma mina de ouro.

  • Confused 1
Link to post
Share on other sites
  • 1 month later...

Azul vai ampliar voos, mas alerta para deficiências em aeroportos do Interior gaúcho


04/02/2021
Patricia Comunello
 

Prestes a firmar acordo para ter redução de ICMS no querosene usado nas aeronaves, a Azul aponta como um gargalo para os voos regionais no Rio Grande do Sul as deficiências estruturais dos pequenos aeroportos. Este detalhe pode limitar ou frear a velocidade da oferta de novas conexões entre Porto Alegre e o interior, que vai crescer em 2021.
"Sabemos os horários que os clientes querem e os melhores horários. O problema é o que encontramos em solo", resumiu o gerente de malha da companhia, Vitor Silva, em live nesta quinta-feira (4), que traçou ações da empresa para ampliar o mercado local e ainda recuperar fluxo após 11 meses de pandemia. Recentemente, a empresa reativou voos para três destinos.
Entre as limitações técnicas, Silva citou a falta de instrumentos para operar em condições adversas do clima, como na formação de nevoeiro. Essa situação foi evidenciada na oferta de voos do programa Azul Conecta, que operou entre dezembro e janeiro para Torres e Canela, um dos destinos turísticos, ao lado de Gramado, mais buscados no Brasil, observou o gerente de malha.

A regularidade dos voos para Canela foi de 89,4% - ou seja, mais de 10% acabaram sendo cancelados. "O motivo foi o mau tempo. A aeronave (monoturbo-hélice Cessna 208 Caravan) tem condições e a tripulação é treinada, mas não tinha instrumentos no aeródromo para pousar", explica o executivo.
Já para Torres, a regularidade foi de 97,4%. A companhia opera com uma taxa média de 99% do indicador. O programa temporário somou 200 voos e cerca de 1,2 mil passageiros (400 de conexões) e serviu para medir a atratividade, já que não havia "referência", explicou o interlocutor.
"Com voos diários e com mais frequência aumentará a exigência", previne Silva, sobre a infraestrutura. Ele disse que podem ser retomados os voos a Canela em feriados e na alta temporada, que, no caso da cidade da Serra Gaúcha, é principalmente no inverno.

O aumento de tráfego pela Azul no Estado é questão de tempo. No Brasil, o fluxo de passageiros fica em quarto lugar, atrás de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais. Em 2019, foram quase 15 mil movimentações entre pousos e decolagens locais. Os dados de 2020 não foram divulgados.
O gerente de malha diz que até março a empresa assina o acordo para acessar os incentivos fiscais, atrelados à maior oferta de voos regionais. O governo Eduardo Leite ajustou o decreto com as regras no ano passado. O documento está passando por análise jurídica, adianta o executivo. Será o primeiro a ser firmado pela marca no País pós-pandemia. "Para dar as contrapartidas, vamos abrir mais cidades", adiantou, sem dizer quais.

Cinco novos destinos devem ser adicionados na malha da empresa neste ano

O Jornal do Comércio noticiou, em dezembro passado, que técnicos da aérea haviam vistoriado os aeródromos de Erechim, São Borja e Vacaria. Santa Cruz do Sul, polo da indústria fumageira, é outra cidade que estaria no visor. Mas o representante da Azul evitou indicar localidades "para não criar expectativas", mas admitiu que cinco novos destinos devem estrear este ano.
Silva confirmou que houve levantamento sobre as condições e que as informações serão levadas ao governo estadual e às área da União ligadas ao setor, como a Infraero e a antiga Secretaria de Aviação Civil (SAC), que lida com aportes para a infraestrutura da aviação regional.
Após a pandemia, a Azul retomou voos da Capital a Santa Maria, Santo Ângelo, Pelotas, Uruguaiana e Caxias do Sul, que também voa para Campinas. Passo Fundo será o próximo destino, com viagens a serem retomadas em maio, depois da conclusão das obras no aeroporto local que permitirão operações noturnas, antes inviáveis.
Santa Maria terá voos diários a partir de março. Questionado sobre ter conexão direta da cidade do Centro do Estado com aeroportos do Sudeste, Silva descartou a possibilidade antes de consolidar o fluxo com Porto Alegre.
O gerente afirmou que o desafio em 2021 é restabelecer 100% de passageiros do período pré-pandemia, que teve mais efeitos a partir de abril passado. No Aeroporto de Porto Alegre, que teve queda de 58% no número de passageiros e 51% em voos em 2020, a operação com aeronaves maiores - Airbus A320 e A321 - deve impulsionar a recuperação de tráfego. A maior cobertura da vacina da Covid-19 será decisivo, condiciona.
A Azul espera voltar com os voos ao Uruguai - Montevidéu e Punta Del Este, na alta temporada, mais no verão. Mas o gerente de malha acredita que a liberação para o fluxo de turistas não deve ocorrer antes do segundo semestre. A mesma percepção vale para a Argentina. A companhia está em contato com o Ministério das Relações Exteriores uruguaio e argentino e com operadores de aeroportos para acompanhar a tendência de flexibilizações nas restrições atuais.

 

https://www.jornaldocomercio.com/_conteudo/economia/2021/02/777289-azul-alerta-para-deficiencias-em-aeroportos-do-interior-gaucho.html

Link to post
Share on other sites

Embora a empresa anunciou as novas rotas a ampliação das já existentes ( pelo que entendi tudo de caravan agora) ela não faz menção de Torres (claro que no inverno esse rota não tem público mas sequer mencionou se pretende retornar ), a operação não deve ter dado certo 

Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade