Jump to content

GOL comemora 20 anos: a companhia aérea que revolucionou a aviação no Brasil


Recommended Posts

8 minutes ago, Antonio (CENI) said:

Dou uma Juquinha pra quem achar esse vôo no FR. 

Rezo pra que esteja tudo bem na Laranja

Esta tudo bem sim....creio que seja apenas mais uma "inovação" chegando ao mercado...ahahahha

Link to post
Share on other sites
19 minutes ago, Antonio (CENI) said:

Dou uma Juquinha pra quem achar esse vôo no FR. 

Rezo pra que esteja tudo bem na Laranja

Deep Fake chegou ao FR24! :lol:

Link to post
Share on other sites

Na verdade o voo não foi fake, só não foi feito hoje. Após pensar um pouco, eu lembrei que os aviões que tinham passado por essas cidades voando e fazendo esses círculos eram os Max, e lembrei que um deles fez alguns círculos, e acabei descobrindo que foi o 4º voo técnico do PR-XMB antes de voltar a ativa. Pra deixar a coisa melhor ainda, o número do voo que apareceu no vídeo é o mesmo desse voo. E ele realmente desenhou o "20". Quem tem FR Silver ou Gold vai conseguir ver. No fim das contas, aproveitaram que tinham que fazer o voo teste e desenharam antecipadamente o 20. E ninguém se deu conta disso na época! kkkkkkkkkkkkkk

spacer.png



https://www.flightradar24.com/data/flights/g39688#2630fb1c

Edited by Eric Breno
  • Like 5
  • Thanks 6
Link to post
Share on other sites
9 hours ago, Antonio (CENI) said:

Dou uma Juquinha pra quem achar esse vôo no FR. 

Rezo pra que esteja tudo bem na Laranja

Está devendo uma Juquinha :dente:

  • Haha 1
Link to post
Share on other sites

Estou ficando velho, ainda lembro da empolgação com a então low cost que iria trazer o novo conceito pro mercado brasileiro. 

Quanta coisa mudou de lá pra cá, nem parece a mesma empresa.

  • Like 3
  • Sad 1
Link to post
Share on other sites

Caramba, 20 anos já! Parece que foi ontem que pintaram o PR-GTF com a comemoração dos 10 anos da empresa. 

  • Like 2
Link to post
Share on other sites
12 hours ago, 737-800 said:

Caramba, 20 anos já! Parece que foi ontem que pintaram o PR-GTF com a comemoração dos 10 anos da empresa. 

Podiam ter bolado um sticker mesmo com o 20 estilizado para por em algum avião, algo barato, mas que não deixaria passar em branco.

  • Like 2
Link to post
Share on other sites

Tendo passado por outras datas na empresa, fiquei preocupado. Imagino que estejam tentando economizar até no pensamento. Aproveitaram os voo de teste do MAX pra não passar batido. Até mesmo pelos D.Os que, habitualmente, tinham referências às datas comemorativas, passou batido. 

 

 

Oremos.

  • Haha 2
  • Confused 1
Link to post
Share on other sites
7 hours ago, Antonio (CENI) said:

Tendo passado por outras datas na empresa, fiquei preocupado. Imagino que estejam tentando economizar até no pensamento. Aproveitaram os voo de teste do MAX pra não passar batido. Até mesmo pelos D.Os que, habitualmente, tinham referências às datas comemorativas, passou batido. 

 

 

Oremos.

Oremos pq não fizeram nada sobre a data? Exagero não?

Link to post
Share on other sites
1 hour ago, PT-KTR said:

Oremos pq não fizeram nada sobre a data? Exagero não?

Exagero acho que não, épocas escuras atuais e pela frente.

A própria vacinação deve levar uns três anos no mínimo para terminar.

Link to post
Share on other sites
38 minutes ago, Bonotto said:

Exagero acho que não, épocas escuras atuais e pela frente.

A própria vacinação deve levar uns três anos no mínimo para terminar.

A empresa atravessou grande parte do período sombrio bem, não é a falta de "comemoração" aos 20 anos no D.O que indica que vai quebrar, esse foi o questionamento, mas óbvio que ainda vem pedreira pela frente.

Link to post
Share on other sites

Pessoal, um pouco mais de calma.

Ficar gastando dinheiro com sticker ou fazer festa disso ou daquilo nesta epoca atual não é sensato.

Tudo bem que um sticker não é caro, mas é a mensagem que tem que se passar: Todos os centavos contam neste momento!

E sinceramente? Com o futuro (e tambem presente) sombrio que temos pela frente ficar fazendo festinha do D.O. seria um pouco "sem noção"....

Deixo o desafio: Se a GOL tivesse feito sticker em avião, voado de proposito para esse 20 (como a Azul fez com um ATR), fazendo festa em D.O. com o pessoal sem saber se vai ser despedido ou não ou quando sai porta fora se depara com um aeroporto fantasma, a gente não ia tambem meter o pau? Então segue o jogo! Preso por ter cão e preso por não ter....

  • Like 7
  • Thanks 5
Link to post
Share on other sites

Tempos difíceis estes em que sequer sabemos se é certo ou não comemorar aniversário.

Me lembro até hoje meu primeiro voo na Laranja (Em que quebrei o paradigma de voar na concorrente), 06 de julho de 2005, CGH - POA, para assistir a primeira final da Libertadores no Beira Rio, contra o Atlético (ainda não tinha o H) Paranaense.

Com o voo lotado de São Paulinos, o speech final do Comandante foi desejando boa sorte a nação São Paulina na busca pelo caneco.

No voo de volta, no dia seguinte pela manha, o 4 faixas brincou com o fato de "ultrapassarmos" um 737 "antigo" da Pioneira. 

Virei fã da empresa, da linguagem despojada, da digitalização dos processos, dos preços menores, do brand adequado ao produto (que depois viraria o padrão da aviação).

Outros tempos, para a GOL, para a aviação, para o SPFC e óbvio para mim, vamos sobrevivendo da forma que nos é possível, a única coisa que não muda é a paixão pela aviação e pelo SPFC, poucas coisas me dão tanta satisfação quanto pegar um avião para ver meu time jogar (ultimamente perder).

Louco, talvez! Assim como foram chamados de loucos muitos dos que acreditaram no projeto laranja lá em 2001. Vida longa a GOL!

Abraços 

 

 

  • Like 6
Link to post
Share on other sites
19 minutes ago, PT-WRT said:

Tempos difíceis estes em que sequer sabemos se é certo ou não comemorar aniversário.

Me lembro até hoje meu primeiro voo na Laranja (Em que quebrei o paradigma de voar na concorrente), 06 de julho de 2005, CGH - POA, para assistir a primeira final da Libertadores no Beira Rio, contra o Atlético (ainda não tinha o H) Paranaense.

Com o voo lotado de São Paulinos, o speech final do Comandante foi desejando boa sorte a nação São Paulina na busca pelo caneco.

Lembro bem desse dia! Eu trabalhava na laranja e fiz o embarque do saudoso G31695 "leiteiro" que era MAO-BSB-SDU-VCP-CWB-POA. Era o último do meu turno. Muitos atleticanos pra embarcar e mtos são-paulinos que subiram em VCP, foi interessante, achei que ia dar BO mas no fim foram todos civilizados.

Dia seguinte, na volta do G31833 (POA-CWB-GIG-BSB-FOR) foi um silêncio total (pra minha alegria, bati na porta do avião ao acoplar o finger sorrindo, sou coxa-branca kkkkk).

Orgulho de ter sido parte do Time de Águias por alguns anos. Aquela GOL não existe mais, mas ficam as lembranças.

  • Like 1
Link to post
Share on other sites
  • 2 weeks later...

Que Bom que muita coisa mudou na empresa, vejo um saudosismo interessante de alguns, eu prefiro muito mais a empresa de hoje do que do passado, palavra de quem esta na empresa desde 2005.

Link to post
Share on other sites

Uma opinião particular. 

Em 2001 a Gol era o menor salário da aviação nacional, uma oportunidade pra muitos com mais de 30, com algumas milhares de horas na CHT...(enjoa voar Bandeco, queremos cre$cer na carreira)  voando no Norte e finalmente pegar jato a exemplos como a Rico, Penta, Tavaj, Taba. Mais também havia rejeição e pré conceitos idiotas, desde a barrinha de cereal ao pernoite, "bixisse" de maneteiro estrelinha. 

Houve também um efeito: foi a tábua de salvação para a "geração 90" que não conseguia colocação na China, não tinham Icao4 e os mais velhos, as vacas sagradas de MD11/767/A300 e outros chegando de Vasp e Transbrasil; a Gol tinha muito esse "DNA Vaspiano" devido o Barioni e Rockert.

O Barioni particularmente ele é audaz, capaz de negociar de igual na mesa com a Boeing, as empresas Lessoras querendo empurrar o 300 (que sobrava as moscas no início de 2000 devido a crise de 97) e ele peitou, provou que era possível e fechou no 700, depois o 800 e aquela encomenda grande de 100 naves 800SFP, aí foi a Glória pois os homens de Seattle estavam receosos devido as rasteiras das 3, e ele naturalmente ganhou, com méritos e comissões, seu lugar de destaque, é de tirar o chapéu, a Gol é o que é pelo Barioni.  Quem teve a "idéia" de trazer o 777 na TAM?

Nessa época, para pilotos o mercado não estava contratando no exterior; Nordeste, Rio Sul e empresas no Norte definhando, demitindo.

Depois veio 11 de Setembro, Varig demitindo os de menor salário e promovidos de  737 e ERJ, em especial os últimos da Nordeste(eu) e rabo de fila na Rio Sul.

Muitos nem queriam entrar na Gol até 2004, voar 5 madrugadas (para os novinhos é jóia, jato, GPS e tal), "na tampa" da regulamentação, sem benefícios nem representatividade no SNA. Ainda nem existia ASAGol, nada. Os Variganos que sobraram na VRG, ficaram p*tos da vida, mesmo voando 767 a média era baixa(padrão da cia), não tinha sarcófago, hotéis péssimos, quem estava se segurava enquanto procurava algo lá fora. 

Veio 2006, que ano bom! tavam contratando que nem pão quente na hora que sai a fornada! surgiu aquela mulecada EJ(eu sei pois voei com vários em outra cia) e segurou o bom momento que foi até 2017, depois foi essa ladeira a baixo com a economia patinando desde o segundo mandato Dilma. 

Sobre Brasília:

Acredito que o velhão(Nenê) se inspirou no capeta do Canhedo, a trajetória dos dois é semelhante, até nos delitos (risos)! Na rota o povo falava que a Gol era o "brinquedinho do Jr", a história até que foi harmoniosa pois foram competentes e honestos em gerir o acidente na Amazônia, aquilo poderia ter afundado a empresa. 

Sucesso aos que ficaram. 

  • Like 2
Link to post
Share on other sites
32 minutes ago, flightFernando said:

Uma opinião particular. 

Em 2001 a Gol era o menor salário da aviação nacional, uma oportunidade pra muitos com mais de 30, com algumas milhares de horas na CHT...(enjoa voar Bandeco, queremos cre$cer na carreira)  voando no Norte e finalmente pegar jato a exemplos como a Rico, Penta, Tavaj, Taba. Mais também havia rejeição e pré conceitos idiotas, desde a barrinha de cereal ao pernoite, "bixisse" de maneteiro estrelinha. 

Houve também um efeito: foi a tábua de salvação para a "geração 90" que não conseguia colocação na China, não tinham Icao4 e os mais velhos, as vacas sagradas de MD11/767/A300 e outros chegando de Vasp e Transbrasil; a Gol tinha muito esse "DNA Vaspiano" devido o Barioni e Rockert.

O Barioni particularmente ele é audaz, capaz de negociar de igual na mesa com a Boeing, as empresas Lessoras querendo empurrar o 300 (que sobrava as moscas no início de 2000 devido a crise de 97) e ele peitou, provou que era possível e fechou no 700, depois o 800 e aquela encomenda grande de 100 naves 800SFP, aí foi a Glória pois os homens de Seattle estavam receosos devido as rasteiras das 3, e ele naturalmente ganhou, com méritos e comissões, seu lugar de destaque, é de tirar o chapéu, a Gol é o que é pelo Barioni.  Quem teve a "idéia" de trazer o 777 na TAM?

Nessa época, para pilotos o mercado não estava contratando no exterior; Nordeste, Rio Sul e empresas no Norte definhando, demitindo.

Depois veio 11 de Setembro, Varig demitindo os de menor salário e promovidos de  737 e ERJ, em especial os últimos da Nordeste(eu) e rabo de fila na Rio Sul.

Muitos nem queriam entrar na Gol até 2004, voar 5 madrugadas (para os novinhos é jóia, jato, GPS e tal), "na tampa" da regulamentação, sem benefícios nem representatividade no SNA. Ainda nem existia ASAGol, nada. Os Variganos que sobraram na VRG, ficaram p*tos da vida, mesmo voando 767 a média era baixa(padrão da cia), não tinha sarcófago, hotéis péssimos, quem estava se segurava enquanto procurava algo lá fora. 

Veio 2006, que ano bom! tavam contratando que nem pão quente na hora que sai a fornada! surgiu aquela mulecada EJ(eu sei pois voei com vários em outra cia) e segurou o bom momento que foi até 2017, depois foi essa ladeira a baixo com a economia patinando desde o segundo mandato Dilma. 

Sobre Brasília:

Acredito que o velhão(Nenê) se inspirou no capeta do Canhedo, a trajetória dos dois é semelhante, até nos delitos (risos)! Na rota o povo falava que a Gol era o "brinquedinho do Jr", a história até que foi harmoniosa pois foram competentes e honestos em gerir o acidente na Amazônia, aquilo poderia ter afundado a empresa. 

Sucesso aos que ficaram.

Estava fazendo uma revisão para acrescentar, não gravou.

 

O Mais também havia rejeições e pré conceitos idiotas, desde a barrinha de cereal,  ao pernoite em hotéis da "láia" da Tam, só "Gayuchada" voando nessa empresa, mulher co-piloto...umas  "bixisses" de maneteiros babacas, estrelinhas. 

Hoje isso é até chacota.

Houve também um efeito: foi a tábua de salvação para a "geração 90" que não conseguia recolocação na China ou na Arábia, quem não tinha Icao4 e aos poucos "cabeça de prata", as vacas sagradas de MD11/767/A300 e as centenas vindo de Vasp e Transbrasil; a Gol tinha(não sei se ainda é) muito esse "DNA Vaspiano" devido o Barioni e Rockert. 

O Barioni particularmente ele é audaz: capaz de negociar de igual na mesa com a Boeing, as empresas Lessoras querendo empurrar o 300s que sobravam como moscas no início de 2000 devido a crise de 97 e ele peitou, provou que era possível e fechou no 700, um verdadeiro Game Changer, vindo depois o 800s e aquela encomenda gigante e surpreendente de 100 naves 800SFP, aí foi a Glória pois os homens de Seattle estavam receosos devido as rasteiras das 3, início da era Lula e ele naturalmente provou com méritos seu lugar de destaque, é de tirar o chapéu, a Gol é o que é pelo Barioni, inegavelmente.  

Nessa época, para pilotos o mercado não estava contratando no exterior; Nordeste, Rio Sul e empresas no Norte definhando, demitindo.

Depois veio 11 de Setembro, 2002, 2003, Varig demitindo os de menor salário e promovidos de  737 e ERJ, em especial os primeiros da Nordeste(eu) e rabos de fila na Rio Sul, quem ficou roeu o osso sendo iludido.

Muitos nem queriam entrar na Gol até 2004, voar 5 madrugadas, só monofolga, acionamento vindo de extra sem ter off nem Reserva(Tam tinha isso o REST), para os novinhos é jóia, voar jato, GPS e tal, "na tampa" da regulamentação, sem benefícios nem representatividade no SNA, ninguém ligava para aquela tumba do Fochesatto, Camacho e Graziela. 

Tem um momento até curioso: Os Variganos que sobraram na VRG, ficaram p*tos da vida com a jogada do Lap Chan, mesmo voando 767 a média era baixa(padrão da cia), não tinha sarcófago, hotéis péssimos, quem estava se segurava enquanto procurava algo lá fora. 

Veio 2006, que ano bom! tavam contratando que nem pão quente na hora que sai a fornada! surgiu aquela mulecada EJ, eu sei pois voei com alguns na Tam e segurou o bom momento que foi até 2017, depois foi essa ladeira a baixo com a economia patinando desde o segundo mandato Dilma.

Sucesso aos que estão na ativa, fazendo suas histórias pessoais, boa sorte aos que entram. Novos tempos digitais, novas cabeças, mais façam um VOR ou NDB, treinar full VFR só na bússola de vez em quando! sei que muitos voam padrão, tá certo, mais nunca se esquecer do basicão, vai que um dia acontece aquilo de novo dos cabos trocados, ainda bem que era TMA SP! e um Controlador estilo o Soares, imagina isso numa rota na Amazônia ou Caribe, com alternado à 1 hora de voo, na madrugada e nêgo nem saber fazer Recalada.

Bons Vôos.

  • Like 2
Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade