Jump to content

Itapemirim irá se instalar no terminal aéreo de Confins


Recommended Posts

4 minutes ago, Bonotto said:

Sim eu sei disto ! Mas não vejo problema se eles fizerem isto dentro das regras, aliás acharia bem positivo. Tudo que gera empregos é positivo.

Sim, fato, só que pelo visto falta conhecimento a eles sobre as regras! A forma como anunciam as coisas, sempre com pirotecnia. Voce sabia, que hoje linhas são sorteadas na ANTT? A ANTT põe lá Dourados - Caruaru, e empresas se dispõe, se uma empresa de Belem quiser participar, ela participa e simplesmente ganha, indo explorar algo bem longe do quintal habitual dela. Então, se por acaso a ANTT colocar em sorteio um Confins - Ouro Preto, corre risco da Novo Horizonte da Bahia ganhar e a Ita ficar chupando dedo.

A não ser que, dentro de toda pirotecnica habitual deles, o que eles queiram de fato fazer, é a receita de sucesso da Azul com os onibus.

Link to post
Share on other sites

Um dos motivos de o transporte rodoviário no BR ser inexplicavelmente caro, chegando a perder em preço para passagens aéreas em muitos casos, é justamente essa burocracia enorme para abertura de linhas ou entrada de concorrência.

Monopólios e cartéis ditam as regras e dão as cartas, fazendo ser impossível que o zé das couves consiga entrar no páreo, msm com um marcopolo de primeira mão.

Link to post
Share on other sites

O caso da rota Rodoviária de BH <> CNF é uma aberração sob qualquer aspecto de análise. Uma metrópole do nível que é BH estar refém de se conectar ao aeroporto única e exclusivamente por meio de uma empresa de ônibus que só opera essa única linha, com horários mal planejados e preço de passagem superfaturado, não podendo haver nem mesmo uma mera linha de move que chegue ao aeroporto. Entra governo e sai governo, de esquerda, de direita, de centro, de cima, de baixo, e nenhum tem a audácia de dar um pitaco sobre esse monopólio, daí da pra ter uma noção do poder que a máfia que dita as regras nessa tal "concessão" tem.

A única esperança que nos resta, é que a ITA não é bem um Zé das Couves do Marcopolo usado, pode ser que eles tenham um lobby forte o suficiente pra tirar a Unir do pedestal de ouro intocável dela.

  • Like 1
Link to post
Share on other sites
18 minutes ago, diasfly said:

Um dos motivos de o transporte rodoviário no BR ser inexplicavelmente caro, chegando a perder em preço para passagens aéreas em muitos casos, é justamente essa burocracia enorme para abertura de linhas ou entrada de concorrência.

Monopólios e cartéis ditam as regras e dão as cartas, fazendo ser impossível que o zé das couves consiga entrar no páreo, msm com um marcopolo de primeira mão.

Olha, o sorteio de linhas foi um avanço e tanto, pois existiam quintais que eram praticamente uma capitania hereditária! O próprio Buser provocou mudanças na postura das tradicionais. Mas que realmente é um mundo burocrático é.

  • Like 4
Link to post
Share on other sites
20 hours ago, PT-KTR said:

Olha, o sorteio de linhas foi um avanço e tanto, pois existiam quintais que eram praticamente uma capitania hereditária! O próprio Buser provocou mudanças na postura das tradicionais. Mas que realmente é um mundo burocrático é.

ANTT é ridícula ao extremo. Quer um mercado engessado, burocrático e pouco eficiente, é o de transporte rodoviário de passageiros, seja regular, seja fretamento.

  • Like 2
Link to post
Share on other sites
  • 2 weeks later...

Itapemirim divulga as nove rotas que ligarão 42 cidades ao aeroporto de Confins

Reunião nesta quarta na Cidade Administrativa apresentou as rotas e comunicou aos prefeitos e representantes de municípios e associações a estreia de voo da nova companhia aérea Itapemirim

Por PAULO CAMPOS 

04/03/21

Nove linhas de ônibus devem ligar 42 cidades mineiras ao Aeroporto Internacional de Belo Horizonte. Em uma reunião presencial e virtual nesta quarta-feira com o secretário de Estado de Cultura e Turismo, Leônidas Oliveira, o presidente da Associação das Cidades Históricas, Wirley Rodrigues Reis, o Têko, e representantes de cidades mineiras, o vice-presidente do Grupo Itapemirim, Adilson Furlan, anunciou a estreia do voo da Itapemirim Transportes Aéreos e apresentou as rotas a serem conectadas ao terminal em Confins.

Na primeira fase serão nove rotas ligando o aeroporto às cidades de Araxá, Barbacena, Capitólio, Diamantina, Governador Valadares, Montes Claros, São João del Rei, Ubá e Varginha. Numa segunda fase também estariam programadas conexões a Brumadinho, Divinópolis e à região do Barreiro, em Belo Horizonte. Essas cidades seriam interligadas por bilhete único integrado, com bagagens trasladadas direto dos aviões para os ônibus. Para isso, os horários de saídas do terminal em Confins seriam sincronizado com o dos ônibus. 

Entre as cidades beneficiadas nos trajetos estão Augusto de Lima, Bocaiúva, Bom Despacho, Cardeal Mota, Conceição do Mato Dentro, Congonhas, Conselheiro Lafaiete, Cordisburgo, Corinto, Coronel Fabriciano, Curvelo, Divinópolis, Formiga, Ibirité, Igarapé, Ipatinga, Itabira, Itabirito, Itaúna, Juatuba, Lavras, Luz, Mariana, Nova Era, Nova Serrana, Oliveira, Ouro Preto, Pará de Minas, Piumhi, Ponte Nova, Sarzedo, Timóteo, Tiradentes, três Corações e Viçosa.

Representantes do Grupo Itapemirim devem visitar as cidades para conhecer a logística dos municípios para recepcionar os turistas. Segundo Wirley  Rodrigues Reis, o Têko, prefeito de Itapecerica e presidente da Associação das Cidades Históricas, cerca de 12 cidades do circuito devem ser beneficiadas com as rotas. "Mas não serão apenas cidades históricas, mas vários municípios de Minas Gerais que têm algum potencial turístico", afirma.

Para o secretário de Estado da Cultura e Turismo, Leônidas Oliveira, o governo de Minas tem feito um planejamento compartilhado da retomada do turismo e de seu crescimento, unindo prefeituras, trade, conselho e associações. Na pauta, acrescenta Oliveira, está a mobilidade e conexão dos destinos com o aeroporto em Confins, unindo os modais aéreo e rodoviário para atração de turistas, mirando na segunda fase do projeto Minas para o Brasil. 

Sobre a união dos modais aéreo e rodoviário em Confins, a assessoria de imprensa da concessionária BH Airport disse que não vai falar do assunto agora, porque existe uma negociação em curso e nada de concreto foi fechado.

 

https://www.otempo.com.br/turismo/itapemirim-divulga-as-nove-rotas-que-ligarao-42-cidades-ao-aeroporto-de-confins-1.2455196

 

No popular, é conhecido como cata jeca. :lol:

 

 

  • Haha 1
Link to post
Share on other sites

O CNF-Varginha pelo visto vai parar em Oliveira, Lavras e Três Corações. Uma eternidade. Mesma coisa de alguns horários da Gardenia que faz a rota. 

Se for horário à noite, de madrugada, ainda vai. Mas Varginha até Confins são uns 350 km via Lavras, pelo menos. Azul operava esta rota aérea, basicamente era conexões. De carro são 3 horas e meia, não valia a pena muitas vezes descer lá em Confins. Agora, quando o voo era da Pampulha, era um espetáculo.

Link to post
Share on other sites
4 hours ago, Renatosilva said:

Engraçado que 80% das cidades anunciadas caberiam voos por parte da Azul conecta.

Verdade, mas com 9 pax fica dificil, com 12, eu acredito que algumas aí dariam frutos: Bocaiúva, Curvelo, Divinópolis, Formiga, Ipatinga, Lavras, Piumhi, Tiradentes* e Viçosa.

Link to post
Share on other sites

Quero só ver quem vai sair de Montes Claros e viajar 400km pra pegar um voo em CNF, a passagem vai ter que ser muito barata pra valer a viagem, pois a população já tem um aeroporto lá e digo o mesmo de Araxá. 

Link to post
Share on other sites
1 hour ago, Cassio.Fernandes said:

Quero só ver quem vai sair de Montes Claros e viajar 400km pra pegar um voo em CNF, a passagem vai ter que ser muito barata pra valer a viagem, pois a população já tem um aeroporto lá e digo o mesmo de Araxá. 

Araxá ainda vai por que não tem voo, surgiu um papo de voltar com a Conecta mas não vingou.

Agora, Montes Claros que tem voo pra CNF e GRU, e Valadares que além de ter voo pra CNF, tem trem pra BH, não vai vingar tanto assim. 

  • Like 1
Link to post
Share on other sites

Acredito que pode funcionar para cidades próximas de bom porte - além das cidades turísticas do quadrilátero do ferro, além de Diamantina, São João del Rei/Tiradentes e, eventualmente até Araxá.

Num raio de 200 km, pouco mais até, pode-se explorar Barbacena via Lafaiete; a região de Divinopolis, Pará de Minas, Nova Serrana, Itaúna; Formiga. Eventualmente Lavras via Oliveira. Bom Despacho. Sete Lagoas. Monlevade. Curvelo. Creio que essas teriam demanda e parecem mais reais. Ou seja, basicamente o anel metropolitano de BH + cidades médias até 200 km (ou poucos mais)- além das turísticas.

Link to post
Share on other sites

Pra mim a grande questão é que o planejado é algo que combina com uma malha aérea mais robusta operando 6 ou mais voos ao mesmo tempo. 

Com uma rede ampla (quem sabe chegar a 10 voos simultâneos, 1600 assentos) você cria a economia de escala necessária para se ter quem sabe 20 partidas de onibus oferecendo metade dos 1600 assentos ao mercado de cidades menores. Dai você teria que contar com umas 400 conexões aéreas e o restante seria O&D BH (15 a 25%) 

Com 1 jato bancar todos esses destinos ? Esperar 40 passageiros para encher um voo de 160 lugares ? 

E ainda mais uma empresa em RJ!

 

Link to post
Share on other sites
  • 2 weeks later...

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade